Menu

Saúde do Acre vai enviar medicamentos de idosos e deficientes pelos Correios

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Os idosos e deficientes que recebem medicamentos comprados pelo Governo do Acre serão incluídas no projeto “Medicamento em Casa”, que visa entregar os remédios diretamente na casa dos pacientes, através dos Correios. Ao todo, 390 famílias devem ser beneficiadas na Capital.


Segundo a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), a iniciativa deve ser lançada oficialmente em maio, e oferecerá uma lista de 16 medicamentos que poderão ser remetidos aos usuários do SUS pelos Correios. Um programa atual já é executado no Paraná, e tem tido bons resultados.


Os beneficiários deverão ter 50 anos ou mais, ou ser pessoas com deficiência impossibilitados de ir até Creme, ou ainda que sejam portadores de doenças crônicas controladas residindo em Rio Branco. As entregas serão com “Aviso de Recebimento”, chamado A.R., para comprovar que o remédio foi entregue, e quem o recebeu.

Publicidade

Foto: Divulgação/Sesacre

“A ideia é que possamos promover um atendimento mais humanizado, além de desafogar o atendimento no Creme”, ressalta Marco Aurélio Nogueira da Silva, gerente do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (Dafi), órgão ligado à Sesacre. Serão gastos R$ 31 mil por ano em recursos próprios da Sesacre.


Inicialmente, serão atendidos os pacientes credenciados no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica do Acre, que aderirem ao Projeto. Um levantamento de 2018 revelou que o ao menos 7 mil cadastros estão vigente no Creme, com 2,5 mil atendimentos realizados por mês. O número dá uma média de 180 pessoas atendidas por dia.


 




INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido