Conecte-se agora

Delegado Antônio Marques morre na UTI do HC

Publicado

em

Delegado interno5555Morreu no fim da tarde desta quinta-feira, 08, o delegado-geral de Xapuri, Antônio Carlos Marques de Melo. Há 25 dias internado, ele estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas do Acre (HC), em Rio Branco (AC).

As últimas informações sobre o estado clínico do investigador davam conta que ele continuava sendo medicado, sob estado de coma induzido. Além disso, os médicos do HC determinaram que o delegado deveria continuar respirando por aparelhos, até que houvessem melhoras no quadro.

Segundo noticiado pelo ac24horas, Antônio Carlos foi atingido por tiros de espingarda, em Xapuri (AC), no domingo, 14 de dezembro do ano passado. Ele perseguia, em operação policial, Elivan Verus da Silva, de 32 anos, que em 26 de novembro, assassinou a adolescente Janaína Nunes da Costa, de 15 anos. O criminoso resistiu à prisão e atirou contra o investigador da Polícia Civil.

O corpo do delegado deve ser encaminhado para a Niterói (RJ). O corpo de Melo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde deve ser lavrado o Atestado de Óbito, documento que ratifica a morte e apresenta as respectivas causas. No local, a movimentação de amigos e familiares do jovem delegado é muito intensa.

Informações também aponta que o corpo de Antonio Carlos deverá ser velado também na capital acreana. Ainda não foi confirmado o local do velório, nem o horário da cerimonia

QUEM FOI O DELEGADO

Delegado em ação Interno

O delegado de Polícia Civil Antônio Carlos Marques Melo, atingido por tiros de espingarda, em Xapuri (AC), cidade distante 180 quilômetros da capital do Acre, foi reconhecido como um dos delegados mais atuantes do estado. O profissional chegou a chefiar, inclusive, Operações de combate ao narcotráfico, ocorridas na região fronteiriça do Acre.

Segundo apurado pelo ac24horas, Antônio Carlos exercia há três anos a titularidade de delegado-geral de Xapuri, e era bastante respeitado na comunidade interiorana. No município, ele era conhecido como “Carioca”.

Levantamento feito pelo ac24horas mostra que Antonio Carlos teria apreendido, proporcionalmente, o maior número de entorpecentes dos últimos anos. Xapuri (AC), distante cerca de 60 quilômetros da Bolívia, é utilizada como rota internacional para o tráfico de drogas.

O item mais forte do currículo profissional do delegado, à frente da Delegacia da pequena Xapuri, é a prisão de Gary Gonzáles Gioy, de 37 anos, acusado de integrar um dos bandos de pistoleiros mais temidos da região da cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra. A Polícia Boliviana acredita que o grupo de pistoleiros é responsável por realizar diversas execuções na região Oriental daquele país.

Procurado pelas polícias judiciárias do Peru, Bolívia e Brasil, e com nome da lista negra da Polícia Internacional (Interpol), Gioy é considerado um dos maiores receptadores de veículos roubados na América do Sul. O criminoso também é indicado como chefe de uma quadrilha de narcotraficantes, a facção criminosa M-16, composta por assassinos argentinos, bolivianos, chilenos, peruanos e espanhóis. O grupo é considerado um dos mais perigosos do curso Sul-Americano.

Cotidiano

Sindmed e prefeitura oferecem atendimentos às crianças no Barral y Barral no sábado

Publicado

em

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco (Semsa), realizará no sábado, 25, a partir das 8 horas da manhã, o primeiro atendimento piloto para crianças com síndromes gripais (SG), no Barral y Barral. O serviço voluntário realizado pelos médicos será intensificado a partir do dia 30.

A secretária de saúde, Sheila Andrade, explicou que o trabalho busca ampliar a oferta do atendimento às crianças acometidas por síndromes respiratórias no município, aumentando a resolutividade desses casos, buscando evitar novas mortes pelo agravamento dessas doenças que vêm crescendo nas últimas semanas.

Segundo o primeiro-secretário do Sindmed-AC, Gilson Lima, a parceria busca aliviar, também, as demandas que acabam chegando nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), reduzindo o tempo de espera nos atendimentos e diminuindo a contaminação cruzada por crianças que poderiam ser atendidas nas unidades básicas de saúde, nos casos que não são de urgência e emergência.

“O trabalho ainda contribuirá para o início da mudança de hábitos, incentivando a sociedade a procurar consultas iniciais nos postos de saúde da prefeitura, para atendimentos dos casos que não sejam de urgência e emergência, por meio de orientações para esclarecimento à população que a porta de entrada de atendimento do SUS é a unidade básica de saúde. Essa ação voluntária dos médicos ajudará todos os rio-branquenses”, explicou o sindicalista.

Neste sábado, o serviço oferecido no Barral y Barral será apenas de consulta, não realizando vacinação no local para evitar que crianças saudáveis sejam infectadas por vírus respiratórios.

A partir de julho, novos atendimentos voluntários dos médicos associados ao sindicato, em parceria com a prefeitura de Rio Branco, serão realizados em unidades estratégicas do município e divulgado previamente para auxiliar todos os pais.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia Civil prende mentor de facção condenado a 16 anos por assalto majorado

Publicado

em

Depois de várias tentativas, investigadores do Grupo Especial de Capturas da Polícia Civil (GECAPC) prenderam na tarde desta quarta-feira (22), na periferia da capital, A.O.S., tido como mentor de uma facção criminosa, condenado a 16 anos por assalto majorado, que estava na condição de foragido. Na manhã desta quinta, ele foi levado ao presídio, onde começou cumprir sua pena em regime fechado.

Em 2019, A.O.S integrava uma facção criminosa responsável por dezenas de assaltos a casas comerciais na capital. Ele visitava os locais que deveriam ser assaltados e usava um Chevrolet Classic de sua propriedade para transportar os membros da quadrilha, da qual também tomava parte Jeferson Saraiva de Lima, morto na semana passada em um assalto na rua Campo Grande, no bairro João Eduardo.

Recentemente, investigadores foram informados de que ele estaria escondido em uma propriedade na Rodovia AC-40, para onde os policiais se deslocaram. Depois de percorrer alguns quilômetros, foram avisados que ele tinha saído para a cidade. O acusado já estava se preparando para fugir quando foi encurralado e preso.

Continuar lendo

Cotidiano

Etapa final do circuito junino começa nesta sexta com prêmio de R$ 8 mil para vencedor

Publicado

em

A última etapa do 14° Circuito Junino de Rio Branco será realizado entre os dias 24 a 26 de junho no estacionamento do Arena da Floresta, região do Segundo Distrito da capital.

Na última noite de evento acontecerá a apuração ao vivo e premiação das quadrilhas campeãs. Cada grupo ganhará R$ 5 mil reais por participação e concorrerá as colocações de primeiro a oitavo lugar.

Veja os valores abaixo.

1º lugar – R$ 8 mil + troféu;

2º lugar – R$ 7 mil + troféu;

3º lugar – R$ 5 mil + troféu

4º lugar – R$ 4 mil + troféu;

5º lugar – R$ 3 mil + troféu.

O 6º, 7º e 8 lugar irão receber R$ 1 mil como prêmio, mas apenas sete quadrilhas participam da competição.

A primeira etapa aconteceu nos dias 10 a 12 de junho, no estacionamento do Via Verde Shopping e a segunda ocorreu na última semana, dias 17 a 19, na Praça da Revolução.

Com recorde de público, além da disputa, a festividade conta ainda com shows de bandas locais, praça de alimentação com comidas típicas e muitas outras atrações.

Acompanhe a programação:

Continuar lendo

Acre 01

Justiça do Acre suspende shows nacionais de mais de R$ 340 mil da Expo Tarauacá

Publicado

em

O juiz Guilherme Aparecido do Nascimento Fraga, da Vara Cível da Comarca de Tarauacá, atendeu pedido formulado pelo Ministério Público e suspendeu as apresentações da dupla Thaeme & Thiago e dos cantores Kelvin Araújo e Eros Boldini, previstos para acontecer no período de 30 de junho a 03 de julho, naquela cidade, durante o evento Expo Tarauacá 2022.

A decisão aconteceu em consequência de ação civil pública ajuizada pelo MP pedindo a suspensão das apresentações depois de ter sido aberto procedimento administrativo para apurar a origem dos recursos que seriam usados pela prefeitura para a realização dos eventos de envergadura nacional. Os cachês somados atingem a quantia superior a R$ 340 mil.

Na ação civil pública de obrigação de não fazer cumulada com pedido de tutela de urgência, movida pelo Ministério Público Estadual, por meio do promotor de Justiça Júlio César de Medeiros, argumenta que a cidade enfrenta situação de flagrante precariedade das vias públicas, dos serviços de saúde, educação, saneamento básico, entre outras.

O Ministério Público também argumenta no pedido não ser contra a realização do evento em si, mas ao uso do dinheiro público para contratação dos shows nacionais diante da real situação e necessidade do município, visando através da ação civil pública acautelar o patrimônio público e o interesse de toda sociedade local.

Ao atender o pedido do MP, o juiz considerou que apesar da administração pública, através de eventos do tipo, investir no setor cultural e no lazer da população, incentivando o turismo e a economia local, gerando riquezas e benefícios ao comércio, principalmente após um período de pandemia não pode se descuidar das necessidades básicas da população.

Além de determinar a suspensão dos eventos e determinar que o município se abstenha de efetuar quaisquer pagamentos decorrentes dos contratos estabelecidos para as contratações dos artistas mencionados, sob pena de imputação de multa diária no valor de R$ 50 mil, também exigiu que a população dos cancelamentos por meio da página d prefeitura na internet.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!