Menu

Em 2022, Gaeco denunciou 400 faccionados no Acre

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Acre realizou 10 operações e fez 400 denúncias a membros de facções, algumas delas com desdobramentos em outras regiões do País.


O Gaeco, de acordo com o MP, tem trabalhado em parceria com as instituições que integram o sistemas de segurança pública e de justiça criminal para combater o crime organizado.

Publicidade

“As facções criminosas representam uma grave ameaça à sociedade, exigindo um enfrentamento firme e permanente”, diz o MP.


Formado por promotores de Justiça que atuam na Capital e no interior do estado, o Gaeco diz que o combate ao crime organizado é “nossa prioridade e vamos continuar destinando do todos os esforços para reprimir a atuação das facções criminosas de forma cada vez mais eficaz”.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido