Conecte-se agora

Eleições 2022: Tudo o que você precisa saber para ir às urnas

Publicado

em

Em nível nacional, serão mais de 156 milhões de eleitores que irão às urnas neste domingo (2). São mais de 29,2 mil candidatos na disputa pelos cargos majoritários e proporcionais.

A votação acontece em 5.570 cidades do país e em 181 localidades no exterior. E para que a gigantesca estrutura montada pela Justiça Eleitoral funcione, foram convocados quase 1,8 milhão de mesários.

No Acre, mais de 588 mil pessoas estão aptas a votar nos 22 municípios. Serão 720 locais de votação e 2.124 seções em todo o estado.

Para que o eleitor possa votar de forma tranquila e segura, a Justiça Eleitoral divulgou uma série de orientações importantes, que o ac24horas reproduz de maneira sucinta, mas objetiva.

Sobre o voto

O voto é obrigatório para maiores de 18 anos e facultativo para analfabetos, maiores de 70 anos e pessoas com 16 e 17 anos.

Horário

O horário de votação no Acre será das 6h às 15h. Porém, os eleitores que ainda estiverem na fila após o horário de término da votação poderão exercer o direito ao voto.

Documentos

A apresentação do título de eleitor não é obrigatória. O eleitor pode votar com a Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Identidade Social, Passaporte, Certificado de Reservista, Carteira de Trabalho ou outro documento de valor legal com foto.

Também é possível votar com o e-Título, aplicativo gratuito da Justiça Eleitoral, caso a foto do eleitor apareça na plataforma. O e-Título substitui o documento em papel e pode ser utilizado como identificação na seção eleitoral, desde que atualizado e com foto. ele também pode ser usado no dia da eleição também para diversas finalidades, como consultar o local de votação (zona e seção eleitoral) e justificar a ausência, entre outras.

Como baixar o e-Título

Nas plataformas IOS e Android. E atenção: a emissão não será possível nos dias de votação, ou seja, em 2 e 30 de outubro. Caso você já tenha o e-Título, verifique se está tudo certo, mantenha o app atualizado e lembre-se: qualquer dificuldade costuma ser resolvida reinstalando-se o aplicativo. Porém, não deixe para a última hora. No dia da eleição, também não será possível resolver eventuais problemas com o uso do aplicativo.

Ordem da votação

Este ano, o eleitor vai votar nos seguintes cargos e nesta ordem: deputado federal (com quatro dígitos); deputado estadual ou distrital – no caso dos eleitores do Distrito Federal – (com cinco dígitos); senador (com três dígitos); governador (com dois dígitos); e, por último, presidente da República (com dois dígitos).

Aqui, vale desmentir uma fake news: caso queira, o eleitor pode escolher votar apenas para presidente. O voto não é invalidado se o eleitor votar em um só cargo e optar por anular ou votar em branco nos demais.

Voto de legenda

Nestas eleições, para os cargos de deputado federal e estadual (ou distrital), você pode votar apenas na legenda. Os dois primeiros números a serem digitados na urna desses cargos são os números do partido. Ao votar, o eleitor pode digitar apenas esses números e parar por aí, apertando a tecla “confirma”. Assim, o voto será computado para o partido. Quanto mais votos a legenda receber, mais vagas vai ter nas casas legislativas.

Colinha

A colinha vai ajudar muito na hora que o eleitor estiver em frente à urna, afinal, são muitos números para lembrar. É possível também imprimir a colinha no Portal do TSE e preencher com os números dos candidatos escolhidos. O link para a impressão é: https://www.justicaeleitoral.jus.br/cola-eleitoral-eleicoes-2022/.

Onde votar

Confira a sua seção de votação antecipadamente, para não ir para o local errado. Você pode fazer isso de três maneiras: pelo aplicativo e-Título, pelo Portal do TSE ou pelo Tira-Dúvidas do Tribunal no WhatsApp.

Para realizar a consulta no e-Título, basta entrar no aplicativo e, no menu principal, clicar em “Onde Votar”. Uma nova tela se abrirá, com os dados sobre a seção, a zona e o respectivo endereço.

Já para fazer a consulta no Portal do TSE, é preciso colocar alguns dados pessoais, como CPF, nome completo e data de nascimento, no item “Onde Votar” do Autoatendimento do Eleitor.

O que é permitido no dia

A Justiça Eleitoral permite a manifestação individual e silenciosa do eleitor no dia da votação para partidos, coligação ou candidato. Isso quer dizer que é permitido o uso de bandeiras, broches, adesivos e camisetas.

Mas fique atento, porque é proibida a propaganda eleitoral, como pedido de voto pelos candidatos, partidos ou coligações, distribuição de panfletos (conhecidos por santinhos) e outros materiais, abordagem ou mesmo aglomeração de simpatizantes.

Pode votar de bermuda, regata e chinelo? Sim. O TSE não proíbe a utilização de nenhum desses itens. Inclusive, é permitido votar com a camisa da Seleção Brasileira de Futebol.

Não cadastrei a biometria. Posso votar?

Quem está com o cadastro eleitoral regular, mesmo que não tenha coletado os dados biométricos, poderá votar normalmente nas Eleições 2022.

Acessibilidade

Eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida poderão contar com a ajuda de uma pessoa de sua escolha na hora da votação, mesmo que não tenham solicitado antecipadamente à juíza ou ao juiz eleitoral.

A urna em 2022 terá ainda legenda em Libras para o eleitorado com deficiência auditiva. Para as pessoas com deficiência visual, além do sistema Braille e da identificação da tecla 5 nos teclados do aparelho, também são disponibilizados nas seções eleitorais fones de ouvido para que eleitores cegos ou com baixa visão recebam sinais sonoros com a indicação do número escolhido e o retorno do nome da candidata ou do candidato em voz sintetizada.

Celular

Este ano, após entregar o documento de identificação ou depois de mostrar a versão digital do e-Título pelo celular, o eleitor terá de deixar o aparelho de celular em cima de uma mesa, próxima à cabine de votação – sem que o mesário toque nele. É proibido entrar na cabine de votação com ele ou com máquina fotográfica, filmadora e equipamentos de radiocomunicação. A medida visa garantir um dos aspectos mais importantes da democracia: o sigilo do voto.

Porte de armas

O novo texto da Resolução TSE nº 23.669/2021 passou a proibir que pessoas portando armas de fogo – sejam elas civis (ainda que tenham porte de arma) ou integrantes das forças de segurança que não estejam em serviço junto à Justiça Eleitoral – se aproximem a menos de 100 metros das seções eleitorais. A exceção é apenas para quando agentes de segurança (em atividade geral de policiamento no dia das eleições) forem votar.

Também estão proibidos o transporte e a posse de armas pelos Colecionadores, Atiradores Desportivos e Caçadores (CACs) na véspera, no dia e no pós-eleição.

Na cabine

Dentro da cabine, quando estiver na frente da urna eletrônica, o eleitor deve votar com tranquilidade e segurança, clicando no teclado os números das candidatas e dos candidatos escolhidos, na ordem dos cargos destacada no início desta matéria.

A partir destas eleições, o eleitor vai ter um tempinho a mais para conferir os votos antes de confirmar. Depois que for registrado o número de cada cargo, vai aparecer a mensagem “confira o seu voto” na tela parada por um segundo.

Enquanto o texto estiver piscando, não adianta apertar qualquer tecla. Só depois de um segundo, o votante pode apertar “Confirma” ou “Corrige”. Caso seja digitado algum número errado e a foto não corresponda ao candidato escolhido, basta apertar a tecla “corrige” e digitar corretamente o número. Depois da confirmação, a urna vai emitir um som curtinho.

Ao final, depois da escolha do candidato a presidente, será emitido aquele famoso barulhinho mais longo – o “pilili” – e vai aparecer a palavra “FIM”.

Ao terminar de votar, o eleitor deve retornar à mesa receptora e não esquecer de pegar o celular e o documento de identificação apresentado.

Como conferir o resultado das eleições

O Boletim de Urna (BU) é um dos principais instrumentos de transparência das eleições, colocado à disposição da sociedade. Com o BU, conferir o resultado é instantâneo, rápido e simples.

Tradicionalmente afixado na porta da seção eleitoral, nas Eleições 2022, ele também estará ao alcance de todo e qualquer interessado na internet logo após o fechamento das urnas, no Portal do TSE.

Nas eleições anteriores, isso acontecia em até três dias depois. Os boletins podem ainda ser acessados pelo aplicativo “BU na Mão”, desenvolvido pela própria Justiça Eleitoral, e disponível gratuitamente para o sistema IOS e Android.

Já a apuração dos votos nos 26 estados e no Distrito Federal pode ser acompanhada em tempo real, por meio do app Resultados (baixe na App Store ou na Google Play) ou em uma versão da ferramenta na internet.

No dia da eleição, as consultas podem ser feitas por meio do nome da candidata ou do candidato ou pelo cargo em disputa. O aplicativo informará, em tempo real, os nomes de quem for eleito ou daqueles que vão disputar o segundo turno. Também será possível verificar os índices de comparecimento e abstenção; a quantidade de votos válidos, em branco e nulos; e o número de seções totalizadas.

Fake News

Tão importante quanto saber todas essas orientações para votar é lembrar que não há espaço para fake news numa eleição. Não compartilhe mensagens se você não tem absoluta certeza de que seja verdade, independentemente de quem tenha mandado. O TSE e várias agências de checagem parceiras vêm desmentindo mensagens e vídeos com desinformação. É só dar uma passada na página Fato ou Boato e conferir.

Como justificar

Se, no dia da eleição, você estiver fora de seu município de votação, deve justificar a ausência às urnas. Lembre-se que isso deve ser feito para todos os turnos a que você não comparecer. A justificativa feita no dia da eleição precisa ocorrer no horário da votação e pode ser solicitada por meio do aplicativo e-Título, ou, excepcionalmente, com a entrega do Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE) nos locais de votação. O formulário pode ser baixado inclusive no site do TSE.

Caso o eleitor não consiga justificar o voto no dia da eleição, ainda é possível justificar em até 60 dias após cada turno da votação.

Acre

Acre abre 679 novas vagas de trabalho no mês de outubro

Publicado

em

Em outubro o Brasil registrou um saldo positivo de 159.454 postos formais criados no mês, chegando ao recorde de 42.998.607 de empregos com carteira assinada gerados no país, revela o Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgado nesta terça-feira (29) pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

No Acre, segue-se o saldo positivo observado em meses anteriores: foram 3.845 admissões contra 3.166 demissões, resultando em 679 vagas de trabalho formal mantidas em outubro, uma variação relativa de 0,72% no período.

Apesar da sequência de saldos positivos, o emprego formal mantém aparentando perder força no Acre. Em setembro, o estoque de emprego foi de 752 vagas e em agosto, 858.

Ou seja, há uma queda ao longo dos últimos meses.

O MTE confirma: assim como em setembro, o resultado positivo foi distribuído em todo o país e em todos os setores da economia, como tem ocorrido nos últimos dados do Caged divulgados pelo governo. A geração de empregos foi percebida em 26 Unidades da Federação, com excelente desempenho em São Paulo, que gerou 60.404 novos postos (+0,46%), com destaque para serviços (+37.275) e comércio (+14.192), seguido do Rio Grande do Sul, com mais 13.853 postos (+0,52%) e o Paraná, com mais 10.525 postos (+0,36%).

Do ponto de vista regional, o destaque foi a região Sudeste, com um crescimento de mais de 80.740 novos postos de trabalho.

Numa análise por setor, destaque para o ótimo desempenho do setor de serviços, com geração em outubro de 91.294 vagas formais. Foi mantida também a aceleração do comércio com a proximidade do final de ano, um saldo positivo de 49.356 novos postos. Também a indústria e a construção civil seguiram crescendo, com mais 14.891 e 5.348 mil postos de trabalho gerados, respectivamente. Somente a agropecuária registrou saldo negativo de -1.435 postos de trabalho formais no mês.

O TEM diz que os números mostram a continuidade do bom desempenho do emprego formal no ano, acumulando um saldo 2.320.252 empregos gerados até outubro, decorrente de 19.445.198 admissões e 17.124.946 desligamentos. O setor da construção civil foi o destaque, com um crescimento de mais de 12,5% no estoque de empregos formais (288.517), mas o saldo positivo no acumulado do ano também foi verificado nos serviços, com geração de 1.263.899 empregos, e a indústria chegando 391.346 novas vagas.

Nos últimos 12 meses o saldo registrado foi de 2.340.457 novos postos de trabalho, se considerarmos janeiro de 2019 a outubro de 2022, período de gestão do governo, o saldo acumulado chega a 5.548.395 novos postos de trabalho, decorrente de 72.216.631 admissões e 66.668.236 desligamentos no ano. Somente no período de julho de 2020 a outubro de 2022, considerado o período de retomada do emprego formal, o país gerou saldo de 6.303.762 novos empregos, decorrente de 49.045.975 admissões e 42.742.213 desligamentos no período.

Continuar lendo

Acre

Governo incorpora 237 alunos soldados ao Corpo de Bombeiros

Publicado

em

O governo publicou a portaria que homologa a matrícula de 237 novos alunos no curso de formação de soldados do Corpo de Bombeiros Militares do Estado do Acre. O decreto foi publicado na edição do Diário Oficial desta terça-feira, 29.

O certame previa o preenchimento de 153 vagas, mas após a retirada da cláusula de barreira do edital, o quantitativo foi aumentado para 249 oportunidades. O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Durante o curso, cada aluno soldado combatente receberá, mensalmente, R$ 4.344,22.

A portaria tem validade a contar do dia 21 de janeiro e os incorporou às fileiras do Corpo de Bombeiros do Acre.

Continuar lendo

Acre

Basa lança edital de chamada pública da lei de incentivo à cultura

Publicado

em

Para incentivar, apoiar, valorizar e difundir as manifestações artísticas na região amazônica, por meio do Edital de Chamada Pública Lei de Incentivo à Cultura 2023 e 2024, o Banco da Amazônia (Basa) abre inscrições para que artistas, produtores e demais interessados apresentem seus projetos culturais para concorrência. O edital estará disponível no site institucional www.bancoamazonia.com.br a partir do dia 1º de dezembro.

De acordo com o Secretário Executivo do Banco da Amazônia, Alcir Erse, o Edital é uma forma de incentivar a promoção da cultura regional amazônica por meio de um processo aberto, objetivo e transparente. “Representa uma oportunidade aos vários artistas e profissionais da cultura de expandirem seus trabalhos e levar novas experiências a quem busca conhecer a arte, dança e demais manifestações populares na região”, informa o secretário.

O secretário explica que poderão ser patrocinados shows, exposições, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural. “A Lei 8.313, criada em 1991, de Incentivo à Cultura contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à cultura. Os projetos patrocinados devem oferecer uma contrapartida social, como distribuir parte dos ingressos gratuitamente e realizar ações de capacitação junto às comunidades. Por isso é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac)”, explica.

O Edital contemplará somente projetos que tenham sua execução prevista na área de atuação do Basa, que respeitem a sustentabilidade econômica, social e ambiental da região amazônica. “O Banco atento à sua missão de desenvolver uma Amazônia sustentável com crédito e soluções eficazes, busca também atuar de forma a contribuir para inclusão social e a melhoria da qualidade de vida da população. Esta oportunidade reforça o compromisso de empresa que mais investe na cultura da região amazônica”.

As inscrições gratuitas serão realizadas exclusivamente pelo e-mail: [email protected], tanto para pessoas físicas e jurídicas. O resultado será comunicado via site institucional da Instituição.

Continuar lendo

Acre

Acreanos sofrem 28 tentativas de fraude de identidade por dia

Publicado

em

Segundo indicador da Serasa Experian, de janeiro a setembro deste ano, foram registradas 3.046.294 tentativas de fraudes de identidade contra o consumidor no Brasil, representando uma tentativa a cada 8 segundos.

No Acre, foram registradas 8.432 tentativas, o que indica que a cada dia os acreanos residentes no Estado sofrem cerca 28 ações que podem resultar em fraude de sua identidade. Comerciantes, juízes e políticos têm sido alvo, mas cidadãos comuns também sofrem muito.

As tentativas de fraudes relacionadas com o segmento de Bancos e Cartões lidera com 1,7 milhão. Em segundo lugar, estão as Financeiras, com 528 mil tentativas, seguido pelo setor de serviços, com 457 mil. Varejo aparece em quarto lugar, com 254 mil pessoas que foram alvo e Telefonia em último lugar, com 79 mil.

Na visão por idade, a população com idade entre 36 e 50 anos foi a que mais sofreu, com 1,1 milhão. Em segundo lugar, estão os consumidores de 26 a 35 anos, que sofreram com 839 mil tentativas. Depois aparecem: 51 a 60 anos (427 mil tentativas); até 25 anos (349 mil tentativas) e acima de 60 anos (334 mil tentativas).

“Superar as 3 milhões de tentativas de fraude em nove meses do ano é um cenário bastante expressivo porque é preciso considerar que ainda temos períodos em que os golpistas costumam intensificar suas ações, como a Black Friday e o Natal. Por isso, o consumidor precisa ter cuidado redobrado e desconfiar de ofertas milagrosas, sites desconhecidos e não clicar em links estranhos, por exemplo. Para que a proteção seja mais eficiente, as empresas também possuem um papel muito importante no combate, seja investir em soluções de autenticação e prevenção à fraude e até mesmo conscientizar seus clientes divulgando informações seguras”, alerta o diretor de Produtos de Autenticação e Prevenção à Fraude da Serasa Experian, Caio Rocha.

Por Estados, São Paulo lidera o ranking, com cerca de 934 mil tentativas no mesmo período. Na sequência aparecem: Rio de Janeiro, com 331 mil; Minas Gerais, com 263 mil; Paraná, com 201 mil e Rio Grande do Sul, com 151 mil.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.