Conecte-se agora

Prefeito indígena não recebe chave da prefeitura, registra BO e arromba porta

Publicado

em

isaque_01Não é uma tarefa fácil sair do conforto de um cargo do executivo. Um exemplo é o que aconteceu no município de Marechal Thaumaturgo (distante 558.36 km da capital Rio Branco) quando o prefeito Isaque Pyânco (PMDB) registrou um boletim de ocorrência por não receber a chave da prefeitura de seu antecessor, Aldemir Lopes, do PT.

Segundo informações do portal de notícias juruáonline.net – o novo gestor municipal foi obrigado a arrombar a porta da prefeitura para iniciar os trabalhos de sua administração, já que o ex-prefeito petista não entregou as chaves do prédio. Tudo indica que Isaque Pyânco também não conseguiu fazer a transição com sua equipe.

“Temos até o memento apenas um boletim de notícia crime, informando alguns fatos ocorridos essa semana em Marechal Thaumaturgo, dando conta que o prefeito que assumiu agora encontrou a prefeitura fechada, não recebeu a chave, e a prefeitura encontra-se sem nenhum material de expediente ou eletrônico para os trabalhos”, explicou o delegado Lindomar Ventura.

De acordo com Ventura, o prefeito procurou a delegacia para tomar esclarecimento do que deve ser feito a partir da situação encontrada. “A gente orientou que fizesse relatórios e procurasse inclusive o Ministério Público”, completou o delegado.

Cotidiano

Gladson manifesta pesar pelo falecimento de Nego Bau vítima de parada cardíaca no PS

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) emitiu uma nota de pesar pelo falecimento de Renan Almeida Souza, conhecido no Acre como Nego Bau, ocorrido na tarde deste sábado, 15, no Pronto-Socorro de Rio Branco, em decorrência de uma parada cardíaca.

O chefe do executivo acreano disse que a notícia do óbito de Bau foi recebida com tristeza. “Nego Bau tinha 43 anos e foi vítima de uma parada cardíaca. Quero aqui manifestar meu pesar a toda família e aos amigos”.

Aí fim da mensagem, Gladson desejou condolências aos familiares e amigos do agora, ex-morador de rua. “Que neste momento de profunda dor, Deus possa consolar seus corações. Descanse em paz, Nego Bau”, desejou Cameli.

Ao ac24horas, a diretora do hospital, a médica Carolina Pinho, disse que o paciente teve parada cardíaca durante o transporte para o setor de cuidados avançados. “Infelizmente ele estava em estado gravíssimo e não resistiu. A equipe tentou reanimar, mas ele não respondeu às medidas. Lamentamos pela perda de um cidadão tão popular em nossa cidade”, declarou a diretora.

Bau estava entubado na sala de recuperação pós anestésica do hospital, onde aguardava vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), da unidade hospitalar.

O morador das ruas de Rio Branco deu entrada no hospital em dezembro com um dedo amputado. Na unidade de saúde ele passou a usar um dreno no pulmão devido uma perfuração no órgão, ocasionado por uma suposta briga. No local, foi descoberto que Nego Bau estava com tuberculose e fraturas nas costelas.

Continuar lendo

Cotidiano

Sindicato da saúde repudia decreto de Bocalom e promete entrar com ação na justiça

Publicado

em

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (Sintesac), vereador Adailton Cruz, resolveu emitir uma nota repudiando a decisão do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas) em suspender todas as licenças e afastamentos legais que estejam em andamento dos servidores da saúde municipal.

Na edição do Diário Oficial de sexta-feira, 14, Bocalom resolveu decretar que fosse suspensa todas as licenças ou afastamento legais de profissionais de saúde ou daqueles que desempenhem funções essenciais que não tenham sido concluídas, além da interrupção de novas autorizações para concessão de licenças em geral, além de determinar o retorno imediato às atividades de 100% dos servidores para atendimento à população do Município de Rio Branco no combate a Covid-19 e Influenza.

Cruz destacou que o decreto de Bocalom é absurda e inconstitucional. “Essa decisão do senhor Prefeito é desumana, justamente com os profissionais mais exauridos, porquanto até os servidores licenciados para tratamento de saúde são afetados e, assim, obrigados a retornarem para o trabalho em 72 horas”, declarou.

O vereador, opositor de Bocalom, disse na nota que o decreto é uma prova de limitação da atual gestão municipal. Porém, o sindicato garante que deverá tomar as devidas providências cabíveis sobre o assunto, incluindo a possibilidade de entrar com uma ação judicial com objetivo de derrubar a medida do prefeito. “O Sintesac está advertindo formalmente o senhor Prefeito quanto a necessidade de rever os termos deste Decreto e, caso não sejamos ouvidos, ajuizaremos a ação devida para impedir que essa arbitrariedade prevaleça”, alertou.

Continuar lendo

Acre 01

Nego Bau foi o primeiro meme acreano e ficou conhecido ao ser expulso de igreja

Publicado

em

Renan de Souza, de 44 anos, o famoso Nego Bau, viveu boa parte da vida como uma das figuras mais conhecidas na capital acreana. Pessoas próximas afirmam que ele passou a viver em situação de rua após a perda dos pais e se infiltrar no mundo das drogas.

O apelido surgiu quando ele sonhava em ser atleta da bola, inclusive chegou a atuar na categoria de base do Independência. Com isso, veio o Nego Ball, mas o nome foi popularizado pelos acreanos como Nego Bau.

O blog Colonheiro, do jornalista Victor Mattos, foi o primeiro a divulgar fotografias e curiosidades de Bau, há cerca de 15 anos, dando fama ao morador, conforme reportagem publicada pelo G1/Acre em 2015.

Desde então, Nego Bau passou a referência de brincadeiras, principalmente entre os jovens após o episódio em que foi expulso de uma igreja e virou matéria em todos os jornais locais. O auto do blog Colonheiro acredita que Bau tenha sido o primeiro meme genuinamente acreano.

As brincadeiras e memes perduraram até hoje, 15, dia que Bau faleceu após sofrer uma parada cardíaca no pronto- socorro da capital acreana.

Continuar lendo

Destaque 2

Nego Bau morre ao sofrer parada cardíaca no Pronto-Socorro de Rio Branco

Publicado

em

Um dos personagens mais conhecidos da capital acreana, o morador em situação de rua Renan Souza, conhecido popularmente como Nego Bau, morreu na tarde deste sábado, 15, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto-Socorro de Rio Branco após sofrer uma parada cardíaca.

Ao ac24horas, a diretora do hospital, a médica Carolina Pinho, disse que o paciente teve a parada cardíaca durante o transporte para o setor de cuidados avançados. “Infelizmente ele estava em estado gravíssimo e não resistiu. A equipe tentou reanimar, mas ele não respondeu às medidas. Lamentamos pela perda de um cidadão tão popular em nossa cidade”, declarou a diretora.

Bau estava entubado na sala de recuperação pós-anestésica do hospital, onde aguardava vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), da unidade hospitalar.

Nego Nau deu entrada no hospital em dezembro com um dedo amputado. Na unidade de saúde, ele passou a usar um dreno no pulmão devido uma perfuração no órgão, ocasionado por uma suposta briga. No local, foi descoberto que Nego Bau estava com tuberculose e fraturas nas costelas.

Porém, mesmo com o dreno, Nego Bau fugiu duas vezes do pronto-socorro, mas no início do ano ele foi levado novamente pelo Serviço de Atendimento de Urgência (Samu) para a unidade hospitalar. O Samu informou que Bau foi achado desmaiado na parada final de ônibus do bairro Sobral.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!