Conecte-se agora

Cruzeiro do Sul ganha novos cães farejadores devido aumento do tráfico na região

Publicado

em

As forças policiais de Cruzeiro do Sul ganharão novos cachorros farejadores para atuar nas operações de  combate ao tráfico de drogas. Ainda não há data prevista para a chegada dos cães, nem a quantidade de animações que reforçará o efetivo canino do Vale do Juruá.

Atualmente, a Polícia Militar de Cruzeiro do Sul conta com três cães e a Polícia Civil não tem nenhum. O coordenador-geral de Fronteiras do Arco Norte, do programa Vigia, do Ministério da Justiça, Ruberlaide Oliveira,  capitão João Gilberto e Assistente Técnico Iggo de Paulo, foram ao município nessa sexta-feira, 19 para tratar deste e outros assuntos com o delegado de Polícia, Heverton Carvalho, Comandante do Policiamento Especializado,  tenente Daniel e representante da secretaria de Segurança Pública, coronel  James Cley.

“A reunião foi de alinhamento operacional, apresentação e discussão de projetos para beneficiar as operações policiais com uso de cães farejadores no Vale do Juruá”, explicou a assessoria de comunicação da PM de Cruzeiro do Sul.

O delegado Heverton Carvalho, titular da DRACO, explica que o projeto apresentado tem outras ações. “O projeto  prevê ainda a cessão de viaturas e aplicação de cursos”.

Cães fazem grandes apreensões de drogas na região

Criado em dezembro de 2017, o Grupamento de Operações com Cães – GOC,  ligado ao COE da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, tem feito a diferença na apreensão de entorpecentes no Juruá, que é corredor de drogas vindas do país vizinho, o Peru.  O Grupamento conta com 3 cachorros, que somente em operações  fevereiro a abril do ano passado, acharam em veículos e outros locais,   mais de 50 quilos de drogas, incluindo cocaína, skunk e maconha.

Para ingressar na unidade, os animais passam por testes comportamentais, morfológicos e genéticos. Os selecionados são treinados por cerca de um ano e meio.

O GOC conta com cães das raças pastor belga malinois e labrador, que atuam, por meio  de sua  capacidade olfativa, na detecção de armas, munições e entorpecentes. Os treinamentos são diários e os adestradores  simulam diversos cenários, com o objetivo de tornar os treinos mais próximos de uma situação real de busca.

O  comandante da PM de Cruzeiro do Sul, coronel Evandro Bezerra,  afirma que os bons resultados do  Grupo de Operações com cães no combate à  criminalidade se dá a partir  da expertise do policial militar aliada à sensibilidade do cão.  “Após contínuos treinamentos, chegam ao que chamamos de binômio homem/cão, dupla perfeita em ações policiais não convencionais muito eficazes, principalmente, no combate ao tráfico de drogas e armas na nossa região”. Ao contrário do que muitos pensam, os cães não têm qualquer tipo de contato com o entorpecente. São treinados desde filhotes para identificar determinados odores de assinaturas químicas que compõe essas substancias”.

A rotina dos cachorros  inclui  a  condução e  faro de drogas, armas e explosivos. Seu emprego se faz em meio a terrenos diversos, residências, construções, áreas de floresta, além de veículos particulares e coletivos, bem como, aeronaves e embarcações.

Três  policiais militares, que lidam com os animais, passaram por capacitação nas áreas de detecção, guarda e proteção.

Os cachorros  atuam por aproximadamente  oito anos e, após a aposentadoria, são encaminhados para adoção com prioridade para o  militar que trabalhou por mais tempo com o cão.

Na rede

Cruzeiro do Sul firma parceria com governo nas áreas social e de infraestrutura

Publicado

em

O governo do Estado e a prefeitura de Cruzeiro do Sul vão construir em conjunto no município uma Casa de Passagem para os trabalhadores rurais que estiverem em tratamento de saúde na cidade.

A parceria também será estendida para a área de infraestrutura urbana e rural com a pavimentação de ruas e abertura e manutenção de ramais.

O alinhamento das ações de trabalho entre os executivos  estadual e o municipal foi tratado nesta quinta-feira, 27, na sede do executivo pelo vice-prefeito de Cruzeiro do Sul, Henrique Afonso,  e o diretor da secretaria de governo – Segov, Flávio Silva, com secretários.

“Cruzeiro do Sul precisa dessa parceria estratégica para o enfrentamento de desafios em várias áreas como a social, de Meio Ambiente e infraestrutura o que resulta na melhoria da qualidade de vida da população”, ressalta Henrique.

Flávio ressalta a otimização garantida a partir da parceria. “O povo de Cruzeiro do Sul que é  assistido pela prefeitura e  pelo governo é o mesmo povo então é salutar esse  alinhamento tendo como objetivo único o desenvolvimento do município e o bem estar da população”. Ações nas áreas de saneamento, habitação, saúde, produção e turismo também foram tratadas.

Continuar lendo

Na rede

Juruá vai reativar Pronto-Socorro do Hospital de Campanha e proibir troca de acompanhantes

Publicado

em

Por causa do aumento de novos casos de Covid-19 e de internações por conta da doença em Cruzeiro do Sul, os Hospitais do Juruá e de Campanha passam por  mudanças a partir desta quinta-feira, 28.  O Pronto-Socorro Covid do Hospital de Campanha deverá ser reativado nos próximos dias.

A médica infectologista do Hospital do Juruá, Suiane Negreiros, explica que há casos de profissionais contaminados, o que impacta no atendimento ao público e, por isso, o fluxo de pessoas dentro da unidade hospitalar será alterado. Os acompanhantes de pacientes com e sem Covid-19 não poderão fazer troca, tendo que permanecer durante toda a internação do paciente. Eles terão que apresentar a Carteira de Vacinação contra a Covid  e usar máscara durante  todo o tempo que permanecer no local.

“Temos que adotar essa estratégia para diminuir a transmissibilidade. Só haverá troca de acompanhante em casos excepcionais”, cita a médica.

Com relação ao Pronto Socorro do Hospital do Juruá, segundo Suiane, os médicos é que vão decidir sobre a necessidade de acompanhante, de acordo com a gravidade do estado de saúde do paciente. “A decisão será caso a caso de acordo com a gravidade do paciente e necessidade de acompanhante”, explica a infectologista.

Hospital de Campanha

No dia 28 de novembro do ano passado o Pronto Socorro do Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul foi desativado.  Os  pacientes com sintomas gripais passaram a ser  atendidos no Pronto-Socorro do Hospital do Juruá, como acontecia no início do surto de Covid e antes da inauguração do Hospital de  Campanha, em  junho de 2020.

Para os casos de necessidade de internação, dos 60 leitos do Hospital de Campanha ficaram  funcionando apenas 10  clínicos e dos 20  Unidade de Terapia Intensiva – UTI, 10 ficaram em funcionamento. Agora com o aumento de casos de internação o Pronto-Socorro deverá ser reativado e mais leitos de enfermaria também vão entrar em funcionamento. As medidas estão sendo tratadas entre a Associação Nossa Senhora da Saúde – Anssau que administra os Hospitais do Juruá e de Campanha e a secretaria de Estado de Saúde – Sesacre.

Continuar lendo

Na rede

Maternidade de Cruzeiro do Sul tem 13 profissionais com Covid

Publicado

em

Dez técnicos em enfermagem e enfermeiros e três médicos da Maternidade de Cruzeiro do Sul estão afastados do trabalho por causa da Covid-19. E na noite desta quarta feira, 26, duas gestantes que deram entrada na unidade hospitalar também foram diagnosticadas com a doença.

A informação foi dada pelo diretor clínico da Maternidade de Cruzeiro do Sul, médico obstetra Bily Rodrigues, por meio das redes sociais dele nesta quinta-feira, 27.

Na postagem, o médico deseja boa recuperação para os colegas de trabalho e faz um alerta para a população. “Cuidado redobrado aos que leem”, citou ele.

Continuar lendo

Na rede

Polícia Federal faz diligências na Educação e Saúde de Porto Walter

Publicado

em

Agentes da Polícia Federal fazem nesta quinta feira, 27, diligências no município de Porto Walter e já estiveram na prefeitura e em locais ligados à Educação e Saúde Municipal.

A Assessoria de Comunicação da prefeitura cita que o prefeito César Andrade cumpre agenda na zona rural. A prefeitura confirmou a presença dos policiais no âmbito das instituições do município e afirma que não foram levados documentos desses locais. “Não fomos interrogados sobre desvios de nenhum tipo e vamos nos pronunciar após o fim das diligências”, cita a Assessoria

Já a Assessoria de Comunicação da Polícia Federal no Acre diz que a ida dos agentes ao município não se trata de uma Operação.
“Só diligências normais de rotina”, cita a Comunicação da PF.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!