Conecte-se agora

Rússia pode atacar Ucrânia ‘a qualquer momento’, dizem EUA

Publicado

em

Os Estados Unidos advertiram nesta terça-feira (18) para “uma situação extremamente perigosa” na Ucrânia. Segundo Washington, a Rússia poderia estar preparando um ataque iminente na fronteira ucraniana.

Segundo a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, os exercícios militares conjuntos entre a Rússia e Belarus nesta terça-feira mostram uma “nova abordagem dos russos, se decidirem realizar ações contra a Ucrânia”. Em caso de ataque, “nenhuma opção está excluída” pelos Estados Unidos, reiterou, sugerindo uma resposta de Washington.

No fim de semana passado, os Estados Unidos já haviam acusado Moscou de ter enviado à Ucrânia agentes encarregados de realizar operações de sabotagem, com o objetivo de criar um pretexto para uma invasão. O tom alarmista por parte do governo americano coincide com o lançamento de uma nova tentativa de diálogo com a Rússia.

Os chefes da diplomacia dos Estados Unidos, Antony Blinken, e da Rússia, Serguei Lavrov, planejam uma reunião em Genebra, na Suíça, na sexta-feira (21). Sob anonimato, uma autoridade americana afirmou que o objetivo de Blinken é tentar “uma saída diplomática” e encontrar “pontos em comum” para convencer o governo russo a recuar na Ucrânia.

O secretário de Estado americano embarcou nesta terça-feira rumo a Kiev, em um momento em que a Rússia já posicionou soldados na fronteira com a Ucrânia. Em seguida, Blinken irá a Berlim para diálogos com a Alemanha, a França e o Reino Unido sobre a questão.

Vários países europeus vêm expressando sua profunda preocupação com um conflito militar, apesar de Moscou recusar que haja planos de uma invasão no país vizinho.

Rússia quer “respostas concretas”

A Rússia exigiu, nesta terça-feira, “respostas concretas” antes de continuar discutindo sobre a Ucrânia. Na semana passada, três rodadas de negociações – em Genebra, Bruxelas e Viena – não trouxeram resultados concretos.

Uma das principais exigências do governo russo é que a Otan ofereça garantias de que não vai se ampliar e integrar a Ucrânia. A Rússia também exige que americanos e seus aliados desistam de fazer manobras e implantações militares na Europa do Leste.

Moscou “agora espera respostas a essas propostas, como nos prometeram, para continuar as negociações”, declarou o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, nesta terça-feira, durante coletiva de imprensa ao lado de sua homóloga na Alemanha, Annalena Baerbock.

Para os ocidentais, essas reivindicações são inaceitáveis, embora afirmem estarem dispostos a continuar com as negociações com o goveno russo para evitar um conflito armado. Por outro lado, o Reino Unido anunciou o envio de armamento à Ucrânia, como mísseis anti-tanques, após Kiev ter se queixado que os países ocidentais não pareciam interessados em reforçar sua ajuda militar ao país.

Após uma conversa com Blinken por telefone, Lavrov pediu que “não se propague especulações sobre uma suposta ‘invasão russa’ iminente”, segundo o ministério russo das Relações Exteriores.

No entanto, durante a entrevista coletiva junto à ministra alemã das Relações Exteriores, o chanceler russo voltou a rejeitar o apelo dos ocidentais, que querem que Moscou comece a retirar as dezenas de milhares de tropas mobilizadas na fronteira com a Ucrânia, afirmando que esses militares “não ameaçam” ninguém.

“Mais de 100 mil soldados russos, equipamentos e tanques foram mobilizados perto da Ucrânia, sem razão. Fica difícil não ver isso como uma ameaça”, respondeu Baerbock.

A preocupação também é grande com a mobilização de soldados russos em Belarus para exercícios “improvisados” de preparação ao combate. O país faz fronteira com Polônia, Lituânia e Letônia, membros da Otan e adversários da Rússia.

O vice-ministro russo da Defesa, Alexander Fomin, informou nesta semana a 98 adidos militares estrangeiros radicados em Moscou que essas manobras iriam acontecer, com o objetivo de “repelir uma agressão externa”. A primeira etapa, a da mobilização, já começou e vai durar até 9 de fevereiro. A segunda, de operação, vai acontecer de 10 a 20 de fevereiro.

Destaque 6

Acre realiza leilão online de 170 veículos dia 24 de maio

Publicado

em

O Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Acre – DETRAN/AC realizará no dia 24 de maio, em formato online, das 09h às 17h, o leilão de 170 veículos retirados de circulação por conta de medidas administrativas relacionadas ao código de trânsito.

O evento público foi divulgado na edição desta segunda-feira (16) do Diário Oficial do Acre (DOE). A lista com os automóveis disponíveis está a partir da página 24 do dispositivo.

A venda dos lotes será por ordem crescente, com contagem de 1 até 5min por unidade, para cada arrematante em disputa, com direito de réplica e tréplica.

Os lances serão ofertados exclusivamente no site https://www.loteleiloes.com.br, no campo LEILÃO ABERTO. Para participar é preciso realizar um cadastro, Habilitar o usuário e enviar o termo de participação no endereço mencionado acima.

Após a liberação, os interessados já terão acesso ao AUDITÓRIO VIRTUAL, lotes e painel de lances, por meio de usuário e senha cadastrado. O cidadão precisa ter 18 anos e apresentar um documento com foto e CPF durante o evento.

Os carros e motos estarão expostos para visitação no Depósito de Veículos Removidos da Unidade de Parqueamento do DETRAN/AC, situado na Av. Antônio da Rocha Viana, nº 2005, Bairro Jardim Manoel Julião, em Rio Branco-AC, do dia 16 ao dia 20 de maio, no horário de 08h00min as 13h00min. A retirada dos itens arrematados, acontecerá a partir do dia 25 de maio e termina dia 8 de junho.

VEJA O EDITAL AQUI

Continuar lendo

Destaque 6

Senac/Acre anuncia Processo Seletivo para Rio Branco

São oportunidades para profissionais em nível médio e superior

Publicado

em

Senac Acre anunciou a abertura de inscrições para um novo Processo Seletivo destinado ao preenchimento de vaga efetiva e formação de cadastros de reserva para as unidades de Rio Branco. As inscrições são gratuitas e acontecem das 08h do dia 17 de maio até às 23h59 do dia 20 de maio, exclusivamente através do endereço eletrônico https://send.ac.senac.br/site/pss.

O objetivo é preencher vagas com profissionais em níveis médio e superior. Há vagas em nível médio para Assistente Ensino Médio, Assistente de Gestão de Pessoas, Assistente de Suporte em TI e Motorista.

As vagas em nível superior são para Analista de Marketing, Analista de TI, Orientador Educacional – Gestão, Orientador Educacional – Informática, Orientador Educacional – Saúde/Enfermagem, Orientador Educacional – Hospitalidade/Gastronomia, Orientador Educacional – Saúde/Segurança no Trabalho, Supervisor Educacional – Informática, Supervisor Educacional – Saúde/Enfermagem e Supervisor Pedagógico.

O Processo Seletivo será composto por duas etapas. A primeira etapa de Análise Curricular para todas as funções e a segunda etapa de entrevista técnica e comportamental para as funções de Assistente, Motorista e Analista e Prova Prática para as funções de Orientador e Supervisor.

O regime de contratação é celetista e os salários variam de R$1.852,15 a R$ 5.224,10 mais benefícios.
Para consultar o Edital completo, acesse o link de inscrições ou por meio do site https://www.ac.senac.br/trabalhe-conosco.

Continuar lendo

Destaque 6

Sem acertadores, Mega-Sena acumula em R$ 45 milhões

Publicado

em

Ninguém acertou os números do sorteio 2.481 da Mega-Sena, realizado neste sábado (11). Os números sorteados foram 01-08-21-27-36-37 e o prêmio acumulou em R$ 45 milhões.

A quina teve 72 ganhadores e cada um vai receber R$ 62.081,21. Os 5.710 acertadores da quadra receberão o prêmio de R$ 1.118,30 cada um.

Na quarta-feira (18), dia do próximo sorteio, as apostas podem ser feitas até as 17h em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Continuar lendo

Destaque 6

Bolsonaro promete ir à Justiça para obrigar Petrobras a reduzir combustíveis

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 12, que vai recorrer à Justiça para tentar obrigar a Petrobras a reduzir o preço dos combustíveis. Ele admitiu, no entanto, que são remotas as possibilidades de conseguir decisão favorável e reclamou de interferências do Judiciário em medidas do governo para enfrentar os efeitos da alta na inflação.

“A gente espera redução do preço. Vamos ter que recorrer à Justiça. Sabemos que, quando eu recorro, é quase impossível eu ganhar”, disse Bolsonaro durante live transmitida nas redes sociais nesta quinta-feira, 12. O presidente abriu guerra contra a petroleira estatal pelos constantes reajustes no preço dos combustíveis, que influenciam no aumento da inflação. A disparada dos preços é um dos principais pontos de preocupação de Bolsonaro, que tenta a reeleição. Sem conseguir interferir na estatal, o chefe do Executivo exonerou ontem o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

“Estamos fazendo o possível na Petrobras, sem interferência, para ela entender seu papel. Entender como? Fazendo aqui mudanças, como fizemos no Ministério de Minas e Energia. Ministro Bento foi quem pediu para sair. Tínhamos um pequeno problema na Petrobras, ele decidiu assinar sua saída do Ministério de Minas e Energia”, afirmou.

O presidente voltou a dizer que a Petrobras tem “lucro absurdo” e cobrou novamente que governadores reduzam a alíquota do ICMS para diminuir o preço do diesel e do gás de cozinha.

“Abri mão do imposto federal do diesel e gás de cozinha, mas lamentavelmente com o ICMS, que é o imposto estadual, eu sancionei uma nova lei, onde, no final das contas, tendo em vista a fórmula de cálculo do ICMS, o diesel tinha que reduzir 0,30 centavos. Poucas semanas depois, em uma reunião do Confaz, eles aumentaram em 0,30 centavos. A arrecadação do ICMS dos combustíveis tem batido recorde ano após ano”, reclamou. Bolsonaro também culpou a interferência nos preços da Petrobras em governos petistas pelos aumentos atuais.

IPI da Zona Franca de Manaus

O chefe do Executivo criticou a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, de suspender a redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para a Zona Franca de Manaus.

“Lamentavelmente, nosso querido ministro acolheu uma ação, uma liminar, para que os produtos produzidos na Zona Franca de Manaus voltassem a ter um preço mais alto. Essa proposta nossa não ataca os empregos da ZFM. Os políticos carreiristas, como Omar Aziz, fazem demagogia, como se fossem os protetores da ZFM.”

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!