Conecte-se agora

Acreano filho de doméstica passa para medicina na Ufac

Ramon teve apoio do vizinho que pagou cursinho pré-Enem por quase 7 anos

Publicado

em

A história do estudante André Ramon parece ter saído de um roteiro de filme, daqueles bem dramáticos. No dia que completou 26 anos, nessa terça-feira, 10, recebeu a notícia que deve mudar e melhorar para sempre sua vida e a da família. Após sete anos de dedicação aos estudos, conseguiu entrar para o curso de medicina na Universidade Federal do Acre (Ufac).

Um momento memorável foi registrado em vídeo no trabalho da mãe de Ramon, que sempre trabalhou como empregada doméstica e atualmente atua como auxiliar de serviços gerais numa academia de Rio Branco. Dona Vilinilde Arruda Maciel, a Nilda, não conteve a emoção ao saber que o filho finalmente conseguiu atingir seu objetivo.

Mas a caminhada para a glória foi dolorosa. De família pobre, até esse último final de semana seu futuro era incerto. Irmão mais velho de sete filhos, criado por uma mãe solo doméstica, provou todas as dificuldades de pertencer a um grupo de jovens desprivilegiados quando o assunto é acesso à educação de qualidade.

Teve de conciliar o sonho de ingressar em medicina fazendo “bicos”, roçando quintal, limpando piscinas para conseguir o básico de um estudante: se alimentar, comprar livros e manter o foco nos estudos. Ao contrário de muitos, enfrentou empecilhos que poderiam facilmente lhe tirar do bom caminho. Por sorte, driblou as adversidades e conseguiu viver um momento memorável.

“Meu sonho de fazer medicina na Ufac começou em 2014. Venho de família pobre e foi um grande desafio em todos esses anos pelo fator econômico”, disse em entrevista ao ac24horas. “Vim de escola pública e até 2014 nunca tive muito contato com esse mundo de vestibular. Foi bem difícil trilhar o caminho até a medicina, para mim era algo muito distante”, salienta. Além disso, ele sentia que seu nível de aprendizagem e educacional era fraco diante de seus concorrentes. “Não sabia nem fazer uma multiplicação por vírgula”, destaca.

Ajuda do vizinho

Certamente teria sido muito mais difícil alcançar o sonho da medicina sem a ajuda do vizinho, o economista Pablo Marques, que também teve a vida transformada por meio do estudo. Foi ele quem começou a incentivar André nos estudos pagando um cursinho particular. “Graças a Deus conheci um grande amigo, o Pablo, que pagou um cursinho para mim. Foi quando eu comecei a trilhar o caminho da medicina e ter alguma chance de melhorar de vida”, conta.

Pablo ressalta que o jovem tem uma história de vida com muita superação. “Acredito que para quem nasce pobre, a maior revolução da vida é estudar mesmo. Um dia chamei o Ramon e perguntei o que ele queria da vida e se gostaria de estudar”. Ramon iniciou o cursinho voltado para medicina em 2014, mas não ingressou na universidade naquele ano. “Eu tinha começado a engatinhar. Naquela época entrei em Engenharia Florestal mais para ter um ensino superior, mas não me sentia feliz naquele curso”, comenta. Em 2015 surgiu uma greve e ele viu a oportunidade de continuar estudando para passar em medicina e alcançar seu verdadeiro sonho. “Com ajuda do meu vizinho Pablo, voltei para o cursinho, que era um bem melhor e eu fazia “bicos”, roçava quintal para ajudar a bancar minha alimentação, pagar ônibus e outros gastos com os estudos”.

Até hoje Ramon seguiu com esses serviços para manter a rotina de estudos. O economista sempre o ajudou com as despesas relacionadas à educação. “Não me adaptei ao cursinho presencial e ele me passou para um cursinho online, que foi mais fácil de acompanhar. Em 2016 também não passei, mas melhorei muito e isso me deu motivação para continuar”.

Antes de conseguir a nota para alcançar o curso de medicina, o jovem conseguiu passar em pelo menos outros quatro cursos: engenharia florestal, engenharia civil, enfermagem e economia. O vizinho diz que aos poucos Ramon foi evoluindo. “Em 2019 ele ultrapassou a barreira dos 700 pontos no Enem, foi quando eu o avisei que ele estava no ‘game”, conta Pablo.

O economista relata que existem vários “Ramon’s” precisando apenas de uma oportunidade para estudar e de incentivo. “Acredito muito nessa mudança da educação e apostei no Ramon, pois acreditei que ele iria se esforçar. Ele precisava mudar de vida através dos estudos para dar uma condição melhor para a família, porque eu sei do que o estudo é capaz”, garante.

Driblando as dificuldades

O ano de 2017 foi um dos mais difíceis para o jovem sonhador. Muitos problemas familiares. Ele morava com a mãe, seis irmãos e o padrasto. Mas nesse período o padrasto foi embora e dona Nilda teve de assumir praticamente todas as despesas da casa. Ramon não conhece o pai. “Foi um baque emocional e econômico muito grande, que até interferiu na minha nota. Não consegui estudar bem naquele ano, apesar de ter melhorado em algumas áreas”.

Após um tempo de adaptação, em 2018, conseguiu estudar na biblioteca da Ufac e viu chegar mais perto do sonho. Em 2019, ainda não conseguiu vaga em medicina, o que o causou grande frustração. Nesse ano ele ganhou uma bolsa de 100% num cursinho tradicional da cidade para formar ingressantes em medicina, o que o ajudou bastante. “Eu sempre tinha comigo que, além de medicina ser meu sonho, era minha grande chance de mudar de vida, então eu não poderia desistir”.

Em 2020 Ramon ‘bateu na trave’, ficando como o próximo na lista de espera, mas não foi chamado. “Isso também me causou grande frustação e ansiedade, tanto que tive crise de ansiedade e acabei parando no hospital”, relata. A vitória veio neste ano, com resultado do Enem feito ano passado com a pandemia. “Não consegui passar no Sisu 1, no início do ano. Isso me abateu, mas no Sisu 2, que saiu agora, graças a Deus tive essa grande emoção de alcançar meu sonho que era passar em medicina”, afirma.

Emoção da mãe

Assim que saiu o resultado do Sisu, Ramon se reuniu com amigos e a primeira coisa que passou pela cabeça foi agradecer o vizinho e à mãe. “Pegamos um Uber e fui ao trabalho dela [a mãe] para poder agradecer e meu amigo filmou. Naquele momento passou tudo na minha cabeça, de todos esses anos de luta com minha mãe do meu lado, sempre acreditando em mim. Posso dizer que foi o ponto alto da minha vida”, diz emocionado.

O vizinho Pablo diz estar extremamente feliz e explodindo de alegria. “Quando ele me mandou a notícia, até chorei de felicidade. Ramon é a prova de que nada é impossível se você se esforçar, ter persistência, fé em Deus e foco. Assim as coisas tendem a dar certo”. Ramon conta eu ainda falta um longo chão pela frente para poder mudar um pouco de vida, mas que espera “ser um bom médico para ajudar a minha família e amigos”, finaliza.

Veja o vídeo:

Destaque 7

Progressistas definirá nomes de candidatos no dia 5 de agosto

Publicado

em

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

CONVENÇÃO ESTADUAL PROGRESSISTAS

O Presidente da Comissão Provisória do Progressistas no Acre, Gladson de Lima Cameli, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, convoca os membros da Comissão Provisória e todos os demais filiados para comparecerem à Convenção Estadual do PP, a ser realizada no dia 05 de  agosto de 2022, com início às 17 horas, a realizar-se no Ginásio do SESC Bosque, localizado na Avenida Getúlio Vargas, nº 2.473, bairro Bosque, em Rio Branco-AC, a fim de deliberarem acerca da seguinte Ordem do Dia:

  1. Escolha dos candidatos do Progressistas – AC aos cargos de Governador, Vice-Governador e Senador e respectivos suplentes, nas eleições majoritárias do próximo dia 02 de outubro de 2022;
  2. Escolha dos candidatos do Progressistas – AC aos cargos de Deputado Federal e Deputado Estadual, nas eleições proporcionais do próximo dia 02 de outubro de 2022;
  3. Deliberação sobre propostas de coligações com outras agremiações partidárias para a eleição majoritária;
  4. Sorteio dos respectivos números para os candidatos;
  5. Designação de delegados partidários e/ou representantes da coligação;
  6. Outros assuntos de interesse partidário e eleitoral.

Rio Branco – AC, 26 de julho de 2022.

 

Gladson de Lima Cameli
Presidente da Comissão Provisória

 

 

 

 

Continuar lendo

Destaque 7

Polícia prende chefão do CV que tramava ataques contra o B13

Publicado

em

Uma operação dos Policiais Civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) com o apoio Equipe de Pronto Emprego (EPE) resultou na prisão do Conselheiro Geral do Estado do Acre da Facção Comando Vermelho (CV) Benedito Tavares de Souza, mais conhecido no mundo do crime pela alcunha de “Cabelo” e seus seguranças Anderson Xavier de Freitas, Michael Pereira de Andrade, Raimundo Ricardo Tavares e Andreiane Aguiar da cruz, na noite desta terça-feira, 26.

As prisões ocorreram na rua principal do Conjunto Aroeira na região do Calafate em Rio Branco, após uma reunião da facção Comando Vermelho, organizando um ataque na cidade de Rio Branco, contra membros da facção do Bonde dos 13.

Segundo a polícia, “Cabelo”, que estava com mandado de prisão em aberto, saiu de dentro de uma residência no Aroeira, juntamente com seus seguranças, em dois veículos, um HB20 de cor branca e Gol de cor prata. Os policiais fizeram um acompanhamento e conseguiram abordar os faccionados. Durante a revista pessoal e veicular, foi encontrado em posse de “Cabelo”, duas armas de fogo, quatro carregadores, uma balaclava e dois canivetes.

De acordo com informações da polícia, “Cabelo” e seus comparsas são suspeitos de vários crimes em Rio Branco e na fronteira do Acre, entre eles, os de roubos, tentativas de homicídios, tráfico de drogas, homicídio e ataques a membros da facção rival na capital.

Benedito Tavares é um dos suspeitos também de um triplo homicídio ocorrido em Brasiléia, no interior do Acre. Na época, os criminosos com fardamentos da Polícia Civil invadiram uma residência, renderam três adolescentes e os executaram a tiros.

A reportagem do ac24horas teve acesso a vários áudios de Benedito Tavares, entre eles, um onde fala que seu filho foi vítima de uma emboscada planejada pela facção Bonde dos 13 no bairro Airton Sena, no mês de Abril. O filho de “Cabelo” foi executado a tiros pelos rivais, que esconderam o corpo e até hoje não foi encontrado.

“Meus filhos, os cara disseram que fecharam com nós, mandaram eu mandar uma equipe lá para dar apoio, mandei meu filho e mais dois irmãos, quando chegou lá mano era uma emboscada, mataram meu filho daquele jeitão, no modo a crocodilagem. Meu filho estava aqui na linha comigo, quando a bala torou, estava falando comigo”, disse “Cabelo” em um áudio.

“Pois é moleque, meu moleque chegou lá, chegaram lá tá ligado, disse que os caras que nada mano, aqui é tudo dois, não precisa nem nós está desse jeito não, disse que quando botaram as armas em cima de uma mesa, diz que quando meu moleque tirou a arma, a bala da agulha da postila dele, saíram dois cara de dentro do quarto atirando no meu filho pow, tá ligado, tudo armado, daquele jeitão só esperando chegar mesmo pra matar os irmãos pow”, revelou o chefão do CV em outro áudio.

Por fim, Benedito diz no áudio em uma conversa com outro faccionado, que iriam resolver a situação do seu filho planejando ataques, pois até hoje não teve como velar o seu filho, porque sumiram com o cadáver.

“Rapaz eu tô ajeitando uma batida aí mano, tá ligado, pra resolver essa situação, tá ligado. Pra cobrar essa situação aí do meu filho, até hoje eu não tive o gosto de velar meu filho, porque os caras sumiram com meu filho. Tô fazendo uma batida aí, tô juntando umas armas, tô com uma equipe boa, nós vamos lá pra trazer quem tiver que trazer entendeu mano. É o seguinte, meu filho, se tu tiver uma arma pra jogar aí na minha responsa, só a gente terminar essa missão aí, vai ser devolvido moleque, agora o que perder pra polícia também, além de eu perder meu filho, não tem como eu pagar um bagulho que perca pra polícia não, entendeu mano. Quero só cobrar o bagulho do meu moleque lá”, frisou.

Benedito Tavares e os outros quatro comparsas foram encaminhados a Delegacia especializada e estão à disposição da justiça.

Ouça áudio:

Continuar lendo

Destaque 7

PSB decide que Jenilson disputará senado e implode dobradinha com o PT de Jorge Viana

Publicado

em

O presidente do PSB do Acre, César Messias, informou na tarde desta terça-feira, 26, que a sigla lançará o deputado estadual Jenilson Leite (PSB), como pré-candidato ao senado federal, dias antes da convenção marcada para ocorrer no próximo dia 5 de agosto. A decisão foi divulgada em uma nota do partido direcionada à População Acreana e oficializar o racha entre a sigla e o PT do ex-senador Jorge Viana, que até o momento não se decidiu se será candidato ao governo ou ao senado.

“Por avaliação interna com nossos filiados e dirigentes e ouvindo os anseios da população, chegamos ao entendimento diante as circunstâncias de conjuntura, de que Jenilson Leite, escolhido como nosso majoritário, será o pré-candidato da sigla ao Senado Federal”, frisou César Messias, por meio de nota.

De acordo com Messias, o comunicado do PSB ocorre em virtude das dificuldades encontradas com o PT, mas sem nominar o partido. “Foram muitos os diálogos. Porém, entendemos que o tempo se esgotou e nossa população precisa de uma resposta”, pontuou.

“Reafirmamos nosso compromisso, dedicação e trabalho para ajudar nosso estado a progredir, e é por isso que a decisão em torno do nome de Jenilson Leite foi tomada com muita responsabilidade. Por fim, agradecemos profundamente ao nosso povo acreano por ter abraçado nossa pré-candidatura ao Governo e esperamos que tenhamos esse mesmo carinho e confiança em nosso nome nesse novo desafio que é o Senado Federal”, finalizou César em comunicado.

NOTA DO PSB À POPULAÇÃO ACREANA

O Partido Socialista Brasileiro no Acre (PSB) informa que, por avaliação interna com nossos filiados e dirigentes e ouvindo os anseios da população, chegamos ao entendimento diante as circunstâncias de conjuntura, de que Jenilson Leite, escolhido como nosso majoritário, será o pré-candidato da sigla ao Senado Federal.

O comunicado do PSB ocorre em virtude das dificuldades que tivemos em avançar no formato de uma composição majoritária. Foram muitos os diálogos. Porém, entendemos que o tempo se esgotou e nossa população precisa de uma resposta.

Reafirmamos nosso compromisso, dedicação e trabalho para ajudar nosso estado a progredir, e é por isso que a decisão em torno do nome de Jenilson Leite foi tomada com muita responsabilidade.

Por fim, agradecemos profundamente ao nosso povo acreano por ter abraçado nossa pré-candidatura ao Governo e esperamos que tenhamos esse mesmo carinho e confiança em nosso nome nesse novo desafio que é o Senado Federal.

Rio Branco-Acre, 26/07/2022

Cesar Messias
Presidente do PSB Acre

Continuar lendo

Destaque 7

“A hipnose ajuda até a emagrecer dormindo”, disse o hipnoterapeuta e coach, Paulo Cahu

Publicado

em

No Programa da Jô, edição Podcast desta segunda-feira, 25, o hipnoterapeuta e coach, Paulo Cahu conversou sobre Hipnose, e como seu trabalho ajuda com o emocional e em melhorias para aumentar a capacidade de conquistar os objetivos, além de dar dicas de livros e filmes acerca do assunto.

Formado em economia na Universidade Federal do Acre (Ufac), em hipnoterapia pela UniBrasil e em diversos cursos de desenvolvimento pessoal e profissional, o especialista também é policial civil, e destacou no início da entrevista a diferença entre os dois principais temas abordados.

“Coach é o profissional experiente e habilitado para encontrar a melhor conduta para você sair do estado A para o estado B, para aquilo que você deseja, estabelecendo a melhor rotina, limitações, desafios e recursos a se cumprir. Já o hipnoterapeuta, busca destacar o empoderamento e limitações que precisam ser trabalhados, mexendo com o subconsciente e removendo o que sabota, para se conseguir o equilíbrio e resultados”, apontou.

Cahu explica que desde os 19 anos tinha facilidade e vocação para induzir pessoas a entrarem em transe, espécie de controle temporário da mente pela voz e magnetismo, e isso o incentivou aos estudos na área. Sobre o corpo humano e a temática do programa “Cansado de sofrer?”, destacou que somos uma máquina controlada pela mente e que temos duas motivações que nos movem, que seria a busca pelo prazer e a fuga da dor.

“Você precisa ter propósitos na vida, se seus objetivos não tiverem um sentido que valha muito a pena, você não sai do lugar. Quanto mais intenso é o prazer e a dor, maior a sua motivação, e as emoções algumas vezes travam o desempenho nas atividades. A hipnoterapia vai trabalhar com isso, nas crenças limitantes e empoderar no que precisa ser destravado, enquanto o Coach vai ajudar a conquistar seus objetivos”, apontou.

Paulo também falou sobre dores, traumas e vícios vivenciados pelas pessoas, destacando que os sentidos físicos e emocionais são as maiores adversidades enfrentadas. Para isso, abordou que em várias situações, o seu trabalho encontra as melhores soluções. Entre os problemas questionados, a hipnose ajuda com o restabelecimento das emoções desequilibradas, curas, com a Síndrome do Pânico, a parar de fumar e até a emagrecer.

“A Hipnoterapia ajuda a emagrecer, primeiramente cuidando do estado emocional, pois muitas pessoas comem compulsoriamente não pela necessidade de nutrir o corpo, mas para acalmar a mente, o segundo ponto vai adicionar prazer a dieta adequada e a ressignificar a atividade física como prazerosa, e o ultimo seria o metabolismo. Essas ações ajudam a emagrecer até dormindo”, completou.

Assista ao Programa da Jô, edição Podcast desta semana e saiba mais sobre as questões de hipnose com Paulo Cahu.

video
Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!