Menu

Em clima de confronto, PP define amanhã quem comanda o partido em Brasiléia

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Uma verdadeira guerra partidária será travada amanhã, em Brasiléia, para ver quem comandará o PP na eleição municipal. De um lado um grupo formado pelo casal Dêda e deputada Maria Antônia (PP), que querem como candidato a prefeito o ex-vereador Joelson Pontes (PP); e do outro os irmãos, deputado Tadeu Hassem (REPUBLICANOS) e a prefeita Fernanda Hassem, que pretendem comandar o PP para filiar seu grupo e sua candidata a prefeita Suly Guimarães.


O ex-prefeito Dêda e a deputada Maria Antônia (PP) dizem ter o apoio da vice-governadora Mailza Assis e demais lideranças do partido. Já a prefeita Fernanda Hassem diz ter a garantia do governador Gladson para que o PP fique com seu grupo. Para apagar o fogo com gasolina, está programado pelo grupo da deputada Maria Antônia (PP) uma festa de filiações partidárias e a apresentação do ex-vereador Joelson de pré-candidato a prefeito.


A decisão vai ficar com o governador Gladson, que estará presente ao evento, para o qual a prefeita Fernanda não foi convidada.


COSTURANDO COM HABILIDADE


O secretário Alysson Bestene (PP) tem mostrado habilidade na costura de conquista de aliados. Conseguiu que o professor Minoru Kinpara (PSDB) não dispute mais a PMRB.


PETECÃO CONQUISTADO


Alysson Bestene conseguiu ainda uma aliança com o forte grupo do senador Sérgio Petecão (PSD), para lhe apoiar na eleição para a PMRB.


JENILSON NA MIRA


Quem também está na mira para outra conversa política com o Alysson é o ex-deputado Jenilson Leite (PSB), que dificilmente conseguirá estrutura para a disputa da PMRB.


NINGUÉM AUTORIZADO


O senador Sérgio Petecão (PSD) disse ontem ao BLOG não ter ninguém do partido autorizado a colocar em discussão a indicação de um nome de vice para a chapa de Alysson Bestene, e qum nem pensou nisso.


ALFINETADA NO BOCA


Falou ainda que se a secretaria de Habitação ficar com seu grupo, como está previsto, vai conseguir recursos para fazer casas de alvenaria e não com madeira de refugo de terceira, como o prefeito Tião Bocalom, que não aguenta um inverno.


NINGUÉM MAIS QUE ELE


Sem puxar sardinha para a brasa de ninguém, mas vendo ontem a entrega de carros para o IAPEN, pode-se afirmar sem temor de errar que nenhum governador investiu mais em Segurança como o Gladson.


DISCUSSÃO TOLA


O prefeito Tião Bocalom disse em postagem que o sol voltou a brilhar na Argentina, com a vitória do extremista Javier Milei. Discussão tola. O sol precisa voltar a brilhar nos ramais intrafegáveis e nos buracos das ruas da periferia.


LEVOU UMA TROLHA


Se o destrambelhado Javier Milei ganhou na Argentina, no Brasil, Bocalom, seu candidato, Bolsonaro, levou uma grande trolha nas urnas.


NADA A PERDER


Quem circula próximo do deputado Emerson Jarude (NOVO) comentou ontem com o BLOG de que ele vai ser candidato a prefeito de Rio Branco, por ser jovem e não ter nada a perder.


NINGUÉM SE ADMIRE


Caso em 2026 o ex-senador Jorge Viana (PT) aparecer na taba dizendo ser candidato ao governo e com o discurso de salvação do Acre, ninguém se admire. Está se armando.


PLANO B


O deputado Luiz Gonzaga (PSDB) acha que se o prefeito Zequinha (PP) continuar em baixa nas pesquisas, pode ser buscado outro nome para enfrentar a candidata Jéssica Sales (MDB), dentro de um consenso.


CARGO DE CONFIANÇA


Ocupante de cargo de confiança, quem nomeia e demite é o governador, a deputada Michelle Melo (PDT) precisa colocar isso na cabeça em relação ao Delegado Geral Henrique Maciel.


MP TRANSPARENTE


A escolha para mais um mandato do Procurador Geral do MP, Danilo Lovisaro, é o resultado de uma gestão transparente e de tornar o MP mais acessível para a sociedade. O MP não pode ser uma bolha. Escolha certa.


COMO O CRAMULHÃO GOSTA


Pode-se ser da base do governo, sem ser babão. O deputado Tadeu Hassem (REPUBLICANOS) denunciou ontem na ALEAC que os PMs trabalham na base da vela em Brasileia; e Epitaciolândia virou um deserto com a falta de água, pela ausência de planejamento da Saneacre. O Alto Acre está como o cramulhão gosta.


NÃO VAI CONSEGUIR


Já tentou na eleição presidencial, mas não conseguiu levar o governador Gladson para grupo extremista de direita. E nem vai conseguir agora na eleição municipal, na capital. Gladson é um político que navega pelo centro.


FOCO FEDERAL


A prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem, já definiu o seu futuro político, ela disputará um mandato de deputada federal. Falta escolher o partido.


FRENTE CONTRA A MAILZA


Deputado federal Roberto Duarte (REPUBLICANOS), senadores Alan Rick (UB) e Márcio Bittar (UB), integram a tropa de choque contra a candidatura ao governo da Mailza Assis (PP) ao governo em 2026.


NOME LEVE E SEM RANÇOS


Há no MDB quem defenda e veja como ideal o nome da médica Rejane Veloso para ser a vice na chapa do Marcus Alexandre. Levaria o apoio do marido e deputado federal Eduardo Veloso (UB), e ser querida na Saúde.


FRASE MARCANTE


“Não beba nada sem ver e nem assine nada sem ler”. Ditado brasileiro.


NÃO PODE COLAR


O senador Alan Rick (UB) vem fazendo um jogo certo ao buscar ampliar alianças, optar por uma candidatura a prefeito que tende a perder, pode colar uma imagem de perdedor. Tem que ter cuidado para não ferir interesses, afinal, candidato a governador tem que ser hábil.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.