Conecte-se agora

Vagner Sales, um prefeito que marcou história em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

prefeito_02


Dayana Maia

“Nenhum prefeito na história de Cruzeiro do Sul fez mais que eu”, disse o ex-prefeito Vagner Sales (PMDB), que deixou o mandato no último dia 31 de dezembro após oito anos à frente da prefeitura da segunda maior cidade do Acre. Os números da administração do peemedebista chegam a impressionar para um gestor que faz oposição ao governo do Acre. Sales informa que sua administração investiu mais de 180 milhões de reais em equipamentos e diversas obras espalhadas pelo município.

prefeito_03Vagner Sales afirma que recebeu a prefeitura em 2008, com pouco mais de 400 mil reais em projetos empenhados pela administração que o antecedeu. Atualmente, ele estaria deixando quase 50 milhões de reais em obras e recursos empenhados para o novo prefeito iniciar a gestão. Sales destaca que trabalhou para seu sucessor não passar pelos problemas para reestruturar o município para atender as demandas da população urbana e minimizar a desigualdade de investimentos na zona rural.

O ex-prefeito destaca que elaborou seu plano de governo colocando saúde, educação, agricultura, infraestrutura e esporte e lazer como pilares de sua administração, implantando todos os projetos sem esquecer os serviços básicos oferecidos à população de Cruzeiro do Sul. “Minha gestão foi pautada por inaugurações. Reestruturamos a rede de atendimento básico de saúde e educação, entregamos estações de tratamento de água, praças esportivas e muitas obras estruturantes”.

prefeito_04

EDUCAÇÃO

Segundo Sales, quando ele assumiu a prefeitura, o município oferecia 6.223 vagas, contava com um micro-ônibus e 28 barcos para atender a população ribeirinha. O peemedebista ampliou o número de vagas para 12.796 alunos, com 61 escolas em funcionamento, 11 ônibus escolares, 57 mil kits escolares, 62 barcos, 31 laboratórios de informática nas escolas, construção da escola municipal de informática que certificou mais de 5 mil alunos, educação inclusiva (56 cuidadores nas escolas municipais) e construção da sede da APAE no valor de 1,6 milhão de reais.

“Sempre fui movido pelos sonhos. Com a educação de Cruzeiro do Sul não foi diferente. Eu fui um menino que saiu das barrancas do Rio Juruá e sentou no banco de uma escola pela primeira vez aos 14 anos. Eu queria ser prefeito para mudar a realidade de muitos meninos que ainda não conheciam de perto uma escola. Hoje, tenho certeza, nosso município oferece oportunidade igualitária de ensino para nossas crianças que moram na cidade, nas vilas e nas comunidades ribeirinhas que contam com escolas com professores, merenda escolar e material didático”, enfatiza Sales.

prefeito_05

AGRICULTURA

O ex-prefeito fala com orgulho dos investimentos que realizou na agricultura. Para Vagner Sales, os agricultores precisavam mais que incentivo e apoio técnico para se manterem em suas propriedades, produzindo, abastecendo a população da cidade e garantido o sustento de suas famílias. Com objetivo de incentivar o setor produtivo, a prefeitura investiu na construção de novos mercados municipais para comercialização da produção, eliminando a figura do atravessador e garantido preço justo ao consumidor. Sales construiu ainda o Centro de Saúde do Produtor Rural.

O centro especializado para atendimento dos pequenos produtores foi destaque na publicação da revista paulista Agro S/A, que tem publicação mensal e tiragem média de 20 mil exemplares que divulga notícias sobre o mundo do agronegócio. “Em 2008, não tínhamos local adequado para venda da produção dos pequenos agricultores, ficando o produto nas mãos de marreteiros, tínhamos dificuldade no escoamento da produção da população ribeirinha e dos ramais, sem contar que o porto estava completamente destruído”, relembra o ex-prefeito Vagner Sales.

O cenário mudou nos últimos oito anos. Sales construiu a Central de Comercialização, onde circula semanalmente mais de 7 mil pessoas, comprou 11 caminhões e 24 barcos fazem o escoamento da produção e disponibilizou 18 tratores para aradagem e 30 micros tratores. Um novo porto foi construído, incluindo a rampa de acesso. Um projeto elaborado pela gestão municipal apoia os piscicultores e comprou 5 escavadeiras hidráulicas. A prefeitura construiu os mercados do peixe e da carne. Instalou 70 grupos que beneficiam 850 famílias ribeirinhas com energia elétrica.

prefeito_06

SAÚDE

Em 2008, Cruzeiro do Sul contava com apenas 17 postos de saúde e 17 equipes de saúde da família. De acordo com Vagner Sales, a maioria das unidades em péssimas condições de funcionamento. Sales ressalta que precisou investir mais de 30 milhões de reais para reestruturar as unidades existente e construir novas unidades básicas para atender as comunidades das vilas que precisavam se deslocar a cidade para receber atendimento e na maioria das vezes não conseguiam solução para os problemas, já que faltava estrutura e remédios na rede municipal.

A administração de Sales deixa 44 postos de saúde construídos e funcionando, um centro de diagnósticos fazendo 20 mil exames por mês, 200 mil atendimentos médicos e odontológicos por ano, unidade móvel (ônibus da saúde) para apoio às equipes de saúde e programas federais, unidade de saúde fluvial (barco da saúde) já realizou 120 mil atendimentos, 19 canoas de alumínio, 37 equipes da saúde da família, 05 equipes do NASF, programa “melhor em casa” realiza mais 10 mil atendimentos por ano, investimento de 1,5 milhão no combate à dengue – de 1.220 notificações por semana em 2014 foi reduzido 12 notificações por semana em 2016.

prefeito_08

INFRAESTRUTURA

Uma das áreas de investimento prioritário da administração Vagner Sales foi a infraestrutura. “Em 2008, as ruas estavam destruídas, sem calçamento, falta de água, lixo por toda parte, maquinário sucateado e praças destruídas. Precisei andar muito em Brasília para conseguir ajuda para aquisição de uma usina de asfalto para fazer recapeamento de ruas. Construímos mais de 15 km de calçadas, entregamos 22 sistemas de abastecimentos de água que atendem 20 mil pessoas”, enfatiza Sales.

O ex-prefeito desta ainda que comprou novos caminhões para fazer a coleta regular de lixo no município. Foram adquiridos três mini coletores e três caminhões coletores modernos. A prefeitura investiu 22 milhões de reais em máquinas e equipamentos, construiu sete praças e revitalizou de todos centros históricos, construiu três centros de multiuso, instalou de sinal de internet wi-fi na praça Orleir Cameli, Vila São Pedro, Vila Santa luzia e Vila Liberdade, promovendo a inclusão digital no município.

prefeito_09

ESPORTE E CULTURA

Há oito anos, Cruzeiro do Sul tinha apenas duas quadras esportivas, em péssimas condições de conservação, sendo Vagner Sales. Se o descaso com o esporte e lazer era latente, o mesmo acontecia com o apoio à cultura que não contava com inventivo por parte da prefeitura para desenvolver projetos que atendessem as necessidades de pessoas que trabalhavam para organizar espetáculos culturais como festivais, peças teatrais e festivais de música com artistas do município.

“Saio com a certeza do dever cumprido com nossos jovens e ativistas culturais do município. De duas quadras de esportes sucateadas, nós saltamos para 24 modernas praças esportivas, sendo que ainda temos três em fase de execução. Cruzeiro do Sul cumpriu todos os requisitos exigidos pelo Ministério da Cultura e lançamos o primeiro Edital de Incentivo à Cultura do Município de Cruzeiro do Sul para financiamento dos projetos culturais de pessoas e instituição”, destaca Vagner Sales.

SONHO REALIZADO

“Estou saindo do mandato de oito anos, e saio muito feliz. Porque o maior desejo de um político é governar seu município e seu Estado. Meu maior sonho era ser prefeito. Como deputado e vereador, nós víamos os problemas da população e não conseguíamos resolver. Saio feliz por ter sido prefeito e ter tido esta oportunidade de levar para todos os recantos deste município, os benefícios da prefeitura. Nenhum prefeito na história de Cruzeiro do Sul fez mais que eu. Tenho certeza que estamos deixando a prefeitura melhor que encontramos”, observa Vagner Sales.

O ex-prefeito agradeceu o apoio da bancada federal do Acre, que foi responsável pelo investimento de 180 milhões na contração de centros de saúde, escolas, aquisição de maquinas pesadas, construção de quadras de esporte. Sales acredita que o prefeito Ilderlei Cordeiro (PMDB) assume um mandato sem preocupações imediatas. “Se ele passar quatro anos sem trazer novos recursos, ele ainda vai estar passando um mandato inaugurando obras com recursos que nós vamos deixar”.

prefeito_10
Vagner Sales assegura que sua maior preocupação era fechar o ano, como homem público cumpridor de suas obrigações, cumprindo a legislação que pune o prefeito se deixar restos a pagar. “Estamos deixando o mandato sem dever servidores e fornecedores. Se tiver alguém que tenha algum débito pode trazer que a prefeitura vai pagar. Foi bom ser prefeito e sair da prefeitura tranquilo, já que passamos por diversos problemas. Quando fui candidato a primeira vez, eu tinha um programa de governo e minha preocupação era coloca-lo em execução. Tem muitas coisas para serem feitas em Cruzeiro do Sul. Se eu continuasse iria trabalhar muito na área de recapeamento da cidade. Estamos deixando dois milhões para este trabalho. Estamos deixando em andamento o Centro de Formação Esportiva. Eu fiz mais do que me propus dentro do programa que eu tinha para atender a população”, assegura.

FUTURO POLÍTICO

prefeito_11Questionado sobre seu futuro após deixar a prefeitura, Vagner Sales diz que não se vê fora dos debates políticos. “O futuro? Deus proverá. Sou um homem público preparado para assumir qualquer cargo neste Estado, com a minha experiência de vereador, dos mandatos de deputado e oito anos de prefeito. Naturalmente, os embates futuros vão vir. E nestes embates futuros eu quero ser uma peça. Eu quero está comtemplado dentro deste projeto. Pode ser o senado. Na verdade, eu vou ser bem franco, só tem dois cargos que eu disputaria na minha vida política, que é de governador e senador. Estes são os dois cargos que eu buscaria votos da população”.

Diante da resposta, a reportagem questionou ainda se ele entraria numa disputa pelo governo, ou mesmo se colocaria numa chapa como candidato a vice-governador. “Vice-governador nem de bengala eu aceitaria novamente. Para governador, eu tenho projeto. Meu projeto é fazer Gladson Cameli governador deste Estado. Estou com ele. Estou junto. Eu sou o maior cabo eleitoral dele, porque tenho certeza que ele vai fazer uma excelente administração. Naturalmente, eu ficaria com esta vaga de senador, mas ainda tenho que conversar com meu partido, com meu grupo político e com as lideranças para saber onde posso me encaixar em 2018”, finaliza Sales.

Acre

FIEAC, Mulheres da Indústria e primeira-dama discutem apoio a casas de passagem

Situação crítica de entidades de apoio a pessoas em tratamento na capital sensibiliza ala feminina do setor produtivo

Publicado

em

Sensibilizados pelas condições financeiras e até sanitárias de algumas casas de passagem de Rio Branco, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), José Adriano, e o Grupo de Mulheres da Indústria estiveram reunidos com a primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli, e a secretária de Estado de Assistência Social, Ana Paula Lima, na tarde desta quarta-feira, 23 de junho. O encontro foi realizado na Sala de Reuniões do Palácio Rio Branco, com objetivo de buscar soluções para que tais entidades não fechem as portas, deixando de atender pacientes que vêm de diversos municípios para a capital, tratamento.

“É uma situação muito preocupante e urgente. As pessoas que trabalham nesses lugares são verdadeiros anjos que se colocam à disposição de outras que estão em sofrimento. Os três municípios que mais demandam essas casas de passagem são Cruzeiro do Sul, Feijó e Tarauacá, a maioria dessas pessoas com problemas cardíacos, câncer e até a parte de dependentes químicos”, resumiu Adriano. “Por menor que seja o trabalho feito em solidariedade a essa situação, significará muito a essas pessoas que estão sem perspectivas sequer de alimento”, complementou.

O Grupo acenou com a possibilidade de o Gabinete da Primeira-Dama intervir junto aos parlamentares para auxiliar o trabalho dessas entidades ou a criação de um programa emergencial de solidariedade e apadrinhamento, unindo outras instituições. A secretária Ana Paula Lima se colocou à disposição para auxiliar, alertando que as entidades precisam regularizar sua documentação. “Nós ficamos tristes porque, muitas vezes, esbarramos nesse problema. Vamos conversar com o secretário de Saúde, Alysson Bestene, para sugerir que as pastas se unam e, assim, podermos fazer mais por essas entidades, um grande mutirão”, garantiu. 

Pelo Grupo de Mulheres da Indústria, a empresária Zulene Oliveira se comprometeu em fazer um levantamento da real situação documental das casas de apoio. “Também gostaríamos de trazer representantes das casas em situação mais emergenciais para uma segunda reunião”, sugeriu. Por sua vez, a primeira-dama Ana Paula Cameli informou que o Ministério Público Estadual fará uma doação em dinheiro para a área social, indo ao encontro das necessidades emergenciais apresentadas na reunião. “Então, passaremos uma lista dessas entidades para a Procuradoria-Geral do Ministério Público e contamos com o apoio de vocês para fazer esse levantamento”, finalizou.

Continuar lendo

Destaque 4

Representantes do FBI e DEA devem ministrar cursos para forças de Segurança do Acre em julho

Publicado

em

O secretário de Segurança Pública, coronel Paulo César, declarou ao ac24horas na tarde desta quarta-feira (23), que se reuniu com a embaixada americana para tratar de assuntos relacionados à melhoria e aperfeiçoamento da segurança pública.

No encontro, ficou estabelecido que membros do FBI – Federal Bureau of Investigation ou Departamento Federal de Investigação e a Drug Enforcement Administration que é um órgão de Polícia Federal do Departamento de Justiça dos Estados Unidos devem fazer uma visita técnica ao Acre no mês de julho. “Seis membros da embaixada devem vir ao Acre nos dias 19 a 22 de julho o FBI e DEA e devem estar reunidos com as forças de segurança do estado afim de levantar as demandas e ofertarem uma série de cursos e equipamentos de tecnologia de informações no sentido de melhorar o combate ao narcotráfico”, declarou.

O coronel ressaltou que a reunião ocorrida na embaixada serviu para tratar de assuntos referentes a migração ilegal, atuação de grupos terroristas na região amazônica e, principalmente, em combate ao narconegócio na região do Alto Acre e Vale do Juruá

César ponderou que na ocasião foram feitas algumas tratativas, como por exemplo, capacitação de profissionais, recursos e banco de dados de reconhecimento de pessoas e documentos falsos.

Continuar lendo

Destaque 4

Voo de R$ 6 mil para o Acre faz Marcelo Bimbi chamar parlamentares de ‘vergonha’

Publicado

em

O modelo acreano Marcelo Bimbi, que ficou conhecido nacionalmente após participar do reality show A Fazenda, na Record, e engatar romance com a também modelo Nicole Bahls, fez uma publicação de desabafo em suas redes sociais nesta terça-feira, 22, após verificar o preço de R$ 6.174 num único bilhete de ida partido do Rio de Janeiro para o Acre. Por isso, questionou o trabalho dos parlamentares acreanos na Câmara e no Senado Federal.

“Senadores e deputados federais do Acre, os senhores são uma vergonha. Pra quê usam o plenário da câmara e do senado? Só para benefício próprio?”, questionou ao publicar uma fotografia constando um único bilhete de avião custando mais de R$ 6 mil em voo para o Acre.

“Os senhores estão aí, para lutar pelos interesses do povo acreano, sejam eles quais forem. Vocês deveriam fiscalizar esses preços abusivos. A pandemia está acabando. Aproveitem e voltem a trabalhar. Já que nesses mais de 1 ano nessa pandemia, vocês não ajudaram em nada o governador Gladson Cameli e nem o povo do Acre”, completou.

Para Bimbi, o valor elevado nas passagens de avião ao estado faz com que piadas e falta de turismo envolvam o Acre. “Por essas e outras que dizem que o Acre não existe! Quem vai pagar mais de 6 mil reais apenas num bilhete de ida, pro Acre?”, finalizou.

Continuar lendo

Destaque 4

PMs teriam sido agredidos por abordar homem com criança em moto sem capacete

Publicado

em

Após a repercussão de um vídeo que mostra a agressão de um homem a dois policiais militares no município de Acrelândia, a Polícia Militar do Acre divulgou uma nota ao ac24horas nesta terça-feira, 22, esclarecendo a situação. Segundo a instituição, a confusão começou quando o homem que aparece nas imagens teria sido abordado pelos militares por estar com uma motocicleta ligada e uma criança de 4 anos na garupa, sem o capacete.

A situação aconteceu no dia 20 de junho, enquanto a equipe realizava abordagem de trânsito a outro condutor. “Outro cidadão [ o que aparece no vídeo, estava] em uma motocicleta ligada, com uma criança de, aproximadamente, 4 anos na garupa, o que está em desacordo com a Lei 14.071/20, que só permite a condução de crianças em motocicletas a partir de 10 anos. Agravava a situação o fato da criança estar sem capacete”, diz a PM em nota.

Foi então que os policiais garantem ter se aproximado com a intenção de orientar o condutor para resguardar a vida da criança, “mas ele negou-se a apresentar a documentação solicitada e ofendeu um dos policiais militares com palavras de baixo calão. Em ato contínuo, o condutor tentou evadir-se com a motocicleta e foi impedido por um dos policiais”, afirmam.

A partir de então, o homem teria iniciado a agressão a um dos policiais no rosto e se armou com uma “ripa”, agredindo os dois policiais militares com diversos golpes. “Posteriormente, ao entrar em sua residência, o homem usou de uma vassoura para ameaçar a guarnição, desferindo alguns golpes nos agentes da segurança pública. Os policiais, antes de qualquer tentativa de utilização de instrumento menos que letal (spark), tentaram dialogar com o abordado para que se entregasse”, garantem.

Por fim, o homem cessou os atos de agressão e foi para a delegacia com a guarnição. A PM salienta que nenhum policial revidou a ação violenta do cidadão, que foi encaminhado à delegacia com sua integridade física preservada. “O homem, com suas ações, causou lesões e hematomas nas mãos, braços, ombros, punhos e lombar dos policiais, e foi preso em flagrante pelos crimes de lesão corporal, desacato, resistência à prisão e periclitação da vida e da saúde”, enfatiza a nota;

A instituição afirma que irá buscar junto aos órgãos competentes a aplicação de justiça, com punição pelos atos praticados contra os agentes estatais.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas