Conecte-se agora

José Adriano quer construir 2 mil casas por ano se eleito deputado federal no Acre

Publicado

em

O entrevistado do programa Bar do Bar desta quarta-feira, 21, foi o presidente licenciado da Federação das Indústrias no Estado do Acre (Fieac), José Adriano, que também está candidato ao cargo de deputado federal nas eleições de 2022 pelo Partido Progressistas (PP). Para ele, o objetivo é alcançar um Acre mais promissor num momento de confiança, alegria e muito aprendizado.

Adriano relata que após sete anos à frente da Fieac, tem passado mais tempo fora dos gabinetes e vindo de fato a entender o que acontece com o restante da sociedade, além da esfera empresarial. “Enquanto empresário, estava sempre próximo da parte mais periférica da cidade”.

O Sistema S, liderado por ele no estado, atua em conjunto às demais instituições. “Temos uma gestão de exemplo, que cumpre com seu papel. Os donos do Sistema S são os empresários, com recursos movidos por grandes empresas do país. As micro e pequenas empresas não pagam e são nossas maiores beneficiadas”, afirma.

Entre as ações desempenhadas por José Adriano está o afastamento político-ideológico das federações. “Hoje essas federações abrem as portas para todas as autoridades, sem distinções. Todos dialogam no mesmo nível. Como empresário, abrimos essa porta para todos os segmentos, desde o micro ao grande empresário”.

Atualmente, a Fieac é a única do país que conseguiu unir comércio e agricultura. “Agora discutimos juntos para não haver sombras nas demandas políticas, tanto do legislativo quanto do executivo. A defesa é para o trabalhador, não defendemos só o empresário, mas toda a sociedade. “As federações não podem caminhar separadas. Isso amadureceu e tem sido importante na discussão de políticas públicas”.

O reconhecimento de competências é o que mais marcou sua gestão, ele comenta: “conseguimos o apoio daqueles que ficaram. Somos uma federação as 4 casas melhoradas e nossas instalações são as mais elogiadas no país”.

Candidatura

Como parlamentar, quer levar a formação, união e conhecimento para beneficiar a população desde a zona urbana à zona rural. “Sei exatamente para que serve um mandato de deputado federal. Temos muita coisa para fazer e temos pressa. Nossas propostas não são para somente um período, queremos conquistar o voto com convencimento. Muitos falam em gerar emprego, mas não sabem nem como assinar uma carteira [de trabalho]”.

Em seu projeto, está a proposta de construir 2 mil casas por ano. Somos capazes de fazer isso. Estou em vários lugares, mesmo que as pessoas não saibam. Com o Sebrae, estou na zona rural, estou presente na iluminação, através do apoio à indústria. Queremos um estado com segurança para trazer investidores para cá”.

Se eleito, José Adriano promete ainda destinar 50% de suas emendas somente para a saúde e 50% restante distribuir entre outras áreas. “O desenvolvimento da região Norte deve estar integrado, haver uma convergência de interesses dos estados vizinhos, isso faz muita diferença”.

Assista a entrevista:

video
play-rounded-fill

Extra Total

Criminalista candidato a deputado diz que Acre paga R$ 7 mil para piorar o preso

Publicado

em

O advogado criminalista Romano Gouvea foi o convidado do programa Bar do Vaz desta quinta-feira, 22, no ac24horas. Ele tem sido alvo de polêmicas diante de seu posicionamento contra o atual sistema penitenciário do estado ao questionar as práticas contra os detentos, que segundo o profissional, têm sofrido perseguição, tortura, proibição da visita de familiares, entre outros.

Romano diz que não há alimentação inadequada, mas sim a verdadeira fome dentro dos presídios acreanos. “Não defendo a impunidade, defendo a legalidade. O advogado não escolhe causas”, afirma.

Seu escritório conta oito advogados e, a partir do contrato, defende a pessoa em questão e não uma organização criminosa. “Portarias não podem suprir a lei federal, muito menos a constituição. A partir do momento que afasta a família do apenado, estamos retornando ao período medieval”, destaca.

Para Romano, os presídios locais viraram uma masmorra. “Vivemos de um jeito medieval. Não tem comida ao detento”. O advogado revela ainda que detento dá lucro. “Cada preso custa de R$ 6 a R$ 7 mil. Gasta-se para piorar a pessoa e não para melhorar. Isso que eu, como representante da ordem, assisto”.

Ele assegura não ser um ativista, mas que apenas atua em busca da legalidade. De acordo com o advogado, a população carcerária no Acre é de oito mil pessoas, divididas em 4 presídios, sendo a maior do Brasil, proporcionalmente. “Não há biblioteca, as aulas foram suspensas e o trabalho é escasso [ao detento]”. Para Romano, a inércia do estado fomenta o crime. “Me chamam de polêmico por defender o direito dos apenados, dos mais pobres”.

Candidatura

O advogado é candidato a deputado estadual nestas eleições 2022 e garante ter se colocando à disposição do voto ao ouvir as pessoas e clientes que o cercam. “O Direito é para todos. Vou defender o direito à casa própria, outros interesses, mas nosso nicho maior é o apenado. A família próxima do apenado ajuda a ressocializá-lo”.

Se eleito, quer que os egressos do sistema prisional tenham direitos, uma vez que é papel do Estado garantir integridade e ressocialização. “Advogo para policiais, juízes, professores, não advogamos para o crime. Advogo para a justiça. Vamos ajudar o estado a construir uma clínica para dependentes químicos. Vejo muito que hoje os profissionais estão atrás de dinheiro e não da justiça e liberdade”.

Veja o vídeo:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Acre 01

Na Vila Caquetá, Marcio Bittar diz que reeleição de Bolsonaro ‘é prioridade’

Publicado

em

O senador licenciado e candidato ao governo do Acre pelo União Brasil, Marcio Bittar, disse na noite desta quarta-feira (21), em visita à Vila Caquetá, em Porto Acre, que a reeleição do presidente Bolsonaro é “prioridade”.

Segundo Bittar, a economia acreana depende totalmente do governo federal, e por isso ter “um presidente amigo em Brasília fará toda a diferença” para os acreanos.

“O governo do Acre não consegue fazer uma ponte que não seja com dinheiro da União, com a parceria do presidente da República. No dia 2 outubro, quero pedir o voto de vocês para a reeleição do presidente Jair Bolsonaro”, disse.

A reunião da qual Marcio Bittar participou no Caquetá foi promovida pelos candidatos proporcionais Luan Luz (estadual) e Raphael Bastos (federal).

Continuar lendo

Cotidiano

Receita abre nesta sexta (23) consulta a novo lote de restituição do Imposto de Renda

Publicado

em

A Receita Federal abre nesta sexta-feira (23), consulta ao 5º lote de restituição do IRPF 2022. No Estado do Acre, o valor total de R$ 5.355.235,38 será distribuído entre 2.821 contribuintes. O dinheiro cai na conta em 30 de setembro.

Já na 2ª Região Fiscal, composta pelos estados do AC, AM, AP, PA, RO e RR, 59.943 contribuintes terão direito a créditos no valor total de R$ 97.959.191,86.

O crédito bancário para 1.220.501 contribuintes em todo o País será no valor total de RS 1,9 bilhão. Desse total, R$ 221.130.324,62 referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal, sendo 5.201 contribuintes idosos acima de 80 anos, 36.492 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.247 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 15.378 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda 1.159.183 contribuintes não prioritários.

Para saber se a restituição está disponível, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet (www.gov.br/receitafederal), clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição”. A página apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou uma consulta completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC. Se identificar alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificar a declaração, corrigindo as informações que porventura estejam equivocadas.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que possibilita consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

O pagamento da restituição é realizado na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda, de forma direta ou por indicação de chave PIX. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até 1 (um) ano no Banco do Brasil. Neste caso, o cidadão poderá reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de um ano, deverá requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal.

“Cabe ressaltar que, com esse lote, concluímos o pagamento de todas as restituições do exercício 2022 que não apresentaram inconsistência”, diz a Receita.

Continuar lendo

Cotidiano

Em Xapuri, obras de fundações da Ponte da Sibéria, sobre o Rio Acre começam a ganhar forma

Publicado

em

Reivindicada há décadas pela população de Xapuri e maior promessa do atual governador, Gladson Cameli, para o município, a Ponte da Sibéria, sobre o Rio Acre, começa a sair do patamar de mera aspiração dos moradores da Princesinha do Acre para ganhar as primeiras formas em estrutura de ferro e concreto.

No local onde a obra começou a ser levantada, no lado da região central da cidade, a movimentação de trabalhadores da empresa vencedora da licitação é constante, assim como o ritmo dos serviços relacionados às fundações, que tem previsão de início da concretagem dos blocos de apoio maiores para a próxima semana.

De acordo com o engenheiro do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), Willyans Lima, responsável pela fiscalização da obra, blocos menores já foram concretados nesta semana pela empresa responsável. Segundo ele, as chamadas estacas raiz, já foram concluídas nas duas margens do rio.

“A previsão para essa semana era a concretagem do Bloco de Apoio AP-5, que fica do lado do centro de Xapuri, mas que, infelizmente, por imprevistos ficou programada para a semana que vem. Mesmo assim, a empresa já executou a concretagem de blocos pequenos que ficam sobre as estacas cavadas no início da rua”, explicou.

O Bloco AP-5 tem, segundo o engenheiro, dimensões de 10x10m de largura por 3,5m de altura, o que vai exigir cerca de 350 metros cúbicos de concretagem. A estrutura metálica já está praticamente toda armada e após a conclusão dessa etapa os trabalhos se concentrarão no Bloco AP-6, que fica no lado da Sibéria.

O empreendimento foi orçado em mais de R$ 40 milhões, com um montante superior a R$ 15 milhões oriundos de recursos próprios do Governo do Estado do Acre e cerca de R$ 25 milhões resultantes de emenda parlamentar destinada pelo senador Márcio Bittar (União Brasil).

A estrutura terá 363 metros de extensão, contando com as rampas de acesso, e ligará o Centro de Xapuri a toda a parte do município que fica na margem oposta do Rio Acre. As intervenções, quando concluídas, proporcionarão, segundo o governo, mais mobilidade e segurança no deslocamento para cerca de 20 mil pessoas.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.