Menu

Petecão: “tenho medo de andar nos bairros” 

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A declaração acima do senador Sérgio Petecão (PSD), foto, o mais popular dos políticos acreanos, retrata com fidelidade o clima de pavor, verdadeiro terror em que vivem os bairros de Rio Branco, dominados por organizações criminosas. Nos últimos três dias aconteceram três mortes por execuções à bala e seis baleados. E mais uma quarta morte. Esta pela polícia, em legítima defesa. “Antes, eu ia visitar amigos, tomar uma cerveja, na parte noturna em qualquer dos bairros periféricos, até nos mais distantes. Mas hoje, com essa violência descontrolada confesso que estou com medo e não faço mais isso. Sei lá se estou em lugar e algum bandido chega atirando sem rumo e me acerta”, confessou Petecão. O senador destacou durante o programa de ontem do ac24horas, “Boa Conversa”, que é a favor de que o governo peça a ajuda do Exército, da Força Nacional, para auxiliar a PM e a Polícia Civil no combate às quadrilhas que dominam a cidade. Na sua visão, o governador poderia se empenhar junto ao governo federal para a cessão de tropas federais para atuar no Acre. “Não pode é continuar acontecendo o clima de medo que tomou conta dos moradores da capital.


NÃO DESCARTA INTERVENÇÃO


O senador Petecão (PSD), em conversa com o BLOG DO CRICA, destacou ontem que apóia a entrada em cena do Exército, porque neste momento de pavor pelo qual passa a população da capital não comporta ficar com melindres. “O que for para melhorar, avalizo”, destacou.


TODO LUGAR É PERIGOSO


E quem pensa que a violência está apenas nos bairros periféricos tem que conviver com a nova realidade de que não é diferente do centro da cidade. Comerciantes da Rua Marechal Deodoro estão cansados de chegar pela manhã e encontrar as suas lojas arrombadas e saqueadas.


VIOLÊNCIA CHEGA AO JUDICIÁRIO


Para se ter a ideia de que não se está a salvo nem na região central. Bandidos tentaram roubar ontem o carro do presidente do Tribunal de Justiça, Francisco Djalma, num restaurante do Canal da Maternidade, com os seguranças reagindo e matando um dos assaltantes. 


COMO FICA A POPULAÇÃO?


As autoridades andam cercadas de seguranças armados. Mas nem isso intimida a bandidagem. Como ocorreu com o presidente do TJ, Francisco Djalma. E como é que fica a população que não tem dinheiro para contratar seguranças? Está todo mundo apavorado em Rio Branco.


VIVERAM NA PELE


Durante o tiroteio teve Juiz que se jogou debaixo da mesa, Desembargador que correu para se esconder na cozinha do restaurante em que iam jantar, enfim, viveram uma noite de terror, pela qual já passaram centenas de famílias que tiveram as suas casas invadidas e roubadas .


NÚCLEO DO JUDICIÁRIO


O que aconteceu com o presidente do TJ, Francisco Djalma, não é um fato comum, ele representa a cúpula do Judiciário, ocupa o cargo de maior expressão do poder. Para se ter uma ideia do clima de terror, pelo qual passa a capital! A mão do crime atingiu agora o Judiciário.  


COMPARAÇÕES MACABRAS


A cúpula do governo tem que parar com comparações macabras de que na administração passada morria mais gente. Não sei se estes dados são confiáveis. Sei que o povo votou no atual governador para mudar a realidade de matança, de pavor, isso sim é que é prioritário.


NINGUÉM SE SENTE SEGURO


Mente descaradamente quem disser que a população da capital se sente segura.


PASSOU DA HORA


Os policiais acreanos trabalham, estão empenhados todos os dias no combate ao crime e sem trégua, tem de se reconhecer isso, não se pode culpá-los, mas passou da hora do governador buscar ajuda do governo federal para enfrentar o caos, não pode continuar como se encontra.


PREFIRO A SINCERIDADE 


Posso não concordar com algumas das posições do presidente Jair Bolsonaro, mas reconheço que tem uma virtude, que é a da sinceridade. Não se esconde em subterfúgios quando tem que tocar em pontos polêmicos, não fica em cima do muro, e político tem que ter posição.


 TUDO COM ANTES, NO QUARTEL DO ABRANTES


Depois de tantas caras e bocas, lives, selfies, de figurinhas do governo cantando em prosa e verso a edição da EXPOACRE deste ano, como a oitava maravilha do mundo, eu fui matar a curiosidade. Nada que possa ser considerado de criativo, de excepcional ou de inusitado.


PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES


E para não dizer que não falei de flores, o que pode ser considerado novidade na EXPOACRE, é a apresentação da Furiosa – a Banda da Polícia Militar; fugindo dos dobrados militares, com execuções de músicas brasileiras e internacionais e puxadas por um bom cantor. Tão somente.


SÍNDROME DO PT


 O PT, no governo do Acre, tinha uma psicose de construir um barraco de palha e vender a ideia de que tinha erguido uma obra de grande valor arquitetônico, única no mundo. Algumas figurinhas deste governo começam a enveredar por este mau exemplo ficcional dos petistas.


SÓ APARECEU, AGORA?


Tudo o que a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) disse na mídia sobre a onda de violência em que mergulhou o Acre, principalmente, a capital, é verdade. Pede intervenção militar na Segurança. O estranho é que não se viu essa sua revolta no último governo do PT, aliado do PCdoB, cujo quadro de violência não diferia. E teve tempo para isso. E não se moveu


PSD VAI DE JOÃO TOTA


 Caso ocorra nova eleição para a prefeitura de Cruzeiro do Sul, numa eventual cassação do prefeito Ilderlei Cordeiro, o PSD lançará a candidatura do advogado João Tota, filho do ex-deputado federal João Tota, para disputar o mandato-tampão. É o nome posto na mesa.


JOGO LONGE DE UM FINAL


É muito improvável que o julgamento do recurso do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, percorra todas as instâncias antes da eleição para a prefeitura, no próximo ano. Há ainda a possibilidade que Ilderlei possa vir a ser absolvido, baseado no uso de provas ilegais.


NÃO SERÁ CANDIDATA


A prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino (PSD), já comunicou ao senador Sérgio Petecão (PSD), que não está disposta a disputar a reeleição no próximo ano. É uma decisão sensata. A sua administração está mal, fato reconhecido até por aliados, para buscar um novo mandato.


CARLOS COELHO


O senador Sérgio Petecão (PSD) já anunciou, inclusive, que com a desistência da prefeita Marilete Vitorino (PSD) o seu partido lançará como candidato a prefeito de Tarauacá, o professor Carlos Coelho, que é do município, é qualificado e conhecido articulador político.


O CONSELHO DO PETECÃO


O senador Sérgio Petecão (PSD) disse ontem no programa de entrevistas “Boa Conversa,” que apresentamos com o colega Astério Moreira, no ac24horas, que caso o governador pergunte a sua opinião sobre a contratação de um jatinho, lhe dirá: “esqueça isso”. Acha desnecessário.


AINDA NÃO PUBLICADO


O governador prometeu publicamente (não há nem como desmentir) que voltou atrás e tornará sem efeito a licitação, já homologada, de contratação de um jatinho para o seu uso institucional. O Diário Oficial (não sei hoje) de ontem não trouxe o seu recuo do ato.


ASSUNTO PARA O PRÓXIMO ANO


A anulação de parte da licitação para ver que agência de publicidade vai gerir o pouco mais de 5 milhões de reais da mídia do governo, não significa que teremos um final próximo desta novela, porque será natural que venham recursos. Não esperem desfecho para este ano


DEBANDADA PARA O PROGRESSISTA


Pelo visto vai ficar só a Socorro Neri, como prefeita do PSB. O prefeito de Epitaciolândia, Tião Flores, já anunciou que deixa o PSB para se filiar ao PROGRESSISTA. No mesmo caminho deverá seguir o prefeito Ederaldo Caetano, de Acrelândia. O PSDB  desmorona.


AGUARDAR PARA VER


A florestania do PT fracassou em toda a plenitude. Vamos aguardar o resultado da virada para o agronegócio do atual governo. E isso, não adianta fanfarronices, nós só vamos saber no final de 2022. Ainda assim me recuso crer que esta administração será pior que a passada. Por mais que a gestão atual tente não conseguirá. Foi um desastre na gestão e na política.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.