Conecte-se agora

O QUE É ISSO TUCANOS!!!!

A visita do presidenciável Aécio Neves à Rio Branco, na quinta-feira [22], rendeu. Rendeu politicamente para os tucanos, rendeu aborrecimentos para a turma do governo e rendeu bom humor no Facebook.

Hoje Rodrigo Rezende de Almeida publicou uma montagem digna de boas risadas! Nela os tucanos de bico mole e duro e simpatizantes, estão sorridentes… Tudo foi acompanhado de perto pelo olheiro da Frente Popular do Acre, Sérgio Barros, um ex-tucano do bico podre.

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Vídeo mostra abelhas italianas atacando pessoas no interior do AC

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira, 30, quem estava no Centro de Mâncio Lima, próximo ao Mercado Municipal e a Praça São Sebastião, viveu momentos de terror. Abelhas italianas atacaram várias pessoas e três delas deram entrada no hospital Dr. Abel Pinheiro por causa das picadas. Duas foram atendidas na sala de medicamentos e uma na de emergência, mas estão estáveis.

Durante o ataque as pessoas se escondiam dentro dos carros, embaixo de tendas, dentro de uma agência bancária e comércios como é possível ver em vários vídeos que circulam nas redes sociais. Em um deles, uma mulher aparece com muitas abelhas na cabeça e desesperada pede ajuda ao homem que está dentro de um supermercado. Com um veneno ele consegue matar várias abelhas.

“A praça, as bancas todas ficaram vazias porque estava todo mundo escondido. Eu estou debaixo de uma tenda com um balde na cabeça”, conta uma moradora.

Veja o vídeo:

video

Continuar lendo

Notícias

Por sua liberdade, lute!

Publicado

em

Em um pequeno artigo para a BBC NEWS, em 2015, o grande filósofo conservador contemporâneo britânico, Sir. Roger Scruton, falecido há pouco mais de um ano, trata “da arte de se ofender e da liberdade de expressão”. Ele sua inicia sua argumentação questionando o poder ofensivo de piadas e opiniões politicamente incorretas, relativas, por exemplo a raça e sexo.

Em certo trecho ele vai ao ponto que me parece mais importante: “O que houve de mais destrutivo na propaganda nazista não foi a expressão daquelas opiniões horríveis, mas a supressão daquelas que a refutavam. Foi a falta de liberdade de expressão que fez com que as idéias nazistas fugissem do controle, livres dos argumentos que as exporiam ao ridículo”. É como estamos a viver nos dias atuais, ou seja, assim como o nazismo, o politicamente correto pretende nos impor uma valoração de teses que se tornam hegemônicas somente devido a falta de debate público. Quem pensar de modo contrário à pauta dessa gente perde a liberdade de exprimir seus argumentos. É como se o time vermelho expulsasse o time azul do campo e jogasse sozinho.

O mais evidente sinal de que estamos em vias de dominação total é a cultura do cancelamento, segundo a qual o sujeito que sai das balizas progressistas deve ser expulso como se portasse alguma moléstia. Para ajudar no processo, inventaram a torpeza chamada “lugar de fala”, que é a pretensão de que o indivíduo somente se expressa se possuir previamente determinadas condições definidas pelo grupo dominante. Ora, ora. Se somos livres, qualquer lugar é lugar de fala meu e de qualquer um. Aceitar essa presepada é repartir o debate em tantas “assembléias” que, ao cabo, perdemos o sentido de sociedade aberta.

Outro, também inaceitável, é o bloqueio imposto pelas plataformas de mídias sociais. As maiores, aquelas que iniciaram essa transformação que vivemos na comunicação e, consequentemente, detém maior abrangência e importância, deram-se o direito de censurar as nossas postagens e fazem isso impunemente. O que seria um recurso contra crimes do tipo racismo, homofobia, pedofilia etc., passou a ser utilizado para controlar a nossa percepção da realidade.  Como pretexto, os donos das bigtechs apresentam um novo argumento – o combate às fake news.  Nada mais falso.

Pode-se dizer que, pelo menos parcialmente, a comunicação entre os indivíduos no mundo se dá por critérios de meia dúzia de empresas, sob o pretexto de que determinadas mensagens (as que eles escolhem) são ofensivas ou falsas, quando são apenas contrárias à sua agenda.

Como diz Scruton no livro “Pensadores da Nova Esquerda”, de 1985, “A incapacidade de discutir com oponentes, de abrir a mente para a dúvida e para a hesitação é uma característica enraizada na nova esquerda. Todas as discussões são travadas com aqueles que partilham as mesmas ilusões fundamentais, e – permanecem como argumentos dentro do marxismo, nunca fora dele. Exatamente a mesma incapacidade é demonstrada pelo governo comunista, que faz escolhas fundamentais sem o benefício da dúvida e de medidas corretivas.”. 

O extraordinário poder dessas organizações está sendo usado não apenas para pautar o debate público nos limites do politicamente correto e do progressismo globalista, diminuindo as possibilidades de comunicação do conservadorismo, mas também para promover e derrubar governos. A eleição recente nos EUA é a prova mais contundente da força com que agem, suprimindo a liberdade de expressão do oponente e, com isso, solapando a própria democracia. Acredito que veremos algo bem parecido aqui no Brasil até o próximo ano.

Hoje em dia o sujeito pode dizer que Stalin era um democrata, negar o Holodomor, afirmar que Mao foi um humanista, propagar as “delícias” do regime cubano, consagrar o socialismo como o regime do progresso econômico e não será molestado, não receberá aviso de fake news, de homenagear genocidas ou de postagem contrária aos princípios da plataforma. Porém, se divulgar pesquisas científicas que não endossem a OMS, ou, ao menos dizer que o médico tem o direito de tratar o paciente de COVID ao invés de mandá-lo pra casa esperar a falta de ar, será severamente punido. Como uma guilhotina, o algoritmo cortará a sua cabeça, digo, a sua “língua”. Parece óbvio que não se trata realmente de princípios, de zelo pela verdade, mas de uma ideologia e do controle da liberdade de expressão para não ter que enfrentar argumentos contrários.

Mais recentemente sob protestos de muitos cidadãos prevenidos contra o ataque às liberdades individuais, criaram o passaporte sanitário, uma espécie de carimbo que separa as pessoas e as classifica. A mídia esconde, mas você pode ver que na Europa há muita resistência (aqui). O passaporte é quase uma estrela amarela grudada no peito. Os vacinados na primeira classe, os não vacinados na segunda classe em direitos e condições de vida social. Atividades prosaicas, como ir ao mercado, estarão sujeitas ao escrutínio. Seria um passo para a guetização de parcela da população? 

Tudo isso leva a algo terrível que é o medo crescente de falar sobre qualquer coisa que não seja politicamente correta ou previamente consentida, estabelecendo assim uma espécie de autocensura, de autocontrole sobre o próprio pensar, de robotização de nós mesmos. No mesmo sentido, aliás, a própria linguagem está sendo moldada. Por todos os lados a liberdade do indivíduo está sendo atacada.

Então, é o seguinte. Se você não está afim de aceitar bovinamente uma argola eletrônica em suas ventas, lute. Se perceber que a sua liberdade está sendo perdida feito um salame, em fatias, como disse Hayek, lute. Cada concessão que fizer à esquerda e seus truques progressistas dificilmente será recuperada. Quando, na trincheira, lhe parecer estar em má companhia, pense que o verdadeiro adversário está do outro lado e lute. Com os companheiros malquistos nos entendemos depois.


Valterlucio Bessa Campelo escreve às sextas-feiras no ac24horas e eventualmente em seu BLOG

PS – Nesta quinta-feira, o presidente Bolsonaro fez (aqui) uma enérgica defesa do voto eletrônico com impressão e apuração imediata na seção eleitoral. É a forma ideal de garantir a lisura do processo. Sim, isto também é defesa da liberdade, a de escolher seu representante ou governante sem risco de que o resultado do pleito seja fraudado. Destaco da fala do presidente a frase “O Barroso tirou o Lula da cadeia, tornou-o elegível e vai contar os votos numa sala escura”. É demais.

Continuar lendo

Acre

Servidor é encontrado morto em veículo de secretaria em Brasiléia

Publicado

em

O servidor Raissandro Monteiro Borges, de 43 anos, foi encontrado já sem vida, na manhã desta sexta-feira, 30, dentro de seu próprio veículo, nas dependências da secretaria de agricultura, onde prestava serviço para a prefeitura de Brasiléia, interior do Acre.

Segundo as informações preliminares, o corpo de Raissandro não apresentava nenhuma lesão ou ferimentos, a suspeita é de que o óbito tenha sido causado por infarto. O corpo de Raissandro foi encaminhado ao Hospital Regional do Alto Acre, para em seguida ser liberado para a família.

A prefeitura do município de Brasiléia, em nome da prefeita Fernanda Hassem e do vice-prefeito Carlinhos do Pelado, prestou condolências aos familiares e amigos pelo falecimento de Raissandro Monteiro Borges, que era casado com Marinete Reis.

A nota destacou que Raissandro era funcionário da prefeitura de Brasiléia, onde prestava seus relevantes serviços na Secretaria de Agricultura, sendo um funcionário exemplar, prestativo humilde, ético e que exercia suas funções com zelo, competência e responsabilidade.

Continuar lendo

Destaque 2

Acre retira restrição de horário de funcionamento de bares e restaurantes

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) nesta sexta-feira, 30, revogou o Decreto de Nº 8.911, que estabelecia limite no horário de funcionamento de restaurantes, lanchonetes, bares, distribuidoras de bebidas e similares até às 00h. As demais medidas sanitárias de combate à Covid-19 e o limite de ocupação do estabelecimento de acordo com a bandeira permanecem válidos.

A revogação consta dentro do decreto que determinou a volta dos servidores públicos às atividades presenciais publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta (30).

A decisão ocorre em um momento em que apenas 124.490 mil acreanos, ou seja, 13,92% estão totalmente imunizados contra a Covid-19 com as duas doses. Até o momento, o Estado do Acre registrou 500.979 aplicadas contra covid-19, sendo 371.023 mil 1º dose, 119.873 segunda dose, e 10.083 dose única.

A decisão vale para restaurantes, lanchonetes, bares, distribuidoras de bebidas e similares que antes encerravam a comercialização de bebidas alcoólicas até às 22h00, devendo encerrar inteiramente suas atividades até às 00h.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas