Conecte-se agora

“Queria ganhar um sacolão”, pede criança em carta de Natal

Publicado

em

Crianças aproveitaram o período natalino para enviar cartinhas com pedidos de presente ao Papai Noel. As cartas chegaram ao quartel do 2° Batalhão de Polícia Militar (2° BPM), em Rio Branco e entre diversos pedidos, uma criança desejava comida. Paulo Henrique, de 10 anos, estudante do 5° ano da escola João Mariano, pediu uma mochila escolar para começar o ano letivo e um sacolão para sua família. A unidade se uniu e realizou a arrecadação entre os policiais militares do Batalhão e a entrega dos presentes e alimentos ocorreu nessa quarta-feira, 22.

Ele estava acompanhado da mãe, Delzuite Rodrigues, 49 anos, e ficou agradecido pelo presente recebido. “Minha mãe não tem dinheiro para comprar, e eu queria ganhar uma mochila e um sacolão para nós, por favor”, relatou na carta. Além disso, os militares também doaram brinquedos, material escolar e alimentos para outras famílias.

Ao portal Agência de Notícias do Acre, o major Rogério Fonseca destacou o momento único para a corporação e para todos os militares que puderam fazer parte desta ação social. “Além de mostrar o caráter humanitário da nossa instituição, é uma ação gratificante para todos nós militares, em buscarmos ajudar o próximo, que se encontra em dificuldade, principalmente crianças e familiares”, relatou o oficial.

A ação social terminou com um café da manhã oferecido pelos militares às crianças, além da entrega de um sacolão para cada uma das duas famílias. O evento contou com a presença dos militares da unidade.

Destaque 7

Mundo France revela detalhes de motocicletas consideradas ‘Ferrari’

Publicado

em

No episódio deste sábado, 21, o Mundo France foi até a cidade de São Paulo para mostrar os modelos Ducati Panigale V4 S e Streetfighter V4 S, cada uma considerada como “Ferrari sobre duas rodas”.

As motociclistas são fabricadas na Itália e chegaram ao Brasil em 2019 e 2021. São definidas como verdadeiras obras-primas da engenharia mecânica, com um design luxuoso, pensado em todos os detalhes.

A nova Ducati Panigale V4S marca um importante capítulo na história da fábrica Ducati, como uma “sinfonia” de performances e emoções. É a primeira produzida em série e equipada com um motor de 4 cilindros, derivado da Desmosedici.

Foi desenvolvida em estreita colaboração com a Ducati Corse e explora o know-how e a tecnologia do mundo das corridas, para ser a moto de pista mais próxima dos modelos presentes da MotoGP. O novo modelo é um concentrado da tecnologia, estilo e performance, uma motocicleta com 1.103 cm3, 217 cv e uma relação potência/peso de 1,1 cv/kg.

A integração ideal de motor e chassi é um conceito fundamental por trás de cada projeto da Ducati. É por isso que o Desmosedici Stradale foi desenvolvido para ser montado rodado para trás em 42 °, como os motores Ducati MotoGP, para otimizar a distribuição de peso, usar radiadores mais extensos e mudar o máximo possível o pivô do braço oscilante.

Já a Streetfighter V4 S, é resultado da “Fight Formula” da Panigale V4 S, sem carenagens laterais, com um guidão alto e largo. O exemplar possui 178 kg, é equipada por um Desmosedici Stradale de 1100 cc e 208 cv altamente controláveis, graças as asas laterais e um pacote eletrônico de última geração.

A moderna e tecnológica supernaked da Ducati, obteve imediatamente grande sucesso entre os motociclistas de todo o mundo, também confirmado pelo feedback positivo da mídia internacional.

O Mundo France, é apresentado todos os sábados por Ricardo France no YouTube e aqui no AC24H, é um canal voltado totalmente a notícias automobilísticas. Assista ao programa de hoje!

video
Continuar lendo

Destaque 7

TCE volta a ter julgamentos que podem ser anulados por ferir regimento interno

Publicado

em

Em sessão do Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE) ocorrida nesta quinta-feira (19) tiveram na pauta novos processos que tinham como relatora a conselheira substituta Maria de Jesus Carvalho de Souza. Caso anterior semelhante foi contestado na Justiça por suposta atuação irregular da auditora, que não poderia, em tese, atuar como julgadora. A mesma voltou a entrar na sessão do pleno e votar em processos, sem a devida necessidade de composição de quórum. Estavam presentes 6 conselheiros titulares, situação em que não havia previsão regimental pra convocação da substituta.

Isso ocorreu no caso de uma ação com pedido de liminar impetrada pela ex-presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AC) nos governos do PT, Shirley Torres, no ano de 2018, para determinar a suspensão do trâmite do Recurso de Reconsideração nº 141.718, sobre a Prestação de Contas do órgão naquele exercício.

A ação se baseou na premissa de que auditores somente podem atuar no quadro de julgadores quando em substituição ou interinidade, limitada às suas atribuições à distribuição de processos de competência das Câmaras devendo atuar como julgadores de contas unicamente de forma precária, no que tange às funções extraordinária de substituição de Conselheiros.

Na pauta da Sessão Plenária Ordinária desta quinta-feira, Maria de Jesus aparece como relatora, tenho votado, portanto, em dois processos mesmo estando presentes seis conselheiros titulares, o que representa desconformidade com o Regimento Interno do TCE, uma vez que para o quórum ser garantido é necessária a presença de quatro conselheiros titulares.

Em decisão ocorrida no começo do mês, proferida pela desembargadora Eva Evangelista, do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), foi considerado que as hipóteses legais de substituição, restritas à composição de quórum ou até novo provimento, em caso de vacância, não foram comprovadas. A desembargadora intimou o TCE a apresentar defesa em 10 dias após a publicação da decisão.

Mantendo-se a decisão da desembargadora-relatora pelo Pleno do Tribunal de Justiça do Acre, dezenas de processos em que a conselheira-substituta foi relatora poderão ser derrubados no Judiciário, com a possibilidade de os efeitos se estenderem a todos os julgamentos de que a auditora participou sem obedecer ao regimento do Tribunal de Contas.

O ac24horas entrou em contato com a Assessoria de Comunicação do Tribunal de Contas, mas não obteve nenhum retorno até o fechamento desta publicação.

https://ac24horas.com/wp-content/uploads/2022/05/pauta-1488.pdf

Continuar lendo

Destaque 7

Dono do Hotel Imperador Galvez, Maurício Lisboa morre em acidente

Publicado

em

O empresário Maurício Lisboa, de 72 anos, morreu na noite desta quinta-feira, 19, em um acidente de trânsito ocorrido no Centro de Florianópolis, capital do Estado de Santa Catarina. Lisboa e sua família são donos do extinto Hotel Imperador Galvez, que atualmente se tornou uma Galeria que abriga várias lojas em Rio Branco.

O falecimento do empresário, que é natural de Minas Gerais, ocorreu devido um racha entre três carros. Conforme a Polícia Militar, um dos veículos que participava da ação colidiu com automóvel de Lisboa, que estava parado no sinal. O motorista que provocou a colisão foi preso em flagrante.

O acidente ocorreu por volta das 23h, na região próxima ao elevado do CIC. Os dois ocupantes do veículo atingido foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros Militar e levados ao hospital, mas Lisboa, de 72 anos, morreu.

Não foram divulgadas informações atualizadas sobre o estado de saúde da motorista que estava com Lisboa.

Conforme a Guarda Municipal de Florianópolis (GMF), o motorista, 41 anos, que provocou o acidente não se feriu. Ele foi levado pela PM à Central de Polícia e preso em flagrante por homicídio doloso (quando há intenção de matar). De acordo com o tenente-coronel Dhiogo Cidral, o homem não apresentava sinais de embriaguez.

Os demais participantes do racha não foram presos. Um vídeo flagrou o momento do acidente. Na imagem é possível ver dois carros passando em alta velocidade enquanto o sinal de trânsito está abrindo. Na sequência ocorre a colisão.

O corpo de Lisboa deve ser transladado para Santa Rita do Sapucaí, sua cidade natal no sul de Minas, onde deverá ser velado e sepultado. O empresário deixa 8 filhos.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Destaque 7

Acre tem 10% da população do estado sem acesso à energia

Publicado

em

O Brasil tem avançado na universalização da energia, mas as populações de áreas remotas da Amazônia ainda demandam acesso à eletricidade. Reportagem do site ambiental O Eco mostra que, segundo estimativas do Ministério de Minas e Energia, cerca de 425 mil famílias ainda não têm acesso à energia elétrica no país.

No Acre, são mais de 17 mil famílias, o que corresponde a 87 mil pessoas, cerca de 10% da população do estado. E sem a realização do Censo do IBGE, esse dado pode estar subestimado. O município acreano que aparece com o maior número de pessoas sem acesso à energia elétrica é Sena Madureira (26.894).

A publicação diz que 2022 é o ano chave para a pauta da universalização da energia elétrica no Brasil, quando vence o prazo de vigência do Luz para Todos, o carro-chefe da política pública desse direito garantido pela Constituição.

O programa Mais Luz Para a Amazônia, irmão mais novo do Luz para Todos, lançado em 2020 e que também perde a vigência em 2022, deverá ser prorrogado. O projeto foca justamente nas populações que o Luz Para Todos não conseguiu atingir em sua plenitude: os moradores de áreas remotas da Amazônia Legal.

Os números acima são do Ministério de Minas e Energia (MME), Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) e Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A reportagem original é de Liane Cardoso, jornalista em formação pela Universidade Estadual do Piauí.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!