Conecte-se agora

Bairro 15 deve ganhar Orla parecida com a Gameleira em 2020

Publicado

em

O projeto de revitalização da orla do Mercado do Quinze, com estimativa orçamentária para até R$ 15 milhões a ser executado pelo Governo do Estado deve valorizar e fomentar a economia na região que ficou abandonada por anos nas gestões do Partido dos Trabalhadores. Os detalhes da obra foram apresentadas neste final de semana, durante a ExpoAcre. O evento contou com a presença da deputada federal Vanda Milani, autora da emenda que vai financiar a obra.

A rua principal do bairro, a Boulevard Augusto Monteiro nunca recebeu investimentos do poder público, apesar de se tratar de uma área de muita trafegabilidade, pois moradores de diversos bairros do Segundo Distrito utilizam os serviços do mercado e da via que é um dos corredores mais movimentados de ônibus da capital.

Inicialmente serão R$ 8,5 milhões que já estão alocados. O secretário Thiago Caetano, da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) ressaltou que a ideia é agilizar os trâmites legais para já iniciar a obra no próximo verão.

O projeto urbanístico, que está sendo desenvolvido pelos engenheiros da Seinfra há certa de três meses, compreende a margem do rio Acre, na região central, até o bairro Quinze. A infraestrutura prevê a construção de quiosques para praça de alimentação, pista de corrida, quadra de areia, área urbanizada com iluminação que propicie circulação noturna e estrutura de contenção de bolsaconcreto, a mesma utilizada na Gameleira. As intervenções fazem parte de um pacote de obras a serem executadas pelo Governo nos próximos anos, com a finalidade de contribuir com a qualidade de vida dos cidadãos.

A expectativa é que a licitação seja feita ainda este ano. De acordo com a Seinfra serão cerca de 12 casas que serão desapropriadas no entorno do rio Acre. O processo normal de desapropriação será feito conforme previsto em lei, pela utilidade pública e abrangerá mais de 600 metros.

Veja o vídeo do projeto:

[videopress awgDMWqP]

Acre

No Crea, Nilson Euclides defende fim da reeleição para majoritários

Publicado

em

O professor Nilson Euclides, candidato ao Governo do Acre pelo PSOL, palestrou nesta terça-feira, 16, no auditório do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Acre (Crea-Ac) e classificou como “angustiante” o atual perfil socioeconômico do estado onde, segundo ele, até a produção de mandioca sofreu um retrocesso de 40%.

Euclides aproveitou para desafiar os candidatos a assumirem o compromisso de descartar a reeleição para cargos majoritários. Para ele, governar de olho na reeleição faz com que o Executivo seja obrigado a manter caciques políticos “que deem sustentação às suas ambições e a administração segue sem a definição de um projeto de desenvolvimento com foco na redução da desigualdade social”, afirmou.

O candidato lembrou que seu programa de Governo prevê a participação popular, a transparência e o desenvolvimento. “Quando digo participação popular incluo desde as associações de bairros aos conselhos mais poderosos do País, como o CREA que não foi ouvido na elaboração do Orçamento de R$ 7,8 bilhões que o Estado tem para este ano”, argumentou.

Nilson Euclides destacou que a atual administração falhou em infraestrutura e disse que anel viário e pontes não contemplam a população mais pobre do Acre, que sofre com a falta de habitação popular, saneamento básico e escolas de qualidade.

Em seu plano de governo, Nilson Euclides assumiu o compromisso de construir pelo menos uma escola conceito, que chamará de Centro Integrado de Educação e Sociabilidade. O candidato também fez a defesa do agronegócio, mas lembrou que para este segmento ser competitivo é preciso incluir a agricultura familiar, a pequena propriedade e a industrialização, no Acre, dos grãos aqui cultivados para agregar valor e gerar empregos.

Continuar lendo

Acre

Candidata do Trisal nas eleições vai a praia no 1º dia de campanha

Publicado

em

A sargento da Polícia Militar do Acre Alda Radine, que ganhou repercussão nacional ao assumir um relacionamento entre três pessoas, conhecido como trisal, está há pelo menos quatro dias em viagem ao nordeste brasileiro. A viagem ocorre em meio à campanha eleitoral que começou oficialmente nesta terça-feira, 16, em todo o país.

Alda é candidata a deputada federal pelo MDB e não tem nenhuma publicação no feed de seu Instagram mencionando a pretensão política. A militar ainda falou por meio de vídeo nos stories que foi ao Ceará para visitar os filhos e seus pais.

Seu limite legal de gastos, conforme consta no portal de divulgação dos candidatos é de R$3.176.572,53.

 

Continuar lendo

Acre

Bocalom pede afastamento do PP para apoiar Petecão e Márcia

Publicado

em

Na última segunda-feira, 15, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), protocolou um pedido de afastamento do partido por 120 dias – alegando ordem de cunho pessoal.

De acordo com o documento protocolado na direção do Partido Progressistas, em Rio Branco, Bocalom se dirige cordialmente ao presidente da sigla, governador Gladson Cameli – candidato à reeleição, solicitando o afastamento.

A medida visa garantir meios legais para o chefe do executivo municipal apoiar a candidatura do senador licenciado, Sérgio Petecão ao governo do Acre pelo PSD e a candidata ao Senado da República, Márcia Bittar pelo PL.

O gesto de Bocalom segue o exemplo do que fez o governador Gladson Cameli em 2020 quando se afastou do PP para apoiar a candidatura de Socorro Neri à reeleição da prefeitura de Rio Branco pelo PSB.

 

Continuar lendo

Acre

David Hall projeta gerar 80 mil empregos em 8 anos

Publicado

em

Candidato ao governo do Acre pelo AGIR, o professor David Hall levou seu coordenador de campanha, Kleber Miranda, à entrevista na TV Gazeta na tarde desta terça-feira (16). Ao jornalista Gabriel Rotta, Miranda apresentou a proposta do partido que conseguiu reunir uma equipe de candidatos considerados conectados com o projeto encabeçado por Hall.

A ideia central é desenvolver o estado do Acre 50 anos em apenas 8. “O AGIR tem um projeto claro, que pretende desenvolver o estado do Acre 50 anos em oito anos por meio do incentivo ao agronegócio, agricultura, fomentar nossa economia”, disse Kleber.

David Hall tem como vice-candidata ao governo a empresária liberal Jorgiene Carneiro. “Não tem estamos aqui para brincar de política. Nossos candidatos, a maioria, não tem carreira política. Hall não é filho de empreiteiro, ele é gente como a gente”, afirmou o coordenador.

Considerado um partido de Centro, os representantes do AGIR garantem ter um projeto voltado para o desenvolvimento econômico do estado. “Gerar 80 mil novos empregos no Acre é uma de nossas propostas. Incentivando a criação de novas empresas, trazendo novas empresas pro estado do Acre, incentivando a geração de empregos”.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.