Menu

Justiça decreta prisão dos acusados pela morte de jogador do Santa Cruz

Foto: à esquerda, os 4 acusados. Thiago Tavares (vítima) à direita - O Alto Acre/reprodução
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A Justiça do Acre decretou prisão preventiva a quatro jovens acusados pelo assassinato do jogador de futebol Thiago Tavares (18) que atuaria pelo time acreano Santa Cruz.


No último domingo (31), Thiago Tavares e outro jogador foram sequestrados de uma casa onde acontecia uma festa, no Segundo Distrito de Rio Branco, e levados até uma área de mata. Nesta área isolada, os jogadores passaram por um interrogatório, que findou com Thiago sendo executado na frente do colega de profissão, que foi liberado pelos criminosos.

Publicidade

Investigações preliminares apontam que Thiago pode ter sido sequestrado com o amigo por engano, mas acabou executado depois que os criminosos encontraram no celular do jovem uma foto em que o jogador fazia um gesto comumente associado a uma facção criminosa rival.


No mesmo dia, oito pessoas suspeitas de participação no crime foram detidas pela Polícia Militar. Quatro destes tiveram prisões decretadas pela Justiça e um adolescente foi apreendido.


Os presos preventivamente são Andrey Borges de Melo (19), Darcifran de Moraes Eduíno Junior (24), Kauan Cristian Almeira (18) e Francivaldo Barroso de Chaves.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido