Menu

Um caminho sem volta e apostando na campanha

Secretário de governo Alysson Bestene - Foto: Secom
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

É assunto proibido na cúpula do PP se falar em Plano B para a candidatura de Alysson Bestene (PP), cuja escolha para disputar o mandato de prefeito de Rio Branco é assunto encerrado, desde que foi feita a comunicação oficial ao prefeito Tião Bocalom (PP) de que não terá a legenda do partido para buscar a reeleição. As pesquisas do ano passado não desanimaram os dirigentes do PP, porque acham que a baixa aceitação registrada pode ser revertida na campanha, com o governo unido sob o comando do governador Gladson. Alysson tem certo para lhe apoiar, o PDT-PP-PSDB-PODEMOS e outras siglas a serem anunciadas. A sua campanha na mídia será comandada pelo marqueteiro das campanhas do Gladson. Está certo que no início de abril, Alysson deverá deixar o cargo de secretário da SEGOV, para colocar a sua campanha em campo de modo profissional. É, pois, bobagem, seus adversários políticos ainda sonharem com a retirada do seu nome para ser candidato a vice-prefeito em chapa de outro partido. O jogo está jogado, a candidatura de Alysson Bestene para a PMRB é caminho sem volta. Vai disputar os votos em igualdade com os demais candidatos, porque voto não tem dono.


FORA DE COGITAÇÃO


O senador Márcio Bittar (MDB) diz não ter nenhum fundo de verdade que a Márcia Bittar será a vice na chapa do prefeito Tião Bocalom. “Se algum partido tiver que indicar o vice na chapa do Bocalom será o União Brasil, num acordo que envolverá o senador Alan Rick (UB), o deputado federal Fábio Rueda e o deputado federal Eduardo Veloso.


VIROU FÃ


Não sei qual o milagre que levou o senador Márcio Bittar (UB) a ter o senador Alan Rick (UB) como seu ídolo político.


ACABAM SE ACERTANDO


O senador Márcio Bittar (UB) acha que o senador Alan Rick (UB) e o deputado federal Fábio Rueda (UB), ambos em litígio jurídico, se acertam.


RECUSA FALAR


O prefeito Tião Bocalom (deve ir para o PL) recusa discutir nomes para compor a sua chapa como vice. Disse ontem ter como meta só o trabalho.


MDB QUER SE DESVINCULAR DO JV


Um importante membro do MDB deu ontem uma opinião isolada, que não sei se é a mesma dos demais cardeais do partido: não querer o Jorge Viana no palanque do Marcus Alexandre e nem na propaganda eleitoral. Essa sua última fala sobre Jesus foi vista com um “desastre” no MDB. A saber como terminará essa equação de resultado complicado.


FORÇANDO A BARRA


O PP está forçando a barra para que o PSDB retire a candidatura do vereador Dorzila (PSDB) a prefeito de Epitaciolândia, para ser o vice na chapa de Everton Soares (PP).


CONVITE OFICIAL


O médico Carlos Beirute recebeu um convite oficial para se filiar ao PSD, feito pelo senador Sérgio Petecão (PSD). E quer seu filho Rodrigo Beirute sendo candidato a vereador. Deve se filiar ao PSD, mas sobre candidatura é assunto a ser estudado.


PELA METADE


A prefeita Fernanda Hassem vai se filiar ao União Brasil, mas comandará o partido, apenas em Brasiléia. Em Epitaciolândia já há um compromisso do senador Alan Rick (UB) de apoiar a reeleição do prefeito Sérgio Lopes.


ESCOLHEU O CAMINHO


Na verdade, a prefeita Fernanda Hassem é que vai jogar o seu prestígio político na aliança, porque o União Brasil não tem muito o que lhe oferecer em termos de base política, no município de Brasiléia.


CHAPAS FORTES


Procurei ouvir ontem experts em formação de chapas para vereadores, e o que ouvi foi ser as chapas do MDB e do PP, as mais fortes de todas montadas até aqui. Só cobra criada.


VAMOS SIMULAR


“Vamos simular que o senador Alan Rick apoie o prefeito Tião Bocalom. Você acha, Crica, que os seus cargos no governo serão mantidos, tendo o Alysson Bestene de candidato oficial do governo?” Pergunta que ouvi ontem de um deputado governista. Respondi que não sabia, porque nunca se sabe o que passa pela cabeça do Gladson. Mas que podia afirmar que, se a situação fosse na FPA, não ficaria um no cargo.


SABE JOGAR POLÍTICA


O Lula criou o “Bolsa Estudante”, pelo qual estudantes do ensino médio vão ter creditados em uma conta poupança mensalmente um salário, para evitar que alunos deixem os cursos, para conseguir empregos, para se manterem nas aulas. O Lula é um jogador exímio na política, sabe ser essa uma jogada que renderá votos quando disputar a reeleição.


QUEM MAIS CONHECE


Dos candidatos a prefeito o que melhor conhece os bairros e muitos de seus moradores, é o Marcus Alexandre. Foi prefeito por dois mandatos, percorreu esses bairros como candidato a deputado, depois como candidato a vice-governador, e agora como candidato a prefeito. Muitos desses moradores, ele conhece pelo nome.


SONHO DA OPOSIÇÃO


O sonho da oposição é ver em palanques diferentes em 2026, a ex-do Gladson Ana Paula e o próprio Gladson Cameli, que tem um novo amor. Não seria novidade, já aconteceu muito na política.


QUEBRA O DISCURSO


A aliança entre PP e PT, em Tarauacá, pela disputa da prefeitura, quebra o discurso de dirigentes do PP que viam isso como sendo um absurdo. Na política, até boi costuma voar.


QUEM NÃO LEMBRA?


Quem é que não lembra que o ex-governador Orleir Cameli desistiu de tentar a reeleição, para apoiar a candidatura do Jorge Viana ao governo? Na política não tem purismo.


NÃO FICA DE FORA


Em qualquer roda política que se forme, a pergunta não deixa de acontecer: Qual será a decisão do STJ, o Gladson será ou não afastado?


FRASE MARCANTE


“Na hora de comprar, use os olhos, não os ouvidos”. Ditado tcheco.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.