Conecte-se agora

Mau tempo pode atrasar resultado da eleição no Vale do Juruá, prevê TRE

Publicado

em

Apesar do horário da votação no Acre ter mudado para garantir apuração de forma simultânea em todo o Brasil nas eleições de domingo, 2, o mau tempo em localidades de difícil acesso no Vale do Juruá poderá atrasar o resultado final da eleição no Acre.

Em seis localidades de difícil acesso, como Terras indígenas e seringais, onde 70 urnas serão usadas, depois de encerrada a votação os dados serão enviados para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por meio de um Bgan.

Trata se de um telefone com modem via satélite sem acesso a Internet exclusivo para o envio de votos, que sofre interferência em caso de mau tempo.

O técnico judiciário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Acre, Ilis Sandro Arena, diz que o clima poderá interferir no envio via Bgan

“Se tiver muita chuva ou o tempo estiver nublado pode ter atraso na comunicação. Mas assim que a chuva passar, os mesários vão ficar tentando até conseguir enviar. Durante o treinamento, os mesários foram instruídos, em casos assim, a buscar outros locais até conseguir mandar o resultado via satélite”, explica.

Mas a equipe gestora do Cartório Eleitoral da 4° Zona destaca que se não for possível a comunicação no mesmo dia com o TSE, o Tribunal divulga o resultado das eleições no Brasil em 2 de outubro citando o percentual que fica faltando para a totalização final dos votos.

“Mas contamos e esperamos que isso não aconteça e dê tudo certo”, afirmam.

Em algumas localidades de difícil acesso no Vale do Juruá, as urnas e equipes só chegam de barco, avião e helicóptero. Há viagens de barco que duram até 18 horas.

Na rede

Bêbado, servidor terceirizado da Ufac é preso dirigindo carro oficial com duas menores em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O servidor terceirizado da Universidade Federal do Acre (Ufac), Agailton Negreiros, de 52 anos, foi preso no último sábado, 3, em Cruzeiro do Sul pela Polícia Militar ao ser flagrado dirigindo um carro oficial do Campus Floresta, sob efeito de bebida alcoólica e com duas menores, uma de 13 e outra de 15 anos de idade no veículo.

O homem foi denunciado de forma anônima e a Polícia Militar o localizou na Avenida 25 de Agosto. Para a polícia, as meninas contaram que ele havia oferecido carona e lanche para que elas entrassem no carro e que não conheciam o indivíduo.

O teste do bafômetro mostrou que havia 0,66 mg/l no organismo de Agailton, que recebeu voz de prisão por dirigir sob a influência de álcool. A PM o conduziu à Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul para onde as menores também foram levadas e o Conselho Tutelar foi acionado.

Em Nota, a Ufac explica que Agailton não é servidor efetivo da universidade, mas colaborador terceirizado, ligado à empresa responsável pelo contrato de transporte. A instituição relata que o homem teve acesso à garagem do Campus Floresta, sem autorização institucional, e utilizou um veículo oficial para fins particulares.

Ainda segundo a instituição, ele foi afastado preventivamente da função ainda na noite de domingo, 4, até a total apuração dos fatos junto à empresa responsável.

“A Ufac não compactua com o mal uso dos bens públicos e mantém o comprometimento com a excelente gestão pública e o respeito às leis, tratando com rigor qualquer comportamento irregular”, diz a nota.

Continuar lendo

Na rede

Trio é preso transportando mais de 10 kg de drogas na BR-364 entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco

Publicado

em

O casal Lucas Luposo e Amanda da Silva Costa, que estava na companhia de outro homem, ainda não identificado, foram presos na madrugada deste domingo, 4, na BR-364, quando levavam quase 10 quilos de cocaína e maconha, de Cruzeiro do Sul para Rio Branco.

A ação foi das guarnições dos grupos Tático e de Policiamento com Cães do 7º Batalhão da Polícia Militar de Tarauacá, que já tinham informações de que um casal estaria traficando entorpecentes com a ajuda de um “batedor”, que seguia na frente na tentativa de garantir o sucesso do transporte da droga.

Os policiais interceptaram o trio e, com o auxílio de um cão farejador, localizaram 5 quilos de cocaína e 4,5 quilos de maconha. Os três receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia de Tarauacá.

Continuar lendo

Na rede

Léo Moura, ex-Flamengo, irá abrir uma escola de futebol em terra indígena do Acre

Publicado

em

O ex-lateral do Flamengo, Léo Moura, que está no Acre, vai abrir uma escola de futebol na Terra Indígena Puyanawa, no município de Mâncio Lima. A unidade do projeto Passaporte para a Vitória vai funcionar na Aldeia Barão, onde o atleta esteve neste sábado, 3, chorou emocionado e dançou com os indígenas.

Na fala dele, Léo se emocionou e disse que nunca imaginou alcançar os indígenas com a iniciativa sócio-esportiva, que desenvolve em vários Estados e que já existe no Acre.

“Nem nos meus melhores sonhos eu imaginei que fosse chegar a ter uma escola de futebol em uma comunidade indígena. Agradeço a Deus e todos que estão comigo nessa caminhada, especialmente a você por ter chego aqui no Acre. E esse momento vai ficar gravado pro resto da minha vida “, citou o atleta, agradecendo ao Cacique e vereador Joel Puyanawa e ao deputado federal Alan Rick.

Léo também anunciou a ação nas redes sociais dele.

A agenda do jogador é promovida no Acre pelo deputado federal Alan Rick, que já acompanhou Léo Moura em uma partida de futebol em Cruzeiro do Sul.

O projeto social de futebol “Passaporte para Vitória” é uma iniciativa do Instituto Léo Moura, uma organização não governamental, idealizada pelo ex-jogador de futebol com a missão de trabalhar a educação e cidadania e auxiliar na formação de crianças e adolescentes, de ambos os sexos, por meio do esporte.

O Projeto objetiva gerar oportunidades para meninos e meninas de 5 a 15 anos em sua formação cidadã e sócio-esportiva, contribuindo no desenvolvimento de atletas para o futebol profissional.

Através do Ministério da Cidadania – Secretaria Especial do Esporte, sob gestão do Instituto Léo Moura, há núcleos oficiais das escolinhas de futebol do Projeto Passaporte Para a Vitória em vários Estados, incluindo o Acre.

O deputado federal Alan Rick destinou R$ 350 mil em emenda parlamentar para a instalação de dois núcleos da escolinha de futebol Passaporte para Vitória no Acre, sendo uma em Rio Branco e outra em Cruzeiro do Sul. O da capital, na Cidade do Povo e o de Cruzeiro na Vila Olímpica da cidade, com objetivo de beneficiar 600 crianças.

play-rounded-fill
Continuar lendo

Na rede

Avenida Presidente Juscelino Kubitschek é a campeã da Promoção Minha Rua é Louca pelo Brasil em Rodrigues Alves

Publicado

em

A avenida Presidente Juscelino Kubitschek, no Bairro Manoel Gomes, é a campeã da Promoção Minha Rua é Louca pelo Brasil em Rodrigues Alves. A via, apontada pelo ac24horas como a mais enfeitada do Acre, se destaca pelo volume e beleza da ornamentação.

O anúncio foi feito após o jogo entre Brasil e Camarões, na praça Antônio Guilherme, nesta sexta-feira, 2, pela comissão organizadora da promoção, formada pelo governo do Estado, Associação Comercial e Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Acre – Federacre. A premiação será entregue na próxima sexta-feira, 9.

“Não comemoramos o jogo do Brasil, mas comemoramos o resultado do concurso e nosso bairro foi merecedor”, disse Orleildo Bussons, um dos moradores da localidade.

Para alcançar a vitória, os moradores do bairro Manoel Gomes levaram 20 dias para deixar tudo pronto e o investimento foi de R$ 7 mil. Eles utilizaram mais de 100 litros de tinta e 1.400 metros de tecidos com as cores da Bandeira do Brasil. Um minicampo de futebol foi feito no local.

Neste sábado, 3, os moradores da avenida Juscelino Kubitschek vão fazer a Festa da Copa no local, com som, venda de alimentos e espaço para as fotografias.

O bairro Centro foi o segundo colocado, seguido do bairro da Cohab, na Promoção Minha Rua é Louca pelo Brasil de Rodrigues Alves.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.