Conecte-se agora

Venda de Rosa do Deserto vira febre em Rio Branco e atrai floristas no cultivo da planta

Publicado

em

Um trabalho que começou por acaso e acabou se tornando a principal fonte de renda de alguns produtores de Rio Branco. O cultivo da flor Rosa do Deserto vem atraindo muitos adeptos e admiradores na capital acreana.

Numa propriedade rural localizada no quilômetro 32 da BR-364, 11 quilômetros adentro no ramal Nova Aldeia, dona Márcia já conta com ajuda da nora, Nayara, para comercializar a planta.

Dois pontos de produção com viveiros que cultivam a Rosa do Deserto têm se destacado atualmente. Nos últimos tempos, se tornou febre a comercialização da espécie entre os amantes das flores raras.

O preço varia de acordo com o tamanho e variedade. O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, conheceu como planta tem mudado a vida de pessoas e se tornado fonte de renda, além da criação de animais.

No vídeo, é possível conhecer ainda a história de Izao, que começou sem muitas expectativas nesse ramo e hoje já possui mais de 6 mil pés da rosa. Por lá, a maioria dos clientes é composta pelo público masculino.

Veja o vídeo:

video

Acre 01

Novos vídeos mostram início de briga, sargento descontrolado e 2ª esposa segurando arma

Publicado

em

O saldo da confusão ocorrida na madrugada do último domingo (28) em um dos ambientes mais bem frequentados das cidades de Epitaciolândia, Brasiléia e Cobija, quando um estudante de medicina foi alvejado com quatro tiros e ainda foi esmurrado quando estava inerte no chão, poderia ter sido ainda pior, pelo que mostram novos vídeos que circulam na internet.

O primeiro de uma sequência de três vídeos mostra o que parece ser o começo do tumulto, ainda dentro do QGIV Gastrobar, quando o sargento Erisson Nery troca empurrões com alguns homens que estão em uma das mesas, sendo contido por seguranças. O relógio da gravação feita por uma das câmeras de monitoramento do local marca o horário de 0h02.

O segundo vídeo é de um telefone celular, feito por um homem que ao mesmo tempo em que filma, narra o que vê. O estudante Flávio Endres já está no chão, ferido, enquanto ao seu lado o sargento Nery, aparentemente descontrolado, tenta agredir um homem que está perto da vítima. O militar resiste às tentativas de um dos seguranças para contê-lo.

O mesmo vídeo mostra o sargento se afastando enquanto uma das esposas do “trisal”, Darlene Oliveira, está quase sobre o estudante com uma pistola na mão. Ela tenta afastar um homem que tenta se aproximar de Flávio e esbraveja. Em seguida, Nery retorna e tenta puxá-la pelo braço chamando-a para ir com ele. Ela resiste e continua a segurar perigosamente a arma.

No terceiro vídeo, Darlene e Alda aparecem abraçadas e conversando, mas com a segunda tentando tirar a arma da mão da primeira. Um homem fora do vídeo pede a arma, mas não é atendido. A gravação se encerra com Alda conseguindo, enfim, tomar a arma da companheira que afirma que a pistola está destravada. “E daí, garota, e daí?”, ela diz.

O sargento Erisson Nery foi preso preventivamente nesta segunda-feira (29) e teve a medida cautelar mantida em audiência de custódia. Ele foi transferido para Rio Branco onde permanecerá no Batalhão Ambiental ou no Batalhão do Bope. Alda Radine deverá ter, a pedido da Justiça, a sua conduta analisada pela PM por ter ajudado o marido a fugir e não ter-lhe dado voz de prisão.

Veja o vídeo:

video
Continuar lendo

Acre 01

Governo decide pela retirada de Projeto de Lei dos policiais penais da Aleac após protestos

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale

O governo do Acre emitiu na noite desta segunda-feira, 29, uma Nota acerca dos fatos que permeiam as tratativas com a comissão do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen).

A nota é assinada pelos secretários da Casa Civil, Rômulo Grandidier, Justiça e Segurança Pública, Paulo César dos Santos, Assuntos de Governo, Alysson Bestene, e Ricardo Brandão de Planejamento e Gestão.

No esclarecimento, o governo lamentou à ‘radicalização’ do movimento da classe, que culminou em atos, no último sábado, 27 de novembro de 2021, quando os manifestantes, que se diziam representantes da classe, bloquearam as vias de acesso ao Complexo Penitenciário Francisco D’ Oliveira Conde, em Rio Branco.

No sábado, policiais penais bloquearam o portão de entrada, fardados e armados, colocando, segundo o Governo, em risco real os familiares dos presos que ali estavam para visitas.

Na nota, o Governo afirma que decidiu do retorno ao Poder Executivo Estadual do Projeto de Lei que versa sobre a criação do Cargo de Policial Penal, encaminhado à Assembleia Legislativa do Estado (Aleac).

Segundo os secretários, uma remessa de informações e pedido de providências, serão feitos por meio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), ao Controle Externo da Atividade Policial (Gacep) do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) para apurar a conduta do profissionais.

Continuar lendo

Acre 01

Gladson diz que mesmo com pandemia, sua gestão já cumpriu 45% do Plano de Governo

Publicado

em

O governador Gladson Cameli, e os secretários Ricardo Brandão (Seplag) e Rômulo Grandidier (Casa Civil), reuniram a imprensa na manhã desta segunda-feira, 29, na sala de reuniões do Palácio das Secretarias para apresentar a execução do plano de governo do Acre assumido em 2018, durante a campanha eleitoral.

De acordo com o secretário Brandão, dos 158 compromissos assumidos, a gestão Cameli já executou 45,6%, ou seja 72 demandas. 39,2% (62 propostas) ainda estão em andamento e 15,2% (24 propostas ainda não foram iniciadas). “A proposta é mostrar a transparência das ações do governo do Estado. Esse portal foi criado para isso. Todos poderão acessar essa informações e verificar os status dos trabalhos”, disse o secretário.

Já Cameli afirmou que o ato de criação do portal é um compromisso de prestar contas à sociedade acreana sobre o Plano de Governo. “O Portal de Monitoramento das propostas assumidas com vistas à promover uma educação de qualidade, fomentar a produção e o agronegócio, ampliar a assistência em saúde, oferecer segurança aos cidadãos, cuidar do meio ambiente, valorizar o servidor público, melhorar a infraestrutura viária e a mobilidade urbana, além de proporcionar uma gestão pública transparente, eficiente e participativa. De forma interativa, este portal permite à sociedade acompanhar o andamento de todas as propostas do governo durante a sua gestão”, disse o governador.

O chefe do executivo ressaltou que houveram mudanças nas propostas planejadas, como o Centro Administrativo de R$ 300 milhões, afirmando que a obra não é mais prioridade do Estado. “Estamos colocando uma luz sobre o assunto para não ter narrativa de que o Estado não fez nada, que não tem obras. Temos obras, estamos enfrentando a pandemia e a expectativa é até o final de 2022 executarmos a maioria de nossas propostas”, disse.

Sobre a previsão de grandes obras, Cameli ressaltou que luta para vencer a burocracia. “Acho necessário que o congresso faça as reformas, mas estamos trabalhando para publicar os editais no Diário Oficial. Quando publicar, já estamos com meio caminho andado”.

O portal de portal de monitoramento das ações de governo pode ser acessado clicando aqui: http://seplag.ac.gov.br/gestao-governamental/plano-de-governo/

Veja a coletiva:

Continuar lendo

Acre 01

Delegacia abandonada é ocupada por vândalos e traficantes em Rio Branco

Publicado

em

Sem cobertura, instalações sanitárias ou elétricas (que foram danificadas e furtadas), o prédio onde funcionou a sede da Delegacia do 2º Distrito Policial por décadas é um retrato do descaso do poder público.

Localizada ao longo da rua 24 de janeiro, na área mais valorizada do Segundo Distrito da cidade, a construção em ruínas está abandonada há anos.

Desde que a 2ª Regional passou a funcionar na Cidade do Povo que o prédio foi abandonado e em poucos meses foi ocupado por moradores de rua que saquearam toda a construção furtando telhas da cobertura, pias, vasos sanitários, fios e luminárias vendendo a atravessadores.

Criminosos usam as dependências da antiga delegacia como depósito e ponto de venda de drogas. Por dezenas de vezes, a polícia já fez prisões por tráfico e apreendeu maconha, cocaínas e outros tipos de entorpecentes no local. Eles ficam na frente do prédio, localizado em área de grande movimento e guardam os ilícitos no prédio, assim, escapando da prisão em flagrante.

Durante parte do dia, moradores de rua, a maioria absoluta dependentes químicos, traficantes e até prostitutas, disputam o espaço até para dormir. Os assaltos na região se tornaram comuns, especialmente na rua Rio de Janeiro, onde fica o espaço. Para os poucos moradores da área, a destruição do prédio e uma nova edificação seria a solução do problema que perdura por vários anos.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados