Conecte-se agora

No Acre, Bolsonaro marca 43% contra 31% de Lula, aponta Instituto Badra de Comunicação

Publicado

em

A corrida ao Palácio do Planalto também foi aferida pelo Instituto Badra Comunicação no Acre. Segundo a pesquisa paulista, o presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece na frente com 43,7% e é seguido pelo petista Lula com 31,4%, evidenciando ainda mais a polarização do pleito a nível nacional.

LEIA TAMBÉM: Pelo Senado, Jorge lidera com 21% e Alan e Jéssica empatam com 16%

Pesquisa põe Gladson com 38%, Jenilson com 11% e Mara e Petecão com 10%

O ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil) tem apenas 4,9% da preferência do eleitorado. Já o ex-ministro da economia, Ciro Gomes (PDT) marca 3,3%. O ex-governador João Doria (PSDB) marca apenas 2%.

Outros candidatos como André Janones (Avante), Simone Tebet (MDB), Felipe D’ávila (Novo) e Leonardo Péricles (UP), registraram 1,2%, 1,1% , 0,3% e 0,1%, respectivamente. Nulo, branco ou nenhum marcou 6,1% e não sabem 5,9%.

A pesquisa paulista foi realizada entre os dias 28 de abril a 1º de maio e ouviu 1.060 pessoas, por telefone, em 15 cidades do Acre, sendo Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Brasiléia, Epitaciolândia, Xapuri, Acrelândia, Senador Guiomard, Porto Acre, Plácido de Castro, Marechal Thaumaturgo, Manoel Urbano e Jordão. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiabilidade é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral do Acre com o número AC 04011/2022.

Cotidiano

Sábado será com tempo firme, ensolarado e com noite amena no Acre

Publicado

em

O tempo continua firme, sem chuvas, com muito sol e baixa umidade do ar, neste sábado, 21, no Acre. Os termômetros alcançam 31°C na maioria dos municípios.

Em Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira, o dia será ensolarado, mas a noite fria. Os ventos sopram entre fracos e calmos. O mesmo deve ocorrer em Cruzeiro do Sul e Tarauacá, com o período noturno agradável.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 14 e 16ºC, e máximas, entre 27 e 29ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 13 e 15ºC, e máximas, entre 28 e 30ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 15 e 17ºC, e máximas, entre 28 e 30ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 15 e 17ºC, e máximas, entre 28 e 30ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 16 e 18ºC, e máximas, entre 29 e 31ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 18 e 20ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 17 e 19ºC, e máximas, entre 29 e 31ºC.

Continuar lendo

Cotidiano

Acumulada, Mega-Sena paga prêmio de R$ 53 milhões neste sábado (21)

Publicado

em

A Mega-Sena acumulou e pode pagar R$ 53 milhões no sorteio deste sábado (21). O sorteio será realizado a partir das 18 horas.

As apostas podem ser feitas até as 17h nas lotéricas ou no portal da Caixa Econômica Federal e no app Loterias CAIXA, além do Internet Banking Caixa para clientes do banco. O valor de uma aposta simples na Mega é de R$ 4,50.

Continuar lendo

Cotidiano

Comissão da Câmara promove audiência pública sobre combate ao feminicídio no Acre

Publicado

em

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados irá promover na próxima terça-feira, 24, uma audiência pública para debater as necessidades de combate ao feminicídio no Acre.

Segundo dados do Observatório de Análise Criminal do Núcleo de Apoio Técnico (NAT), do Ministério Público, nos últimos 3 anos, o estado perdeu 37 mulheres para o feminicídio – configurando uma taxa de 2,5 feminicídios para cada 100 mil mulheres no Acre.

O deputado Léo de Brito, que fez o pedido para a realização da iniciativa, citou dados do Monitor da Violência que evidenciam esta triste realidade.

“Em 2019, o Acre registrou 31 homicídios dolosos contra mulheres e, destes, 11 foram casos em que mulheres foram mortas em crimes de ódio motivados pela condição de gênero”, lamentou.

Participarão do debate, a procuradora-geral do Ministério Público do Estado do Acre, Katia Rejane, o ouvidor nacional do Ministério Público, Sérgio Ricardo de Souza, a juíza da Vara de Proteção à Mulher da Comarca de Rio Branco/AC, Shirley de Oliveira Hage Menezes e a diretora-executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Samira Bueno, entre outros.

A audiência ocorre no plenário das 9 às 10 horas, com transmissão interativa pelo e-democracia.

Continuar lendo

Cotidiano

Conselho Superior revoga obrigatoriedade do passaporte vacinal no Ifac

Publicado

em

O Conselho Superior do Instituto Federal do Acre (Consu/Ifac), em sua 41ª Reunião Ordinária, ocorrida na manhã desta sexta-feira (20/05), aprovou por unanimidade a revogação da Resolução CONSU/IFAC nº 56, de 08 de março de 2022, que tornou obrigatória a comprovação de vacinação contra a Covid-19 para o ingresso, circulação e permanência de estudantes, servidores, terceirizados, estagiários e público em geral nas dependências de todas as unidades da instituição.

Os conselheiros seguiram o voto do relator, Orlando da Rocha Melo Junior, da Câmara de Legislação, Normas, Regimentos e Recursos, que em seu parecer aprovou a recomendação do Comitê Central de Prevenção e Acompanhamento da Covid-19/Ifac. O comitê, reunido no dia 26 de abril deste ano, recomendou ao Conselho Superior a revogação da resolução que tornou obrigatório o passaporte vacinal, além de tornar facultativo o uso de máscaras faciais no Ifac.

Em seu parecer, o relator disse que todos os membros da Câmara de Legislação, Normas, Regimentos e Recursos, em reunião realizada no dia 17 de maio, acompanharam o voto da relatoria.

“Na decisão levamos em consideração os altos percentuais de vacinação, apresentado pelo Comitê Covid-19, entre os discentes (90%) e servidores (92%) do Ifac. Avaliamos, também, o panorama epidemiológico no Estado que se mantém estável e favorável, garantindo a retirada da obrigatoriedade do passaporte vacinal no âmbito do Ifac, com a consequente revogação da resolução”, disse o conselheiro.

O relator também destacou a autonomia do Ifac e a decisão do Conselho Superior, como instância máxima da instituição, para avaliar o fim da exigência do passaporte vacinal.

Após a leitura do parecer, a presidente do Conselho Superior e reitora do Ifac, Rosana Cavalcante dos Santos, concedeu a palavra ao procurador federal junto ao Ifac, Breno Fonseca. Ele destacou que a revogação da resolução, pode ser revista a qualquer momento pelos conselheiros, desde que as autoridades sanitárias alterem as recomendações sobre a Covid-19.

Além do processo pelo fim da obrigatoriedade do passaporte vacinal nas dependências de todas as unidades do Ifac, o Conselho Superior também avaliou processos que foram apreciados e aprovados pelos conselheiros.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!