Conecte-se agora

Travessia pela Ponte do Madeira não levará mais do que cinco minutos, diz Dnit

Publicado

em

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse nesta sexta-feira (7) durante a inauguração da Ponte do Madeira que o que será esquecido de agora em diante é a balsa que fazia a travessia do rio.

“Esta ponte é um sonho que este governo realiza”, disse. “Vencemos um rio rebelde”, completou. O governo federal interioriza a infraestrutura.

O próximo sonho, afirmou, é a BR-319. O Norte, segundo Freitas, não será esquecido.

A travessia de uma margem a outra demorava em média duas horas nas balsas e custava de R$ 20 a R$ 190. Agora a travessia não custa nada e leva cerca de cinco minutos, segundo o Dnit.

Localizada no encontro dos rios Madeira e Abunã, no distrito de Vista Alegre do Abunã (RO), região pertencente ao município de Porto Velho, a ponte tem 1.517 metros de extensão e recebeu investimentos de mais de R$ 160 milhões.

“Desde o primeiro dia do governo Bolsonaro, trabalhamos para entregar a Ponte do Abunã. Foi uma obra impressionante de engenharia sobre o Rio Madeira. Como resultado, estamos entregando mais do que uma ponte, estamos realizando um projeto de integração nacional, interligando o Acre e a Região Norte ao sistema rodoviário do país”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

“A previsão é que mais de 2 mil veículos cruzem a ponte todos os dias. Desde a abertura da BR-364, entre Rio Branco e Porto Velho, na década de 1980, a travessia sobre o Rio Madeira é feita por balsas, sendo que o trajeto entre as margens do rio leva, em média, duas horas (entre a espera e a travessia). Com a conclusão da obra, será possível cruzar o Madeira em menos de cinco minutos”, informa o Dnit.

Outro benefício direto, segundo o órgão, é o valor da travessia. Sem este gasto, e com a diminuição considerável no tempo para o valor do frete de carga deve reduzir, aumentando a competividade dos produtos produzidos no Brasil.

Cotidiano

Servidores da educação aceitam proposta do governo e greve é suspensa no Acre

Publicado

em

Uma audiência de conciliação realizada nesta quinta-feira (17), no Tribunal de Justiça do Acre, entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) e representantes do governo, resultou em um acordo que pôs fim à greve da educação. O encontro foi presidido pelo desembargador Júnior Alberto, responsável por homologar o acordo.

De acordo com as propostas apresentada em juízo, o Estado se compromete em ofertar internet e notebooks para os professores em efetivo exercício de docência e equipes gestoras das escolas e das unidades de representação da SEE, além de uma plataforma digital para conectar professores e alunos em ambientes virtuais de aprendizagem, equipando as escolas com kits chromebooks para uso dos estudantes, fornecimento de EPIs (máscara, álcool em gel, termômetro digital e tapete sanitizante); Melhoria da estrutura física das escolas e do mobiliário e utensílios; Concessão de dedicação exclusiva ou complementação de carga horária, redefinindo critérios de distribuição mais justa das atividades docentes, utilizando recursos do FUNDEB; Contratação de professores utilizando os editais vigentes de processos seletivos (servidor temporário) e concurso público (servidor efetivo), de modo a concluir o quadro docente necessário ao desenvolvimento do ano letivo, estas contratações serão custeadas com recursos do FUNDEB.

Além disso, o governo garantiu se comprometer com a complementação da carga horária dos servidores de apoio, utilizando recursos do FUNDEB (referente aos servidores lotados nas escolas) e recursos próprios (em relação aos demais servidores); Prorrogação da bolsa para servidores de escolas de tempo integral (Medida concretizada por meio da Lei n 3.666, de 10 de junho de 2021); Garantia de pagamento de auxílio alimentação no início de 2022 (referente aos servidores lotados nas escolas) e recursos próprios (em relação aos demais servidores); Correção inflacionária no primeiro semestre de 2022, nos termos permitidos pela legislação em vigor; e 11. Instituição de Comissão Mista para propor até final de 2021 ajustes nas tabelas do PCCR e na Lei de Gestão Democrática, a serem implementados a partir de 2022, conforme amparo previsto na legislação em vigor e disponibilidade financeira e orçamentária do Estado.

A contraproposta em documento contendo as 11 medidas para que o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) foi entregue na última quarta-feira (16), no intuito de pôr fim à greve deflagrada no último dia 13 de maio.

A presidente do sindicato, Rosana Nascimento, declarou ao ac24horas que a greve está suspensa até fevereiro de 2022. “Caso não aprove na Assembleia Legislativa, suspendemos os serviços novamente”, explicou.

Continuar lendo

Cotidiano

Segundo FPM de junho cai nesta sexta-feira (18) na conta das 22 prefeituras do Acre

Publicado

em

Os valores do segundo decêndio de junho do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) serão creditados na próxima sexta-feira, 18 de junho, com um valor total de R$10.333.540,06 a serem proporcionalmente rateados entre todos as 22 prefeituras do Acre.

No país, o valor é de R$ 1.452.210.541,29, quantia que já considera o desconto de retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O segundo decêndio representa, geralmente, o menor repasse mensal do Fundo – girando em torno de 20% do total do mês. Em comparação ao mesmo período de 2020, o repasse teve aumento de 17,14%, considerando a inflação. O acumulado do mês, por ora, tem crescimento de 74,85% em relação aos mesmos decêndios do ano passado. No ano, o FPM de 2021 apresenta alta de 23,65% em relação ao mesmo período de 2020.

“Para analisar este aumento atípico no FPM, a área de Estudos Técnicos da Confederação Nacional dos Municípios avaliou alguns quesitos e concluiu que, uma das explicações para o bom desempenho em junho, é a melhora na arrecadação do país”, diz a CNM, que produz os dados com base nas informações do Tesouro Nacional.

O aumento da compensação de débitos do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), principalmente aqueles decorrentes de créditos de ação judicial, é uma das hipóteses para o incremento da arrecadação. A Confederação destaca que os gestores municipais devem manter cautela, uma vez que os sinais de recuperação da atividade econômica devem ser interpretados de forma ponderada, a julgar pela taxa de desemprego do Brasil, que continua alta.

Continuar lendo

Cotidiano

Vereador de Acrelândia afirma que se Exército e o Mapa chegar sem mandado trocará tiros

Publicado

em

O vereador de Acrelândia, Marciano Bezerra da Silva (MDB), mais conhecido como “Tiririca”, usou a tribuna da Câmara na quarta-feira, 16, para dizer que vai trocar tiros com a polícia caso sua propriedade seja alvo de uma fiscalização do Exército e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), sem mandado judicial.

O comentário ocorreu após agentes do MAPA e do Exército realizarem uma fiscalização na propriedade do fazendeiro Jorge Moura, em Capixaba, interior do Acre.

O parlamentar faz críticas a ação de fiscalização e afirma que vai trocar tiros com a polícia se sua propriedade for alvo de alguma fiscalização.

“Eu vou dizer pra vocês, se lá em casa chega um cidadão do Mapa, do Exército, da Polícia Civil, do ‘raio que o parta’, ele vai ter que ter um mandado judicial pra entrar da porteira pra dentro, se não entra não, nós vamos trocar tiro, que lá dentro da minha propriedade não tem bandido não. Agora, se eles chegarem lá com o mandado e eu estiver errado que eles me punam”, afirmou.

Com informações de Acrelândia News

 

Continuar lendo

Cotidiano

Porto Walter abre processo seletivo para contratação na saúde e assistência social

Publicado

em

A prefeitura de Porto Walter abriu processo seletivo nesta quinta-feira, 17, para contratação emergencial de profissionais para atuarem junto ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

São nove vagas, sendo duas para assistente social e enfermeiro e uma para educador físico, fisioterapeuta, farmacêutico, psicólogo e nutricionista.

O processo seletivo terá três fases: análise documental, análise curricular, entrevista de caráter classificatório. Com carga horária de 30 horas para todos os cargos, a remuneração mínima é de R$ 2,5 mil até R$ 3,5 mil.

As inscrições podem ser realizadas até a próxima segunda-feira, 21, na Secretaria Municipal de Saúde, situada na rua Mamed Camely, nº S/N Centro, em Porto Walter, no horário de 8h às 11h e de 14h às 17h.

Para mais informações, clique aqui. 

portowalter
Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas