Conecte-se agora

Tribo do Gregório usa internet para salvar vidas no meio da floresta amazônica

Publicado

em

Jairo Carioca,
da redação de ac24horas
jscarioca@globo.com

Graças ao uso da tecnologia o chefe da tribo Yawanawá, Cacique Biraci Brasil, conseguiu amenizar seu sofrimento depois de quebrar três costelas durante um jogo de futebol nas comemorações de seu aniversário no território de Tarauacá, na terra indígena do Rio Gregório. Sentindo muitas dores, ele veio em uma pequena embarcação em viagem que durou cerca de cinco horas no último sábado (13) e que foi combinada a partir de e-mails enviados da Aldeia Nova Esperança para uma base de saúde no município de Tarauacá.

O embarque na ambulância movimentou o local formado por comércios e pensões às margens do Rio Gregório na BR 364. O agente de saúde Daw Luiz foi quem organizou o transporte. Biraci Junior, filho do Cacique, contou a nossa reportagem como aconteceu o acidente.

– Ele participava de um jogo de futebol, comemorava seu aniversário e num choque com outro membro da tribo caiu e quebrou três costelas. Está sofrendo com muitas dores, não sabemos ainda a gravidade do acidente – relatou.

O Cacique foi retirado da embarcação com a ajuda de uma manta. Na maca, o transporte das margens do Rio até a ambulância foi feito com a apoio da comunidade. Biraci foi enviado para o Hospital do Juruá, na cidade de Cruzeiro do Sul a cerca de 60 km do local. Neste domingo, por telefone, Antonio Vacer, o motorista da ambulância, disse que o indígena logo recebeu atendimento e ficou internado.

A novidade que permitiu a comunicação entre a tribo e a base de saúde em Tarauacá faz parte do projeto de conexão da Rede de Monitoramento, Vigilância e Educação Ambiental de Comunidades Tradicionais e Indígenas e de Áreas Protegidas. A intenção é garantir entre outras coisas, mais facilidade no acesso ao ensino e na garantia de saúde.

Segundo Biraci Junior [que foi capacitado para fazer a comunicação], o sinal chega através de satélite. “Sempre que precisamos de algum auxílio utilizamos a internet. Ela também serve para ficarmos informados de tudo que está acontecendo fora da Aldeia e de auxílio na segurança de nossa tribo”, disse o indígena.

O projeto é fruto de um acordo entre os ministérios do Meio Ambiente (MMA) e das Comunicações e a Rede Povos da Floresta – grupo que remonta à Aliança dos Povos da Floresta, de Chico Mendes. O acordo de cooperação técnica em que se baseia o projeto de inclusão digital foi firmado no âmbito do programa Governo Eletrônico Federal de Atendimento ao Cidadão (Gesac), entre os dois ministérios e a Associação de Cultura e Meio Ambiente (RJ), representante da Rede Povos da Floresta.

Juíza Joelma Nogueira ajudou no envio do Cacique para Cruzeiro do Sul

A ajuda para conduzir o cacique da Tribo Yawanawá contou com o auxilio de uma juíza, Joelma Nogueira, prefeita em exercício do município de Tarauacá. A ambulância do Governo do Estado que deveria fazer o transporte, segundo Antonio Vacer, encontra-se quebrada na garagem do Hospital de Tarauacá.

– A juíza que assume em exercício a prefeitura de pronto determinou o abastecimento da viatura e o transporte do indígena – acrescentou o motorista.

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas