Conecte-se agora

O QUE É ISSO TUCANOS!!!!

Publicado

em

A visita do presidenciável Aécio Neves à Rio Branco, na quinta-feira [22], rendeu. Rendeu politicamente para os tucanos, rendeu aborrecimentos para a turma do governo e rendeu bom humor no Facebook.

Hoje Rodrigo Rezende de Almeida publicou uma montagem digna de boas risadas! Nela os tucanos de bico mole e duro e simpatizantes, estão sorridentes… Tudo foi acompanhado de perto pelo olheiro da Frente Popular do Acre, Sérgio Barros, um ex-tucano do bico podre.

Coluna do Astério

O caso Márcia Bittar!

Publicado

em

A Márcia Bittar tem todo o direito de disputar o Senado como qualquer outro candidato. Se ela vai vencer ou não é com os eleitores. Notadamente o bolsonarismo. A origem de sua pretensão é conhecida: Um convite feito pelo presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) para que ela disputasse a eleição. Ambos são agora do Partido Liberal, o que a torna ainda mais vinculada a ele, que deseja maioria absoluta da Casa Legislativa para conter e até controlar o STF, o TSE, bem como as hostes de comunistas, intelectuais, artistas de esquerda e todos que não colocam Deus, a pátria e a família nos patamares merecidos. Isto, segundo a visão dele, do presidente.

Mas por que o discurso político da Márcia Bittar sobre ideologia de gênero, aborto, armamento da população, ação predatória do meio ambiente, invasão as terras indígenas e conversão do estado a uma religião predominante causa estranhamento? O que ela pensa, fala e diz é uma reprodução fiel da ideologia da fina nata do bolsonarismo. E mais: Não se envergonham disso porque acreditam ser esse o melhor para a nação. Estão dispostos a lutarem por seus ideais até a última gota de suor, para não dizer, de sangue. Foi com esse discurso que Bolsonaro venceu a eleição de 2018. Márcia é bolsonarista de corpo, alma e espírito.

Porém, existe um paradoxo nessa argumentação: Se todo eleitor do Bolsonaro no Acre votasse em Márcia Bittar ela seria eleita a senadora mais votada do Brasil proporcionalmente. Nem precisaria que o senador Márcio Bittar (União Brasil) se sacrificasse tanto, inclusive, não rompendo com o governador Gladson Cameli (PROGRESSISTA) mesmo que ela não estivesse na chapa com ele. O que falta?

“Fique distante de gente negativa, eles têm um problema para cada solução”. (Michel C.)

. Todos os aliados do governador Gladson Cameli (PROGRESSISTAS) que estiveram com ele em 2018 saíram do governo e fazem parte da nova oposição.

. Senador Petecão (PSD), Werles Rocha e Mara Rocha, Flaviano Melo, Vagner Sales e família (todos do MDB), a deputada federal Vanda Milani (PROS) e seu grupo político que vai do PT ao Republicanos, todos se foram!

. Ao que parece, só falta mesmo o senador Márcio Bittar e o deputado federal Alan Rick, ambos do União Brasil.

. Sobre tudo isso, o governador Gladson Cameli, sempre alegre e sorridente perguntou a um amigo jornalista:

. O que eles querem mesmo?

. Em tom de meditação, suspirou e respondeu de si para si:

. “O que eles querem não posso dar”.

. Pois é, simples assim.

. Em seguida reafirmou que vai marchar nessa eleição com a ajuda de Deus e o apoio do povo!

. Sobre a Márcia Bittar para quem não sabe:

. Nem mesmo o senador Márcio Bittar consegue demovê-la da ideia de disputar o Senado; talvez, e olhe lá, o Bolsonaro.

. É isso!

. Uma boa quinta!

Continuar lendo

Blog do Crica

Um saco de gatos, o PP deixa Gladson de mãos amarradas

Publicado

em

INDAGA-SE muito qual será a chapa que o governador Gladson Cameli vai apresentar para disputar a reeleição. As especulações mais fortes passam pelos nomes do deputado federal Alan Rick (União Brasil) e pela Márcia Bittar (PL), para ocupar a vaga ao Senado. Mas nada disso avança enquanto não for decidido de forma oficial, se a senadora Mailza Gomes (PP) será candidata a um novo mandato ou sairá para deputada federal.

Os movimentos nos bastidores não mostram nenhuma inclinação da desistência da senadora Mailza, pelo contrário, quem tem conversado com ela nos últimos dias revelou ontem ao BLOG não ter no seu foco tentar uma vaga na Câmara Federal, porque todos os espaços de apoios na máquina governamental e mesmo juntos aos prefeitos do partido, já estão ocupados por outras candidaturas. A questão é mais complicada ainda, já que não depende da exclusiva vontade do governador Gladson a solução do problema, mas da senadora Mailza Gomes (PP). 

Mantendo a atual posição, os candidatos ao Senado Márcia Bittar (PL) e Alan Rick (PL) terão de buscar outras alternativas para a disputa fora de uma composição na chapa do governador Gladson Cameli, que estará de mãos amarradas. O PP está um saco de gatos com todos se arranhando.

NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA

MAL ACABEI de fazer a nota acima quando me chegou a informação segura e de fonte altamente confiável, que a senadora Mailza Gomes (PP) reuniu o seu grupo, bateu o martelo e seguirá com a sua candidatura posta para buscar um novo mandato. O seu ex-chefe do gabinete, Artur Liborino, será candidato a deputado federal pelo PODEMOS. Com essa decisão, não tem mais como o governador Gladson Cameli colocar na sua chapa do Senado a Márcia Bittar (PL) ou o Alan Rick (União Brasil).

RESTA SABER

COM ESSE quadro definido, resta saber se o governador Gladson Cameli, na campanha, lhe colocará debaixo do braço ou tocará exclusivamente a sua candidatura à reeleição, já que não conseguiu lhe fazer desistir.

NÃO É EMPURRAR BÊBADO

DIRIGENTES lúcidos PP avaliam que, a sigla pode eleger um deputado federal, mas não será como empurrar bêbado ladeira abaixo. A chapa não é linear em votos.

CONTAS CORRETAS

SEGUNDO estas fontes, pelo menos três dos nove candidatos teriam de chegar ao patamar dos 15 mil votos cada, para os demais inteirar até chegar ao teto do coeficiente de 57 mil votos, e isso não é nada fácil.

NÃO TEM CONSENSO

CONVERSEI ontem com candidatos do União Brasil e REPUBLICANOS, e o que vi foi a falta de consenso para o senador Márcio Bittar (União Brasil) disputar o governo.

QUANTO MAIS CABRA, MAIS CABRITO

TOLICE a insurgência contra a candidatura do médico Fábio Rueda a deputado federal pelo União Brasil, vindo de fogo amigo, com o argumento que será privilegiado pela direção nacional. Ora, seu Zé Mané, quanto mais votos tirar, melhor para a legenda eleger mais deputados.

CONTAS DO ADVERSÁRIO

“A PERPÉTUA ALMEIDA caiu de 28 mil votos para 18 mil. O Léo de Brito caiu de 18 mil para 14 mil. E com o poder nas mãos. Agora, estão fora do poder”. Essa é a conta que fazem os apoiadores da candidatura do professor Cláudio Ezequiel (PSOL), para dizer que os diabos já não são tão feios como pintam, e que não assustam como antigamente. Apostam no fato de Ezequiel ter se projetado na greve dos professores.

CHAMEGO TARDIO

O ativista político Tião Bruzugu é um gozador nato, puxou um pouco do pai, o saudoso Martins Bruzugu. “O JV tá com um chamego comigo da porra. Eu queria esse cuidado nos últimos 20 anos, quando nunca fui abençoado”, disparou na sua fina ironia.

O OTIMISMO DO PETECÃO

“NUNCA disputei uma eleição tão fácil como essa para o governo, não sou de me enganar”. A afirmação é do candidato a governador, senador Sérgio Petecão (PSD).

UM NOME QUE DISPUTA

UM CANDIDATO QUE disputa com chance uma das vagas de deputado estadual, na forte chapa do PSD, é o ex-deputado Heitor Junior (PSD). Quando foi deputado, ele nunca abandonou os pacientes com hepatites.

FOI TUDO COMBINADO

A SAÍDA do Normando Sales (PSDB) para ser candidato a deputado federal pelos tucanos, foi tudo combinado com o prefeito Tião Bocalom. Tanto é assim que o Bocalom vai lhe apoiar, e deverá se engajar na sua candidatura. Em terra de muro baixo, tudo se sabe em pouco tempo.

UM TRABALHO BEM FEITO

ESTIVE observando algumas ruas recuperadas pelo prefeito Bocalom, e os serviços foram de qualidade, inclusive, com abertura para o escoamento das águas. Críticas têm de ser feitas, mas reconhecimento, também.

NA CHAPA DO PT

O EX-VEREADOR Marcelo Macedo deverá disputar uma vaga de deputado estadual, na chapa do PT. Marcelo é um quadro extremamente qualificado e soma na boa política.

FATO CONSUMADO

DEPUTADO Jenilson Leite (PSB) para governador e Jorge Viana (PT) para senador, deverá ser a chapa da federação dos partidos de esquerda. Fora isso, é ilação política.

VIRA UMA BAGUNÇA

Politicamente, o REPUBLICANOS não está errado em exigir que o candidato a deputado federal Israel Milani (REPUBLICANOS) apoie a chapa majoritária defendida pela legenda. Como vai resolver a equação, já que a mãe do Israel, Vanda Milani, é candidata ao Senado na chapa do Petecão, é uma outra história. Isso vai render bafafá.

CAMPANHA MUITO FORTE

QUEM está com uma campanha muito forte e bem organizada na região do Alto Acre, é o ex-secretário municipal de Brasiléia, Tadeu Hassem, que terá o apoio da irmã e prefeita Fernanda Hassem, além dos Milanis.

VAI PARA O SEGUNDO TURNO

Só ou com aliados, não tenho a menor dúvida de que ainda num cenário de poucos partidos ao seu lado, o governador Gladson estará num eventual segundo turno.

TOLICE SEM TAMANHO

VEJO como uma tolice sem tamanho observações de que o Gladson, com a perda de aliados, não chegará ao segundo turno. Tem algo que pesa a ser favor, o carisma.

FRASE MARCANTE

“Deus ama o mundo por intermédio de nós”. Santa Tereza de Calcutá.

Continuar lendo

Notícias

Enem 2022: quais principais erros que geram eliminação e como evitá-los

São deslizes que podem ser evitados para não comprometer a participação no exame

Publicado

em

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 encerram no próximo sábado, dia 21. Até lá, os interessados podem se inscrever através da Página do Participante, tanto na versão impressa quanto na digital. Ambas as provas serão aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro. 

O desempenho obtido no exame pode ser utilizado para ingressar em uma instituição de ensino superior, por meio de bolsas de estudos em faculdades privadas (Prouni), Financiamento Estudantil do Governo (Fies) e vagas em faculdades públicas (Sisu).

Porém, apesar do processo de inscrição ser fácil e a orientação para os meses que antecedem a prova ser de preparação intensa, alguns deslizes podem comprometer o resultado e atrapalhar os planos de ingressar na faculdade com a nota do Enem. Confira, abaixo, os quatro erros mais comuns que podem comprometer os candidatos e como evitá-los.

Não fazer o pagamento da taxa

Para garantir a participação no Enem 2022, os candidatos não isentos devem realizar o pagamento da taxa de inscrição até o dia 27 de maio. Nesta edição, o valor segue o mesmo das últimas: R$ 85. Por isso, se possível, pague com maior antecedência para não correr o risco de esquecer ou ter um problema com o banco de última hora. Este ano, pela primeira vez, o pagamento poderá ser feito por meio de cartão de crédito e Pix.

Não ler o edital do Enem

No edital do Enem estão as informações fundamentais sobre a aplicação das provas, como os componentes curriculares que serão pedidos nas diferentes áreas do conhecimento, critérios de eliminação do candidato e as datas e horários de início e término do exame. O candidato que se informa sobre as regras da prova corre menos riscos de cometer erros. Nesse sentido, por mais longo que seja o edital, leia-o com calma e destaque os pontos mais relevantes.

Não apresentar documento de identificação válido

Nos dois dias de aplicação do Enem 2022, o participante deverá apresentar a via original de documento de identificação oficial com foto para a realização das provas. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) permite os seguintes documentos:

RG (carteira de identidade);

CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social);

Carteira de reservista ou certificado de dispensa, que tenha foto;

CNH (Carteira Nacional de Habilitação);

Passaporte;

Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por Lei tenham validade como documento de identidade.

Outra novidade do Enem 2022 é que pela primeira vez o Inep aceitará documentos digitais de identificação, como: e-Título, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Digital e RG Digital. O candidato deve apresentar o aplicativo oficial ao fiscal e capturas de tela não serão válidas. Após a entrada na sala de aula, o uso do celular continuará vetado.

Não ter um cronograma de estudos

Muitos estudantes optam por fazer cursos pré-vestibulares e outros buscam, de forma autodidata, aprender os conteúdos. Com o auxílio da internet e de diversos aplicativos gratuitos, os estudantes podem conferir temas, matérias e conteúdos que podem auxiliar no processo de aprendizagem. 

As opções na internet são inúmeras. Lançado pelo Educa Mais Brasil, o Guia Enem, por exemplo, reúne materiais gratuitos de diversas disciplinas cobradas no Enem e em outros vestibulares. No site são disponibilizados artigos com resumos das principais áreas de conhecimento do exame. Para cada disciplina, há diferentes textos focados nas informações mais relevantes.

Não se preparar para a redação

Se preparar para a redação do Enem é fundamental para ter um bom resultado, assim como qualquer outra matéria. Para conseguir uma boa nota na redação, os candidatos podem seguir algumas dicas, como:

A apresentação de um repertório sociocultural é uma das exigências da redação do Enem, o que inclui fazer ligações entre o tema proposto com outras disciplinas, como a geografia e a história. Para isso, é importante ler, assistir filmes e estar informado sobre o que acontece no mundo.

Para conseguir uma boa nota da redação do Enem, é necessário treinar muito. Por tanto, programe-se para fazer, pelo menos, duas redações por semana nos moldes do exame. Além disso, aproveite para praticar com diversas propostas e eixos temáticos diferentes, porque o candidato só vai saber qual o tema da redação do Enem 2022 no dia da prova.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil 

Continuar lendo

Cotidiano

Alan Rick articula liberação de recursos para finalização da obra de Anel Viário

Publicado

em

A conclusão do Anel Viário e da Ponte de Brasiléia e Epitaciolândia é uma prioridade do mandato do Deputado Federal Alan Rick (União-AC). Nesta quarta-feira, 17, o parlamentar dedicou sua agenda a reuniões para conseguir a suplementação de recursos necessária para a conclusão.

Acompanhado do Diretor Geral do DERACRE, Petrônio Antunes, o parlamentar se reuniu com o relator do Orçamento Geral da União, Deputado Federal Hugo Leal (PSD-RJ), para pedir a indicação de recursos federais. “Apresentamos a ele as informações técnicas dessa obra, demonstrando a importância que tem para a interligação do Acre e do Brasil ao Peru. Saímos do encontro com boas perspectivas de termos os recursos para finalizar o contorno e a ponte até o início do próximo ano”, disse o parlamentar.

Outra reunião foi com o Diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT, Luiz Guilherme Mello. Na pauta a finalização dos processos para desapropriação dos terrenos onde o traçado do Anel está passando e dos recursos necessários. “Essa semana, o DNIT termina de analisar os processos e, em seguida, realizará um mutirão de desapropriação das áreas”, adiantou Mello.

O Diretor Geral do DERACRE, aproveitou para falar sobre a questão orçamentária, para finalizar a obra dentro do programa previsto e de outras obras de parceria do Governo do Estado e do DNIT. “Estamos abrindo um ramal entre Rodrigues Alves e Porto Walter e pedimos ao DNIT que construa uma BR projetada na região”. Falamos ainda sobre a reconstrução da estrada BR 364.”

Para esta última obra, serão totalmente refeitos mais de 400 quilômetros com soluções definitivas de engenharia. “A boa notícia é que em 2023 a reconstrução começa. Será um enorme investimento que trará o resultado que o povo do Acre sempre esperou”, finalizou o deputado Alan Rick.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!