Conecte-se agora

Fagner Sales fará convenção neste sábado no Juruá e diz que é vítima de adversários

Publicado

em

O pré-candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul pelo MDB, advogado Fagner Sales, que recebeu visita da Polícia Federal nesta sexta-feira, 11, participará neste sábado, 12, da convenção partidária que vai confirmar seu nome como candidato oficial do partido, tendo como vice o empresário Luís Cunha, do PSDB.

O evento está marcado para às 19 horas na sede do MDB, situada na Avenida Mâncio Lima, onde a PF também esteve pela manhã na Operação Acúleo, que apura irregularidades em licitações. O presidente do MDB de Cruzeiro, Jonathas Donadoni, é alvo da investigação da PF.

Na tarde desta sexta, Fagner divulgou uma nota e se declara inocente das acusações. Diz que está com a consciência tranquila e que espontaneamente abriu as portas de sua casa para que os policiais cumprissem a lei.

“Informo que apresentei tudo que me foi solicitado e nada de relevante ao processo de investigação foi encontrado. Esclareço, ainda, que em conformidade com a lei, prestarei os devidos esclarecimentos, na certeza de que não há qualquer possibilidade de eu estar envolvido com um suposto esquema de corrupção em processos licitatórios”, explica.

Fagner diz que é vítima de pessoas que buscam desconstruir o legado da família dele na região. “Aos adversários políticos que buscam a todo instante desconstruir a grande história de lutas e conquistas lideradas pela minha família, garanto que retribuirei tais ofensas, com ainda mais trabalho, pois é dessa forma que respondemos aqueles que não sabem o valor da dignidade, do respeito e do reconhecimento”.

Fagner é filho do ex-deputado estadual Vagner Sales e da deputada estadual Antônia Sales e irmão da deputada federal Jéssica Sales. Vagner foi levado para a sede da Polícia Federal porque durante mandado de busca e apreensão, a PF encontrou uma arma e uma arara, ave considerada animal silvestre.

Anúncios

Na rede

Prefeito de Rodrigues Alves tem melhora e sai da UTI

Publicado

em

O prefeito do município de Rodrigues Alves Jailson Amorim (PROS), saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19 e foi para a enfermaria do Hospital Santa Juliana, em Rio Branco.

Ele está internado desde a última terça-feira, 23. Na quarta, foi para a UTI e no hoje, 28, voltou para a enfermaria do hospital, mas não há previsão de alta médica.

Segundo a irmã dele, Daura, Jailson foi infectado enquanto cuidou do pai, Paulo Amorim, que também teve coronavírus e se tratou em Rio Branco.

Continuar lendo

Na rede

Tarauacá transfere pacientes com Covid-19 para Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Neste domingo, 28, três aviões regulados pela secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), fizeram o transporte de pacientes com Covid-19 dos Hospitais de Tarauacá e Feijó para o Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul. Os doentes estão na enfermaria da unidade hospitalar.

Antes da remoção, a diretora do Hospital Sansão Gomes de Tarauacá, Laura Pontes, havia expressado em bota e ao Blog do Accioli, a preocupação com a possível falta de oxigênio na unidade hospitalar devido o aumento da demanda e afirmou que os pacientes considerados mais graves teriam que ser removidos para Cruzeiro do Sul.

“Temos oxigênio, porém, a entrada de pacientes tá enorme e não dá para manter o tratamento em Tarauacá. A orientação sempre foi regular paciente que não evolui e necessita de oxigênio para melhorar a saturação”, explicou a diretora.

Ela alertou para o crescimento do número de casos de Covid-19 no município e para o desgaste dos profissionais da saúde.

“Só para se ter uma noção, ontem pela internamos 8 pacientes entre crianças, adultos,  idosos e o numero chegou a 15 e só temos 13 leitos. Além disso há um grande desgaste dos nossos profissionais de saúde tendo que dar atenção aos pacientes durante as 24 horas. A ideia é que se tome uma atitude perante a população para que evitem aglomerações e que não tenhamos um colapso total aqui em Tarauacá”, concluiu.

Leia a nota:

Passando para informar que temos um volume enorme de pacientes no hospital internados (dengue e outras enfermidades) e Ala covid-19 lotada100% ,com pacientes em situação graves a moderados.  Significa que a população deve se cuidar. Uso contínuo de máscaras, álcool e evitar aglomerações. Procurar o hospital em casos de gravidades de sintomas da covid (falta de ar, alteração da pressão arterial, febre, dor de cabeça intensa) e situações de emergência(aquilo que não pode esperar e corre risco de vida) para outros casos, não temos profissionais suficiente para atender demandas não urgentes devido a superlotação. Procure o posto de saúde do município para a confirmação da doença e atendimento.

O Sindicato dos Médicos chegou a anunciar a falta total de oxigênio no Hospital Sansão Gomes, o que levou a Sesacre a publicar nova nota da diretora da unidade, negando a falta do produto.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), esclarece que é inverídica a informação de que falta oxigênio no Hospital Dr. Sansão Gomes, em Tarauacá.

Em nenhum momento a direção do hospital foi procurada pelo Sindicato dos Médicos do Acre, que divulgou a informação sem confirmação.

De fato, a unidade não possui usina de oxigênio, mas recebe carga suficiente a cada semana, conforme cronograma de distribuição da Sesacre para os municípios.

Nos últimos 4 dias, Tarauacá recebeu um volume significativo de pacientes com Covid-19, os quais ocuparam 100% de dos leitos hospitalares e passaram a fazer uso do oxigênio em alta escala.

O hospital de Tarauacá possui controle de uso de oxigênio, sendo possível estimar a quantidade necessária para realização de pedido antecipado à Sesacre, sem qualquer prejuízo no atendimento.

Reforçamos, portanto, que a unidade não deixou de ter oxigênio para ofertar aos pacientes. A Sesacre prontamente atendeu todos os pedidos e abasteceu o hospital duas vezes, somente nesta semana.

Laura Pontes
Gerente-geral do Hospital

Continuar lendo

Na rede

Sem médico há 20 dias em Porto Walter, mulher morre por falta de atendimento

Publicado

em

Uma mulher chamada Ana Paula morreu na madrugada deste domingo, 28, em Porto Walter. A família relata que o falecimento se deu pela falta de médico para atendimento na cidade. O único hospital do município, administrado pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), está sem médico há cerca de 20 dias.

Acompanhada do marido, Ana Paula procurou o hospital pela manhã, à tarde e à noite com muita dor e inchaço no corpo. Na primeira ida ao local, os profissionais plantonistas da unidade hospitalar ligaram para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Cruzeiro do Sul e o médico, por telefone, prescreveu dipirona.

Na segunda vez, foi prescrita outra medicação, mas sem autorização de internação, e ela preferiu ir para casa. Na terceira vez, já à noite, a mulher procurou novamente o Hospital com o quadro ainda mais grave. Novamente o SAMU de Cruzeiro foi acionado e orientou os profissionais de Porto Walter a fazerem medicação, ela ficar em observação e ir para Cruzeiro do Sul no dia seguinte. Mas o marido da paciente, já sem tem o que fazer, preferiu levar a esposa para casa e a mulher morreu nesta madrugada.

A denúncia foi feita ao ac24horas pelos vereadores Rosildo Cassiano (PSD) e Biliarte (PCdoB). “O problema já foi detectado em vistoria feita pela Câmara de Vereadores. Há pelo menos 20 dias a falta de médico compromete o atendimento que deveria ser prestado para a população do município. A Sesacre é ciente da falta de médicos para atender no hospital”, cita o vereador Biliarte.

O corpo de Ana Paula será levado para sepultamento em Cruzeiro do Sul, onde vive a família dela. Outro caso que preocupa, de acordo com o vereador Rosildo Cassiano, é o de um jovem baleado que deu entrada no Hospital também no sábado, 27, e segue no local sem atendimento médico. O rapaz deverá ser levado de helicóptero via Tratamento Fora de Domicílio (TFD) para Cruzeiro do Sul.

“A gente vê a sensação de impotência nos profissionais que não podem fazer absolutamente nada quando chegam os pacientes procurando médico”, destaca Rosildo. A vereadora Cleide Silva (MDB), cita que no Hospital de Porto Walter não é feito exame de Raio- X. “É lamentável a situação das pessoas terem que ir para Cruzeiro do Sul fazer um exame de Raio-X”, conta.

Porto Walter tem uma população de 12.241 habitantes e conta com apenas uma médica contratada pela prefeitura do município que atua exclusivamente por meio do programa Mais Médico. Os profissionais que atuam pelo Programa só podem atender nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) já que não têm o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

O que diz Sesacre

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), por meio da direção regional do Juruá, informa que vai apurar os fatos com relação ao óbito da paciente para os devidos esclarecimentos.

Diz que o Estado também solicitou ajuda ao Ministério da Saúde para disponibilizar mais médicos para regional do Juruá, principalmente para os municípios isolados. Para Porto Walter foram solicitados quatro profissionais médicos para atender a demanda.

Continuar lendo

Na rede

Jovem é morta com 11 facadas em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A jovem Deusiane Maciel Ferreira, 20 anos, foi encontrada morta com 11 facadas na noite deste sábado, 27, próximo ao Canal do Remanso, em Cruzeiro do Sul.

Segundo testemunhas, ela foi vista caída por moradores em uma área de mata. O SAMU foi chamado, mas apenas atestou o óbito. O corpo de Deusiane foi levado para o Instituto Médico legal (IML). A Polícia Militar faz buscas por mais informações sobre o caso para chegar ao autor do crime.

Ainda não há confirmação se ela morava na localidade e se o crime foi cometido no lugar onde o corpo foi encontrado.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas