Conecte-se agora

Nunca fui “bolsonarista raiz” e não vou entrar em guerra ideológica, diz Tarcísio à CNN

Publicado

em

O governador eleito de São Paulo, Tarcísio de Freitas, disse à CNN que nunca foi um “bolsonarista raiz” e que não pretende entrar em guerra ideológica no seu governo.

“Eu nunca fui bolsonarista raiz. Comungo das ideias econômicas principalmente desse governo Bolsonaro. A valorização da livre iniciativa, os estímulos ao empreendedorismo, a busca do capital privado, a visão liberal. Sou cristão, contra aborto, contra liberação de drogas, mas não vou entrar em guerra ideológica e cultural”, afirmou à CNN.

Ele também defendeu a pacificação do país e se disse contrariado com as críticas que recebe, por vezes, de bolsonaristas. A mais recente delas, por ter se sentado ao lado do ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso que, segundo Tarcísio, é “preparadíssimo e razoável”.

Barroso foi um dos alvos constantes do presidente Jair Bolsonaro durante sua gestão. Para o governador eleito, inclusive, um dos erros do governo federal foi entrar em conflito com o Judiciário.“O Brasil está muito tenso e dividido. Precisa pacificar. Outro dia morreu o (ex-governador) Fleury. Eu coloco lá uma mensagem nas redes sociais para confortar a família. Trata-se de um ex-governador do estado que eu vou governar. E recebo críticas”, diz.

“Depois, tinha um evento em que teve um jantar com ministros do STF, STJ, TSE, TCU. E, na divisão das mesas, me botaram ao lado do ministro Barroso. Queriam que eu me levantasse e saísse? Sou governador eleito de São Paulo. Vou conversar com ministros do STF.”

“Não vou fazer o que erramos no governo federal de tensionar com Poderes. Vamos conversar com ministros do STF. E Barroso é um ministro preparadíssimo, razoável. Sempre que eu, na condição de ministro [da Infraestrutura], precisei dele, ele ajudou o ministério. Sempre votou a favor das nossas demandas. Mas ‘os caras’ me esculhambaram”, afirmou.

Ele também falou que recomendou ao presidente Jair Bolsonaro que “deixe o casulo” para liderar a oposição e a centro-direita do país.

“Tenho muita gratidão pelo presidente e temos conversado quando vou a Brasília. Tenho falado muito da necessidade de ele sair do casulo, de se posicionar como liderança de centro-direita, de atuar na sucessão da mesa e fazer uma oposição responsável e ser voz crítica, por exemplo, da maneira como a PEC [do Estouro] foi apresentada.”

Tarcísio disse ainda achar difícil que Paulo Guedes aceite o cargo para o qual foi sondado — de secretário da Fazenda — e afirmou que a tendência é de que um ex-assessor de Guedes, Samuel Kinoshita, seja o secretário.

“Para mim seria um luxo [ter Paulo Guedes como secretário de Fazenda]. Seria muito bom. O Brasil está crescendo e criando empregos. Estamos deixando o país com 74% de relação dívida/PIB. Mas acho muito difícil ele aceitar. Daí o secretário será o Samuel Kinoshita, que era da equipe do Guedes, coordenou o plano econômico e conduz a área de economia da transição.”

O governador eleito também disse à CNN estimar que a Sabesp valha cerca de R$ 60 bilhões e que ele indicará para seu comando alguém ligado ao mercado, justamente para sinalizar que a privatização avançará.

Segundo ele, André Salcedo, ex-diretor de Fomento e Desenvolvimento da Infraestrutura no Ministério da Infraestrutura, deve ser o presidente da estatal. Tarcísio afirmou que pretende privatizar a empresa em dois anos, em um modelo que os municípios do estado possam obter recursos também.

“Vamos começar a discutir imediatamente. Se olharmos em uma primeira olhada, é possível dizer que ela pode valer R$ 60 bilhões, mas pode ser mais. Deve demorar uns dois anos para sair. O mais difícil, que foi listá-la na Bolsa, já foi feito. Agora é tocar o processo.”

“Vamos pensar em alguma fórmula semelhante à da cessão onerosa que foi feita em Brasília, que os municípios possam ganhar também, que haja ganhos financeiros para eles em um modelo de divisão de bônus. Vou por na Sabesp caras de mercado que vão sinalizar como seguir em frente. Deve ser o Andre Salcedo o presidente.”

Veja a seguir os principais trechos:

Relação com o bolsonarismo

“Eu nunca fui bolsonarista raiz. Comungo das ideias econômicas principalmente desse governo Bolsonaro. A valorização da livre iniciativa, os estímulos ao empreendedorismo, a busca do capital privado, a visão liberal. Sou cristão, contra aborto, contra liberação de drogas, mas não vou entrar em guerra cultural.”

“Nunca fui político. Não tenho paixão pelo cargo. Eu fico assustado porque as pessoas me param na rua para tirar, dizem que votaram em mim, pedem que eu não as decepcione. O Brasil está muito tenso e dividido. Precisa pacificar. Outro dia morreu o (ex-governador) Fleury. Eu coloco lá uma mensagem nas redes sociais para confortar a família. Trata-se de um ex-governador doe estado que eu vou governar. E recebo críticas.”

“Depois, tinha um evento em que teve um jantar com ministros do STF, STJ, TSE, TCU. E, na divisão das mesas, me botaram ao lado do ministro Barroso. Queriam que eu me levantasse e saísse? Sou governador eleito de São Paulo.”

“Vou conversar com ministros do STF. Não vou fazer o que erramos no governo federal de tensionar com Poderes. Vamos conversar com ministros do STF. E Barroso é um ministro preparadíssimo, razoável. Sempre que eu, na condição de ministro, precisei dele, ele ajudou o ministério. Sempre votou a favor das nossas demandas. Mas ‘os caras’ me esculhambaram.”

“É só ver o que foi minha atuação no ministério [da Infraestrutura]. Será do mesmo jeito. Uma atuação técnica. Eu quero dar resultado. Vou me engajar nessa questão do resultado. E será como fui no ministério. Não me envolvi em polêmica. Não entrava na questão ideológica.

“Eu quero que São Paulo cresça. Que na educação haja resultados para jovens e crianças. Melhorar o Ideb. Que os jovens possam ter ensino técnico profissionalizante. Eu não vou estar imerso em guerra ideológica. Meu foco é atrair emprego, concluir projetos de infraestrutura.”

“Minha definição de sucesso de governo é diminuir drasticamente o número de pessoas morando nas ruas, drasticamente as que esperam para realizar cirurgias eletivas, aumentar obras do metrô, fazer o trem intracidades, a travessia seca entre Santos e Guarujá, trazer empresas. É por aí.

Cotidiano

Governo segue o cronograma do mutirão de cirurgias na Fundhacre por mais seis meses

Publicado

em

O governo do Acre, por meio da Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), vem seguindo o cronograma do mutirão de cirurgias na unidade hospitalar. Nesta segunda-feira, 6, pacientes que se encontram na fila de espera nas especialidades de cirurgia-geral e vascular compareceram no hospital para realização dos exames pré-operatórios que seguem em sua terceira fase.

A diretora-geral do hospital, Duciana Araújo, explica que a programação mensal é que 250 pacientes sejam operados no mutirão, que terá durabilidade de mais seis meses.

“O nosso planejamento é manter as cirurgias eletivas como vêm acontecendo na rotina do nosso centro cirúrgico e a rotina do nosso mutirão de cirurgias com a meta principal de 250 cirurgias por mês”, salientou a gestora.

Maria Ivete de Souza Rodrigues, 52 anos, mora em Rio Branco. A paciente tem problemas vasculares, e precisava passar pelo procedimento cirúrgico. Ao lado da filha Cleane de Souza, relata que tem esperança que tudo ocorra com êxito.

“Posso dizer que hoje estou ansiosa e feliz em fazer a operação. Tem sido difícil pra mim, sinto muitas dores, principalmente na perna esquerda, que está muito inflamada. Já cheguei a ir para o centro cirúrgico e na hora o procedimento ser cancelado devido à trombose. Isso tudo me causou muito sofrimento, porque é uma cirurgia de risco”, disse a paciente Maria Rodrigues.

O Mutirão

Em maio de 2022, o governo lançou o mutirão de cirurgias na Fundhacre, o intuito foi diminuir a fila de espera e promover a qualidade de vida daqueles que aguardavam uma cirurgia eletiva. Assim ocorreu a ampliação do centro cirúrgico e toda uma organização na logística para recepcionar os pacientes que vinham tanto da capital quanto do interior do estado.

As primeiras cirurgias realizadas ocorreram em julho, com duração de seis meses, totalizando 1.237 procedimentos. Atualmente vêm sendo contempladas no mutirão cirurgias nas especialidades de urologia, vascular, mastologia, ginecologia, cirurgia geral e pediatria.

A continuidade do mutirão de cirurgias é um compromisso do governo do Estado em oferecer dignidade às pessoas que há anos aguardam por uma intervenção cirúrgica na rede pública de Saúde.

Continuar lendo

Cotidiano

Eduardo Ribeiro fala sobre a criação de um Pólo Tecnológico na Gameleira

Publicado

em

O deputado estadual, Eduardo Ribeiro (PSD), concedeu entrevista ao jornal Bom dia Acre, da Tv Acre, nesta segunda-feira, 6. Durante a conversa, ele sugeriu o melhor aproveitamento do Calçadão da Gameleira, com a criação de um Pólo Tecnológico, voltado para geração de oportunidades para a juventude acreana.

“A gente precisa ajudar sobretudo a nossa juventude, e isso passa pela geração de emprego. Por exemplo, o Calçadão da Gameleira, pode ser um Pólo de novas tecnologias, de incentivo para a juventude, para gerar novas oportunidades, incentivo à criação de novos aplicativos, enfim”, disse.

Quando indagado sobre as prioridades de seu mandato, o parlamentar fez questão de frisar sua preocupação com a geração de emprego, renda e demais oportunidades à população acreana, em especial aos jovens.

“O povo acreano é muito inteligente, é um povo sábio, trabalhador, tenho certeza que com as ferramentas necessárias as coisas vão avançar”, concluiu.

Continuar lendo

Cotidiano

Em ritmo de Carnaval, Carreta da Alegria anuncia nova temporada em Rio Branco

Publicado

em

A Carreta da Alegria Sonho Meu, que está com programação em Brasileia, anunciou uma nova temporada em Rio Branco, durante os dias 14 a 28 de fevereiro.

Fazendo a alegria da criançada e do público jovem, o grupo estará de volta com os personagens mais famosos da TV, como Fofão, Kiko, Goku, entre outros, para uma passagem rápida, ao estilo de carnaval.

“Aow Rio Branco, estamos chegando para fazer o MAIOR evento de carnaval”, informaram nas redes sociais.

Com muita música, coreografias e manobras radicais, os passeios devem ocorrer das 16h até às 22h, nas sextas-feiras e das 15h às 22h, nos sábados, domingos e feriados.

Continuar lendo

Cotidiano

PM, prefeitura e judiciário criam Academia da 3ª Idade que vai beneficiar idosos em Xapuri

Publicado

em

O grupo de idosos de Xapuri que se junta para a prática de atividades físicas tão importantes para quem chega à 3ª idade vai ter a partir deste mês de fevereiro ainda mais condições de ter uma vida mais saudável.

É que uma parceria da Polícia Militar, da prefeitura do município e também do judiciário, vai permitir que os idosos usem a academia da PM para praticar os exercícios. É que os idosos, por falta de um espaço adequado, faziam suas atividades em uma praça. São aproximadamente “Observamos que os nossos idosos faziam suas atividades físicas no meio da praça. Decidimos disponibilizar a nossa academia para que eles possam se exercitar”, afirma o tenente Roberto Farias, comandante da PM em Xapuri.

O grupo de idosos é formado por mais de 60 pessoas com média de idade entre 60 e 80 anos e já existe há mais de 10 anos.

A Academia da 3ª Idade conta com a parceria da prefeitura de Xapuri que vai disponibilizar um cuidador de idoso e um educador físico. “Os equipamentos foram enviados pelo Comando Geral e ontem recebemos a visita dos idosos para que eles conhecessem a nossa estrutura. Agora vamos apenas terminar o piso e logo após o carnaval iniciaremos esse projeto de muita importância para os nossos idosos xapurienses”, afirma Farias.

 

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.