Conecte-se agora

Fotos de trilheiros mostram o abandono do poder público na zona rural do Acre

Publicado

em

Salomão Matos
Da redação de ac24horas
[email protected]

A aventura dos trilheiros que foram dados como desaparecidos em uma floresta no Acre na semana passada, durante o percurso denominado por eles de “Ases da Tabatinga”, ligando Rio Branco a Xapurí, além das dificuldades enfrentadas pelos aventureiros, revelou o descaso e abandono do poder público com os produtores e ribeirinhos, pela ausência de estradas e pontes para escoar as suas produção agrícolas, além do isolamento e falta de comunicação, que geralmente não são mostrados na mídia governamental.

Como num pedido de desculpas por ter causado preocupação aos familiares e toda a população acriana, além dos transtornos que envolveu a segurança pública, um dos trilheiros relatou em seu facebook, além de postar fotografias que revelam esse isolamento de quem vive no coração da floresta entregues a própria sorte e que os seus desaparecimento na verdade, não passou de um mal entendido. A postagem a seguir é do empresário aventureiro Delano Lima Silva:

Tendo em vista a repercussão que foi o caso de nosso possível desaparecimento em uma trilha veiculado nos meio de comunicação de Rio Branco, venho através desta a pedido de amigos e familiares esclarecer o ocorrido, conforme relato a seguir:

Primeiramente é importante informar que pratico o esporte “trilha com quadriciclo” a mais de 4 anos, sendo credenciado na FBM , participando de competições de regularidade no Estado de Rondônia, tais como Rally da Meia noite, etc…

Meus companheiros de trilha também são praticante do esporte a mais de 10 anos, onde nos encontramos nos finais de semanas para praticarmos o esportes o qual chegamos a percorrer distancia de até 280 km em um único dia, sempre primando pela segurança e planejamento das trilhas.

No caso desta última trilha (Rio Branco/Xapurí), planejamos a mesma durante quase um ano, levantando a área a ser percorrida com mapas Google e informações de moradores da região.

Quando saímos para as trilhas, cada trilheiro leva consigo equipamento de segurança pessoal de MotoCross, tais como: Capacete, óculos, camelbak p/ água cotoveleira, joelheira, luvas, calças e camisa manga longa, jaqueta impermeável, bem como terçado, facão, lanternas, pilhas, celibri, extensão com lâmpadas 12 volts, diversas ferramentas, bomba de encher pneu e macarrão para remendo, 02 pneus reservas, 25 Lts de combustíveis reserva, 50 mts de corda amarrada aos quadriciclos, bolsa térmica com alimentos e bebida, caixa de primeiro Socorro, material de higiene pessoal, reide e cobertores, GPS etc.

Nossa programação foi sair no sábado e chegar no final da tarde de domingo, acontece que devido a dificuldade de romper os varadouros (caminho onde somente passa boi) e construir diversas pontes sobre os igarapé para passar os quadriciclos, perdemos muito tempo e no domingo nos vimos com o prazo estourado, assim ao chegarmos em uma colocação de seringueiros pedimos para um morador que estava vindo para cidade de Rio Branco dar o recado em um de nossos postos de combustíveis (Auto Posto Castanheira) em frente ao Shopping Via Verde, recado a nossos familiares de que estávamos bem e que iríamos concluir a trilha que provavelmente estaríamos chegando entre quarta-feira ou quinta-feira, tendo em vista que o local onde estávamos não havia telefone, energia elétrica e não pegava sinal de celular.

Ocorre que não sabemos se o morador veio para cidade e esqueceu de dar o recado ou se o mesmo não veio a cidade naquele dia, o fato é que o recado não chegou a nossos familiares, causando com isso séria preocupação aos mesmos, pois estavam aguardando nossa chegada para domingo.

Assim, para nós que estávamos dentro da Trilha (Reserva Chico Mendes), estávamos achando que o recado havia sido dado aos familiares, não tendo noção do que estava acontecendo nos meio de comunicação de Rio Branco, um dos quadriciclo apresentou defeito e tivemos que deixar em uma colocação para ser embarcado em um barco no dia seguinte até próximo à estrada da transacreana para ser rebocada, mas mesmo assim, verificando que havia condições de continuar resolvemos prosseguir a trilha com 03 quadriciclos, sendo que meu irmão continuou comigo de garupa.

Diante das dificuldades de romper os varadouros, resolvemos ir pela colocação chamada de Pão que sai no ramal do São João do Guarani, mais especificamente no KM 47 de Xapurí, sendo que este caminho era o mais difícil, mas conseguimos romper.

Ao chegarmos de quadriciclo em Sibéria, vilarejo que fica do outro lado do rio Acre onde se localiza Municipio de Xapurí, as 23:50hs da quarta-feira, encontramos um guarnição composta por 02 PMs que nos abordaram perguntando se éramos os trilheiros desaparecidos e perguntando onde estavam os cavalos, pois havia informações de estávamos perdidos e respondemos que não havíamos nos perdido, apenas demorado a romper os varadouros com os quadriciclos, que havíamos pedido a um morador a dar um recado a nossos familiares e ficamos sem entender a pergunta do policial.

Foi então, nos informaram o que estava acontecendo, que haviam homens do exercito, Bope, bombeiro, Helicptero etc., a nossa procura na mata, pois haviam divulgado durante a semana que estávamos perdidos na mata sem qualquer estrutura ou equipamento, que estávamos passando fome, que havíamos deixados os quadriciclos na mata e que estávamos a cavalo prosseguindo a trilha na mata, fato este não ser verdadeiro, pois chegamos na quarta-feira a noite em Xapurí com os 03 quadriciclo.

Não tínhamos a noção de que estava acontecendo em Rio Branco, tendo em vista que tínhamos a certeza que o morador da colocação havia dado o recado a nossos familiares. O fato é que infelizmente causamos transtornos a nossos familiares e amigos, por esse motivo venho por meio desta esclarecer o ocorrido e agradecer a preocupação de todos, bem como agradecer o emprenho de todos os órgãos da segurança publica do Estado que tiveram envolvida na operação na tentativa de nos encontrar, mas que não foi possível devido ao desencontro de informações dada pelos colonos da região. Siga o trilheiro pelo facebook: http://www.facebook.com/delano.limaesilva

 

Acre

Presidente do Hospital de Amor agradece emendas de Alan Rick

Publicado

em

O parlamentar, que disputa as eleições deste ano para o Senado, diz que seguirá na luta pela melhoria do atendimento as pessoas com câncer no Acre_

O presidente nacional do Hospital de Amor de Barretos, Henrique Prata, gravou um vídeo de agradecimento pelo apoio do deputado federal Alan Rick, candidato a
senador pelo União Brasil. Ao logo dos mandatos como deputado, Alan Rick destinou R$ 950 mil para o custeio da assistência as pessoas com câncer atendidas pela instituição. Só em 2021, foram R$ 200 mil.

“Os recursos destinados foram de extrema importância, pois nos deram a possibilidade de oferecer um atendimento de qualidade aumentando as chances de diagnóstico e tratamento na fase inicial da doença. Que Deus abençoe por esse coração generoso” – disse o presidente no vídeo.

O Hospital de Amor tem unidades espalhadas em 12 estados do país, inclusive no Acre, além das unidades móveis. Em 2022, a instituição completou 60 anos oferecendo atendimento médico humanizado e gratuito a pacientes com câncer do SUS.

Além dos recursos destinados ao Hospital de Amor, Alan Rick também direcionou emendas para o Hospital do Câncer do Acre (UNACON), que está sendo reformado e ampliado, e para o Centro de Controle Oncológico do Acre (CECON) que ganhará uma sala de pequenas cirurgias e equipamentos para o laboratório de histopatologia, o que agilizará o diagnóstico de câncer.

O parlamentar defende que o Acre precisa melhorar a assistência a pessoas com a doença. “Muita gente ainda precisa sair do nosso estado para tratamento em Porto Velho, em São Paulo…é um sofrimento. E quando consegue vaga porque são milhares de pessoas em busca de uma vaga. A estruturação do Hospital Oncológico do Acre é uma luta minha. O UNACON precisa ser definitivamente concluído, vamos seguir lutando por isso, pela instalação da unidade emergencial e dos novos serviços de oncologia.” – concluiu.

 

Continuar lendo

Acre

Marcio Bittar participa de reunião com pastores na capital

Publicado

em

O senador licenciado e candidato ao governo do Acre pelo União Brasil, Marcio Bittar, participou na manhã deste sábado (24) de uma reunião política com pastores, entre os quais Antônio José, candidato a deputado federal. No encontro estava ainda o candidato a deputado estadual Josemir Anute. Na noite anterior Bittar esteve na Vila do V, em Porto Acre, para prestigiar encontro realizado pelo também postulante a uma cadeira na Assembleia Legislativa, professor Luan Luz.

Em ambos os encontros, Bittar lembrou a importância, para o Acre, da reeleição do atual presidente da República. “Bolsonaro já fez muito pelo Estado nestes quatro anos, e vai fazer muito mais no próximo mandato”, disse ele.

Aos pastores e fiéis presentes na reunião deste sábado, ele lembrou que Bolsonaro é contra o aborto e a descriminalização das drogas, duas pautas defendidas pelo principal adversário político do presidente nas eleições deste ano.

“Bolsonaro é a favor da vida, e já provou que reconhece a maior votação que o Acre, proporcionalmente, lhe deu na eleição de 2018. Nós vamos repetir esse feito, e é por isso que peço votos para ele por onde tenho passado”, disse Bittar.

O senador licenciado lembrou ainda que, durante a pandemia, foi Bolsonaro quem providenciou 1,5 milhão de doses de vacina para os acreanos e os respiradores que salvaram centenas de vidas.

Entre os feitos do presidente em prol dos acreanos, Bittar elencou ainda importantes obras de infraestrutura na capital e no interior do Estado, a exemplo dos viadutos a serem construídos em Rio Branco, o anel viário de Brasileia e Epitaciolândia e a pavimentação da Estrada da Variante, em Xapuri.

“Foi com o apoio do Bolsonaro que consegui, como relator do orçamento, enviar mais de 1 bilhão de reais para todas as prefeituras e para o governo do Estado”, concluiu Marcio Bittar.

Continuar lendo

Acre

No Acre, ex-flamengo Léo Moura pede voto para Alan Rick

Publicado

em

O programa em que o ex-lateral do Flamengo, Léo Moura, pede que o Acre eleja Alan Rick Senador começou a circular no horário eleitoral gratuito das TVs e rádios nesta sexta-feira, 23. O candidato replicou a peça em suas redes sociais.

Léo Moura esteve no Acre na última quarta-feira, 21, para visitar o núcleo da escolinha de futebol Passaporte para Vitória, na Cidade do Povo, em Rio Branco. O Acre ganhou dois núcleos da escolinha com emenda destinada por Alan Rick e já contempla 600 crianças e adolescentes gratuitamente. O segundo funciona em Cruzeiro do Sul.

No programa eleitoral gravado no campo da Cidade do Povo, construído com emenda de Alan Rick, Léo agradeceu a destinação dos recursos para instalação dos núcleos. “Graças a você esse projeto chegou aqui no Acre, fruto de emenda sua. Estou muito feliz por essas crianças estarem sendo beneficiadas por esse projeto. Então, quero fazer um pedido a população: no dia 2 de outubro, para o Senado, é Alan Rick 444”, disse.

Alan Rick tem dito em entrevistas que deseja expandir o projeto. “Esse é um trabalho social muito importante, ocupa parte do contraturno escolar das crianças e adolescentes, ensina valores, forma cidadãos, além de criar a oportunidade de desenvolver talentos. Quem sabe surjam novos craques como o goleiro Weverton, acreano, como o próprio Léo, que nasceram em famílias sem condições financeiras de matricula-los em uma escolinha de futebol particular. Se Deus quiser, poderemos instalar núcleos do Passaporte para Vitória em outros municípios acreanos”, disse em entrevista ao jornalista José Alex.

Continuar lendo

Acre

Relator decide na próxima semana se aceita denúncia contra Gerlen

Publicado

em

Nesta próxima semana, o desembargador Laudivon Nogueira, vai decidir se aceita ou não a denúncia de crime eleitoral supostamente praticado pelo deputado estadual Gerlen Diniz, Progressistas.

Gerlen, que é candidato a deputado federal, foi denunciado à justiça eleitoral por ter pedido voto na tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) durante discurso realizado na sessão realizada pelo parlamento estadual no último dia 13 de setembro.

Após ser alertado por outros parlamentares de que poderia estar incorrendo em possível crime eleitoral, Gerlen Diniz pediu que seu pedido de voto fosse retirado das notas taquigráficas e o vídeo da sessão foi retirado das redes sociais.

No processo enviado à justiça eleitoral, é pedido uma ação de investigação judicial eleitoral já que Gerlen teria cometido crime eleitoral ao pedir votos em um setor público, o que é vedado pela lei.

De acordo com a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE), o desembargador Laudivon Nogueira, relator, deve manifestar seu voto em relação ao processo durante a próxima semana, ainda antes da eleição.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.