Conecte-se agora

Deputados pedem demissão e prisão de quem autorizou nova pintura de R$ 500 mil no Arena

Publicado

em

A reportagem do ac24horas publicada no último final de semana informando que o governo do Acre deve gastar mais de R$ 500 mil com a nova pintura do Estádio Arena da Floresta, desencadeou um debate acalorado na sessão desta terça-feira, 17, da Assembleia Legislativa. O tema acabou unindo os discurso da base governista, independentes e oposição, que sempre divergem em vários pontos.

LEIA AQUI: >>> Arena da Floresta volta a ser pintada com as cores originais ao custo de quase R$ 600 mil

O deputado Neném Almeida (Podemos), protocolou um requerimento à Mesa Diretora da Aleac pedindo informações sobre o gasto com a pintura do Estádio, que no início da gestão Cameli foi pintado de azul e teve seu nome mudado para Arena Acreana. O parlamentar criticou o governador questionando se existia “algum convênio com uma casa que vende tinta”, ao lembrar de um episódio semelhante, onde a caixa d´água do bairro 6 de Agosto que era de uma cor, foi pintada de azul e depois foi pintada de prata.

A fala de Almeida despertou a indignação do deputado Gerlen Diniz (Progressista), ex-líder do governo na Aleac. “Pinta a Caixa d’água de uma cor, depois pinta de outra. Ai depois vem o Arena da Floresta, pinta de uma cor e depois pinta de outra. Realmente, isso não está correto”, disse o parlamentar ao rebater Neném, afirmando que a atribuição de escolher cores não é a única atribuição de um governador. “Agora você atribuir ao governador a responsabilidade por isso, é você imaginar que o único trabalho do governador é acordar de manhã e ficar escolhendo cor para prédio público nós sabemos que não é para isso’, frisou.

Diniz reforçou que a responsabilidade das pinturas é daquelas pessoas que estão executando, mas ressaltou que a partir daí o governador é responsável quando não demitiu ninguém ainda. “Tem que mandar para a rua o responsável por esse desperdício de dinheiro público. Você faz uma pintura num prédio e depois gasta mais R$ 500 mil para pintar de novo, isso é um absurdo. Alguém tem que ser preso. Estão rasgando dinheiro e o governador tem que mandar demitir o responsável por isso. Isso é uma cobrança do deputado Gerlen Diniz que é da base do governo, mas que não admite esse tipo de coisa, seja em qual governo for”, destacou.

Em aparte, o deputado Edvaldo Magalhães (PCdB), afirmou concordar com o posicionamento de Diniz e reforçou o pedido de demissão e prisão do responsáveis. “Eu agradeço ao deputado Gerlen pela concessão do aparte e quero dizer que eu subscrevo com muita euforia as afirmações de vossa excelência. Eu vou começar com a parte menos enfática, alguém tem que ser demitido, mas eu subscrevo a outra, alguém precisa ser preso. Estão jogando dinheiro fora como foi afirmado aqui. É um crime que se comete. Portanto eu queria elogiar o posicionamento de vossa excelência com este tema. Pode ser que agora o pessoal deixe aquela casa que vende tinta azul escuro, que se pelo menos for pintar de azul, pelo menos use uma cor melhor, o azul de Nossa Senhora da Glória de Cruzeiro do Sul é mais palatável do ponto de vista do olhar e do sentimento, agora aquele azul escuro, aquilo é mais parecido com o caminho do inferno”, disse o deputado comunista.

Ao ac24horas, o Palácio Rio Branco informou que o valor estimado para o serviço de pintura e manutenção está estimado em quase R$ 600 mil (R$ 597.860,00).

Perguntado sobre o valor em separado da pintura e quais os serviços de manutenção que serão feitos, a reportagem foi informada que não existe essa informação discriminada no momento. “Nós pedimos vários serviços de manutenção que são necessários neste momento, mas ainda não fomos informados do que vai ser possível ser feito com esse recurso”, afirmou Júnior Santiago, coordenador de esportes do Acre.

Cotidiano

Com crise no atendimento, Xapuri faz bloqueio químico para conter dengue

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Saúde de Xapuri (Semusa), por meio do Setor de Endemias do Departamento de Vigilância em Saúde, intensificou nos últimos dias as ações de bloqueio químico contra o mosquito Aedes aegypti, causador de diversas doenças, sendo a mais comum a dengue.

As ações de combate à dengue em Xapuri começaram a ser intensificadas em agosto do ano passado, em parceria com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), na retirada de entulhos, e envolveu o programa Saúde na Escola com ações de conscientização.

As ações de bloqueio químico – procedimento que ficou conhecido como fumacê, apesar de hoje o produto usado não ser mais o mesmo – são realizadas em pontos estratégicos, após a Vigilância em Saúde identificar a localização dos focos e o s

Setor de Endemias deslocar a equipe para evitar a proliferação.

“A Semusa tem feito apelos à população para que evite água parada, estamos no período sazonal de dengue, e enfrentamos diversas outras doenças ao mesmo tempo. Então vamos agir juntos, para reduzirmos a sobrecarga no sistema de saúde”, diz a secretaria por meio de nota.

Risco de epidemia

Xapuri está entre os municípios acreanos com risco elevado para epidemias de arboviroses, que são as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Os demais são: Brasiléia, Bujari, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Feijó, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Rodrigues Alves, Sena Madureira.

Acrelândia, Assis Brasil, Mâncio Lima, Manoel Urbano, Senador Guiomard e Tarauacá também precisam reforçar ações de controle dos focos de reprodução do mosquito. Em casos como os desses municípios, o estado intensifica as ações de orientação para combate e prevenção das arboviroses.

Situação no país

O Brasil registrou queda 42,6% no número de casos prováveis de dengue entre 2020 e 2021. No ano passado, foram notificadas 543.647 infecções, contra 947.192 em 2020. Os dados são da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

Entre os casos de zika, houve uma pequena redução de 15%, passando de 7.235 notificações em 2020 para 6.143 em 2021. Já a chikungunya registrou aumento de 32,66% dos casos, com 72.584 em 2020 e 96.288 no ano passado.

O sanitarista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) de Brasília, Cláudio Maierovitch, destaca em publicação do portal Brasil 61 que 2020 foi um ano de muitos casos e, por isso, não se deve relaxar com a queda de contágios que ocorreu em 2021.

“Mesmo não tendo havido aumento de um ano para o outro, essa não é boa comparação, uma vez que o ano anterior foi de números altos”, alerta o cientista.

Cuidados necessários

Para estimular essa prevenção mecânica feita pela sociedade, o Ministério da Saúde desenvolveu a atual campanha de combate à dengue. É um chamado para que cada cidadão coloque em sua rotina semanal uma ronda de até 10 minutos direcionada para a eliminação de locais que possam ser foco do mosquito.

– Vire garrafas, baldes e vasilhas para não acumularem água.

– Coloque areia nos pratos e vasos de plantas.

– Feche bem os sacos e lixo.

– Guarde os pneus em locais cobertos.

– Tampe bem a caixa-d’água.

– Limpe as calhas.

“A grande importância de combater o mosquito é que não teremos pessoas doentes. Portanto, cada um deve assumir a responsabilidade dentro de sua casa, do seu local de trabalho”, incentiva o coordenador geral de Vigilância de Arboviroses do Ministério da Saúde, Cássio Peterka.

O mosquito da dengue é um vetor muito adaptado ao meio urbano. Cerca de 80% dos focos do Aedes aegypti estão dentro das casas e podem ser controlados com considerável facilidade com a tomada contínua e permanente das medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde.

“Colocar areia nos pratinhos de planta é uma boa alternativa. Se precisar guardar potes e garrafas, vire-os de cabeça para baixo. É importante que os ralos tenham telas de proteção ou sejam fechados quando não estiverem em uso. O lixo também deve ser bem fechado para evitar o acúmulo de água”.

Com colaboração do portal Brasil 61.

Continuar lendo

Cotidiano

Ifac abre seleção com 520 vagas de cursos superiores em cinco municípios do Acre

Publicado

em

Já estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo 2022 de cursos superiores do Instituto Federal do Acre (Ifac). São 520 vagas para os campus de Cruzeiro do Sul, Rio Branco, Sena Madureira, Tarauacá e Xapuri.

Para se inscrever, basta acessar o site https://web.ifac.edu.br/processoseletivo/, clicar em “Inscreva-se Aqui” e depois selecionar o item referente aos cursos de graduação. A seletiva será realizada com base nos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), dos anos 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020 ou 2021. As inscrições seguem até o dia 18 de fevereiro.

De acordo com edital, a classificação dos candidatos será realizada com base na soma das notas obtidas nas áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; e Redação, do Enem informado pelo candidato, no momento da inscrição.

O resultado preliminar está previsto para ser divulgado no dia 21 de fevereiro, após às 17h. Os candidatos que tiverem interesse em interpor recurso deverão apresentar documentação no dia 22 de fevereiro. O resultado final e a convocação para matrícula serão publicados em 24 de fevereiro.

Continuar lendo

Cotidiano

Atendente de maternidade é afastado sindicância é aberta após mulher dar à luz na rua

Publicado

em

A maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco, decidiu abrir uma sindicância para apurar os fatos que envolvem o caso da moradora de rua de 26 anos que teve de dar à luz numa calçada por suposta falta de atendimento na unidade de saúde. O caso aconteceu no início desta semana e gerou revolta entre os moradores.

Além de abrir a sindicância, a maternidade também resolveu afastar de suas funções o atendente que estava escalado para trabalho no dia em que a mulher entrou em trabalho de parto.

Centenas de pessoas fizeram campanha e doaram roupas, fraldas, utensílios de higiene, entre outros para a mãe do bebê e a criança, uma menina. Após ocorrido, mãe é recém-nascido ficaram internadas na maternidade.

O Conselho Tutelar cogitou se responsabilizar pela criança, mas voltou atrás após um familiar se identificar e ficar responsável pela mulher e a filha. O caso segue sendo acompanhados por autoridades locais.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia incinera 53 quilos de droga apreendida em operações de Tarauacá

Publicado

em

A Polícia Civil no município de Tarauacá incinerou na manhã desta quinta-feira, 27, mais de 53 quilos de drogas que foram apreendidas em operações policiais no município.

A incineração contou com a presença de representantes do Ministério Público (MP/AC) do Poder Judiciário e da vigilância sanitária, além dos delegados de Polícia Civil de Tarauacá, e agentes de polícia civil.

A incineração realizada é fruto de operações policiais nos anos de 2019, 2020, e 2021, sendo que na sua grande maioria são drogas apreendidas na BR-364 no ano de 2021.

Com a incineração de hoje, os órgãos constituídos buscam dar uma resposta a traficantes e avisar que os órgãos de segurança pública estão atentos e que o ano de 2022 o enfrentamento a criminalidade, sobretudo ao crime tráfico de drogas não será diferente.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!