Conecte-se agora

Pai mata filho de 5 anos com facada no pescoço em Rio Branco

Publicado

em

Um crime bárbaro foi registrado nas primeiras horas desta quinta-feira, 13, em Rio Branco. Uma criança de apenas 5 anos, identificada como Cristopher Leão Arsênio, foi morta com um ferimento de faca feito em seu pescoço. O crime aconteceu em sua residência, localizada na rua Lagoinha, no bairro Bahia Nova, região da Baixada da Sobral. O autor do crime apontado como seu pai, Cristiano Lima Arsênio.

De acordo com informações da polícia, Cristopher estava dormindo quando o próprio pai teria desferido uma facada que atingiu o pescoço da criança. A mãe da criança só percebeu que Cristopher estava morto no início da manhã desta quinta. O autor do crime estava dentro de casa agindo como se nada tivesse acontecido.

A mãe de Cristopher pediu ajuda aos vizinhos e Cristiano que ainda tentou fugir do local, mas foi detido por vizinhos. Os próprios populares levaram o autor do crime à Delegacia de Flagrantes (Defla) e, na saída de sua casa, o criminoso ainda levou uma bíblia e sorriu.

Paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constataram a morte da criança no local. A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do perito em criminalística. O corpo de Cristopher foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame cadavérico.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa.

Anúncios

Acre

Acre tem 291 casos e se aproxima de mil mortes por Covid-19

Publicado

em

O boletim divulgado pela  Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) registra 291 casos de infecção por coronavírus nesta quarta-feira, 24, sendo 154 confirmados por exames de RT-PCR e 137 por testes rápidos. O número de infectados saltou de 55.590 para 55.881 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 153.472 notificações de contaminação pela doença, sendo que 96.739 casos foram descartados e 852 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 46.213 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 287 pessoas seguem internadas.

Mais 2 notificações de óbitos foram registradas nesta quarta-feira, 24, sendo uma do sexo masculino e uma do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 975 em todo o estado.

Óbito do sexo masculino:

Morador de Rio Branco, G. P. S. S., de 40 anos, deu entrada no dia 8 de fevereiro, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a falecer nesta terça-feira, dia 23.

Óbito do sexo feminino:

Moradora de Rio Branco, H. F. V. M., de 72 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 4 de fevereiro, vindo a óbito nesta terça-feira, 23.

Continuar lendo

Acre

“Cada um faz o que quer”, diz Cameli sobre Bolsonaro não usar máscara

Publicado

em

Em entrevista exclusiva ao ac24horas no final da manhã desta quarta-feira, 24 o governador Gladson Cameli, que sabe que precisa mais do que nunca do apoio do governo federal para superar as crises provocadas principalmente pelas enchentes e a Covid-19, fugiu de polêmica ao ser perguntado sobre ao mesmo tempo em que a pandemia é um dos maiores desafios enfrentados hoje pelo acreano, o presidente Jair Bolsonaro dispensa o uso de máscara, que é uma das principais orientações das autoridades de saúde para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

“Cada um é maior de idade e sabe o que faz. O presidente Jair Bolsonaro tem essa linha de pensamento de não usar a máscara e eu respeito. A minha é de usar. O mais importante é todos nós nos unirmos para superar esse difícil momento”, afirmou Gladson.

O governador confirmou ainda que a partir do próximo dia 1º de março, dependendo do comportamento da pandemia nos próximos dias, entra em vigor a liberação do comércio com 20% da capacidade de atendimento e o lockdown nos finais de semana, inclusive com o fechamento dos supermercados.

Gladson também falou da conversa que teve com Jair Bolsonaro e ministros sobre a vacinação em massa no Acre. “Falei da importância da necessidade de vacinarmos a maioria da população. O Acre não é melhor do que nenhum estado, mas vivemos uma situação emergencial. É muita gente nos abrigos, que mesmo com toda a orientação não podemos garantir que não vamos ter ainda mais aumento de casos, afirma.

Assista a entrevista:

Continuar lendo

Acre

Ministro de Bolsonaro comete gafe ao confundir Acre com o Amapá

Publicado

em

O novo Ministro da Cidadania, deputado federal João Roma (Republicanos-BA), que deverá tomar posse do cargo na tarde desta quarta-feira, 24, no Palácio do Planalto, cometeu uma gafe durante a entrevista coletiva no Aeroporto Internacional de Rio Branco nesta manhã.

Ao se referir ao Acre, o ministro que será empossado falou o nome do Estado do Amapá e rapidamente foi corrigido por todos, inclusive Bolsonaro.

Roma se corrigiu e pediu desculpas e destacou recursos liberados por seu Ministério para o Acre. “Temos para o Acre a antecipação do Beneficio de Prestação Continuada prestado pelo INSS. São 89 mil famílias acolhidas pela Bolsa Família no Acre. Liberamos mais R$ 1 milhão para o Acre de forma emergencial”, disse.

Continuar lendo

Acre

Bolsonaro chega a Sena ao som de “mito” e percorre ruas com apoiadores

Publicado

em

A chegada do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) a Sena Madureira, no interior do Acre, uma das cidades mais castigadas pela enchente do Rio Iaco, provocou um verdadeiro alvoroço no município. Milhares de apoiadores o acompanharam desde o pouso do helicóptero no estádio Marreirão e percorreram as ruas da cidade em comboio.

“Vamos ajudar o Acre com o máximo possível nesse momento de crise. Estamos aqui para ajudar a todos”, disse o presidente ao ac24horas. Ele posou para fotografia com as pessoas que estavam no local, abraçou e acenou. Depois, seguiu num carro aberto, com o governador Gladson Cameli, o prefeito Mazinho Serafim, senadores e ministros.

Um forte aparato policial faz a segurança de Bolsonaro enquanto ele visita a cidade. Enquanto o comboio seguia pelas ruas, centenas de moradores o acenavam das calçadas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No estádio, os apoiadores gritavam “mito” a todo momento, em alusão ao presidente. Após uma breve carreata pela cidade, Bolsonaro retornou ao está, onde subiu novamente ao helicóptero.

Gladson agradeceu o apoio da bancada federal do Acre para a vinda do presidente ao estado afetado pela Covid-19, dengue, enchentes e crise migratória. “O presidente veio ver de perto a situação que os acreanos estão passando nesse momento”.

Assista ao vídeo:

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas