Menu

Fernanda derrota grupos do PP e vai comandar partido em Brasiléia

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A prefeita Fernanda Hassem derrotou o grupo do PP que comandava o partido, em Brasiléia, e se opunha ao seu nome. Fernanda se filiará ao PP na próxima segunda-feira, junto com a sua candidata a prefeita, Suly Guimarães, na parte da tarde, em ato marcado para a sede da sigla, em Rio Branco, com o aval do governador Gladson Cameli. Fernanda Hassem vai ser a presidente municipal do PP, em Brasiléia. Os grandes derrotados neste episódio foram o candidato a prefeito Joelso Pontes (PP), a deputada federal Socorro Neri (PP), a vice-governadora Mailza Assis (PP), o primeiro suplente de deputado federal Dr. Edson, o ex-prefeito Dêda e a deputada Maria Antônia (PP), que defendiam uma aliança do PP com o MDB, em torno da candidatura de Leila Galvão (MDB) à Prefeitura de Brasiléia. O martelo da sua entrada no PP foi batido pelo governador Gladson Cameli. A Fernanda deu uma aula de política. Danada, não será fácil lhe derrotar.


DEPUTADA FEDERAL
O grande foco da prefeita Fernanda Hassem é eleger a sua candidata Suly Guimarães para a Prefeitura de Brasiléia e sedimentar uma base para sua candidatura a deputada federal.


CORTOU E APAROU
Quem sofreu o baque maior foi o ex-vereador Joelson Pontes (PP), que bajulava o governador Gladson e dava como certo que o PP ficaria com seu grupo. Se quiser agora vai ser cabo-eleitoral da candidata da prefeita Fernanda Hassem. Diz o ditado: quem muito se abaixa, o fundo aparece. Joelso se abaixou demais.


PP RACHADO NO MEIO
Com a vitória do grupo da prefeita Fernanda Hassem, o PP de Brasiléia foi rachado no meio. O ex-prefeito Deda, a deputada Maria Antônia (PP), o primeiro suplente de deputado federal Dr. Edson, e a deputada federal Socorro Neri (PP) devem apoiar a candidatura de Leila Galvão (MDB) para a Prefeitura de Brasiléia.


SEM FAVORITO
Com todos esses ingredientes, podemos afirmar que Brasiléia será palco de uma das disputas para prefeito das mais acirradas do Acre.


PAREDE TEM OUVIDO
Tem pipocado denúncia contra o secretário municipal Joabe Lira de uso da máquina pública para sedimentar a candidatura dele a vereador. Parede tem ouvido. Só não publiquei o teor por vir sem provas.


VAI BEIJAR A MÃO?
A dúvida é saber se o governador Gladson Cameli vai engrossar o cortejo que vai fazer salamaleques, bajular e beijar a mão do ex-presidente Jair Bolsonaro.


INVESTIDA CONTIDA
Chega informação que o deputado federal Eduardo Veloso (UB) tentou colocar a mulher dele, Rejane Veloso, de vice do Bocalom, mas não teve sucesso. A informação é de gente próxima do Bocalom, que quer dar um tempo no assunto e deixar para decidir próximo da convenção.


BOLHA DA SEGOV
O secretário Alysson Bestene ainda não colocou o bloco da sua candidatura na rua, continua com as suas ações restritas ao seu gabinete, na SEGOV, ouvindo teorizações sobre política. Assim o boi não dança, Alysson.


QUEM CALA…….
O ex-deputado Vagner Sales (MDB) não tem se pronunciado sobre os boatos que seu grupo vai indicar o vice na chapa do prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha, que disputará a reeleição. Quem cala consente, diz o ditado.


TODO ENCALACRADO
O ex-presidente Bolsonaro chegará em Rio Branco todo encalacrado. Foi indiciado pela PF por falsificar a caderneta de vacinação, está inelegível, e tende a se tornar réu por tentativa de golpe, após os depoimentos do seu ajudante de ordens e dos ex-comandantes do Exército e da Aeronáutica.


NÃO ESTARIA ENCRENCADO
Se o Bolsonaro tivesse reconhecido a vitória do Lula, e não tivesse tentado armar um golpe militar, não estaria enfrentando os problemas jurídicos que enfrenta. Nunca imaginou que perderia a eleição. A ganância do poder o cegou.


PERNAS CURTAS
Quem não comeu mel, quando come, se lambuza. A deslumbrada Janja — que dizem mandar no Lula – fez um carnaval acusando o Bolsonaro de ter sumido com os móveis do Palácio do Planalto, e ontem foi descoberto que mentiu: os móveis foram encontrados no depósito do prédio. A mentira tem pernas curtas e logo é alcançada. Caberia um pedido de desculpas.


DEFESA DE MONOPÓLIO
O deputado Pedro Longo (PDT) agiu certo ao cortar o papagaio do presidente da Ageac, Almir Brandão, que ao invés de usar o espaço que lhe foi dado apenas para explanar no plenário da Aleac, sobre o trabalho do seu órgão, enveredou pela defesa do monopólio da empresa de ônibus que faz a linha para Cruzeiro do Sul e outros municípios. Longo protestou e acabou com a festa do Brandão, de agir como advogado da empresa.


ARTIGO LÚCIDO
Um dos artigos mais lúcidos que li sobre a queda da popularidade do Lula foi escrito pelo ex-ministro Zé Dirceu. Pode ser sintetizado em dois pontos: comunica mal e afastou-se do povo.


CHAPA COMPETITIVA
Quem conseguiu montar uma chapa competitiva para vereador no SOLIDARIEDADE foi o deputado Afonso Fernandes (PL). Sempre foi um bom montador de chapas.


COMENTÁRIO CIFRADO
Um candidato pediu ao Gladson para desistir da disputa, ele assumir uma das pastas mais cobiçadas e poderosas do governo. Teve a investida brecada. Não posso ir, além disso. São conversas de bastidores.


NÃO FOI POR FALTA DE AVISO
Não foi por falta de aviso. Na política, os problemas devem ser deixados com os adversários. O prefeito Tião Bocalom errou feio em trazer o Saerb para seu comando. Quando tem água ninguém fala, quando a torneira só ronca, a pauleira vem e o desgaste é certo. Se tivesse deixado o Saerb com o governo, estaria livre das críticas. Não pode nem reclamar.


TRIO DA PESADA
Quem quiser entrar na chapa de candidatos a vereador pelo PP pense dez vezes. Não será fácil derrotar os vereadores N. Lima, Samir Bestene e Elzinha Mendonça: todos têm fortes estruturas.


ALIANÇA ENCAMINHADA
Está bem encaminhada a aliança entre o PSB e o MDB para disputa da PMRB. Conversas adiantadas já aconteceram entre as cúpulas dos dois partidos.


NA BERLINDA
Quem se encontra na berlinda é a vereadora Lene Petecão (PSD), com muitos cargos na PMRB. Se quiser apoiar o prefeito Bocalom terá de sair do PSD. O senador Sérgio Petecão (PSD) deu o aviso: quem apoiar o Bocalom não terá legenda no partido.


PRD
Outro partido que está com uma chapa interessante para vereador de Rio Branco é o PRD. O foco é eleger dois vereadores. Está aliado ao MDB.


SEM ADVERSÁRIO
A se confirmar que a Jéssica Sales (MDB) não será candidata a prefeita de Cruzeiro do Sul, o prefeito Zequinha Lima (PP) terá o caminho livre para a reeleição. A oposição não tem outro nome do porte da Jéssica.


FRASE MARCANTE
“Use palavras leves e argumentos pesados”. Ditado inglês.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.