Conecte-se agora

Brasileiro que participaria de rebelião em Cobija foi transferido para Santa Cruz

Publicado

em

De acordo com o jornal El Deber, o brasileiro Bruno Lira de Souza foi transferido no último dia 19 de novembro do presídio Villa Busch, de Cobija, para o presídio de segurança máxima de Palmasola, em Santa Cruz de La Sierra, para proteger sua segurança e evitar que ele participasse de uma revolta dentro do centro de detenção.

Eduardo Castillo, ministro do governo boliviano, informou que o preso é membro do Primeiro Comando da Capital (PCC), uma das maiores e mais perigosas organizações criminosas do Brasil, dedicada ao tráfico de armas e drogas.

Bruno Lira responde pelos crimes de roubo qualificado e associação criminosa, segundo os autos da Direção do Regime Penitenciário de Pando.

“A transferência de um prisioneiro brasileiro, Bruno Lira de Souza, membro do PPC, foi realizada para Palmasola para proteger sua segurança e a de outros prisioneiros” , disse Del Castillo em uma postagem no Twitter.

De acordo com as investigações da inteligência boliviana, o brasileiro iria participar de um distúrbio devido às lutas pelo poder dentro do presídio de Villa Busch, o que teria motivado sua mudança de centro penitenciário.

Antro de corrupção

Com o nome oficial de Penitenciária Modelo Villa Busch, o presídio de Cobija está muito longe de parecer com algo que se possa chamar assim. Barril de pólvora para a explosão de rebeliões e confrontos entre presos bolivianos e brasileiros, o lugar é precário a ponto de fazer as prisões brasileiras parecerem resorts.

A precariedade do local e os relatos de maus tratos e assassinatos de presos brasileiros foi pauta de uma reunião de deputados acreanos com representantes da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e do Ministério das Relações Exteriores, ainda no ano de 2013. Na ocasião, um brasileiro havia sido morto e outros cinco ficaram feridos durante uma rebelião.

“Prisão de Vila Busch, em Cobija, Bolívia, é um antro de corrupção, maus tratos, tortura e morte de brasileiros. Vou pedir ao governo brasileiro que reivindique e garanta uma inspeção internacional naquela pocilga”, disse naquela oportunidade, por meio de sua conta no Facebook, o então deputado estadual Moisés Diniz.

Cotidiano

Sistema Nacional de Emprego do Acre oferece 81 vagas de emprego nesta quarta-feira

Publicado

em

O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine), está disponibilizando 81 vagas de emprego para várias áreas em Rio Branco, nesta quarta-feira, 25.

As oportunidades de trabalho são rotativas, ou seja, são divulgadas para o dia, podendo ou não estar mais disponíveis para o dia seguinte. O atendimento está sendo feito exclusivamente via telefone, mas presencialmente continua sendo na Organização em Centros de Atendimento (OCA).

Para se candidatar, é necessário que o candidato esteja com o cadastro atualizado. Aqueles que precisam fazer o registro na instituição, devem ter em mãos os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço.

O cidadão poderá verificar se a vaga ainda está disponível através dos telefones (68) 3224-5094 (68) 3224-1519, (68) 3223-6502 ou (68) 0800 647 8182.

Continuar lendo

Cotidiano

Previsão aponta tempo quente com chuvas pontuais nesta quarta-feira no Acre

Publicado

em

O tempo quente, com sol entre nuvens, predomina no Acre nesta quarta-feira, 25, mas pode ter chuvas rápidas e pontuais em algumas áreas. Os termômetros alcançam máxima de 33°C em todos os municípios.

Em Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira, pode chover rápido em alguns pontos e a noite será amena. Os ventos sopram entre fracos e calmos, com rajadas moderadas. O mesmo irá ocorrer em Cruzeiro do Sul e Tarauacá.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo oficializa criação do Conselho de Desenvolvimento Econômico do Acre

Publicado

em

Anunciado na última sexta-feira, 20, durante encontro do governador Gladson Cameli com empresários, foi oficializado no Diário Oficial desta quarta-feira, 25, a criação do Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Acre (CDE). O Conselho é um órgão colegiado de ação consultiva e de assessoramento direto ao Governo do Estado, representativo do poder público estadual e de organizações e instituições da sociedade civil e tem como objetivo propor ao Governador do Estado a formulação de políticas e diretrizes específicas, voltadas ao desenvolvimento econômico sustentável à geração de empregos, produzindo indicações normativas, propostas políticas e acordos de procedimentos.

O decreto de criação diz ainda que faz parte das demandas do CDE assessorar o Governador do Estado na solução de problemas de interesse público que interfiram no desenvolvimento econômico do Estado, apreciar propostas de políticas públicas e de reformas estruturais e de desenvolvimento econômico e social que lhe sejam submetidas pelo Governador do Estado, com vistas à articulação das relações de governo com representantes da sociedade civil organizada, além de propor medidas que visem a otimização da atuação do Governador do Estado em áreas de desenvolvimento econômico sustentável.

O CDE é composto pelos titulares da Secretaria de Estado da Casa Civil – SECC, Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia – SEICT, Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – SEPLAG, Secretaria de Estado da Fazenda – SEFAZ, Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio – SEPA, Federação das Indústrias do Estado do Acre – FIEAC, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Acre – FAEAC, Federação do Comércio do Estado do Acre – FECOMÉRCIO, Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Acre – FEDERACRE, Associação Comercial, Industrial, de Serviço e Agrícola do Acre – ACISA, Associação Acreana de Supermercados – ASAS, Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Acre – SINDUSCON, Sindicato das Empresas de Logística e Transporte de Cargas do Estado do Acre – SETACRE, Associação Comercial e Empresarial de Cruzeiro do Sul – ACECS, Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Acre – ADACRE, Banco da Amazônia – BASA, Banco do Brasil – BB, Caixa Econômica Federal – CEF e Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Acre – FETACRE.

O CDE tem pelos próximos 60 dias apresentar o Regimento Interno e implantar uma plataforma digital de comunicação interna entre os participantes em até noventa dias.

Continuar lendo

Cotidiano

Época mais quente do ano aumenta consumo de energia elétrica: saiba como economizar

Publicado

em

Já dá pra perceber que o período mais quente do ano chegou. Além de alterar a rotina de muita gente, os dias mais longos e o calor intenso, bem característicos dessa estação, também influenciam no consumo de energia elétrica.

Aparelhos de ar-condicionado e ventiladores ligados por mais tempo, geladeiras e refrigeradores trabalhando na potência máxima, e até máquinas de lavar acionadas mais vezes para dar conta da demanda de roupas sujas. Tudo isso faz com que o consumo de energia aumente em quase todas as residências, comparando com outras épocas do ano.

Esse assunto é tão importante que a Energisa reforça constantemente as orientações aos clientes por meio de campanhas, mídias e projetos junto à comunidade.

O especialista em Eficiência Energética da Energisa Acre, Pedro Henrique Melo, explica que é perceptível a mudança de comportamento das pessoas e dos equipamentos nos períodos de altas temperaturas.

“O fato é que quanto mais alta a temperatura, maior a variação de consumo. Um ar-condicionado que ficava ligado seis horas nos outros meses do ano, por exemplo, vai demandar mais energia para deixar o ambiente fresco nos dias mais quentes. Ou seja, ainda que o hábito da família não mude, é possível que haja um aumento de consumo exclusivamente por conta do calor”, alerta.

Essa demanda maior de energia no verão é comum também em outros equipamentos domésticos de refrigeração como geladeiras, bebedouros de água, e até ventiladores. Por isso, a Energisa ressalta a importância de adotar hábitos de consumo consciente o ano todo para evitar o desperdício de energia e o susto no orçamento ao final de cada mês.

Veja as dicas da Energisa para administrar bem o consumo de energia:

Ar-condicionado: 23ºC é uma temperatura agradável para qualquer ambiente. Mantenha sempre as janelas e portas fechadas enquanto o equipamento estiver ligado e lembre-se que os filtros devem ser limpos com frequência, já que a sujeira dificulta a passagem do ar e reduz a eficiência do equipamento.

Ventiladores: esses aparelhos não resfriam o ambiente, então não devem ser deixados funcionando em ambientes vazios, pois desperdiçam energia.

Geladeiras e freezers: preferencialmente, esses eletrodomésticos devem ficar o mais longe possível do fogão, fornos e outras fontes de calor. A borracha de vedação da porta precisa estar em boas condições para não deixar o ar frio não escapar. Não forre as prateleiras com plásticos ou panos, porque isso atrapalha a circulação interna do ar. Não guarde alimentos e líquidos quentes. Regule o termostato para o funcionamento correto da geladeira e, por fim, evite abri-la toda hora sem necessidade.

Iluminação: no verão os dias são mais longos, então aproveite ao máximo a luz natural. E quando precisar das luzes, acenda apenas nos cômodos em que houver necessidade e apague as lâmpadas dos ambientes vazios. Também invista nas lâmpadas de tecnologia LED, que são as mais econômicas.

Aparelhos em stand-by: em geral, luzes indicativas acesas significam desperdício de energia. Então, desligue os aparelhos direto nos botões ou nas tomadas, e não apenas pelo controle remoto.

Ferro de passar roupa: neste calor, economize tempo e energia. Passe apenas as peças essenciais. Roupas de cama, de academia e de ficar em casa dispensam o uso do ferro. Para não amassar, basta ter o cuidado de estendê-las corretamente no varal e dobrá-las ou colocá-las em cabides assim que secarem.

Chuveiro: “dê férias” para um dos maiores vilões do consumo de energia. Na hora do banho, use a posição “verão” ou aproveite o calor intenso para se refrescar com a temperatura do chuveiro no modo “desligado”.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!