Conecte-se agora

Apesar de decisão do STF, bispo de Cruzeiro do Sul diz que não vai retomar missas presenciais

Publicado

em

O bispo da Diocese de Cruzeiro do Sul, Dom Flávio Giovenale, publicou uma carta nas redes sociais neste domingo, 04, declarando que apesar da decisão do ministro Kássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), que libera a realização de missas e cultos religiosos em todo o país, as missas presenciais, seguem suspensas no município.

O líder religioso lembra que as medidas adotadas pela Diocese de Cruzeiro do Sul não foram tomadas por força de nenhuma medida judicial e eram anteriores às últimas decisões do governo do Acre.

“A nossa recomendação durante o tempo da crise aguda da pandemia, na fase vermelha, de celebrar sem a presença do povo nas igrejas, não vem de uma proibição. Vem da preocupação pela vida das pessoas na atual situação da pandemia, que continua muito grave, com muitos doentes e mortos. A decisão monocrática do ministro do STF não muda a recomendação para as paróquias e comunidades da diocese, pois a situação da pandemia ainda não mudou em nossa Região”, declarou.

De acordo com Dom Flávio, as atividades com a presença dos fiéis serão retomadas quando o Comitê Estadual de Combate à Covid 19, avaliar ser possível a região do Juruá, evoluir para a faixa laranja ou amarela.

“Só aí voltaremos com toda alegria a celebrar com o povo. Neste período de faixa vermelha vamos continuar a celebrar sem a presença do povo, mas com as Igrejas e Capelas abertas para a oração pessoal, para o aconselhamento e as confissões e para receber a Santa Comunhão mantendo as medidas de segurança. Vamos intensificar nossa oração e nosso apoio à campanha de vacinação e a fazer a nossa parte para que a pandemia possa ser vencida”, salientou.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas