Conecte-se agora

Quase 22 mil crianças de 0 a 3 anos estão fora da escola

Publicado

em

Jairo Carioca,
da redação de ac24horas
[email protected]

Segundo a SEME, o município recebe R$ 24,2 milhões do Fundeb por mês

“Uma creche que é um depósito de criança, é uma distorção que nós não podemos permitir”. A frase é da presidente Dilma Rousseff, a declaração foi durante a cerimônia de lançamento da Rede Cegonha, programa do governo federal de atenção às gestantes na rede pública de saúde, em Belo Horizonte. Se a presidente resolvesse conhecer Rio Branco e visitasse a periferia, além de se deparar com muita lama iria conhecer uma realidade que chega a ser comovente nos abrigos improvisados para crianças que ficam aos cuidados de líderes comunitários enquanto seus país trabalham. Os locais são chamados de creches, mas não são reconhecidos pelo município.

Essa realidade o ac24horas começa a mostrar através da continuidade da Série Mais Educação. O raio-x que começa no bairro Santa Inês, no Segundo Distrito de Rio Branco, mostra que a expansão da educação infantil tem ocorrido de forma crescente nas últimas décadas. E mais, o crescimento econômico pregado pelos governistas não acompanhou a intensificação da urbanização. Os maiores problemas estão nas grandes aglomerações.

É nesses aglomerados que o Instituto de Geografia e Estatísticas Brasileiro [IBGE] diz que se concentram mais de 24.080 crianças de 0 a 3 anos com necessidade de escola. Destes, apenas 2.400 estão matriculados. O déficit é de 21,6 mil vagas somente na capital. Os números se tornam mais absurdos quando contabilizadas as necessidades para crianças de 4 a 6 anos. A SEME não repassou dados atualizados, segundo MEC/INEP de 2009, eram 18.863 com idade escolar. Apenas 10.168 matriculadas.

A participação da mulher no mercado de trabalho e as mudanças na organização e estrutura das famílias contribuem para essa explosão de necessidades. Por outro lado, a sociedade está mais consciente da importância das experiências na primeira infância, o que motiva demandas por educação para crianças de zero a seis anos.

Mas onde encontrar vagas?

A reportagem mostrou o desespero de dona Maria de Nazaré, que não encontrou vaga para a neta transferida da cidade de Belo Horizonte. O mesmo drama passa as famílias que moram no bairro Santa Inês, no Segundo Distrito da cidade. Mesmo nos abrigos improvisados e organizados por líderes comunitários, não existem vagas. Quando se fala de condições de funcionamento, a cena é ainda mais pugente.

Quando nossa reportagem chegou à Creche Vivendo e Aprendendo, o responsável pelo local acabara de escrever um ofício manuscrito pedindo uma parceria com uma faculdade particular para conseguir pedagoga.

– Aqui falta de tudo, desde o material de escritório como você está vendo, até o material didático, equipamentos, brinquedos, recursos humanos capacitados e alimentação – disse José Marcos.

Mesmo assim, o local funciona de forma precária atendendo a 35 alunos em meio período pelos turnos da manhã e tarde. No quarto que abriga os meninos durante o repouso, não existe iluminação adequada. Colchões estão em situações precárias. Os móveis estão quebrados.

– O município nos ajudou aqui quando o secretário era o Claudio Ezequiel, daí nunca mais, nem alimento eles ajudam – acrescentou dona Janete Maria. Ela é uma das voluntárias mais antigas, que ajudou a fundar o local há seis anos atrás.

O atendimento às crianças de zero a seis anos é reconhecido na Constituição Federal de 1988. A partir de então, a educação infantil em creches e pré-escolas passou a ser, ao menos do ponto de vista legal, um dever do Estado e um direito da criança (artigo 208, inciso IV). O Estatuto da Criança e do Adolescente, de 1990, destaca também o direito da criança a este atendimento.

Segundo o vereador Ricardo Araújo, que aceitou dar informações sobre as dificuldades enfrentadas pelo município, existem 09 projetos de escolas e creches elaborados pelo município. Ele reconhece que a situação nos bairros mais afastados é precária.

– Uma creche para ser reconhecida tem que ter enfermeira, nutricionista, pedagoga e professores qualificados, daí a dificuldade para o prefeito Raimundo Angelim ajudar essas creches organizadas pelas comunidades – destacou o vereador.

Os 09 projetos que o parlamentar petista se refere fazem parte dos cortes anunciados pela presidente Dilma no início do ano. Até agora, o prefeito Raimundo Angelim e a bancada de deputados federais conseguiu sensibilizar a presidente, das necessidades de vagas em Rio Branco e em todo o Estado.

Veja abaixo, a carta que foi escrita pelo gestor e que enumera algumas das necessidades do abrigo:

Acre

Petecão já levou plano de governo a mais de dez instituições

Publicado

em

O candidato a governador pela coligação “Com a Força do Povo”, Sérgio Petecão (PSD), mantém uma intensa agenda de trabalho desde que registrou sua chapa no Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), na semana passada. Ao lado do projeto de Petecão ao governo está o advogado João Tota Filho (PSD) como candidato a vice-governador, e a deputada federal Vanda Milani (Pros), candidata ao Senado Federal. A agenda do candidato sempre tem início nas primeiras horas da manhã e se estende até tarde da noite.

Nesta quarta-feira (10), Petecão se reuniu pela manhã com líderes evangélicos que integram a Associação de Ministros Evangélicos do Acre (Ameacre). Foram discutidas questões ligadas às políticas públicas voltadas ao bem estar da população. Uma das propostas de governo de Petecão é aproximar as organizações religiosas do governo, no sentido de melhorar a assistência social à população. “Torcemos para que de fato ele possa concretizar esse projeto, e que isso possa se converter em melhores condições de vida para a população”, afirma Eldo Gama, presidente da Ameacre.

Petecão também se reuniu com dirigentes do Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo do Acre – CAU/AC para apresentar a proposta do plano de governo e discutir questões ligadas à infraestrutura, obras públicas e à situação dos profissionais da arquitetura que integram o quadro de servidores públicos do Estado, e que estão com salários defasados há quase uma década.

“Ele se mostrou muito aberto para colocar em pauta as questões que dizem respeito à nossa atividade profissional, então ficamos muito honrados com a visita e desejamos boa sorte a ele”, declara a presidente do Conselho, Dandara Lima.

Na última terça-feira. Petecão foi recebido pela diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Acre. O candidato apresentou a proposta de plano de governo e discutiu as medidas que irá implementar para alavancar o desenvolvimento do estado, caso seja eleito. O plano de governo do candidato, elogiado pela direção da entidade, também traz em suas diretrizes o incentivo à atividade econômica por meio do fomento à indústria.

No início desta semana, Petecão se reuniu com a diretoria da Associação de Delegados da Polícia Civil do Acre (Adepol), para mostrar o plano de governo e discutir questões ligadas à Segurança Pública, como as políticas de prevenção e combate à violência. O candidato também recebeu representas dos oficiais e praças da Polícia Militar do Acre, que expressaram ao candidato insatisfação com a atual situação da corporação em relação às condições de trabalho.

Na semana passada, Petecão visitou também as instituições representativas dos trabalhadores da área da saúde. Em visitas que fez ao Conselho Regional de Enfermagem – Coren-AC, e ao Sindicatos dos Médicos – Sindmed-AC, o candidato apresentou a proposta de plano de governo e debateu questões ligadas à melhoria da oferta dos serviços públicos de saúde em todo o estado.

A primeira instituição visitada pelo candidato, logo após efetivar o registro de candidatura, foi a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/AC. O convite partiu do próprio candidato a vice-governador Tota Filho (PSD), que também é advogado, onde foram tratados temas ligados ao fortalecimento da democracia e à atuação dos órgãos de controle externo da gestão pública.

Na última semana, Petecão já se reuniu com dirigentes de 12 instituições representativas da sociedade organizada para apresentar as propostas de plano de governo e discutir os principais problemas que o Acre enfrenta. “Todas as entidades tem se mostrado receptivas à nossa visita, tenho sido muito bem recebido e essa será uma marca de nosso governo. Vamos governar ouvindo a sociedade”, diz Petecão.

Continuar lendo

Acre

Presidiário é encontrado morto dentro de cela na FOC

Publicado

em

O presidiário Erik Bascio Braga, 26 anos, foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira, 10, dentro de uma cela do pavilhão Q (pavilhão de triagem), do Complexo Penitenciário Francisco D’Oliveira Conde, em Rio Branco.

Segundo informações do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN), Erick deu entrada na unidade na tarde no dia 09, após passar pelo exame de corpo de delito na Polícia Civil que constatou que o detento estava com lesões pelo corpo. O detento, que foi preso pelo crime de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, dividia a cela com outros três presidiários e pela manhã os presos tentaram acordar Erick e perceberam que ele estava morto.

Policiais Penais foram chamados pelos detentos e quando chegaram na cela encontraram Erick sem vida. Policiais Penais informaram a reportagem do ac24horas que o detento não foi agredido na cela pelos outros presidiários.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e o Médico atestou a morte do detento.

A área foi isolada para os trabalhos do Perito em criminalística. O corpo do presidiário foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Acre

Acre tem mais de 300 casos e uma nova morte por Covid-19

Publicado

em

O estado do Acre voltou a registrar óbito em decorrência de complicações da infecção pelo novo coronavírus nesta quarta-feira (10). Além disso, foram registrados 313 novos casos da doença. O número de infectados notificados é de 146.883 em todo o estado.

O número oficial de mortes por covid-19 suba para 2.022 em todo o estado. O paciente P. J. B, de 40 anos, morador de Rio Branco, faleceu no dia 26 de julho em uma unidade hospitalar da capital.

Até o momento, o Acre registra 352.723 notificações de contaminação pela doença, sendo que 205.833 casos foram descartados e 7 exames de RT-PCR aguardam análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 129.179 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 19 continuavam internadas até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS) e estão sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Continuar lendo

Acre

Casa que desabou não tinha permissão para construção

Publicado

em

A capital acreana contabilizou três ocorrências devido ao vendaval que acometeu em vários bairros de Rio Branco no final da tarde dessa terça-feira (9). Segundo o Corpo de Bombeiros, a edificação que desabou e acabou ferindo um cachorro não tinha permissão para ser construída.

“Foi por má construção da uma edificação. O proprietário foi notificado de que não poderia construir e mesmo assim continuou e ela acabou caindo”, informou o coronel Cassiano.

Outra ocorrência foi no bairro Mocinha Magalhães, onde o vendaval destelhou casas e provocou danos materiais. Outra ocorrência grave foi a queda de uma árvore sobre uma residência. A família teve de retirada para outro local.

“Quando acionado, o Corpo de Bombeiros vai ao local, faz o corte da árvore e dá suporte à família. A gente aciona a secretaria de assistência social, consegue o caminhão e assim faz a mudança da família para o aluguel social, através da prefeitura de rio Branco”, detalhou o coronel.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!