Menu

“Tudo que foi conversado será cumprido, Petecão será nosso aliado na campanha da PMRB”, diz Gladson Cameli

Foto: reprodução
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O senador Sérgio Petecão (PSD) e seu grupo vão ganhar um espaço no primeiro escalão do governo e se tornarão mais um aliado a apoiar a candidatura de Alysson Bestene (PP) a prefeito. A garantia foi dada durante sua ida para ler a mensagem governamental, na última quinta-feira, na ALEAC, pelo governador Gladson Cameli, em conversa exclusiva com o BLOG. Na visão de Gladson, além do peso político, Petecão é um canal importante para servir de diálogo com o governo Lula, a quem o governador tem tecido fartos elogios. Gladson não citou que secretaria será destinada ao senador Sérgio Petecão (PSD), mas a pasta mais citada nos bastidores é a Secretaria de Habitação. A concretização do acordo deve acontecer após o próximo dia 20, quando se dará o julgamento no STJ, se o governador Gladson será ou não afastado do governo. Mas, a aliança com o senador Sérgio Petecão (PSD) está sacramentada, dentro do que foi conversado com a vice-governadora Mailza Gomes sobre o apoio a Alysson.


TODA PINTA


O candidato do MDB, Marcus Alexandre, parece ter consolidado seu nome na disputa da PMRB, com toda pinta e chance de chegar ao segundo turno. As suas reuniões nos bairros são concorridas. A reunião desta semana no auditório lotado da FIEAC, com o pessoal da área de Esporte, foi uma prova que seu nome polarizou.


O ZECA FALOU


Quem ligou foi o ex-deputado José Bestene para negar que esteja afastado das articulações da candidatura de Alysson Bestene a prefeito. Disse ter sido dele a idéia da reunião com todos os presidentes de partidos que vão apoiar o Alysson.


ATÉ QUE ENFIM, SAIU DA BOLHA


Até que enfim, os patronos da candidatura de Alysson Bestene (PP) resolveram partir para popularizar o seu nome nos bairros. Com o slogan “Juntos pelo Acre”, o governador Gladson e a vice-governadora Mailza Assis na frente das ações, que leva uma diversidade de serviços públicos aos moradores de todos os bairros da capital, resolveram de fato entrar na pré-campanha de Alysson, o tirando da bolha de burocracia que se encontrava na SEGOV. O lançamento do projeto aconteceu no bairro Taquari. É o primeiro passo concreto dado pelo governo para sedimentar a meta de levar Alysson Bestene (PP) para o segundo turno da disputa pela prefeitura de Rio Branco. As pesquisas de março em diante já darão os primeiros cenários.


PENSAR DEZ VEZES


O ex-deputado Jenilson Leite (PSB) já zerou sua cota de erros na eleição municipal, quando abandonou os companheiros de esquerda e foi para o palanque do Gladson. Depois errou ao ser candidato ao Senado. Não pode errar nesta eleição municipal, sob pena de entrar para a página dos políticos esquecidos. No mínimo tem que ser vice de uma chapa competitiva.


BOM MANDATO


O primeiro ano de mandato de candidato novato é de aprendizado, mas dá para ter uma idéia dos que vão se destacar. A deputado Socorro Neri (PP) aprendeu cedo o caminho das pedras e cumpre bom mandato, com pautas coletivas e longe do radicalismo político.


NÃO SEI SE DECOLA


Presidentes de associações de moradores de Cruzeiro do Sul querem lançar candidato da categoria a prefeito. Não sei se decola. Uma campanha majoritária precisa de uma forte estrutura financeira e alianças.


CHAPAS ESTRUTURADAS


PP e o MDB são os partidos que apresentaram até aqui, as mais fortes candidaturas a vereador de Rio Branco. Muita cobra criada em ambas chapas. Não tem amador na disputa.


NÃO MENOSPREZEM
Costumo ver comentários de desprezo ao prefeito Bocalom, o colocando como carta fora do baralho na disputa da prefeitura pela sua reeleição. Não é bem assim.Vai disputar no comando da máquina municipal. O que lhe falta é mais empatia com a população. Está apostando tudo nas obras que realiza.


O AMOR É LINDO!


O deputado Emerson Jarude (NOVO) está com a sua campanha a prefeito de Rio Branco sem pautas, meio paradão. Seu foco é o novo amor. Mas não se ganha eleição com o cupido.


NÃO ESTÁ PARADA


Pelo que andei vendo nas redes sociais, a Suly Guimarães, candidata a prefeita de Brasileia do grupo da prefeita Fernanda Hassem, não está parada, mas participando de muitas reuniões políticas. É o que tem de fazer por ser a sua primeira candidatura.


HORA DE APRENDER
A Lana Vaz, errou muito na sua candidatura a deputada federal, agiu como se já estivesse eleita. Como candidata a vereadora, ela tem boa chance de ganhar, se aprendeu com os erros da última campanha. Torço sempre que muitas mulheres se elejam para o parlamento.


CONSEGUIU O DOMÍNIO


O prefeito Tião Bocalom vai caminhar para o final do mandato, com a Câmara Municipal de Rio Branco sob o seu domínio. Soube usar bem os cargos da prefeitura para a cooptação de vereadores (o que é da política). Os vereadores Fábio, Elzinha, são os que de fato cumprem o papel para o qual foram eleitos, fiscalizar os atos do prefeito.


METAS DO JV


O ex-senador Jorge Viana tem entre as suas metas futuras conseguir incluir um frigorífico acreano para a venda de carne para a China; tomar conta do seu cafezal, e ser candidato a senador em 2026.


ALÉM DOS MUROS


O Jorge Viana tem um potencial que é o de ter grande parte dos seus votos -foi o segundo para o governo – além dos muros do PT, são votos pessoais.


UM REFERENCIAL


Nunca conversei com o secretário de Saúde, Pedro Pascoal, por isso fico livre para um comentário sem ser agradável: deu uma melhorada nos sistema de saúde. Críticas existem, não é a oitava maravilha do mundo, mas não se ouve mais tantas reclamações como antes da sua posse.


LINHA VERMELHA


A vice-governadora Mailza Assis consegue trabalhar afinada com o governador Gladson Cameli, por um motivo simples: nunca ultrapassou a linha vermelha das suas atribuições.


FALTA FAZER POLÍTICA


O que falta para a vice-governadora Mailza Assis é sair mais do mundinho religioso do seu gabinete e participar de pautas próprias na periferia que rendam popularidade, é um erro ficar só nas agendas oficiais. Não tem nenhuma interação com a imprensa.


NINGUÉM BATENDO


O candidato do MDB, Marcus Alexandre, fez uma recomendação aos que o cercam na campanha: não quer ninguém criticando o governador Gladson Cameli. E está certo, o Gladson não é candidato a nada na eleição deste ano.


VAI RETOMAR


O Márcio Pereira deu uma recuada na sua candidatura a prefeito de Plácido de Castro, por conta da dedicação exclusiva para a saúde da filha, que passou momentos difíceis, e está em ampla recuperação. Mas vai retomar a agenda de contatos por alianças.


HIBERNAÇÃO POLÍTICA


O presidente do PODEMOS, Ney Amorim, entrou em hibernação política. Não fala sobre seu futuro político. Não tivesse olho grande de disputar o Senado seria hoje deputado federal, e com protagonismo no debate da eleição para a PMRB


FRASE MARCANTE


“Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela corre por nossa conta”. Chico Xavier.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.