Menu

Governo garante intensificar ações de combate a dengue no Acre; vacinação inicia em fevereiro

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Na tarde desta quarta-feira, 7, o governador Gladson Cameli (PP) participou de uma reunião virtual com a Ministra da Saúde, Nísia Trindade, e o Fórum de Governadores para discutir a situação emergencial do enfrentamento à dengue no estado.


Durante o encontro, a ministra destacou que o foco da reunião era tratar diretamente das questões emergenciais relacionadas à dengue no Acre. Segundo dados do Info Dengue, existe uma incidência alta da doença em todo o país, com exceção da região Nordeste.


Em resposta, o chefe do executivo enfatizou a urgência de ações coordenadas e a importância do fortalecimento dos laboratórios estaduais, considerando a proximidade com países vizinhos, Peru e Bolívia. Cameli agradeceu a atenção do Ministério da Saúde e ressaltou a necessidade de cooperação regional.

Publicidade

“O que nós estamos precisando aqui é o fortalecimento dos nossos laboratórios, porque nós fazemos fronteira aqui com dois países, Peru e Bolívia, e ainda temos as fronteiras aqui com os estados vizinhos. E já temos toda a atenção do Ministério da Saúde. Estamos próximos, com uma boa comunicação, a praticidade que nós temos. Mas eu preciso que a senhora ministra se preocupe com os países vizinhos que estão ao nosso redor. Isso é importante, e aqui finalizo agradecendo essa oportunidade de estarmos reunidos neste momento”, declarou.


Segundo o governo, o foco do Ministério da Saúde é reforçar a resposta do Sistema Único de Saúde (SUS) na urgência e emergência, intensificando o trabalho dos agentes de endemias no combate aos focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue e chikungunya.


Vacinação contra a dengue no Acre inicia em fevereiro

O governo, por meio da Secretaria de Saúde do Estado – Sesacre, iniciará a vacinação contra a dengue já em fevereiro, com a distribuição da vacina para 11 municípios.


A imunização será focalizada em crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, residentes em cidades com mais de 100 mil habitantes e alto volume de casos de dengue tipo 2. A iniciativa é em resposta ao aumento de casos, com isso, a pasta reforça as medidas de combate ao Aedes Aegypti.


A vacinação abrange municípios como Rio Branco, Senador Guiomard, Capixaba, Sena Madureira, Plácido de Castro, entre outros. Diante da expectativa da população para a chegada da vacina, o governo enfatiza que eliminar os criadouros do mosquito ainda é a medida mais eficaz de combate à dengue.


A reunião ocorreu com a presença dos secretários de Estado de Saúde e de Governo, Pedro Pascoal e Alysson Bestene, respectivamente.


Com informações da Agência de Notícias do Acre


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido