Conecte-se agora

Projeto da Ufac salva vidas de pacientes com Covid-19 e pode virar tratamento em todo país

Publicado

em

Desde que a Covid-19 apareceu no mundo, o grande desafio é descobrir uma vacina ou medicamentos que possam prevenir ou tratar com mais eficácia a pandemia que só no Acre já infectou mais de 14 mil e matou 387 pessoas.

E acredite nessa boa notícia: a nova aposta para prevenir e tratar pacientes que sofrem com o mais difícil dos sintomas provocados pela Covid-19, que é a falta de ar, vem de um projeto desenvolvido pela Universidade Federal do Acre (UFAC) e outras instituições parceiras.

O melhor é que a prevenção e o tratamento já vem sendo desenvolvido com sucesso em mais de 300 pessoas, entre pacientes com diagnóstico positivo e profissionais em saúde que estão na linha de frente contra a Covid-19.

A fisioterapeuta e professora de anatomia e fisiologia da UFAC, Dra. Carolina Pontes Soares, com mestrado, doutorado e pós-doutorado em ciências morfológicas pela Universidade do Rio de Janeiro, é quem coordena a equipe multidisciplinar da pesquisa científica que tem salvado vidas no Acre.

A equipe é composta por profissionais da saúde dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e acadêmicos do curso de medicina da Uninorte e UFAC e vem fazendo uma diferença no tratamento da doença.

“Nosso trabalho visa a prevenção e o combate à Covid-19 no Brasil por meio de nebulização usando uma solução alcalina de bicarbonato de sódio. A ideia é causar uma alcalinidade no sistema respiratório, fazendo com que haja inativação do vírus”, conta Carolina.

A fisioterapeuta diz ainda que, “a princípio, a solução de bicarbonato foi pensada para a prevenção. Ocorre que com os resultados de cerca de 300 pacientes se percebeu que também era eficaz em casos leves e moderados, impedindo a piora no quadro de saúde desses pacientes”, conta.

Carolina Pontes Soares, conta que “estamos aplicando desde maio em pacientes domiciliares com diagnóstico positivo e também em pacientes internados no HUERB e na UPA do 2º Distrito. Esses pacientes evoluem muito bem. Existem pacientes que em três dias o pulmão já apresenta uma melhora significativa”.

De acordo com as informações da fisioterapeuta, “a principal causa de procura por uma unidade de saúde neste momento é a falta de ar. O que estamos observando é que com o uso dessa solução não há agravamento do quadro clínico respiratório do paciente. Com o tratamento através da nebulização, a falta de ar passa em alguns casos na hora e vai diminuindo no prazo de 48 horas”, afirma.

Carolina Soares conta também como surgiu a ideia da pesquisa. “Partimos do princípio de um artigo de 1990 que dizia que a família do Sars-Cov-2 inativava na solução alcalina. A partir daí, fomos analisar a possibilidade de usar a solução em casos de doenças respiratórias. O nosso diferencial é que temos uma concentração menor, que não gera efeitos colaterais podendo ser usada juntamente com os medicamentos prescritos para o Covid-19”, explica.

A solução foi analisada e testada em um laboratório de análise farmacêutica em Araxá (MG) pela farmacêutica que compõem a equipe do projeto. Os testes em pacientes começaram a ser aplicados em pacientes no início de maio.

Além dos ótimos resultados positivos com os 300 pacientes quem já pegaram a Covid-19 e fizeram uso da nebulização, na parte preventiva a pesquisa está sendo feita com cerca de 50 profissionais da saúde que estão na linha de frente. São médicos, fisioterapeutas, enfermeiros e técnicos em enfermagem que atendem diariamente pacientes com a doença. Os resultados são impressionantes.

“Nós estamos com 50 profissionais. Desse total apenas três foram contaminados, mas admitiram que não fizeram uso da nebulização como deveriam. Mesmo assim, após o contágio, usaram a solução e conseguiram se recuperar rapidamente. Os outros 47 profissionais continuam trabalhando e até agora não contraíram a Covid-19”, destaca Carolina.

Os participantes da pesquisa são avaliados pela equipe e depois a confirmação da doença são inscritos no estudo de tratamento para os pacientes com Covid-19 positivo. Na prevenção os participantes também são avaliados antes de iniciar.

Carolina diz que o projeto, que é desenvolvido com recursos próprios, nesse momento está precisando de patrocinadores que ajudem a custear o material para o preparo da solução e compra de nebulizadores, já que a demanda aumentou e os estoques acabaram.

ATENÇÃO – A fisioterapeuta alerta ao uso indevido de medicamentos pelas pessoas que se automedicam para combater o Covid-19. “É necessário que todas as pessoas que apresentem os sintomas da Covid-19 procurem as unidades de saúde para a avaliação médica e o tratamento adequado para a fase em que ele se encontra a doença. Não compartilhem o seu tratamento com outras pessoas, pois pode haver agravamento do quadro clínico das mesmas que não foram diagnósticas.”

Outra coisa importante, segundo Carolina, é o respeito ao isolamento social e o uso de máscaras. “As pessoas precisam respeitar o isolamento social para que possamos impedir a disseminação da doença no Estado”.

E finaliza com mais um recado. “Não temos ainda a vacina e esse vírus pelos últimos estudos publicados no mês de junho pela Nature Medicine, pode vir a contaminar novamente uma pessoa que já teve Covid-19. Neste caso, prevenir é o melhor remédio”.

Acre 01

Célio Gadelha fará mais um curso de capacitação para ganhar mais de R$ 5 mil em diárias no PR

Publicado

em

O vereador Célio Gadelha (MDB) da Câmara de Rio Branco embarca nesta terça-feira, 19, para Foz do Iguaçu (PR) para realizar um curso de capacitação de “Cuidados Indispensáveis para o Gestor Público Municipal”, que será realizado pelo Instituto Qualificar e Treinamento, durante o período de 19 a 23 de outubro.

Em agosto, o vereador embarcou para São Paulo para realizar um curso de capacitação de “Ética Moral na Administração Pública”.

O vereador receberá 5,5 diárias, totalizando R$ 5.167,47. A Portaria foi assinada pelo presidente da Câmara de Rio Branco, N. Lima (Progressistas).

Atualmente, uma diária de vereador vale R$ 939,54. Com salário de R$ 12 mil, cada parlamentar tem direito à contratação de até 12 assessores cujo as somas de seus salários cheguem no máximo até 30 mil.

No final de setembro, o juiz de direito, Gilberto Matos de Araujo, da Justiça Eleitoral da 1ª instância, julgou procedente a ação que pediu a cassação do mandato do vereador de Rio Branco, Célio Gadelha (MDB), por abuso de poder econômico.

A ação foi movida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), que acusa o vereador de ter se beneficiado da prática de abuso de poder econômico e corrupção eleitoral nas eleições de 2020.

Na decisão, o magistrado também declarou a nulidade dos votos de Célio Gadelha, devendo ser feito o recálculo do quociente eleitoral e determinou a inelegibilidade do parlamentar por oito anos.

Continuar lendo

Acre 01

Governo passa a incentivar população a pedir nota fiscal e aumentar tributos ao Acre

Publicado

em

O governo do Acre instituiu por meio de publicação no Diário Oficial nesta terça-feira, 19, a lei que cria o Programa Estadual de Cidadania Fiscal (PECF). O objetivo é fomentar o exercício da cidadania fiscal, mediante estímulo aos clientes de mercadorias ou bens a exigirem dos respectivos fornecedores a emissão do documento fiscal hábil, nos termos da legislação tributária, e por meio da execução de ações que visem a valorização da função socioeconômica do tributo, promovendo a participação dos cidadãos.

A lei diz ainda que a Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ) será a responsável pelo planejamento, administração, direção e execução das atividades do PECF.

São diretrizes do novo programa  a participação direta dos cidadãos em ações que tenham por finalidade: contribuir para o incremento da arrecadação tributária do Estado e verificar a efetiva e correta aplicação dos recursos públicos.

O PECF contará com um portal na Internet, constituído como plataforma de interação entre os cidadãos e o poder público e para incentivar a participação da sociedade distribuirá prêmios aos consumidores e às entidades sociais, sem fins lucrativos, credenciadas.

Para participar, os cidadãos terão que realizar um cadastro no Portal do PECF na Internet e os estabelecimentos participantes deverão informar aos consumidores a possibilidade de incluir o número do CPF, no documento fiscal relativo às suas compras.

Continuar lendo

Acre 01

Dados do MS apontam que mais de 230 mil acreanos não completaram esquema vacinal

Publicado

em

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde mostram que 230 mil acreanos ainda não retornaram para completar o esquema vacinal contra a covid-19, apesar da redução do intervalo de 21 dias para a dose da Pfizer e de 45 dias para antecipação da AstraZeneca. Segundo o MS, o número de pessoas com o prazo “vencido” chega a aproximadamente 120 mil.

Os dados mostram que dos 22 municípios acreanos, Rio Branco lidera a vacinação, com 432.405 doses aplicadas, seguido de Cruzeiro do Sul, com 104.863 doses aplicadas em segundo lugar e Sena Madureira com 42.109 doses.

Até o momento, mais de 300 mil pessoas já completaram o esquema vacinal contra covid-19 no Acre, ou seja, tomaram a segunda dose ou vacina de dose única.

De acordo com os números, foram aplicadas 538.915 primeiras doses, só que apenas 308.021 pessoas retornaram aos pontos de vacinação para completar o esquema vacinal.

Com colaboração da Agazeta do Acre

Continuar lendo

Acre 01

Rio Acre segue em Alerta Máximo de estiagem na maioria dos municípios por onde passa

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

De acordo com as cotas de monitoramento de estiagem da Plataforma de Monitoramento, Análise e Alerta a Extremos Ambientais (TerraMA²), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o Rio Acre permanece em Alerta Máximo nos municípios de Assis Brasil, Brasiléia, Porto Acre e Rio Branco.

Na capital acreana, o Rio Acre teve uma redução de 28 centímetros no nível de suas águas entre às 6 horas da manhã da última quarta-feira (13) e esta quinta-feira (14), segundo dados divulgados pela Coordenação de Defesa Civil Municipal – após chegar a 1,98 m no dia anterior, o nível caiu para 1,70 m nesta manhã.

A plataforma localizada em Xapuri ultrapassou a média climatológica de 138 mm de chuva esperada para o mês de outubro, registrando 144,4 mm. Segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), houve registro significativo de 78,4 mm de chuva em Xapuri nas últimas 24 horas.

No entanto, a plataforma localizada em Xapuri está apresentando falhas no fornecimento dos dados sobre o nível do rio no município, que aparecem sob a sigla (S/L) – sem leitura.

Com nível de 2,55 metros, o Rio Abunã permanece em Atenção em Plácido de Castro, onde a cota de Alerta é de 2,20 m e a de Alerta Máximo é de 2,30 m. O município teve um acumulado de chuvas de 31 mm em outubro, de acordo com a ANA.

O Rio Iaco em Sena Madureira, onde a cota de Alerta Máximo é de 2 metros, também permanece nesta condição, com nível de 0,85 cm registrados na manhã da última quarta-feira. Segundo a ANA, houve registro significativo de 22 mm de chuva naquela região nas 24 horas que antecederam o último boletim.

O Rio Tarauacá, na sede do município que leva o mesmo nome, apresentou redução de nível na leitura, mas permanece acima da cota de observação. Segundo a ANA e o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), não houve registro significativo de chuva nas 24 horas que antecederam o último boletim.

O Rio Juruá permanece em Alerta Máximo em Porto Walter, onde não houve registro significativo de chuva nas últimas 24 horas, segundo a ANA. Em Cruzeiro do Sul, o manancial estava com nível de 5,24 metros na última medição, vem acima das cotas de estiagem, que se situam na casa dos 2 metros.

Previsão de Chuvas

O prognóstico do Satélite NOAA/NCEP-GFS/USA indica previsão de chuva com volume acumulado na semana (13 a 18 de outubro) de até 75 mm para as regiões Oeste e Leste, onde as chuvas deverão ocorrer acima do esperado para o período. Nos municípios de Cruzeiro do Sul, Jordão, Mâncio Lima, Porto Walter e Rodrigues Alves, localizados no Oeste do estado, as chuvas devem ficar abaixo da média.

Os dados acima estão disponibilizados no boletim divulgado pela Sala de Monitoramento Hidrometeorológico, pelo Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma) e pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Políticas Indígenas do Acre (Semapi).

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas