Conecte-se agora

Pausa em consignado pode ter aumento no valor de parcelas

Publicado

em

A suspensão por três meses para o pagamento de empréstimos consignados dos servidores públicos não virou realidade nem no governo e nem na prefeitura de Rio Branco.

Apesar das iniciativas da Assembleia Legislativa e Câmara de Vereadores da capital, Gladson Cameli e Socorro Neri foram obrigados a vetar o projeto por ser inconstitucional, já que o tema é de competência da União.

Como medida paliativa, foi anunciado e oferecido ao funcionário público a suspensão do pagamento dos empréstimos consignados por até 180 dias.

Só que na verdade, esse tipo de benefício, que já é oferecido pela maioria dos bancos, não se trata de uma suspensão de pagamento e sim de uma renegociação. Na prática, isso representa que nem sempre a medida vai ser benéfica, pelo contrário. Significa que a renegociação precisa ser analisada individualmente por cada consignado, já que, dependendo do empréstimo, pode representar aumento no valor da parcela e aumento na quantidade de parcelas. Ou seja, o cliente pode ter um fôlego nos primeiros meses, mas depois vai ter um desconto maior mensalmente em seus vencimentos.

Em compensação, há casos onde o funcionário público pode ter uma diminuição da parcela e ainda colocar um dinheirinho extra no bolso. Essa é a oportunidade, por exemplo, para quem tem empréstimos mais antigos quando a taxa de juros, na época da assinatura do contrato, eram bem mais alta que a atual.

“A renovação do consignado varia de situação para situação. Vai ter caso que se o servidor público optar por renovar, ele vai ter uma condição melhor. Além da carência de 180 dias, mesmo incidindo juro, sem o IOF, há dois anos atrás a taxa era maior. Quando o cliente pega uma taxa menor, já que o juro agora é mais baixo, o cliente vai poder reduzir a parcela, renovar com a carência e ainda vai poder ampliar o prazo de pagamento”, afirma Márcio Carioca, superintendente do Banco do Brasil no Acre.

Já quem fez o empréstimo nos últimos meses, com a taxa de juros igual ou parecida com a atual, não há vantagem. “Por isso é preciso que seja analisado caso a caso. Quem pegou um empréstimo agora em dezembro e novembro não é vantajoso”, destaca.

O banco alerta ainda que para evitar aglomerações nas agências, o cliente pode fazer simulação da renegociação de seu consignado pelo aplicativo.

Anúncios

Acre

Vereador Célio Gadelha é internado em decorrência da Covid-19

Publicado

em

O vereador Célio Gadelha (MDB) foi internado no final da tarde desta terça-feira, 02, na Pronto Clínica em decorrência da Covid-19, em Rio Branco.

A família internou o parlamentar após exames mostrarem que o parlamentar testou positivo para a doença. A família emitirá um boletim na quarta-feira, 03, acerca do seu estado clínico.

Segundo informações, o parlamentar foi submetido a uma tomografia computadorizada, devido a agressividade dos sintomas.

Continuar lendo

Acre

Deputado Alan Rick também testa positivo para a Covid-19

Publicado

em

O deputado federal Alan Rick (DEM), que participou da entrevista coletiva do presidente Jair Bolsonaro no Acre na semana passada, dia 25, no Aeroporto Internacional de Rio Branco, testou positivo para Covid-19. A confirmação foi dada pelo próprio parlamentar em suas redes sociais.

“Meus amigos, testei positivo para a covid-19. Já estou em isolamento e fazendo uso da medicação prescrita e tomando todos os cuidados para que a gente possa voltar o mais rápido possível a vida normal e as atividades presenciais”, disse o deputado, reforçando que no sábado, 27, este com o governador Gladson Cameli, também positivo para covid-19, cumprindo agenda no município de Acrelândia.

Ao ac24horas, o parlamentar afirmou que sua contaminação não tem nada a ver com Bolsonaro. “Logo que voltei de Acrelândia onde assinei junto com o governador a ordem de serviço da reforma e ampliação do hospital do município que é fruto de emenda individual minha. Não tem nada a ver com o Bolsonaro não. A gente anda muito. Visitei casas atingidas pela alagação, fui levar ajuda. A gente está sempre exposto”, disse Rick ao informar que começou a sentir os sintomas da doença no sábado.

Continuar lendo

Acre

Alysson Bestene representa o Acre em aquisição da Sputnik V

Publicado

em

O secretário de saúde Alysson Bestene é quem representa o Acre no encontro de 18 governadores que planejam compras conjuntas de vacinas contra a covid-19, sem intermédio do Ministério da Saúde. O evento é liderado pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande e acontece em Brasília durante esta terça-feira (2).

Os governadores visitarão a sede da empresa União Química, que representa no Brasil a vacina russa Sputnik V. A ideia, segundo a reportagem apurou, não é de formalização de um consórcio, mas, a compra proporcional a população de cada estado.

Ainda de acordo os governadores, haverá uma distribuição equitativa de doses e cada estado pagará sua cota fazendo um contrato com o laboratório

O Palácio Rio Branco negou que a adesão ao movimento pelo Acre seja reação contrária ao governo federal que, semana passada, acusou governadores de “fechar os estados”.

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou os estados, os municípios e o DF a importar e distribuir vacinas contra a covid-19, registradas por pelo menos uma autoridade sanitária estrangeira, caso a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não observe o prazo de 72 horas para a expedição da autorização.

Continuar lendo

Acre

Mãe morre por Covid-19 enquanto filhos enterravam o pai

Publicado

em

Um dia depois do professor, desportista e presidente da Federação Acreana de Futsal (FAFS) Sérgio Luiz dos Santos falecer no Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into) vítima de Covid-19 após três semanas internado lutando pela vida, também morreu na manhã desta terça-feira, 2, a esposa de Sérgio, a professora Maria do Rosário Filgueira, de 58 anos.

Ela estava internada há 20 dias por causa da mesma doença e também não resistiu, vindo a falecer no hospital. O anúncio da morte da professora veio enquanto os filhos e netos enterravam Sérgio.

Mais uma família destruída pela pandemia do novo coronavírus no Acre. Nesta segunda-feira, o Acre passou das mil mortes provocadas pela doença. Sem vacina para todos, autoridades de saúde pedem que o acreano obedeça aos decretos e sigam as medidas sanitárias que impedem a proliferação do vírus, como uso de máscara, evitar aglomeração e higienização correta das mãos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas