Menu

PEC eleitoreira do “me engana que eu gosto”

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

ALGO COM QUE NÃO SE DEVE BRINCAR, é com o sonho das pessoas. Criar falsas expectativas, sabendo que o resultado não será satisfatório, é de uma maldade sem tamanho. Foi exatamente o que os deputados fizeram ontem na ALEAC, ao aprovar uma PEC de autoria do deputado Roberto Duarte (REPUBLICANOS), que não resiste a um sopro de legalidade na justiça, ao querer transformar contratos provisórios do Instituto Socioeducativo na Polícia Penal – ISE, em contração definitiva pelo estado.


 O deputado Duarte, um advogado renomado e experiente, sabe melhor do que ninguém que a sua PEC é inconstitucional e será derrubada na justiça. Só há uma maneira de se contratar servidor sem concurso público, que é a de revogar o artigo da Constituição Federal que faz essa exigência. 


Os servidores do ISE foram sim enganados na sua boa-fé pelos deputados. Quem se posicionou de maneira republicana sobre o assunto, foi o líder do Governo, deputado Pedro Longo (PDT): “Sabem que isso não prospera.


 A justiça deve derrubar isso em uma semana”. E, ele tem razão. Ou daqui uma semana, duas ou três, no momento que a arguição de inconstitucionalidade for colocada em pauta no tribunal, será acatada por unanimidade. Não existe brecha jurídica que consiga regularizar a situação dos servidores temporários do ISE. Os deputados deveriam ter dito isso a eles, falar a verdade de que, só podem entrar no serviço público através de concurso. Os funcionários do ISE foram usados como inocentes úteis pelos deputados que aprovaram a matéria. 


Como fizeram isso de olho nos votos desses funcionários, vão dar um tiro no próprio pé, porque quando a justiça derrubar a matéria, esses servidores que comemoraram a aprovação da PEC imaginando que as suas situações seriam resolvidas, com justa razão vão ficar com raiva do parlamento e não podem votar em nenhum deles. E, com razão.


GRANDE OPORTUNIDADE


O DEPUTADO Roberto Duarte (REPUBLICANOS), que é candidato a deputado federal, se for eleito, pode pegar a pauta de tentar acabar com a vedação pela Constituição Federal de só entrar no serviço público via concurso e liberar geral para a contratação sem concurso. Até lá, vale a proibição. E, não será por PEC estadual que vai mudar.


NASCEU VIRADO PARA A LUA


NA POLÍTICA, tem que também ter sorte. A liberação ontem pela justiça de que numa coligação majoritária pode haver mais de um candidato a senador, acaba com o crucial problema do governador Gladson Cameli, que agora poderá ter na sua coligação o Alan Rick (União Brasil), a Márcia Bittar (PL) e a Mailza Gomes (PP) como candidatos a senadores. Morreu a obrigação do candidato único. O Gladson nasceu virado para a lua, só pode ser. Quem é que poderia prever que, esta nova norma fosse aprovada na porta das convenções regionais? Traduzindo: nenhum de seus aliados poderá mais exigir ser o candidato único da sua chapa.


SAIA CANDIDATO


A NORMA aprovada dá agora a liberdade ao governador Gladson de não mais ficar contra a parede e ter de escolher só um de seus aliados de candidato ao Senado. E, dizer a quem o pressionar: – Saia candidato.


ACABA A BRIGA


A NOVA regra eleitoral também acaba o motivo da briga do governador Gladson de querer tirar a candidatura da senadora Mailza Gomes (PP) da sua chapa, para colocar outro nome no espaço. A política é um mar de surpresas.


JÁ DIZIA, O SAUDOSO FILÓSOFO DO ABUNÃ….


Já dizia o saudoso filósofo do Abunã, Rapirã e cercanias, ex-prefeito de Plácido de Castro, Luiz Pereira: “A política é dinâmica”.


NINGUÉM GANHOU NADA


E, também, na eleição para governador e senador ninguém ainda ganhou nada, um fato novo pode inverter a colocação dos candidatos. Como este fato novo na justiça eleitoral, que mudou completamente a prosa da vaga única para o Senado, nas coligações majoritárias.


NÃO VAI DEIXAR BARATO


A VEREADORA Michelle Melo (PDT) tem se mostrado uma política de posições firmes. Por isso, não creio que vá deixar barato se a sua candidatura a deputada estadual for vetada, como ameaça a cúpula do PDT. Vai defender a sua vaga na chapa como um espaço para a mulher.


NÃO HÁ MOTIVO PARA O VETO


CONVERSEI ontem, com um experiente político, sobre a situação do deputado Luiz Gonzaga (PSDB). “Não há motivo para o PSDB não lhe dar legenda. Nunca votou contra as orientações do partido; nunca foi aberto nenhum procedimento contra ele na Executiva, por um fato ilegal; é deputado de vários mandatos, por isso, não tenho dúvida que derrube o veto na justiça”. Foi o que ouvi.


CHEGA A SER PATÉTICA


NÃO SE CONHECE um caso de fraude desde a adoção das urnas eletrônicas nas eleições. E, agora, de forma politiqueira, querem contestar o modelo de votação. A falta de argumento contra chega a ser patética. 


PODE ATÉ ACONTECER, MAS É IMPROVÁVEL


PODE ATÉ acontecer de um nome da chamada terceira via vir a decolar, na disputa presidencial. Mas tudo caminha para a continuidade da polarização Lula x Bolsonaro, com o petista na frente em todas as pesquisas.


A MÁXIMA NÃO FUNCIONA


AS MULHERES são maioria no eleitorado acreano. Pela lógica, deveriam ser majoritárias nas casas legislativas, mas são minorias. No caso do Acre, parece que mulher não gosta muito de votar em mulher. Só pode ser isso.


ELEITORADO LIVRE


O CANDIDATO ao Governo, senador Sérgio Petecão (PSD), falou ontem ao BLOG, antes de embarcar para uma agenda intensa na região de Manoel Urbano e Alto Juruá, que na sua campanha não vai pedir voto para nenhum dos candidatos à presidência. “Quem quiser, que escolha livremente o seu candidato”, enfatizou Petecão.


FICA DIFÍCIL DE APONTAR


A CHAPA para deputado estadual do PSD tem em torno de dez candidatos com muito potencial de votos, por isso fica difícil apontar com uma certa exatidão, quais nomes ficarão com as possíveis três vagas a serem conquistadas.


SEMPRE EXISTEM AS SURPRESAS


EM TODAS as eleições sempre se elegem deputados, cujos nomes não estavam em nenhuma projeção para a ocupação das 24 vagas na ALEAC. Por isso, guardem pelo mínimo três vagas para os candidatos dos quais não se fala na mídia.


FIRME NA BATALHA


CONVERSO com pessoas das mais variadas cores políticas, e sempre procuro me informar sobre candidatos que podem surpreender. E, vez por outra é citado o nome da militante política Claudinha (REPUBLICANOS), firme na batalha por uma vaga na ALEAC.


FRASE MARCANTE


“O cara só é sinceramente ateu quando está muito bem de saúde.” Millôr Fernandes.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.