Menu

O leite azedou, a chapa esquentou, dois bicudos não se beijam, mas se bicam

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A troca de acusações através da imprensa entre o prefeito Tião Bocalom e o governador Gladson Cameli, ontem, colocou por terra a possibilidade de estarem no mesmo palanque, na disputa da prefeitura de Rio Branco. O desabafo público feito por Bocalom de que a prefeitura está bancando as demandas do estado, recebeu uma pronta resposta do governador Gladson Cameli em Nota Oficial do governo assinada por ele, acusando Bocalom de faltar com a verdade e estar usando de fatos inverídicos para se promover politicamente. “O seu mandato termina dia 31 de dezembro”, disse Cameli em tom de ironia na sua nota. “Lamentamos que o senhor Tião Bocalom, cuja gestão se encerra em 31 de dezembro deste ano, utilize colocações sabidamente inverídicas para tentar distorcer a realidade e obter vantagem eleitoral”, disparou Gladson. A nota mostra que o governador não esqueceu dos ataques pesados sofridos por Bocalom na campanha para prefeitura. Com o episódio não existe nenhuma chance de Gladson e Bocalom estarem juntos na eleição da prefeitura da capital, nem no primeiro ou eventual segundo turno. O leite azedou e dois tucanos não se beijam.


QUESTÃO DE HONRA
Aliados do governador Gladson Cameli dizem ser questão de honra colocar seu candidato Alysson Bestene (PP), num segundo turno. Portanto, esqueçam a retirada da sua candidatura a prefeito da capital.


CANDIDATA A FEDERAL
Não chequei com ela, mas como as duas fontes que me passaram a notícia são confiáveis e conversam com a mesma, vou dar a notícia: A Procuradora Vanda Milani vai ser candidata a deputada federal em 2026.


NÃO TEM CONFRONTO
Uma das fontes perguntou para Vanda Milani se a sua decisão não geraria um confronto com a nora Fernanda Hassem, também candidata a deputada federal; e respondeu que “não”, e deu sua razão: “Me elegi sem os votos dela, na época ela era do PT, ela tem seu eleitorado e eu tenho o meu”.


CONVERSAS FECHADAS
O ex-prefeito Marcus Alexandre, segundo soube, tem tido conversas fechadas interessantes com lideranças políticas de fora da sua aliança. É nos bastidores que os nós políticos das alianças são atados.


ERIVAN XIMENES
Anote o nome. O Agente Penitenciário Erivan Ximenes é um nome forte para vereador em Tarauacá. Falta definir o partido.


EXTREMA DIREITA FURIOSA
Os políticos de extrema-direita do Acre estão furiosos com o governador Gladson Cameli, por conta de na sua entrevista para a CNN ter enchido o Lula de elogios e dito que a direita está velha e tem que se renovar.


SEM SATISFAÇÃO
O problema é que o Gladson Cameli está numa situação privilegiada de dizer que não precisou de nenhum deles para se eleger. Sua eleição foi pelo carisma pessoal e não pela ajuda desse ou daquele político.


SITUAÇÃO RESOLVIDA
A última reunião das principais figuras da oposição em Brasiléia essa semana, só veio confirmar o que o BLOG publicou de que, a oposição sairá unida e com candidatura única para prefeitura. Falta saber quem puxará a cabeça da chapa, se a ex-prefeita Leila Galvão (MDB) ou Joelson Pontes (PP).


COISAS DO ARCO DA VELHA
Nessa eleição municipal ainda vão acontecer coisas do arco da velha, com alianças nunca imaginadas. A política sempre foi uma caixa de surpresas. Pode sair casamento de jacaré-açu com sucuri.´


BARBA DE MOLHO
Pelo que ando escutando, ocupante de cargo de confiança indicado por alguns políticos podem ir juntando a trouxa, se não fecharem com o candidato a prefeito do do governo, o Alysson Bestene. Não se trata de perseguição, cargo de confiança o nome já diz, tem que seguir o que dita o programa político do poder.


ARTICULADOR POLÍTICO
Frank Lima, que deixou a secretaria municipal de Saúde num momento conturbado, é hoje o principal articulador político do prefeito Bocalom. É quem costura as alianças.


VOLTANDO PARA A DISPUTA
Márcio Batista, que já foi vice-prefeito, secretário municipal de Educação, vereador, está de volta para a lida política. Será candidato a vereador pelo PCdoB. Nome muito qualificado. Seu partido não tem um vereador na Câmara Municipal de Rio Branco.


CALA BOCA, PASSARINHO!
Passarinho passou voando baixinho e perguntando: – E se o Gladson resolver levar seu mandato até o fim? Passarinho falador……………….


TEMPO AO TEMPO
O militante político Márcio Pereira vai esperar as próximas pesquisas antes da convenção municipal, para decidir se aceita ou não o convite da oposição para ser candidato a prefeito de Plácido de Castro. Dará tempo ao tempo.


PINTAR DE OURO
Na eleição é assim. O candidato majoritário que cair na antipatia popular pode pintar a cidade de ouro, que o eleitor vai dizer que é latão. E vota em quem cair na sua simpatia.


UM EXEMPLO
O governador Gladson foi a favor da vacinação contra o Covid19 e contra o Bolsonaro, que dizia que quem tomasse vacina viraria jacaré. E ganhou no primeiro turno. O eleitor vota no candidato e não olhando para quem está lhe apoiando ou não.


ERA O GOVERNADOR
O eleitor vota no Bolsonaro e não em quem ele manda. Não fosse isso, o governador hoje seria o deputado federal Ulysses Araújo (UB), que foi seu candidato a governador no auge do bolsonarismo no estado.


NÃO INDICA
Não passa pela cabeça do senador Sérgio Petecão (PSD) – se a aliança fechar – indicar o vice na chapa do candidato a prefeito Alysson Bestene (PP).


QUESTÃO FECHADA
Sérgio Petecão (PSD) disse ao BLOG, que só tem um compromisso político futuro sacramentado, o de apoiar a candidatura de Mailza Assis (PP) para o governo em 2026.


ATÉ QUE ENFIM!
O estádio Arena da Floresta está passando por uma recuperação de vergonha e deverá ser entregue para jogos do futebol profissional em breve. Quase destruíram o estádio cedendo para jogos de peladas. Ponto para o subsecretário Ney Amorim, que está deixando todo complexo como novo.


FRASE MARCANTE
“A arte de agradar é a arte de enganar”. Ditado francês.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.