Conecte-se agora

Vagner Sales, um prefeito que marcou história em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

prefeito_02


Dayana Maia

“Nenhum prefeito na história de Cruzeiro do Sul fez mais que eu”, disse o ex-prefeito Vagner Sales (PMDB), que deixou o mandato no último dia 31 de dezembro após oito anos à frente da prefeitura da segunda maior cidade do Acre. Os números da administração do peemedebista chegam a impressionar para um gestor que faz oposição ao governo do Acre. Sales informa que sua administração investiu mais de 180 milhões de reais em equipamentos e diversas obras espalhadas pelo município.

prefeito_03Vagner Sales afirma que recebeu a prefeitura em 2008, com pouco mais de 400 mil reais em projetos empenhados pela administração que o antecedeu. Atualmente, ele estaria deixando quase 50 milhões de reais em obras e recursos empenhados para o novo prefeito iniciar a gestão. Sales destaca que trabalhou para seu sucessor não passar pelos problemas para reestruturar o município para atender as demandas da população urbana e minimizar a desigualdade de investimentos na zona rural.

O ex-prefeito destaca que elaborou seu plano de governo colocando saúde, educação, agricultura, infraestrutura e esporte e lazer como pilares de sua administração, implantando todos os projetos sem esquecer os serviços básicos oferecidos à população de Cruzeiro do Sul. “Minha gestão foi pautada por inaugurações. Reestruturamos a rede de atendimento básico de saúde e educação, entregamos estações de tratamento de água, praças esportivas e muitas obras estruturantes”.

prefeito_04

EDUCAÇÃO

Segundo Sales, quando ele assumiu a prefeitura, o município oferecia 6.223 vagas, contava com um micro-ônibus e 28 barcos para atender a população ribeirinha. O peemedebista ampliou o número de vagas para 12.796 alunos, com 61 escolas em funcionamento, 11 ônibus escolares, 57 mil kits escolares, 62 barcos, 31 laboratórios de informática nas escolas, construção da escola municipal de informática que certificou mais de 5 mil alunos, educação inclusiva (56 cuidadores nas escolas municipais) e construção da sede da APAE no valor de 1,6 milhão de reais.

“Sempre fui movido pelos sonhos. Com a educação de Cruzeiro do Sul não foi diferente. Eu fui um menino que saiu das barrancas do Rio Juruá e sentou no banco de uma escola pela primeira vez aos 14 anos. Eu queria ser prefeito para mudar a realidade de muitos meninos que ainda não conheciam de perto uma escola. Hoje, tenho certeza, nosso município oferece oportunidade igualitária de ensino para nossas crianças que moram na cidade, nas vilas e nas comunidades ribeirinhas que contam com escolas com professores, merenda escolar e material didático”, enfatiza Sales.

prefeito_05

AGRICULTURA

O ex-prefeito fala com orgulho dos investimentos que realizou na agricultura. Para Vagner Sales, os agricultores precisavam mais que incentivo e apoio técnico para se manterem em suas propriedades, produzindo, abastecendo a população da cidade e garantido o sustento de suas famílias. Com objetivo de incentivar o setor produtivo, a prefeitura investiu na construção de novos mercados municipais para comercialização da produção, eliminando a figura do atravessador e garantido preço justo ao consumidor. Sales construiu ainda o Centro de Saúde do Produtor Rural.

O centro especializado para atendimento dos pequenos produtores foi destaque na publicação da revista paulista Agro S/A, que tem publicação mensal e tiragem média de 20 mil exemplares que divulga notícias sobre o mundo do agronegócio. “Em 2008, não tínhamos local adequado para venda da produção dos pequenos agricultores, ficando o produto nas mãos de marreteiros, tínhamos dificuldade no escoamento da produção da população ribeirinha e dos ramais, sem contar que o porto estava completamente destruído”, relembra o ex-prefeito Vagner Sales.

O cenário mudou nos últimos oito anos. Sales construiu a Central de Comercialização, onde circula semanalmente mais de 7 mil pessoas, comprou 11 caminhões e 24 barcos fazem o escoamento da produção e disponibilizou 18 tratores para aradagem e 30 micros tratores. Um novo porto foi construído, incluindo a rampa de acesso. Um projeto elaborado pela gestão municipal apoia os piscicultores e comprou 5 escavadeiras hidráulicas. A prefeitura construiu os mercados do peixe e da carne. Instalou 70 grupos que beneficiam 850 famílias ribeirinhas com energia elétrica.

prefeito_06

SAÚDE

Em 2008, Cruzeiro do Sul contava com apenas 17 postos de saúde e 17 equipes de saúde da família. De acordo com Vagner Sales, a maioria das unidades em péssimas condições de funcionamento. Sales ressalta que precisou investir mais de 30 milhões de reais para reestruturar as unidades existente e construir novas unidades básicas para atender as comunidades das vilas que precisavam se deslocar a cidade para receber atendimento e na maioria das vezes não conseguiam solução para os problemas, já que faltava estrutura e remédios na rede municipal.

A administração de Sales deixa 44 postos de saúde construídos e funcionando, um centro de diagnósticos fazendo 20 mil exames por mês, 200 mil atendimentos médicos e odontológicos por ano, unidade móvel (ônibus da saúde) para apoio às equipes de saúde e programas federais, unidade de saúde fluvial (barco da saúde) já realizou 120 mil atendimentos, 19 canoas de alumínio, 37 equipes da saúde da família, 05 equipes do NASF, programa “melhor em casa” realiza mais 10 mil atendimentos por ano, investimento de 1,5 milhão no combate à dengue – de 1.220 notificações por semana em 2014 foi reduzido 12 notificações por semana em 2016.

prefeito_08

INFRAESTRUTURA

Uma das áreas de investimento prioritário da administração Vagner Sales foi a infraestrutura. “Em 2008, as ruas estavam destruídas, sem calçamento, falta de água, lixo por toda parte, maquinário sucateado e praças destruídas. Precisei andar muito em Brasília para conseguir ajuda para aquisição de uma usina de asfalto para fazer recapeamento de ruas. Construímos mais de 15 km de calçadas, entregamos 22 sistemas de abastecimentos de água que atendem 20 mil pessoas”, enfatiza Sales.

O ex-prefeito desta ainda que comprou novos caminhões para fazer a coleta regular de lixo no município. Foram adquiridos três mini coletores e três caminhões coletores modernos. A prefeitura investiu 22 milhões de reais em máquinas e equipamentos, construiu sete praças e revitalizou de todos centros históricos, construiu três centros de multiuso, instalou de sinal de internet wi-fi na praça Orleir Cameli, Vila São Pedro, Vila Santa luzia e Vila Liberdade, promovendo a inclusão digital no município.

prefeito_09

ESPORTE E CULTURA

Há oito anos, Cruzeiro do Sul tinha apenas duas quadras esportivas, em péssimas condições de conservação, sendo Vagner Sales. Se o descaso com o esporte e lazer era latente, o mesmo acontecia com o apoio à cultura que não contava com inventivo por parte da prefeitura para desenvolver projetos que atendessem as necessidades de pessoas que trabalhavam para organizar espetáculos culturais como festivais, peças teatrais e festivais de música com artistas do município.

“Saio com a certeza do dever cumprido com nossos jovens e ativistas culturais do município. De duas quadras de esportes sucateadas, nós saltamos para 24 modernas praças esportivas, sendo que ainda temos três em fase de execução. Cruzeiro do Sul cumpriu todos os requisitos exigidos pelo Ministério da Cultura e lançamos o primeiro Edital de Incentivo à Cultura do Município de Cruzeiro do Sul para financiamento dos projetos culturais de pessoas e instituição”, destaca Vagner Sales.

SONHO REALIZADO

“Estou saindo do mandato de oito anos, e saio muito feliz. Porque o maior desejo de um político é governar seu município e seu Estado. Meu maior sonho era ser prefeito. Como deputado e vereador, nós víamos os problemas da população e não conseguíamos resolver. Saio feliz por ter sido prefeito e ter tido esta oportunidade de levar para todos os recantos deste município, os benefícios da prefeitura. Nenhum prefeito na história de Cruzeiro do Sul fez mais que eu. Tenho certeza que estamos deixando a prefeitura melhor que encontramos”, observa Vagner Sales.

O ex-prefeito agradeceu o apoio da bancada federal do Acre, que foi responsável pelo investimento de 180 milhões na contração de centros de saúde, escolas, aquisição de maquinas pesadas, construção de quadras de esporte. Sales acredita que o prefeito Ilderlei Cordeiro (PMDB) assume um mandato sem preocupações imediatas. “Se ele passar quatro anos sem trazer novos recursos, ele ainda vai estar passando um mandato inaugurando obras com recursos que nós vamos deixar”.

prefeito_10
Vagner Sales assegura que sua maior preocupação era fechar o ano, como homem público cumpridor de suas obrigações, cumprindo a legislação que pune o prefeito se deixar restos a pagar. “Estamos deixando o mandato sem dever servidores e fornecedores. Se tiver alguém que tenha algum débito pode trazer que a prefeitura vai pagar. Foi bom ser prefeito e sair da prefeitura tranquilo, já que passamos por diversos problemas. Quando fui candidato a primeira vez, eu tinha um programa de governo e minha preocupação era coloca-lo em execução. Tem muitas coisas para serem feitas em Cruzeiro do Sul. Se eu continuasse iria trabalhar muito na área de recapeamento da cidade. Estamos deixando dois milhões para este trabalho. Estamos deixando em andamento o Centro de Formação Esportiva. Eu fiz mais do que me propus dentro do programa que eu tinha para atender a população”, assegura.

FUTURO POLÍTICO

prefeito_11Questionado sobre seu futuro após deixar a prefeitura, Vagner Sales diz que não se vê fora dos debates políticos. “O futuro? Deus proverá. Sou um homem público preparado para assumir qualquer cargo neste Estado, com a minha experiência de vereador, dos mandatos de deputado e oito anos de prefeito. Naturalmente, os embates futuros vão vir. E nestes embates futuros eu quero ser uma peça. Eu quero está comtemplado dentro deste projeto. Pode ser o senado. Na verdade, eu vou ser bem franco, só tem dois cargos que eu disputaria na minha vida política, que é de governador e senador. Estes são os dois cargos que eu buscaria votos da população”.

Diante da resposta, a reportagem questionou ainda se ele entraria numa disputa pelo governo, ou mesmo se colocaria numa chapa como candidato a vice-governador. “Vice-governador nem de bengala eu aceitaria novamente. Para governador, eu tenho projeto. Meu projeto é fazer Gladson Cameli governador deste Estado. Estou com ele. Estou junto. Eu sou o maior cabo eleitoral dele, porque tenho certeza que ele vai fazer uma excelente administração. Naturalmente, eu ficaria com esta vaga de senador, mas ainda tenho que conversar com meu partido, com meu grupo político e com as lideranças para saber onde posso me encaixar em 2018”, finaliza Sales.

Anúncios

Destaque 4

Professora da Uninorte publica ensaio científico em revista de medicina conhecida no mundo

Publicado

em

A pesquisa de doutorado busca investigar a doença amazônica lobomicose e se aproxima de possíveis hipóteses de cura

O corpo docente do Centro Universitário Uninorte tem se destacado no ramo da pesquisa acadêmica. Uma das professoras do curso de Fisioterapia, Franciely Gomes Gonçalves, publicou sua pesquisa de doutorado na mais tradicional revista científica do mundo sobre Medicina Tropical.

O American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, criado em 1921, está entre os periódicos de medicina tropical mais bem classificados do mundo, publicando artigos científicos originais e as últimas novidades da ciência cobrindo novas pesquisas com ênfase em população, ciência clínica e laboratorial e a aplicação de tecnologia nos campos da medicina tropical, parasitologia, imunologia, doenças infecciosas, epidemiologia, biologia básica e molecular, virologia e medicina internacional.

A pesquisa de doutorado intitulada “Multidrug Therapy for Leprosy Can Cure Patients with Lobomycosis in Acre State, Brazil: A Proof of Therapy Study”, tem como objetivo fazer com que a doença de lobomicose seja detectada de forma compulsória e, futuramente, ser disponibilizado o tratamento via Sistema Único de Saúde (SUS) para que os pacientes possam vir a ser tratados.

Para a professora, o sentimento é de satisfação ao ver o retorno da pesquisa para a sociedade. “A lobomicose é uma doença negligenciada que acomete pessoas que tiveram contato com a floresta Amazônica. O fungo pode estar presente nas árvores, água e solo da floresta. Uma doença que até então não apresentava evidência de possibilidade de cura. O sentimento enquanto pesquisadora é o retorno benéfico do que a pesquisa traz para a sociedade”, diz.

Franciely Gomes Gonçalves é graduada em Educação Física (UFAC/1996) e Fisioterapia (CLARETIANOBT/2001), Mestre em Ciências da Saúde (FMABC/2018) e doutoranda em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina do ABC. Além disso, é professora, desde 2007, do Centro Universitário Uninorte. Como também, trabalha há 18 anos no Serviço Estadual de Dermatologia do Acre, no qual, atualmente, é coordenadora.

Para ler o artigo completo acesse o link: http://www.ajtmh.org/content/journals/10.4269/ajtmh.20-0090

Continuar lendo

Destaque 4

Entidades alertam empresariado do Acre para decreto de toque de recolher em meio à Covid-19

Publicado

em

O Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC emitiu um alerta aos empresários quanto ao toque de recolher decretado pelo Estado para conter o avanço da pandemia no Acre. A medida passa a vigorar nesta segunda, 25, das 22 horas às 6 horas, e vale para todos os municípios acreanos.

O anúncio foi realizado em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 22, por meio do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 e, ao longo do evento, foi revelado que a regional do Alto Acre regrediu para Bandeira Vermelha; Baixo Acre e Purus regrediu para Bandeira Laranja e a regional do Juruá e Tarauacá/Envira segue em Bandeira Amarela.

Entre as 22 horas e 6 horas da manhã, a população segue com o direito de ir e vir, mas aglomerações em ambientes públicos e privados estão proibidas. Setores comerciais que não forem essenciais deverão ser fechados e bares e restaurantes só atendem por delivery ou retirada.

O governador do Acre, Gladson Cameli, que participou da coletiva, informou também que o Carnaval 2021 está cancelado e o feriado deverá ser tratado como dia normal de trabalho. A principal preocupação seria evitar que o Estado viva uma situação semelhante à do Amazonas.

Fonte: Ascom/Fecomércio-AC

Continuar lendo

Destaque 4

Dos 65 leitos de UTI no Acre, 50 estão ocupados; Into registra 90% de ocupação, mostra boletim

Publicado

em

Dos 40 leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) destinados à Covid-19 no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia no Acre (Into), unidade referência para atendimentos, 36 estão ocupados. Isso significa que a taxa de ocupação das UTIs subiu para 90%, de acordo com a última atualização feita pelo Governo do Estado, na tarde desta quarta-feira (20). Na terça, o Acre registrou 85% de ocupação com 34 leitos.

A taxa geral de ocupação de leitos de UTI, exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre, está em torno de 76,9%.

Segundo dados do boletim, foram identificados 202 pacientes internados nos estabelecimentos monitorados, dos quais 146 com teste positivo para Covid-19. Do total hospitalizado, 50 estão em UTI e 152 em leitos (clínicos, obstétricos e pediátricos).

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 55 UTIs, 40 estão ocupadas, registrando uma taxa de ocupação de 72,7%. Destes, três são do Pronto Socorro, que registrou 30% de ocupação e os outros 36 são do Into, que registrou 90% de ocupação e um leito de UTI ocupado no Hospital Santa Juliana.

Já a região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 10 leitos de UTI existentes, todos estão ocupados, registrando 100% de ocupação. Os leitos clínicos somam 94 e 33 estão ocupados, registrando 35,1% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, sete estão ocupados, num total de 18 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continuar lendo

Destaque 4

Sem celebrações, Xapuri tem o 20 de janeiro mais diferente da história do município

Publicado

em

O dia mais importante dos xapurienses, do ponto de vista religioso, começou de maneira muito diferente do que ocorre de costume, anualmente, em 20 de janeiro, festa do padroeiro, São Sebastião.

Em razão das medidas relacionadas à pandemia de Covid-19, não houve celebração pela manhã e a única atividade prevista para o dia é uma carreata que fará o percurso da procissão, a partir das 16 horas.

Não havia, até o fechamento desta matéria, grande presença de visitantes na cidade, tendo como base o registro de apenas uma reserva feita na pousada Chapurys, uma das principais da cidade.

É aguardada, no entanto, a chegada de fiéis e devotos no decorrer do dia, até o momento da carreata, quando se espera, apesar das medidas sanitárias, uma grande concentração de pessoas em frente à igreja do padroeiro.

Cidade vazia

A primeira impressão de quem chega à área central de Xapuri nesta quarta-feira, 20, é a de que hoje é um dia normal na cidade. As principais ruas adjacentes à igreja, normalmente ocupadas pelos tradicionais marreteiros, estão quase desertas.

As praças Barão do Rio Branco e São Gabriel, onde se concentram todos os anos os parques infantis, praça de alimentação e feiras de artesanato, além de outras atividades, também destoam do cenário que se vê todos os anos nesta época.

Nesta terça-feira, 19, o prefeito Ubiracy Vasconcelos fez pronunciamento pela internet lamentando a decisão de ter suspendido todos as atividades comerciais da festa e pediu a compreensão da população.

“Lamentamos essa situação, mas o vírus nos obrigou a procedermos assim. Pedimos que as pessoas compreendam que todas as medidas tomadas foram no sentido de se proteger a população e salvar vidas”, disse o prefeito.

A Paróquia de São Sebastião também foi rigorosa com as medidas e suspendeu todas as atividades religiosas que pudessem causar aglomerações. Os nove dias de celebrações do Novenário ocorreram com público reduzido e com transmissão ao vivo pelas mídias sociais da igreja.

Para a visitação dos devotos e pagamento de promessas, a imagem de São Sebastião foi colocada à porta da igreja, que permanecerá fechada ao público durante todo o dia.

Outras informações a qualquer momento.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas