Conecte-se agora

Modernização sanitária animal e vegetal põe mais R$ 50 milhões na receita do agronegócio

Publicado

em

O veterinário gaúcho Francisco Thum vive há 32 anos no Acre e conduz quase em silêncio a renovação do sistema de defesa animal e vegetal do Estado, o arcabouço jurídico aprovado na 1a semana de abril pela Assembleia Legislativa do Acre que apenas aguarda a sanção do governador Gladson Cameli –mas para além das leis, mais pessoal e menos burocracia, a confirmação de que nos próximos dias uma sequência de eventos estará em conspiração favorável à produção agropecuária acreana: 1) a certificação internacional do Acre como zona livre de aftosa sem vacinação com a inspeção que a OIE fará ao Estado; 2) a ponte do Madeira e, 3) a projeção de faturamento ampliado para R$50 milhões das empresas certificadas a partir da modernização jurídica de defesa sanitária animal e vegetal.

Francisco Thum é o atual presidente do Instituto de Defesa Florestal do Acre (Idaf) e concedeu a seguinte entrevista ao ac24horas:

ac24horas: A lei aprovada pela Aleac diz que o Idaf pode fazer a inspeção sanitária? não precisa mais do Serviço de Inspeção Federal, o SIF?

Thum: SIF vai, assim que concluirmos o processo de adesão ao SISBI, atuar somente produtos para exportação… No caso do Acre os 2 grandes frigoríficos que hoje estão credenciados.

As demais agroindústrias, lacticínios, charquearias, abatedouros, granjas de aves e ovos etc poderão mandar seus produtos pra qualquer Estado do Brasil, desde que se cadastre e se habilite para tanto.

ac24horas: Quais produtos estão propícios à exportação com a nova lei?

Thum: Todas agroindústrias fiscalizadas pelo Idaf que se habilitarem e se adequarem no caso à legislação estadual.

No Acre, já manifestaram interesse 15 agroindústrias, são elas: lacticínios, charquearias, abatedouro de carneiros, tartarugas, granja de ovos, frigorifico de peixes, frigorífico de aves, abatedouros de bovinos, enfim….

ac24horas: O Serviço de Inspeção Estadual… como funcionará?

Thum: Única coisa que muda, é a adequação a nova legislação

ac24horas: Teremos uma inspeção da Organização Intenacional de Epizootias, a OIE? quando?

Thum: Está prevista para maio, próximo mês.

O Idaf e o agronegócio no Acre, mesmo com pandemia não parou um único instante.

Mais um compromisso do Governador Gladson Cameli sendo cumprido.

Já foi o Reconhecimento do Acre como Zona Livre de Febre Aftosa Sem Vacinação pelo Ministério da Agricultura e vamos em busca do reconhecimento internacional de zona livre de aftosa sem vacinação e agora o SISBI-POA e SISBI-POV…

Sem qualquer dúvida, apesar de algumas críticas é o Governo que mais tem feito pelo agronegócio do Acre, buscando gerar empregos e renda.

ac24horas: Dá pra falar em valores, quantitativos? Quanto podemos elevar nossa balança comercial, nossa receita….

Thum: Temos um levantamento junto aos empresários do setor, lógico que se trata de uma estimativa, mas nesse primeiro instante de implantação, seria um aumento no faturamento dessas empresas na ordem de 50 milhões de reais mensais, com geração de uns 3 a 4 mil empregos em toda cadeia produtiva, de industrialização e comercialização.

Uma arrecadação em torno 80 milhões/ano para o Estado.

ac24horas: O que pode mudar sob o aspecto da segurança sanitária animal e vegetal com a Ponte do Madeira?

Thum: Muito boa pergunta…

Além de facilitar para o Estado do Acre como um todo, agilizando todas ações, acredito e é uma possibilidade futura, assim como por exemplo o Instituto de Defesa Agropecuária de Rondônia, o Idaron, hoje está dentro de território acreano (Tucandeira), num termo de cooperação entre os Estados, possamos talvez implantar um posto de fiscalização juntamente com Rondônia, na Ponte do Rio Madeira, o que facilitaria todo esse trabalho de fiscalização Sanitária Animal e Vegetal, gerando mais segurança nas ações.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas