Pesquisadores divulgaram nesta última semana de março que após estudos em diferentes regiões, 90% do solo do município de Plácido de Castro apresenta boa condição para o cultivo de café, por ser planos e mais profundo -um aspecto que permite mecanização. Essa informação é a base para o projeto do Governo do Acre transformar Plácido em um grande polo cafeeiro.

Entretanto, diz Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), boa parte das áreas recomendadas exige cultivo irrigado, em virtude da baixa ocorrência de chuvas nos meses de junho a setembro, período que coincide com a época de formação das flores do cafeeiro.

Essa situação que pode prejudicar o desenvolvimento da produção. “O município tem um excelente potencial para a cultura do café e as restrições hídricas podem ser superadas com a adoção de tecnologias disponíveis. Acredito muito na cafeicultura como alternativa de trabalho e renda para as famílias rurais do Acre e como fator de fixação do homem no campo”, observou Eufran Amaral, pesquisador-chefe da Embrapa.

Previous
Next
error: Conteúdo protegido!