Conecte-se agora

60% dos jovens brasileiros defendem aumento de investimentos na ciência, diz Fiocruz

Publicado

em

Pesquisa reforça a importância da ciência para a evolução do país

Cerca de 60% dos jovens brasileiros defendem o aumento dos investimentos realizados na ciência, de acordo com o levantamento feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). E um mapeamento realizado pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia voltada para a Comunicação Pública com pessoas entre 15 e 24 anos indica ainda que 80% dos entrevistados se interessam pelo ambiente científico, 74% por medicina e saúde e 67% por ciência e tecnologia. 

Ambos os dados contrastam com os cortes orçamentários específicos para projetos científicos, a exemplo da suspensão das bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A identificação não tem início apenas no ensino superior mas, na educação básica, os estudantes já começam a desenvolver projetos para feiras de ciências e outras iniciativas. A estudante Fernanda Marinoski, 15 anos, descobriu que se identifica com a área quando assistiu à apresentação sobre o projeto de iniciação cientifica. “Lá somos estimulados a ter mais responsabilidade e nossa criatividade é explorada ao extremo”, pontua. 

Atualmente no 1º ano do ensino médio, a aluna iniciou no projeto no curso de inovações tecnológicas em maio deste ano. “Eu e meu grupo estamos em período de formação, que dura um semestre. Nesses seis meses aprendemos o básico: manusear ferramentas, programação, trabalhamos muito com placas do tipo arduino e etc”, explica sobre a formação que é imprescindível para começar a realizar pesquisas na área.  

Em sua escola, os estudantes lidam com a própria construção do conhecimento tomando como ponto de partida as iniciações científicas, empreendedoras e tecnológicas. A aluna ainda está construindo a sua ideia de linha pesquisa, mas já tem certeza do que quer do futuro. “Meu objetivo é concluir o curso e me formar em engenharia mecânica”, planeja Marinoski.  

Segundo o especialista responsável pela Iniciação Científica na rede SESI Bahia, Fernando Moutinho, os desafios e problemáticas do cotidiano dos alunos são utilizados como base para desenvolvimento e prototipagem de soluções tecnológicas e sinérgicas ao meio ambiente e indústria. “O maior interesse de nossos estudantes está voltado para as áreas de ciências da natureza e matemática, como biotecnologia, programação computacional, robótica e engenharia. No entanto, também temos projetos de pesquisa desenvolvidos em outras áreas como ciências humanas e linguagens”, observa Moutinho.

Participação de Eventos Científicos 

Os estudantes da instituição de ensino participam das principais feiras de iniciação científica nacional, como a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE, USP – São Paulo/SP) e a Mostra Brasileira e Internacional de Ciência e Tecnologia (MOSTRATEC, Fundação Liberato, Novo Hamburgo/RS). Como prêmios, são ofertadas as bolsas de iniciação científica júnior do CNPQ, credenciais em Feiras Nacionais e Internacionais, além de prêmios como tablets, medalhas, troféus e certificados.

“No ano de 2018, conquistamos duas vagas na delegação brasileira para representar o Brasil na maior Feira de Iniciação Científica do mundo, a Feira Internacional de Ciências e Engenharia Intel (International Science and Engineering Fair, INTEL-ISEF) realizada anualmente nos Estados Unidos”, pontua Moutinho. 

Agência Educa Mais Brasil

 

Extra Total

Servidora diz que Hospital do Juruá não recebe repasses do governo desde setembro

Publicado

em

Uma servidora do Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, que não pode se identificar, disse que desde setembro o governo do Estado, por meio da secretaria de Saúde (Sesacre), não repassa dinheiro para a unidade hospitalar.

O Hospital do Juruá é administrado pela Associação Nossa Senhora da Saúde (Anssau), gerenciado por freiras. É com o dinheiro repassado pelo governo que a Anssau gerencia a unidade hospitalar: paga os salários dos 300 funcionários, contas, como de energia elétrica, e compra medicamentos e insumos.

“Ontem havia uma conversa que pagaram apenas a metade do valor do mês de setembro, mas nada foi confirmado”, citou a servidora, afirmando que, por enquanto, os salários estão sendo pagos em dia. “Mas agora no final de ano, com 13° salário, a gente não sabe se o hospital vai conseguir pagar todo mundo”, afirma.

Por meio da Assessoria de Comunicação, o diretor administrativo e financeiro da Sesacre, Michel Ribeiro, disse que o prazo de repasses para contratos assistenciais é de até 90 dias após o fechamento da competência. “Atualmente está em processo de pagamento a competência setembro, dentro do prazo contratual. Todos os demais pagamentos estão em dia”, disse ele.

Com 120 leitos e um Pronto-Socorro, o Hospital do Juruá é referência para toda a região e para o sul do Amazonas.

A Sesacre não confirma o valor do repasse mensal da Anssau, mas informações extra oficiais citam R$ 7,5 milhões. A servidora do Hospital do Juruá diz que ainda “não está faltando nada” no Hospital do Juruá e os salários dos médicos e demais servidores ainda segue em dias, porque as freiras são austeras nos gastos. “A irmã Nair, que já morreu, conseguia administrar tudo com R$ 2,5 milhões e a substituta dela, irmã Balbina, segue no mesmo ritmo”, conclui a servidora.

Continuar lendo

Cotidiano

Bolsonaro terá aposentadoria de mais de R$ 30 mil por tempo como deputado

Publicado

em

O presidente derrotado Jair Bolsonaro (PL) passará a receber pouco mais de 30 mil reais de aposentadoria correspondente ao período em que foi deputado federal. O ato foi publicado por Arthur Lira (PP), atual presidente da Câmara, nesta sexta-feira 2. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Pelos cálculos publicados por Lira, Bolsonaro receberá 10.972 reais por ter sido deputado. O valor será acrescido ainda de outros 19.293 reais pelo tempo de atuação no Congresso – o ex-capitão foi parlamentar entre 1991 e 2018.

Para justificar os valores concedidos, Lira citou duas leis. A primeira diz que a pensão é concedida por tempo de mandato, tem tempo mínimo de carência e idade mínima de 50 anos. Conforme destaca o ato, Bolsonaro atenderia os três critérios. Já na segunda consta que o parlamentar tem direito a se aposentar – com valores proporcionais – se tiver contribuído por oito anos.

A lei diz ainda que a cada ano com mandato exercido, o deputado terá direito a 1/35 da remuneração, o que justificariam os mais de 19 mil reais – 20/35 – acrescidos ao benefício concedido por Lira a Bolsonaro.

A reportagem ainda cita que, além da aposentadoria concedida nesta sexta, Bolsonaro terá, por ser ex-presidente, outros benefícios, como carros oficiais e seguranças.

Continuar lendo

Acre

Juiz Gilberto Matos é eleito como presidente da Asmac

Publicado

em

O juiz titular do 2º Juizado Especial Criminal da Comarca de Rio Branco (Jecrim), Gilberto Matos de Araújo, foi eleito presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac), para o biênio 2023/2025, na última quinta-feira, 1° de dezembro.

O magistrado foi eleito em chapa única – tendo a participação maciça da classe jurista. A votação e a apuração foram realizadas na sede administrativa da entidade, no Fórum Barão do Rio Branco.

Concorrendo à eleição pela primeira vez, Matos agradeceu o apoio dos colegas e afirmou ser uma honra assumir a entidade. “Fico feliz pelo voto de confiança. Assumo a nova missão com a responsabilidade de defender a classe e de buscar a continuidade nos projetos da gestão atual”, declarou.

Bibliografia

Gilberto Matos de Araújo formou-se em Direito pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) e possui MBA em Direito Empresarial pela FGV. Ele ingressou na magistratura em 2009 e, atualmente, responde pela Jecrim, além de atuar como juiz eleitoral da 1ª Zona (biênio 2022/2023).

O novo presidente da Asmac já foi titular das Varas Únicas das Comarcas de Plácido de Castro e Acrelândia. Ele também já atuou na Vara Criminal de Rio Branco.

Continuar lendo

Acre

Falha no atendimento a presos monitorados vira alvo de inquérito

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) resolveu abrir um inquérito civil para apurar inúmeras reclamações relacionadas a falhas no atendimento aos presos monitorados por tornozeleira eletrônica na capital. O despacho foi publicado na edição do Diário Eletrônico de quarta-feira, 30.

Tales Fonseca Tranin, da 14ª Promotoria de Justiça Criminal, destacou que vem recebendo constantes reclamações por parte de reeducandos monitorados, quanto à indisponibilidade dos telefones da Unidade de Monitoramento Eletrônico da capital. Segundo ele, há aproximadamente 1.500 indivíduos incluídos no sistema de monitoração eletrônica, apenas na cidade de Rio Branco, e que em razão da falta de efetivo, apenas dois policiais ficam encarregados pelo atendimento das solicitações.

Talles ressaltou que considerando o elevado número de situações que demandam a atuação das equipes de fiscalização da UMEP diariamente e que a dificuldade de comunicação com a unidade vem ocasionando diversos prejuízos aos monitorados, que por muitas vezes acabam sendo presos em razão das violações, mesmo estando em comprovado estado de necessidade, como por exemplo, nas ocasiões em que são vítimas de tentativa de homicídio.

Visando a necessidade de regularização da problemática, sobretudo evitar prejuízos aos monitorados que demonstram interesse em cumprir a pena nos moldes estabelecidos, a promotoria do órgão controlador decidiu uma investigação. “Resolve instaurar inquérito civil com fundamento no art. 4º, caput, da Resolução n.º 23/2007/CNMP, e no art. 23, caput, da Resolução n.º 28/2012, do Colégio de Procuradores de Justiça do MPAC, a fim de verificar a procedência das alegações de possível deficiência no serviço de fiscalização e assistência aos presos sob monitoração eletrônica pela Unidade de Monitoramento Eletrônico de Presos em Rio Branco”, diz trecho do documento.

Ao fim do despacho, o promotor determinou a expedição de ofício ao Diretor Presidente do IAPEN e ao Diretor da UMEP, para que informem, no prazo de 10 (dez) dias, o modo de funcionamento das linhas telefônicas destinadas ao atendimento dos reeducandos monitorados e, se estão disponíveis 24 horas por dia e quantos servidores são lotados no setor.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.