Menu

MDB quer nome de centro para vice de Marcus Alexandre

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O presidente do MDB, Flaviano Melo, disse ontem ao BLOG que o partido não está com pressa para a escolha do nome que comporá como vice, na chapa do Marcus Alexandre (MDB), o candidato a prefeito de Rio Branco pelo partido. A escolha deve ficar para o próximo ano. Segundo Flaviano, este nome deverá ser buscado junto a um partido de centro, não havendo ainda nada em discussão. Está fora de cogitação a indicação por um dos partidos de esquerda da atual coligação. “Vamos encontrar um bom nome”, diz um otimista Flaviano Melo.


ENTRA COMO FAVORITA


Conversei ontem com duas importantes lideranças políticas de Cruzeiro do Sul, na ALEAC. E todas com a visão que, se a médica Jéssica Sales (MDB), disputar a prefeitura, entrará como a franca favorita.


NÃO SABE O QUE ACONTECE


Numa das conversas citadas acima ouvi de um deles que não sabe o que acontece com o prefeito Zequinha, que ao seu ver não é um desastre, mas o povo não quer mais votar nele.


REPUBLICANO RACHADO


O REPUBLICANO vai entrar rachado na eleição de Epitaciolândia para prefeito. Os deputados federais Roberto Duarte e Antônia Lúcia apoiarão o prefeito Sérgio Lopes (PL); e o deputado Tadeu Hassem o candidato de oposição Everton Soares (PP).


CHACINA DE CRIANÇAS


Já chegaram a 4 mil as crianças palestinas mortas pela chacina do exército de Israel. Inocentes que nada tinham a ver com o ataque do grupo terrorista do Hamas, que matou 1.400 israelenses, também inocentes. As mortes de palestinos chegam a 10 mil.


DIFÍCIL PREVER


A vereadora Lene Petecão (PSD) descascou contra o prefeito Tião Bocalom, devido a demissão do marido. E foi para a oposição. O Bocalom retornou com o cargo e a Lene voltou para a base do prefeito. Nesse turbilhão de puxa-encolhe, é de se perguntar se a Lene vai caminhar para a PMRB em 2024, com o irmão e adversário do Bocalom, senador Sérgio Petecão (PSD), ou se apoiará o velho Boca. Pergunta no ar.


GRANDE ARTICULADOR


O deputado Tanízio de Sá (MDB) tem sido um dos principais articuladores políticos do MDB, exerce papel importante nas filiações de candidatos a prefeito em vários municípios.


DEFESA ABERTA


O deputado Tanízio de Sá (MDB) faz uma defesa aberta no partido por uma chapa para a PMRB com Marcus Alexandre a prefeito e Alysson Bestene (PP) como vice, com aval do governador Gladson Cameli.


CONVERSANDO MUITO


Tanízio de Sá, inclusive, tem conversado com o governador Gladson Cameli sobre essa possibilidade. Na política, tudo pode acontecer. Ou nada.


ESGANARAM O PADEIRINHO


O prefeito do Bujari, Padeirinho, tem fama de brabo, mas ontem encontrou outro mais brabo que ele, que lhe deu uma abarcada no pescoço, numa discussão em um ramal do município. É o que mostra vídeo que circula nas redes. O Padeiro começou falando grosso e acabou falando bem pianinho.


NÃO ESTÁ PARADA


Numa conversa ontem na ALEAC, o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) fez uma observação sobre a vice-governadora Mailza Assis: “A Mailza não está parada, presenciei ela passando o dia em conversas políticas com lideranças de Marechal Thaumaturgo. Eu saí do município e ela ficou em reuniões”. Aprendeu que ficar em gabinete não é o caminho para quem quer disputar o governo em 2026.


JOGANDO CERTO


Tudo encaminhado para que o Delegado Railson Ferreira, líder das pesquisas para a prefeitura de Feijó, venha se filiar ao MDB. Ele se reunirá nesta semana com a cúpula do MDB. Joga certo, o MDB é um partido plural a novas ideias.


DISPUTAM COM CHANCE


Candidatos a prefeito pelo MDB que também vão disputar prefeituras com chance são o vereador Careca (sobrinho do deputado Tanízio de Sá) e Tamir de Sá, em Santa Rosa, que buscará a reeleição. O MDB vem forte em vários municípios para prefeito.


PÉ NO MDB


Quem está com um pé no MDB para se filiar, é o ex-prefeito de Tarauacá, Vando Torquato, que depois de longo tempo voltará a disputar a prefeitura do município. Não sei no momento atual, mas já foi um nome muito forte.


VER O QUADRO


O deputado Clodoaldo Rodrigues (REPUBLICANOS) quer ver o quadro eleitoral de Cruzeiro do Sul no próximo ano. Antes disso não deve se posicionar sobre a disputa da prefeitura do município.


DISPUTA NA MÁQUINA


Outro nome forte do MDB na disputa de prefeituras em 2024, é o prefeito de Acrelândia, Olavinho. Num município pequeno, pesa a favor disputar a eleição no comando da prefeitura.


ZERO RECURSO


Quando se vê políticos bolsonaristas defendendo que os recursos destinados às causas indígenas do Acre pela ministra Marina Silva, deveriam ser destinados para a BR-364, fica a pergunta: quanto o Bolsonaro alocou para a 364 no seu governo? Resposta: Zero. Então, falta moral aos políticos bolsonaristas para fazer a cobrança.


SEM PROTAGONISMO


Pelo andar da carruagem teremos em 2024 em torno de 90% de candidatos homens disputando as prefeituras. As mulheres mais uma vez serão minoria.


CAVEIRA DE BURRO


O subsecretário de Esportes, Ney Amorim, poderia começar sua gestão com uma bola dentro. Desenterrando a caveira de burro do estádio Arena da Floresta, há vários anos abandonando pelo governo do Gladson, e sem sediar uma partida de futebol profissional. Reinaugurar e evitar ceder o espaço para peladeiros.


HABILIDADE POLÍTICA


O Lula conseguiu em menos de um ano na presidência, o que os que o antecederam não conseguiram aprovar, a Reforma Tributária. Muitos dos parlamentares eleitos na onda da extrema direita, hoje são votos do Lula. Político vai para onde está o poder.


MAIORIA NO BORNAL


Ninguém governa só no atual modelo político, tem de compor. Foi o que o Lula fez com o Centrão. No Acre, o Gladson segue o mesmo modelo, tem a maioria da ALEAC no seu bornal.


FRASE MARCANTE


“Deus está presente, chamado ou não”. Ditado latino.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.