Conecte-se agora

Governo vai liberar R$ 450 milhões para ajudar alagados no país

Publicado

em

A senadora senadores Mailza Gomes (Progressista-AC) e Marcio Bittar (MDB-AC), relator do Orçamento Geral da União para 2021, junto com o governador do Acre, Gladson Cameli, estiveram em audiência na tarde desta quinta-feira,18, com o ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Rogério Marinho, e o secretário nacional da Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, para pedir envio de recurso emergencial do Governo Federal para o Acre.

Em seguida, estiveram com o ministro da Economia Paulo Guedes, que informou que serão liberados R$ 450 milhões para ajudar vítimas das enchentes em todo o país. “Nós vamos ajudar no que for possível. O Acre merece toda a ajuda, toda a fraternidade. Os recursos estão sendo mobilizados e o dinheiro deve chegar o mais rápido possível. E nós agradecemos muito ao Acre pelo apoio a todas as reformas”, destacou o ministro Paulo Guedes.

Além da pandemia da Covid-19, o estado enfrenta um surto de dengue, alagação e recentemente, a crise com imigrantes em Assis Brasil, na fronteira com o Peru.

Para a senadora Mailza, o estado precisa muito de ações urgentes para minimizar o sofrimento das famílias. “Agradecemos aos ministros Marinho e Paulo Guedes pelo olhar e atenção dada ao nosso estado. Viemos pedir ajuda ao nosso Acre e saímos com a boa notícia: Guedes nos informou que serão liberados R$ 450 milhões (quatrocentos milhões de reais) para ajudar as pessoas atingidas pela alagação no país. Neste momento precisamos de segurança, esperança e recursos para amenizar os problemas que os acreanos enfrentam, principalmente da alagação onde centenas de famílias estão desabrigadas”, disse a senadora Mailza.

O governador Gladson expôs ao ministro Marinho a situação do estado. “O Acre vive uma situação ímpar. Estou muito preocupado com o avanço dos casos da Covid, cheias devido à subida dos rios, a dengue e a questão dos imigrantes. Não podemos perder tempo. Tempo é vida”, pontuou Gladson. Ele também agradeceu os 22 prefeitos e as equipes que estão alinhados para resolverem os problemas.

Marinho disse que tem acompanhado a situação desde o início e vem passando todas as informações para a Defesa Civil no Acre. O ministro confirmou que nesta sexta-feira, 19, o secretário Nacional da Defesa Civil estará no Acre para acompanhar a situação no estado.

“Sabemos que a situação pode se agravar. É uma cheia que historicamente vem acontecendo nos últimos anos. Tudo que o governo federal puder vai ser disponibilizado para ajudar não só no processo de apoiar a população, mas posteriormente, na reconstrução. Tenho uma responsabilidade grande e o Acre terá um olhar especial e será contemplado. Vamos trabalhar juntos e o fato de estar com os senadores acreanos mostra que o Acre está unido, independente de bandeiras partidárias. Agora o que interessa é dar assistência a população”, disse o ministro.

Gladson agradeceu os prefeitos e suas equipes pelo trabalho alinhado com o Governo do Estado e Governo Federal e disse estar atento a cheia do rio Madeira e trabalha o Plano de Contingência para evitar o que aconteceu em 2015, onde o Acre ficou isolado por via terrestre.

Acre

Bezerro de 200 kg cai em poço e é resgatados pelos bombeiros

Publicado

em

Um bezerro pesando aproximadamente 200 quilos caiu num poço com mais de 2 metros de profundidade nesse sábado (19). A equipe de salvamento do 2° Batalhão do Corpo de Bombeiros foi acionada para resgatar o animal.

O poço fica localizado numa propriedade rural situada no ramal do Moreira, no quilômetro 2, do bairro Santa Maria.

Segundo os bombeiros, para a retirada do animal, foi utilizado o sistema de multiplicação de forças 4×1, que serve para dividir o peso do animal, que tinha cerca de 200 kg, facilitando a puxada.

A operação de resgate durou cerca de 50 minutos. O animal foi retirado com vida e entregue aos cuidados do proprietário que estava no local.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Acre

Acre deve receber quase 20 mil doses de vacinas na segunda-feira

Publicado

em

O Ministério da Saúde informou o envio de mais um lote de vacinas contra a covid-19 ao Estado do Acre. A chegada está prevista para segunda-feira (21).

Segundo informações do órgão federal, são 19.250 doses da AstraZeneca, imunizante da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A previsão é que as vacinas desembarquem no Aeroporto Internacional Plácido de Castro, em Rio Branco, às 14h10.

O novo lote deve acelerar o ritmo de imunização na capital. Atualmente, Rio Branco está vacinando o público em geral a partir de 38 anos neste domingo (20), no Ginásio do Sesi, Manoel Julião. O mutirão começou às 8h e vai até às 22h.

Continuar lendo

Acre

Sargento diz que formar trisal não é crime: “crime é bater na mulher”

Publicado

em

Durante entrevista concedida ao Cipódcast na noite desse sábado, 19, transmitida nas redes sociais do ac24horas, o Sargento Paz, da Polícia Militar, comentou o relacionamento dos sargentos acreanos que já eram casados e decidiram formar um trisal em Brasileia.

Os sargentos são colegas de farda de Sargento Paz, que comentou a reação após a divulgação do relacionamento a três. “Toda hora tem algum comentário [sobre o trisal] na rua. Um dia desses estava no quilômetro 80 da Transacreana quando um açougueiro me parou e perguntou: sargento o que é um trisal?”, disse.

Para Paz, relacionamentos a três já existem desde os primórdios, porém muita gente não legalizou. “Nery é o primeiro infante de guerra, então está recebendo muita crítica. Mas ele está criando jurisprudência no Brasil”, pontua.

O colega de farda ainda parabenizou sargento Nery, que forma o trisal do Acre. “É um bom pai, um bom marido, bom policial. Não é crime [o trisal], crime é usar drogas e bater na mulher”. Ao final, Paz brincou: “se fosse comigo, seria o ‘quintasal’. Seria uma loura, uma ruiva, uma negrona e uma oriental. Aí sim”.

Assista a entrevista completa:

video

Continuar lendo

Acre

Socorro Neri confirma saída do PSB: “Estamos em projetos divergentes”

Publicado

em

A secretária de educação, Socorro Neri, usou as redes sociais na noite de sábado (19) para confirmar que deixará o Partido Social Brasileiro (PSB) por questões políticas.

No entanto, apesar dos rumores, Neri descarta ida ao Partido Progressistas. “Informo que solicitarei minha desfiliação ao PSB e esclareço ser falsa a notícia de que me filiarei ao Progressistas”, declarou.

A gestora destacou que devido às movimentações políticas da sigla, ela e o partido estão em ‘projetos divergentes’.

Um dos motivos de sua saída da sigla é que Neri deseja retribuir o apoio dado pelo governador Gladson Cameli nas eleições municipais de 2020. “Enquanto o partido se movimenta para o lançamento de candidatura ao governo em 2022, é pública a minha decisão de retribuir o apoio que recebi do Governador Gladson Cameli na campanha à prefeitura de Rio Branco”, explicou.

Por fim, a secretária frisou que no início da próxima semana visitará os dirigentes do PSB para agradecer pessoalmente a acolhida nos últimos cinco anos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas