Conecte-se agora

Dindim doa terreno a sindicato do Judiciário e vai ajudar na terraplanagem da área

Publicado

em

Jairo Carioca,
da redação de ac24horas
[email protected]

O prefeito Dindim Pinheiro, do município de Feijó, cidade localizada na região central do Estado, doou um terreno de 1,5 hectares para o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Acre [Sinspejac]. O prefeito que é funcionário do Tribunal de Justiça, afastado por causa do mandato, prometeu ainda ajudar na terraplanagem da área. O objetivo da diretoria sindical é construir uma sede de lazer para ajudar na qualidade de vida dos funcionários.

Com o objetivo de descentralizar atividades do sindicato e implantar pólos sedes do sindicato no interior, o presidente Leuson Rangel vem conversando com os prefeitos dos municípios. Nos encontros, a diretoria sindical também se reúne com servidores e atualiza a pauta de reinvindicações.

– É um trabalho inédito, além de reforçarmos nossas metas pela qualidade de vida, estamos ouvindo sem distinção de quem mora na capital ou no interior, todos os servidores. Acreditamos que assim construiremos um PCCR mais justo – destacou Rangel.

Destaque 2

Polícia é recebida a bala em rota do tráfico entre Acre e Peru e troca tiros com traficantes

Publicado

em

Militares do Grupamento de Operações Especiais, da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, chegavam a uma localidade no Rio Juruá Mirim, no último sábado, 14, quando foram recebidos à bala por quatro homens que estavam em uma residência. O local é conhecido como rota do tráfico na divisa entre Acre e Peru, onde os traficantes buscam a droga que entra no estado.

Os disparos aconteceram quando a guarnição se aproximava do local conhecido como Chico da Quelé. A equipe também atirou contra os indivíduos, que se embrenharam em área de mata e conseguiram fugir.

O objetivo da missão no Rio Mirim era inibir o tráfico de drogas. A área onde aconteceram os disparos, segundo os militares do GOE, já é próxima ao Peru e é conhecida como rota do tráfico.

No Registro feitos pelos policiais e entregue na delegacia de Polícia Civil e para o comandante da PM eles afirmam que “mesmo após buscas pelo raio aproximado, afim de encontrar algum dos indivíduos, até mesmo um deles atingido, não foi possível. Avistamos material que usam para o transporte e acomodação da droga, e também os suprimentos dos indivíduos. Como nada mais contundente foi encontrado, deixamos o local”, citaram os militares.

O comandante da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, tenente coronel Edvan Rogério, disse que novas operações serão feitas no local. “Nossa atuação naquela região é continua e será reforçada. Não vão intimidar a Polícia Militar do Acre com tiros”, afirma.

Continuar lendo

Acre 01

Governo investe R$ 350 mil e reinaugura Delegacia de Flagrantes em Rio Branco

Publicado

em

Fotos: Sérgio Vale

Ao lado de autoridades, o governador Gladson Cameli, Progressistas, reinaugurou em solenidade no fim da tarde desta segunda-feira, 16, a nova e moderna sede da Delegacia de Flagrantes (Defla), localizada no bairro Estação Experimental, em Rio Branco.

A Defla havia sido desativada em novembro do ano passado e, na ocasião, foi transferida para a unidade da Cidade do Povo. O governo investiu na obra cerca de R$ 350 mil.

O governador Gladson Cameli, usou o dispositivo e fez um pronunciamento elencando as ações estruturantes realizadas na sua gestão. “Eu tenho uma responsabilidade com mais de um milhão de pessoas onde não vou colocar em risco a folha de pagamento. Houve um aumento na época de 30% e causou atraso no repasse aos servidores”, declarou.

O chefe do executivo acreano fez questão ainda de alfinetar os opositores políticos que semeiam discórdia. “Quem quiser reclamar, vai reclamar e quem quiser ajudar vai ajudar. Todos têm sua parcela de contribuição [governadores]”, argumentou, relembrando as obras deixadas pós-pandemia – como o Hospital de Campanha.

O delegado-geral de Polícia Civil, Henrique Maciel, disse que a reforma do espaço é um marco na gestão de Cameli. Segundo ele, a iniciativa do Poder Executivo nas sedes da delegacia de Polícia Civil era uma reivindicação do governo desde o início do mandato. “Hoje estamos entregando um conforto aos polícias e para quem busca atendimento. O senhor [Gladson] já está na história como o governador que mais apoiou a segurança pública”, ressaltou.

O coordenador-geral da Delegacia de Flagrantes, delegado Emylson Farias, contou que a inauguração é muito importante e deve proporcionar bom atendimento à população. “Esse ambiente vai acolher com recepção 24 horas por dia. Cerca de 70% da população utiliza esse espaço. Outro viés importante é o local de trabalho dos polícias”, declarou, rasgando elogios ao governador Gladson Cameli.

Farias disse ainda que o governo também criou na delegacia uma sala moderna que visa atender às mulheres vítimas de agressão domiciliar. “Vamos ter acolhimento à mulher vítima de estupro, violência doméstica. Ela vai ser muito bem acolhida”, ressaltou.

O governo do Estado também atendeu um pedido da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC) e colocou na Delegacia de Flagrantes (Defla) uma sala de atendimento, que tem o objetivo de proporcionar um espaço confortável para a execução do trabalho dos advogados.

O pedido já havia sido feito há algum tempo pela classe de advogados criminalistas e, por várias vezes, chegou para a Comissão de Prerrogativas. Sobre a iniciativa, Socorro Rodrigues, presidente em exercício da OAB-AC, enalteceu o atendimento da gestão da solicitação. “A OAB fez uma reivindicação antiga. Agora vão poder falar e conversar com seus clientes. Os funcionários precisam de um ambiente limpo e com humanidade. Obrigado por atender a nossa reivindicação, pois essa criação da sala vem tornar humano para as vítimas da agressão domiciliar”, comemorou.

Alan Rick, deputado federal, fez questão de parabenizar a iniciativa da reforma da nova sede da Defla pelo governo do Estado. “Fico feliz em ajudar a segurança e a Polícia Civil. É uma satisfação ajudar a segurança pública. O governo Gladson Cameli é o que mais ajudou o Acre no melhoramento da segurança. É uma marca que ninguém pode tirar”, comentou.

O deputado estadual José Bestene, Progressistas, relembrou que há um pouco tempo atrás, estava precisando de atendimento na Defla e se deparou com as péssimas condições e falta de combustível. “Eu tirei do bolso e a gente conseguiu achar os bandidos”, encerrou.

Fotos de Sérgio Vale/ac24horas

Continuar lendo

Acre

Pré-candidato ao governo, Jenilson quer investir no setor agrícola

Publicado

em

O pré-candidato a governador do Acre pelo PSB, deputado estadual Jenilson Leite, tem se dedicado a conhecer as plantações agrícolas de moradores da zona rural de Rio Branco. Uma das propriedades que visitou foi a do ex-secretário de Produção e Agroindústria, José Carlos Reis, onde ele mantém, 3m 15 hectares de terra, plantações de banana, açaí e café.

Além das cultivares, Reis pretende ainda desenvolver a criação de abelhas. No caso do açaí, ele cultiva o nativo e o de plantação, modelo de desenvolvimento que Jenilson aposta como saída econômica para o Acre. Algo que já ocorre no estado do Pará, onde o pré-candidato esteve recentemente, e gera uma economia de cinco bilhões reais, resultando em uma boa participação no Produto Interno Bruto (PIB).

Na conversa com o pré-candidato, o produtor agradeceu a visita. “O Jenilson é um amigo de longas caminhadas, e é uma pessoa que pensa no Acre mais produtivo e mais desenvolvido, com a participação dos pequenos produtores que possuem as maiores propriedades. E o Jenilson é um político atualizado com esse tema, buscando resolver esses problemas da agricultura familiar através da política. O Jenilson é um dos políticos que está nos bons caminhos”, diz o ex-secretário, que aposta na capacidade de crescimento do Acre a partir do setor agrícola.

Entendendo a importância da agricultura e pecuária, Jenilson Leite tem percorrido o Acre e outros estados para conhecer as formas de produção agrícola para construir um plano de Governo que possa colocar o estado do Acre no caminho do desenvolvimento. Para ele, que também é técnico em agropecuária, a agricultura foi e continua sendo um dos principais setores da economia brasileira. O setor agrícola tem produzido a maior parte do produto nacional bruto e é através dele que é gerada uma grande parte das oportunidades de emprego e exportação.

“Nos últimos anos o nosso setor produtivo voltado para a agricultura não avançou, temos uma participação tímida desse setor, assim como a pecuária que hoje representam, juntos, apenas 8% do PIB acreano”, observa Leite.

O pré-candidato ainda destacou que José Carlos Reis vai ajudá-lo na construção do plano de Governo. Com sua experiência como gestor e como produtor, poderá contribuir muito nessa área.

“O Reis é um amigo nosso que muito contribuiu com o Acre, desde quando esteve à frente da SEPA e da Secretaria de Pequenos Negócios, e hoje aposta na agricultura familiar como forma de geração de renda. Agradeço por estar se colocando à disposição para auxiliar no projeto de Governo, na parte do setor agrícola. Para gerar emprego, o Estado precisa de investimentos no setor agrícola. Quando dermos o apoio necessário aos pequenos produtores, com ajuda na mecanização, incentivos fiscais e capacitação técnica, vamos conseguir avançar “, afirma Leite.

Continuar lendo

Acre 01

Segurança Pública do Acre pode perder R$ 14 milhões, alerta senador Petecão

Publicado

em

O coordenador da bancada federal do Acre, senador Sérgio Petecão (PSD), alertou o governo estadual, nesta segunda-feira, 16, sobre a possibilidade da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp) perder quase R$ 14,8 milhões em verbas, vindas do Ministério da Justiça, para o aparelhamento das forças de Segurança Pública do Estado.

A verba faz parte de emenda da bancada federal, no valor de R$ 20 milhões, destinada a aquisição de veículos, viaturas, aparelhos de informática, armamento e munições, dentre outros itens para equipar as forças policiais e o Corpo de Bombeiros do Acre.

De acordo com o ofício enviado pelo Ministério da Justiça, grande parte dos recursos viabilizados pela bancada federal em 2019 está sem processos licitatórios e pode ser cancelado em 31 de dezembro deste ano, caso o governo do Estado não cumpra o cronograma estabelecido pelo órgão.

Petecão voltou a fazer duras críticas ao governo estadual pela demora nos processos de licitação. De acordo com o parlamentar, a bancada destinou verbas para a Segurança Pública no Acre, em 2017, no valor de R$ 39 milhões e 2019, no valor de R$ 20 milhões, e boa parte não foi licitada.

“Do valor que a bancada destinou em 2017 para a segurança pública do Acre, quase 9 milhões de reais estavam praticamente perdidos por falta de licitação, conseguimos contornar a situação no Ministério. Agora, há a possibilidade de perder outros R$ 14 milhões de 2019 pelo mesmo motivo, falta de licitação”, afirmou Petecão.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!