Menu

A força de uma mulher no comando da campanha do PP 

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A definição do nome de Alysson Bestene para ser o candidato a prefeito de Rio Branco se deve ao fato da presidente do diretório municipal, deputada federal Socorro Neri (PP),  ter mostrado autoridade ao aparar todas as arestas contra a candidatura, e implodir a tentativa de ter o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, disputando a reeleição pela sigla. Por trás daquela sua fisionomia meiga se esconde uma mulher que tem posições políticas firmes. Como presidente do diretório municipal é quem estará na condução da campanha de Alysson Bestene. A situação dentro do PP está resolvida, não há mais bolsões de resistência. O seu desafio de agora em diante é ajustar uma campanha que chegue na convenção com a candidatura de Alysson com dois dígitos nas pesquisas. Essencial para polarizar no andar de cima da briga pela PMRB.


NÃO É A ESCOLHA DO PAPA


Vejo como natural o destempero verbal trocado entre o prefeito Tião Bocalom e o governador Gladson Cameli. São antagonistas na eleição para prefeito de Rio Branco. Ambos não estão na disputa da escolha do futuro Papa, mas do prefeito da capital. Por isso não podem se comportar como cordatos cardeais. A disputa política é feita de confrontos e não de troca de mimos. Sempre foi e será assim.


NÃO ENTRE NA POLÍTICA


Quem não quiser ser exposto, não entre numa eleição majoritária como a de prefeito, porque no decorrer da campanha os ataques vão se suceder entre os militantes e não tem quem segure. Não tem anjos numa disputa eleitoral, é pau para comer sabão e pau para saber que sabão não se come. Em toda eleição o pau quebra.


MULHER NA DISPUTA


É sempre bom ver uma mulher numa disputa de mandato, porque enriquece o debate. No Bujari, teremos a vereadora Aparecida Rocha (PP), como candidata a prefeita. Sua atuação destacada no primeiro mandato a credência a postular a prefeitura do município. Sempre é bom arejar cargos majoritários com novos nomes e novas ideias.


DECISÃO TOMADA


A fonte é confiável. A deputada federal Socorro Neri (PP) e a vice-governadora Mailza Assis estão afinadas num ponto, em Brasiléia: defendem a aliança PP e MDB, na disputa pela prefeitura do município.


NÃO TENHO MAIS DÚVIDA


Cheguei a duvidar, confesso, que a candidatura de Alysson Bestene (PP) era balão de ensaio, mas hoje tenho certeza que o nome vai para a campanha. E, não justifica que o PP, no governo, não tenha uma candidatura própria para a PMRB, no maior colégio eleitoral.


OPINIÃO PESSOAL


Contado nos dedos, apenas conversei com o governador Gladson três vezes, ano passado. Faço questão de não manter proximidade para ficar livre e comentar o que quiser a respeito do seu governo. Sobre a Operação Ptolomeu, não vejo sentido no seu afastamento do cargo; isso poderia se justificar, no início do caso. Todas as provas estão colhidas e nos autos, e não há como ele interferir na coleta de material probatório de supostas irregularidades. O que deve acontecer na reunião do dia 22 de fevereiro, é ele virar réu. É a lógica jurídica. Fora isso seria surpresa.


FALÁCIA PARLAMENTAR


É comum ver declarações de parlamentares federais de que destinaram milhões de reais para obras, como se tivessem conseguido o valor. As emendas parlamentares são verbas federais impositivas repassadas aos parlamentares, que apenas dão a destinação. Falam dessas emendas como se fosse um dinheiro que cavaram com seus prestígios. É bom repor a verdade dos fatos.


CANDIDATO PRÓPRIO


O MDB terá candidato próprio a prefeito de Epitaciolândia, é o vice-prefeito professor Soares (MDB). Com ele, serão quatro os candidatos a prefeito do município. A pulverização dos votos beneficia – em tese – o prefeito Sérgio Lopes (PL).


ATÉ HOJE RESMUNGA


A bancada federal da extrema-direita no estado até hoje encontra-se emburrada, com os fartos elogios do Gladson ao presidente Lula, na sua entrevista na CNN.


VEJAM O QUE DISSE


Acharam ruim? Então leiam o que disse na última eleição da VEJA da semana passada, o presidente do PL, partido do Bolsonaro, Valdemar da Costa Neto: ” Não tem comparação. O Lula é um camarada do povo. O Lula é completamente diferente do Bolsonaro”. Qualquer queixa, favor se dirigir ao Valdemar.


SEM MUITA OPÇÃO


Para a prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem, não existem outras opções melhores que se filiar ao União Brasil, REPUBLICANOS ou PL. Existem outros partidos de pouco potencial.


PP FORA DE FOCO


Filiar-se ao PP está fora de foco, o partido já decidiu que terá candidato numa chapa majoritária em aliança com o MDB, com o ex-vereador Joelson Pontes (PP).


UNIDOS NA DISPUTA


O deputado Tanízio Sá (MDB) vai indicar o vice na chapa do deputado federal Gerlen Diniz (PP), na disputa da prefeitura de Sena Madureira. Ambos fecharam o acordo eleitoral.


VAI PARA A BRIGA


O agronegócio vai para a briga pela prefeitura de Tarauacá, com o empresário Zé Filho. É um empresário bem-sucedido e construiu em Tarauacá, o primeiro frigorífico com serviço de inspeção federal – SIF. É presidente de entidades ligadas ao setor rural, além de ser bem relacionado no município.


QUESTÃO FECHADA


Não adianta tentar no MDB se conseguir uma pista de quem será o vice na chapa do ex-prefeito Marcus Alexandre (MDB). É questão fechada só definir o nome próximo da convenção municipal. Quem disser que sabe, além disso, está chutando.


LEMBRANDO O KALUME


O saudoso ex-senador Jorge Kalume costumava dizer que, na capital, não se pode fazer previsão sobre quem tem mais chance de ganhar 24 horas antes da eleição. Falar agora quem vencerá a eleição deste ano é um chute.


DIRETO NA CAMPANHA


Quem está direto na campanha do prefeito Tião Bocalom junto ao empresariado, é o empresário e dono da TV-GAZETA, Marcelo Moura.


PRIVILÉGIO SEM SENTIDO


O trabalhador comum paga os seus impostos, assim como todos os demais setores da sociedade. Por qual razão este protesto de pastores evangélicos, por causa da cobrança do imposto de renda. Poucos ganham tanto dinheiro como seus principais líderes. Todos não são iguais perante a lei?


NOMES NOVOS


Considero sempre muito salutar, independente, do potencial eleitoral, quando um empresário do seu porte resolve disputar a prefeitura de um município politizado, como o de Feijó. É positivo sempre ter nomes novos na política, para não ficar nas mesmas caras em todas as eleições.


FRASE MARCANTE


“A quem sabe esperar o tempo abre as portas”. Ditado chinês.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.