Conecte-se agora

Enem 2022: inscrições terminam amanhã; veja principais pontos para confirmar participação

Modalidade da prova e idioma devem ser identificados pelo estudante já na inscrição

Publicado

em

O prazo para inscrição na edição 2022 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) encerra às 23h59 de amanhã, dia 21. Já no primeiro dia, o exame recebeu 1 milhão de solicitações. A expectativa do Ministério da Educação é que o número final supere o total do ano passado, quando 3 milhões de estudantes se inscreveram para a prova.

As provas, tanto para a versão impressa quanto para a digital, serão aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro. O Enem é a principal porta de entrada para o ensino superior, por meio de bolsas de estudos em faculdades privadas (Prouni), Financiamento Estudantil do Governo (Fies) e vagas em faculdades públicas (Sisu).

No momento da inscrição, o candidato escolhe se quer fazer a prova de língua estrangeira em inglês ou espanhol. Ele escolhe também se quer o exame impresso ou digital e diz se precisa de algum atendimento especial (acessibilidade, por exemplo). O estudante também preenche um questionário socioeconômico, informa se já concluiu o ensino médio e outras informações cadastrais.

Além da preocupação com a rotina de estudos, os estudantes não devem deixar de lado alguns detalhes que podem comprometer a participação na avaliação, como deixar de pagar o boleto de inscrição – para os não isentos. Confira, abaixo, os principais passos da inscrição. 

Pagamento do Enem 2022

Para garantir a participação no Enem 2022, os candidatos não isentos devem realizar o pagamento da taxa de inscrição até o dia 27 de maio. Nesta edição, o valor segue o mesmo das últimas, R$ 85, mas com novas formas de pagamento.

Além do tradicional boleto, os estudantes podem optar por quitar via Pix ou cartão de crédito. Ao optar pela primeira opção, será gerado um QR Code ou um código de pagamento automaticamente na Página do Participante. Com o código em mãos, o inscrito pode efetuar o pagamento com aplicativo do banco de preferência, 

Já na opção cartão de crédito, será acrescentado o valor de R$ 2, 54, referente à taxa administrativa de 2,99%. Então, quem optar por essa forma pagará o valor final de 87,54, podendo parcelá-lo. 

O inscrito pode baixar o boleto quantas vezes quiser na Página do Participante. Ao entrar no site, basta ir até a opção “Pagamentos/Isenção” e clicar em “Baixar seu boleto”. O documento pode ser quitado direto no aplicativo do seu banco, via internet banking, agências bancárias ou em casas lotéricas.

Enem Digital ou Enem Impresso?

Os estudantes precisam escolher já na inscrição qual modalidade de prova quer fazer: se a versão impressa ou pelo computador. Após o preenchimento do formulário, não é permitido trocar de opção. Mas qual a diferença entre ambas? 

Antes de tudo é preciso destacar que não há uma mudança nas questões, sendo a mesma prova para as duas versões aplicadas no mesmo dia – esse ano será em 13 e 20 de novembro. O que muda mesmo é só o formato. Enquanto um é no papel, outro é na tela. A redação, no entanto, continua manuscrita em ambos os casos. Em ambos os casos, é o próprio Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) que define os locais de prova. 

Ou seja, mesmo pelo computador, o estudante tem que ir a uma escola ou universidade responder as questões. Vale lembrar que os computadores não possuem acesso à internet, sendo usado somente o sistema do Enem. No Enem 2022, foram liberadas 101.100 vagas para o Enem Digital, que são preenchidas por ordem de inscrição. Uma vez esgotado o limite por cidade, acaba a chance de participar dessa versão.

Nome social

Pessoas que se identificam e querem ser reconhecidas pela sua identidade de gênero, como participante transexual, travesti ou transgênero, podem fazer a solicitação. O Inep explica que quem já tem o respectivo nome cadastrado na Receita Federal será identificado pelo nome social no momento da inscrição, mas é necessário que essa opção seja confirmada na Página do Participante, entre os dias 23 e 28 de junho.

Quem não possuir o nome social cadastrado na Receita, o Inep orienta ainda que seja feita a solicitação de tratamento após a inscrição, também no período de 23 a 28 de junho, pela Página do Participante. Para esse procedimento, será necessário apresentar uma lista de documentos de comprovação das condições que o motivam: foto atual, nítida, individual, colorida, com fundo branco que enquadre desde a cabeça até os ombros, de rosto inteiro, sem uso de óculos escuros e artigos de chapelaria (boné, chapéu, viseira, gorro ou similares); e cópia digitalizada, frente e verso, de um dos documentos de identificação oficiais com foto, válido.

Atendimento especializado 

Quem precisar de atendimento especializado deve fazer também no ato de inscrição, anexando a documentação que comprove a condição. O atendimento especializado inclui recursos para participantes com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, deficit de atenção, transtorno do espectro autista, discalculia, gestante, lactante, idoso e/ou pessoa com outra condição específica.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Cotidiano

Boatos sobre carro preto que rapta crianças deixa pais apreensivos no interior do Acre

Publicado

em

Não chegou a gerar uma onda de pânico, mas muitos pais têm manifestado apreensão com seguidos boatos veiculados por meio de grupos de rede social de que pode haver um carro preto, sem especificação de marca ou modelo, no qual ocupantes estariam tentando raptar crianças em Xapuri.

Um áudio em que uma mulher não identificada relata que sua filha quase foi sequestrada por pessoas que estariam em um carro preto, mas imediações da igreja de São Sebastião, no centro da cidade, reforçaram o medo e a preocupação de pais e responsáveis de menores a ponto de a polícia se manifestar.

O delegado titular de Xapuri, Gustavo Neves, disse que a polícia não pode descartar nenhum tipo de informação que apareça, relacionada à segurança pública, como falsa, mas garantiu que não existe, até o momento, nenhum indício de que os boatos possam vir a ter qualquer fundamento.

“Não há nenhum registro de pai, responsável ou qualquer outra pessoa, de que alguma criança está desaparecida na cidade ou que houve tentativa de sequestro, como afirmam os boatos. Pode aparecer vir a aparecer, não podemos descartar, mas até o momento não há nenhum fundamento nisso”, afirmou.

O tenente Roberto Farias, comandante da Polícia Militar em Xapuri, também falou a respeito do assunto e creditou o fato às fake news que são propagadas na internet, apesar de garantir que a corporação estará sempre atenta a qualquer fato que seja concretamente noticiado às autoridades no município.

“Isso está se avolumando e causando medo nas pessoas. São fake news que se espalham e causam terror na população. Já falamos com o delegado e não existe nada de concreto com relação a isso. Mesmo assim, nossas equipes estão na rua e até o momento tudo está transcorrendo dentro da tranquilidade”, garantiu.

Os boatos a respeito de um carro preto que rapta crianças são antigos a ponto de terem se tornado uma lenda urbana em muitos estados do Brasil mesmo antes de a internet existir e o termo “fake news” ser conhecido. Apesar disso, as pessoas ficam muito assustadas e muita gente chega a ter crises de pânico quando rumores desse tipo ganham grande proporção.

Continuar lendo

Cotidiano

Aposentado denuncia policiais por invadirem sua casa e deixar danos materiais

Publicado

em

O funcionário público aposentado Sebastião Nunes da Silva, de 68 anos, afirma que irá exigir indenização do estado por danos causados em sua casa, situada no Conjunto Esperança, em Rio Branco. Segundo ele, na noite do dia 6 de agosto, integrantes das forças de segurança teriam invadido seu imóvel em sua ausência, deixando tudo desarrumado e vários móveis e outros objetos danificados.

“Eles até poderiam ter um mandado de busca e apreensão, mas se excederam na missão. Confesso que fiquei revoltado quando cheguei em casa e vi tudo quebrado. Não devo nada à polícia e ninguém me deu satisfação à respeito do que ocorreu. Contratei um advogado e vou em busca de meus direitos”, comentou Nunes.

Policiais Federais, Civil e Militar cumpriam  um mandado judicial na casa do idoso. O objetivo era um apartamento do filho do aposentado, que seria localizado no mesmo terreno, no entanto, Sebastião afirma que no local não existe nenhum apartamento.

Era final de semana e Sebastião Nunes estava ausente. Quando retornou, ficou revoltado com a cena que viu.  “Eu nunca tive problema com policia, não lembro se algum dia fui numa delegacia. Não entendo o por quê de quebrar tudo. Quero ser indenizado pelos danos causados no meu patrimônio e pelo constrangimento que continuo passando”, concluiu.

Continuar lendo

Cotidiano

Médico afirma que não houve privilégio a condutor de moto que matou idoso em Xapuri

Publicado

em

O médico Erasmo Vidal, plantonista no hospital de Xapuri no último domingo (14), quando o aposentado Licurgo Nascimento da Silva, de 80 anos, deu entrada na unidade junto com o condutor da motocicleta que o atropelou, Artur Augustinho da Silva, de 19 anos, afirmou ao ac24horas que não houve priorização de nenhum dos pacientes quanto ao atendimento prestado.

A hipótese de que o condutor da motocicleta teria recebido atendimento privilegiado em detrimento da assistência ao idoso foi levantada em razão de o primeiro ter sido transferido para Rio Branco, com uma fratura exposta na perna direita, enquanto o segundo não foi regulado para o atendimento na capital acreana, como a família desejava.

Procurado para falar a respeito do assunto, o médico Erasmo Vidal rebateu veementemente que o idoso tenha sido negligenciado e explicou que a sua transferência para Rio Branco não aconteceu por conta de ele não ter condições clínicas de ser transportado, mesmo em uma ambulância de suporte avançado, isso em decorrência da gravidade do seu estado.

“O senhor Licurgo não tinha condições clínicas para ser transferido. Ele teve traumatismos craniano e torácico e nós o atendemos primeiro. No entanto, precisávamos estabilizá-lo para que pudesse ser encaminhado a Rio Branco, inclusive a ambulância de suporte avançado que atende a regional do Alto Acre já havia sido acionada quando ele foi a óbito”, esclareceu.

Uma sobrinha do idoso, que conversou com a reportagem, disse que a família reclama da falta da falta de informações durante o atendimento ao paciente e que houve demora para que ele fosse submetido a um exame de radiografia. Segundo ela, Licurgo chegou estável ao hospital, por volta das 14 horas, mas o seu quadro foi piorando até às 18 horas, horário aproximado do falecimento.

Na manhã desta segunda-feira (15), parentes do idoso Ministério Público em Xapuri para abrir reclamação relacionada ao atendimento prestado a ele após o acidente. De acordo com a assessoria da Promotoria de Justiça, foi coletado termo de informações e o caso será encaminhado à Polícia Civil para investigação.

Continuar lendo

Notícias

Gestão da qualidade: um olhar atento ao presente e futuro das organizações

Visão sistêmica é uma das principais características da profissão, aponta consultora no segmento

Publicado

em

Sócia-proprietária de uma empresa de pequeno porte que atua no segmento decorativo com pedras e mármores há 10 anos na Bahia, a empresária Poliana Souza mira o futuro com um olhar atento para o presente. É que para crescer, ela destaca, é necessário parar, refletir e organizar a “casa”. Poliana deseja que sua empresa seja referência na área em que atua e, para isso, está investindo na gestão de processos organizacionais.

“A organização deve ser, na verdade, uma premissa para qualquer empresa, independentemente do tamanho e de seu objetivo futuro. No meu caso, isso é ainda mais importante porque nós estamos vindo de uma crescente e, se você olha apenas para o crescimento em si e não organiza os processos e a inter-relação em todos os setores, pode estagnar ou até mesmo quebrar”, alerta a proprietária da Granart – Mármores e Granitos que hoje conta com as orientações da consultora  da qualidade Nivia Ferreira.

Refletir sobre processos organizacionais é ter uma visão macro de todas as ações a serem tomadas para garantir o controle da qualidade e uma melhor prestação de serviço. Em seus primeiros encontros com os clientes, uma das principais atividades de Nivia é conversar com todos os colaboradores para identificar os gargalos que podem dificultar o alcance das metas planejadas. “É de suma importância que, no primeiro momento, o consultor identifique os entraves organizacionais e trace planos para eliminá-los. Pontos não resolvidos impactam negativamente no negócio”, explica. 

Mesmo tendo o conhecimento do curso de Administração e de um MBA de Gerenciamento de Projeto, Poliana sentiu a necessidade do olhar de alguém de fora da sua empresa para identificar os pontos de melhoria. Mas, o conhecimento sobre gestão organizacional não é de agora. Poliana e Nivia trabalharam juntas quando Poliana nem pensava em se tornar empresária. “Ela aprendeu a importância de organizar processos enquanto era funcionária administrativa em uma empresa que prestei consultoria. E olha só: dez anos depois, me procura já como empresária e à frente de um negócio e com tudo para crescer ainda mais”, explica. 

A atuação profissional de quem foca na gestão de processo organizacional também se estende para a orientação de como as empresas podem conquistar as certificações de qualidade ISO e outras diversas  normas. 

Para Pedro Felzemburg Neto, da Converge, empresa que atua no segmento de manutenção de componentes industriais, as ferramentas de gestão inseridas pela consultoria em processos organizacionais fizeram com que ele enxergasse o seu negócio de uma forma mais profissional, visão necessária para buscar as certificações de qualidade que almejava para sua empresa. “A consultoria foi uma experiência que me fez enxergar com mais força o passo a passo que precisa ser utilizado para garantir o processo de certificação”, destaca. “E na medida em que você arruma a casa e estabelece procedimentos, você cria disciplina para visualizar seus erros e melhorá-los, além de ter a qualidade como cartão de visita”, acrescenta Pedro. 

Entenda o que é gestão de processo organizacional

Esse tipo de serviço tem como uma das propostas identificar uma ferramenta de gestão que se encaixe no tipo de serviço que determinada empresa oferece. Uma das principais preocupações de um empresário, ao perceber que seu negócio está crescendo, é aumentar a equipe, mas nem sempre o sucesso está ligado apenas à quantidade de colaboradores. “Mas, sim, em como o empresário gere tudo que acontece dentro da sua empresa – até mesmo se os colaboradores desenvolvem bem suas atividades”, destaca Nivia.

Com o trabalho de consultoria, por exemplo, é possível ter uma visão mais clara de todas as atividades e de como elas estão sendo desempenhadas, podendo o gestor saber quais funções estão sendo realizadas e por quem. Outros ganhos com a gestão são os alinhamentos com os objetivos da empresa, acompanhamento mais realista e periódico das métricas de desempenho e o estabelecimento de ferramentas de gestão mais assertivas.

A gestão de processo organizacional vai atuar mapeando, modelando, automatizando e otimizando os mais diversos processos de uma organização. “A gestão de processos de uma empresa deve ser gerida de forma estratégica e eficiente. A grande vantagem observada na gestão de processos é, justamente, o fato de que ela permite uma grande integração entre todas as áreas da empresa, operando de forma ampla, fluida e otimizada”, reforça Nívia.  

De olho no mercado de trabalho

Qualquer empresa, independentemente do porte, pode contar com as orientações de uma pessoa especialista em gestão de processo organizacional. Ter visão sistêmica e pensar em soluções interrelacionadas é crucial para o profissional que pretende atuar com foco na qualidade. Mercado para atuar é que não falta; basta a profissionalização.

E para quem deseja se profissionalizar na área, há diferentes cursos – como uma pós-graduação, curso tecnológico ou um MBA – que podem ampliar a atuação de profissionais de diversos segmentos na prestação de serviços como consultores de qualidade. Nivia, por exemplo, começou na área de saúde, mas atualmente seu campo de trabalho é na organização de processos, preparo para a certificação de qualidade e demais normas, para que empresas de diversas áreas possam ser qualificadas para atuarem e conquistarem mais o mercado. Além de cursos no exterior, ela possui um MBA na área pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

A plataforma educacional Educa Mais Brasil oferta bolsas de estudo para quem deseja se especializar em Gestão da Qualidade. As bolsas variam de 40 a 70% de descontos e cobrem parte da mensalidade até o final do curso. Há ainda vagas para a Gestão de Processos Gerenciais. Processos Gerenciais é um campo de estudos multidisciplinar, que se utiliza de conhecimentos das áreas de humanas e exatas para tratar de assuntos relacionados à administração e gestão de empresas e negócios. Para conferir esses e outros cursos, acesse a aba Cursos e Faculdades no site do Educa e confira as inúmeras opções de bolsas disponíveis.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!