Conecte-se agora

Na TV, Petecão volta a defender mais de uma candidatura da oposição ao governo

Publicado

em

Petecão_TV_in1

Durante entrevista nesta quinta-feira ao programa Gazeta Entrevista, (TV Gazeta-Rede Record), o senador Sérgio Petecão (PSD-AC), voltou a defender mais de uma candidatura ao governo pela oposição, falou da saída dos deputados Chico Viga e Marileide Serafim de seu partido e destacou ainda a possível volta do antigo horário do Acre.

Petecão não quis polemizar ao ser perguntado sobre a saída de Chico Viga e Marileide Serafim do PSD. O parlamentar lembrou que a decisão foi tomada em conjunto com a direção da sigla e comunicada aos dois parlamentares.  O senador disse que nas eleições de 2014, a meta de seu partido é lançar 40 candidatos a deputado estadual, com a meta de eleger no mínimo dois parlamentares.

Na entrevista, o senador que também é pré-candidato ao governo voltou a defender mais de uma candidatura da oposição. “Defendo mais de uma candidatura. No ano que vem quem estiver melhor avaliado, que for nome de consenso deve ser lançado”, disse Petecão ao lembrar mais uma vez que todos tem direito de se candidatar.

O senador lembrou da proposta apresentada por ele ao Ministério da Educação para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio nos 22 municipios do Acre.

Ele disse que percorreu todos os municípios do estado, recentemente, para ouvir a população e líderes comunitários sobre as necessidades de cada região e uma delas é o acesso ao Enem.

“No caso dos municípios isolados, temos problemas com o deslocamento dos estudantes inscritos no exame, que chegam a enfrentar até 12 dias de viagem de barco para fazerem a prova”, apontou o senador, garantindo que além beneficiar os estudantes, a realização das provas no próprio município vai estimular a participação e o desempenho dos alunos no exame”, disse.

Sobre o antigo horário que deve entrar em regime de urgência na pauta da semana que vem no Senado Federal, Petecão se disse confiante na aprovação e lamentou ainda a arbitrariedade com a qual o atual horário foi aprovado há três anos.

Petecão também defendeu a contratação através do “Mais Médicos” de profissionais brasileiros que se formaram na Bolívia.   Para ele, a exemplo do que ocorre com médicos cubanos, que foram contratados para atuarem no Brasil, o governo federal também precisa valorizar os profissionais que se formam no país vizinho. Dessa forma, ele acredita que o programa do governo seria reforçado com profissionais que atuariam em e seus estados de origem.

 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas