Menu

Único meio tecnológico de medição do Rio Acre é roubado na Capital

Foto: fotografia feita no dia 10/02/24, para matéria que abordava o roubo de componentes do equipamento I Whidy Melo/ac24horas
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A Plataforma de Coleta de Dados da Agência Nacional de Águas da ponte Juscelino Kubitschek, único meio tecnológico que auxilia os órgãos de defesa na medição do rio Acre em tempo real na capital do Acre, foi roubado. Com isso, o único método de leitura do rio Acre disponível é a régua.


No dia 10 de janeiro, o ac24horas publicou que o equipamento teve os fios furtados e estava fora de operação há três dias. De acordo com técnicos do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), há cerca de três semanas criminosos levaram todo o restante do equipamento, que tem o custo estimado de R$ 50 mil. Apesar deste valor, nos sucatões irregulares, para onde deve ter sido levada a plataforma, a peça é vendida como material comum, já que o valor real do produto está ligado à sua utilidade operacional.

Publicidade

Sem a plataforma, que pertence a órgão federal, as defesas civis municipal e estadual, bem como a ANA e CPRM, deixam de ter a informação do nível do rio Acre em Rio Branco em tempo real.


Portanto, quando estes órgãos precisam acompanhar o leito do rio, têm que se dirigir até a régua de medição na cabeceira da ponte, o que pode atrasar o tempo de resposta das autoridades no socorro às vítimas de alagação. Outro dado importante que deixa de ser colhido sem o equipamento, é o volume da passagem da água por período.


Ainda de acordo com os técnicos do CPRM, um novo equipamento está em Porto Velho – RO e aguarda trâmites burocráticos para ser entregue em Rio Branco.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido