Conecte-se agora

MS não cumpre acordo e Acre fica sem 10% a mais de vacinas

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) declarou na manhã desta quarta-feira (29), durante entrevista em frente ao Palácio Rio Branco, que vai solicitar ao Ministério da Saúde (MS) que seja cumprido o acordo firmado que permitiria 10% a mais nos lotes de vacinas da Covid-19 enviados pelo governo federal ao Estado do Acre.

Segundo o chefe do executivo estadual, a medida firmada com o ex-ministro da saúde, Eduardo Pazuello, é em razão do Acre ter cedido 10% a mais ao Amazonas, no período crítico da segunda onda da pandemia.

“Eu volto a insistir que o governo federal tem que repor as quantidades de doses em acordo formado lá atrás. São 10% a mais que temos direito e eu quero as nossas vacinas*, declarou Cameli.

Em relação a compra de vacinas, o governador destacou que aguarda uma decisão dos governadores do consórcio do nordeste sobre qual medida será tomada após a rejeição da Anvisa à vacina russa Sputnik V. Para ele, os órgãos de controle (Anvisa) estão criando dificuldades para aquisição do imunizante. “Eu não sei o que está acontecendo, é lamentável”, encerrou.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas