Conecte-se agora

Palácio determina que secretários-candidatos deixem os cargos apenas em março de 2022

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) anunciou na manhã desta quarta-feira, 1° de dezembro, que determinou aos secretários do governo, que comunique até o dia 15 deste mês, o interesse em participar das eleições do ano que vem. Os secretários afastados devem deixar o cargo apenas no fim de março de 2022.

O chefe do executivo acreano, porém, não revelou os nomes que podem se afastar para disputar o pleito eleitoral, contudo, adiantou que já se prepara para fazer as futuras mudanças necessárias. “Fizemos uma reunião e determinei que nos próximos dias [15 de dezembro] seja definido quem será pré-candidato. Depois eu fiquei pensando, ainda tem muita água para passar debaixo da ponte. A lista eu irei receber na próxima semana, provavelmente, para que eu possa comunicar a todos e fazer o planejamento. Agora, isso irá acontecer independente de pressão ou não”, declarou.

Em relação aos possíveis afastamentos, Gladson disse ainda que os gestores que se afastarem poderão fazer sugestões de substitutos para assumir os órgãos, porém, deixou claro, que cada indicação será avaliada. “Todo mundo pode fazer sugestões, dependendo do perfil, se já foi de carreira, se foi de governo, caso a caso será analisado”, ressaltou.

Destaque 4

Mazinho Serafim bate-boca com manifestantes por causa de rua em Sena Madureira

Publicado

em

Um protesto por conta da condição de uma rua terminou em confusão em Sena Madureira. Comerciantes da Rua Monsenhor Távora usaram manilhas da própria prefeitura para obstruir o tráfego no local em represália pela lama e poeira no local.

Dois vídeos mostram o momento em que o prefeito Mazinho Serafim chega até a rua e discute com os comerciantes e manda as máquinas da prefeitura retirar o material da rua para terminar o protesto. No vídeo, o prefeito aos gritos afirma que o serviço só é possível fazer no período do verão.

Duas mulheres que fazem o vídeo afirmam que o prefeito tentou bater em um manifestantes.

O ac24horas conversou com o Mazinho Serafim que afirmou que o movimento nada mais é do que politicagem. “É meia dúzia que quer fazer politicagem. É uma rua que eu fiz, mas como precisamos fazer drenagem para evitar a alagação de todo o centro da cidade quando chove, danificou a rua e não consigo asfaltar durante o inverno. A parte danificada fica do outro lado da rua, na calçada. O que aconteceu foi que pedi para recolher a manilha e um cidadão me empurrou, eu caí e bati com o joelho no chão”, afirma.

Continuar lendo

Destaque 4

Com medo da 3ª onda, acreanos que não tomaram vacina da Covid correm para postos

Publicado

em

A coordenadora da Unidade de Referência em Atenção Primária (Urap) localizada no bairro Vila Ivonete, em Rio Branco, afirmou ao ac24horas nesta terça-feira, 18, que aumentou significativamente a procura pela aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 na Unidade. Franciana Dantas é categórica ao afirmar que as pessoas estão com medo e resolveram buscar a imunização.

Um motivo para essa busca é a nova explosão de casos de contaminação pelo novo coronavírus. A unidade está há dois dias sem médicos para atender a população. Um está afastado por infecção de Covid e outra aderiu à greve, mesmo com a prefeitura tendo convocado esses profissionais.

A unidade, que fazia 10 testes de Covid por dia, está agora realizando 150 testes diariamente. Destes, segundo Franciana, 50% apresentam resultado positivo. Por falta de profissionais, apenas um enfermeiro está fazendo os testes nos pacientes que buscam a Urap da Vila Ivonete.

“Em torno de 30% dos funcionários testaram positivo agora na Unidade. No geral, as pessoas que chegam aqui com a primeira e segunda dose tomada, não apresentam sintomas graves. Houve cinco casos de pessoas que chegaram aqui muito graves que não haviam tomado vacina”, contou a coordenadora.

Segundo Dantas, há muita procura agora pela primeira dose. “As pessoas estão com medo. Aumentou a procura de pessoas pela primeira dose. Antes a gente fazia em torno de 300 vacinas por dia, agora estamos em quase 600, entre primeira, segunda e terceira dose”.

Para a profissional de saúde, as pessoas se descuidaram e deixaram os hábitos e protocolos sanitários. Franciana aguarda o retorno dos médicos para agilizar o atendimento na Urap.

Continuar lendo

Destaque 4

Para dar exemplo, Gladson garante que filho Guilherme será vacinado contra Covid-19

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) confirmou nesta segunda-feira, 17, que seu filho Guilherme, de apenas 8 anos, será vacinado contra a covid-19.

Ao lado da primeira-dama, Ana Paula Cameli, Gladson deve levar “Guigui”, como carinhosamente é chamado, para tomar a vacina assim que chegar o momento certo, de acordo com a Secretaria de Saude de Rio Branco. Nesta segunda-feira, apenas crianças de 5 a 11 anos com comorbidades podem ser vacinadas. O filho do governador deve ser vacinado assim que a sua faixa etária for anunciada.

“Vamos vacinar ele sim, se Deus quiser. Assim que ele estiver apto, ele será vacinado para dar exemplo aos demais. Ele está muito animado para tomar vacina. Não vê a hora”, disse o governador.

Continuar lendo

Destaque 4

Governo anuncia aumento de leitos clínicos para atender crescente demanda no Into

Publicado

em

Sem o governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, a secretária de Estado de Saúde, Paula Mariano, realizou na manhã desta segunda-feira, 17, uma visita ao Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into/AC), hospital referência para atendimento de casos de covid-19 e síndromes gripais, paga anunciar novas medidas para conter a 3° onda da pandemia.

A secretária de saúde do Estado, Paula Mariano, disse que o objetivo da visita é acompanhar a situação do hospital de referência a Covid-19 e tentar aumentar o número de profissionais para atender a população. “Estamos em uma média de 300 atendimentos por dia”, declarou.

Mariano destacou que uma das medidas imediatas, nesse momento, será aumentar o quantitativo de leitos clínicos. “Estávamos com 10 leitos, já aumentamos para 20 no Into. No pico da pandemia, eram 300. Hoje estamos com 60 leitos clínicos em todo o estado. Agora, queremos aumentar mais 10 na capital, indo assim para 30”, explicou.

A secretária de saúde contou que no hospital existem 4 pessoas internadas, sendo que todas elas não completaram o esquema vacinal. “Alguns tomaram uma dose, outros nem isso”, disse.

O coordenador do hospital, Evandro Teixeira, contou que o local está enfrentando uma sobrecarga no atendimento devido as unidades de saúde de Rio Branco não estarem realizando atendimento médico. “Tivemos um grande aumento de procura por atendimento. Estamos se adequando para receber a população”, explicou.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!