Conecte-se agora

Suinocultores do Acre amargam prejuízos e ameaçam protestos contra Dom Porquito

Publicado

em

As medidas anunciadas recentemente pelo governador Sebastião Viana de apoio à suinocultura na cidade de Brasileia, na fronteira do Acre, não agradam a Cooperativa de Suinocultores do Acre (SUINACRE) composta por um grupo de 34 produtores pioneiros no negócio. Se sentindo excluídos do que chamam de “ousadia” do governo eles ameaçam a realização de protestos e até de uma ação civil pública contra os incentivos direcionados à Indústria Dom Porquito, localizada na cidade de Brasileia, na fronteira com os países Peru e Bolívia. O secretário Edvaldo Magalhães, da Indústria e Comércio, negou política de abandono e garantiu que os produtores do entorno de Rio Branco vão receber investimentos para modernização.

De fato o projeto de implantação da Indústria Dom Porquito é ambicioso. Inaugurada no último dia 13, nos próximos dois anos o projeto prevê a geração de 800 empregos, o envolvimento de 100 produtores e a receita de R$ 150 milhões por ano – meta que supera o total da arrecadação anual do município de Brasileia.

Mas a reclamação dos produtores não é com a abertura do mercado de exportação para o Japão e países andinos como já foi anunciado, diz respeito à superlotação de suínos no mercado interno. Eles acusam a Dom Porquito de vender com incentivo do governo suínos no mercado de Rio Branco e o resto do Acre.

“Essa política está acabando com os pequenos produtores que viviam bem da venda no comércio local que foi invadido pela Dom Porquito que não deveria praticar vendas da carne suína para o mercado interno, mas o mercado externo como foi proposto” pelo governador Sebastiao Viana na inauguração da Dom Porquito, observa Tommaso Solito.

Porco_in2

Outra reclamação dos cooperados são os preços que passaram a ser praticados com a intervenção da indústria. O quilo da carcaça que era vendida a R$ 8 baixou para até R$ 5,60. Vários produtores das cidades de Rio Branco, Acrelândia e Plácido de Castro estão abandonando o negócio alegando que a produção de suínos no Acre deixou de ser um negócio rentável. De acordo com o presidente SUINAC, Tommaso Solito, o preço do suíno praticado pela Dom Porquito abaixo do custo de produção é devido ao excesso de oferta no mercado local e não necessariamente pela modernização dos galpões.

“A Dom Porquito pratica esse preço recebendo todos os incentivos do governo. Incentivos que não chegam para nós que fomos os pioneiros nesse ramo e que fomos incentivados a fazer financiamentos, comprar matrizes com a garantia de vendermos nosso produto”, volta a comentar Tommaso.

Outra observação de Tommaso é que o governo deve abrir caminhos para os produtores que já estão no mercado há muito tempo e não desqualificar o sistema de produção já existente, sem sequer ter conhecido as instalações dos cooperados da SUINAC.

Gládio Gadelha que produz suíno há 19 anos em Rio Branco, disse que o governador Sebastião Viana durante a campanha eleitoral fez promessas ao mesmo de incentivar o setor, o que o levou a buscar recursos mediante financiamento e ampliar o negócio, aumentando o número do plantel e modernizando os galpões, com tecnologia e genética nos mesmos padrões do sul do país.

“Pode fazer investimentos que nós vamos garantir mercado. Assim disse o Secretário Edvaldo Magalhães e assim nós fizemos. Fomos simplesmente abandonados. Esse ano nem na merenda escolar nós fomos incluídos. Também não fomos convidados a participar da Expoacre por que não pactuamos com esse modelo proposto pela Dom Porquito que torna os produtores escravos do negócio”, disse Gadelha.

Com porco sobrando e sem mercado para vender o que produz, Gadelha vê a cada dia o negócio com suíno indo por água abaixo. Esse ano ele não conseguiu nem recuperar os galpões que foram derrubados por um vendaval em sua propriedade, na estrada Transacreana. Gadelha foi o pioneiro na introdução do suíno moderno no Acre, lutando há quase duas décadas, inclusive escoando a produção, enfrentando estradas de barro, atoleiros e hoje está sendo desqualificado pelo governo.

A reportagem visitou a maternidade de suínos construída na propriedade de Gadelha com financiamento feito junto ao Banco da Amazônia.  A produção é de 300 animais por mês. Com baias convencionais a estrutura não deixa nada a desejar. Gadelha também apresentou com orgulho os reprodutores híbridos que garantem a qualidade do negócio.

“Nossa carne de suíno tem a mesma qualidade que se encontra no sul do Brasil. aqui os animais não são alimentados com farinha de carne ou banha de boi, mas somente com ração balanceada”, disse Gadelha.

Governo fala do tripé de desenvolvimento
para a carne suína no Acre

Edvaldo_in1Para o secretário de Indústria e Comércio do governo do Acre, Edvaldo Magalhães, o estado atua em cada região de acordo com as suas especificidades. Com relação à região do entorno de Rio Branco, ele garantiu investimentos na suinocultura em torno de R$ 2,4 milhões.

A primeira perna deste tripé, Magalhães afirma ser o Alto Acre “que envolve toda cadeia produtiva que já tem uma pecuária estruturada, avicultura consolidada e a suinocultura que era um projeto antigo do governador para região”, comentou.

As indústrias instaladas no entorno de Rio Branco para atender os produtores de suínos, entre elas, o frigorífico Annasara, formam a outra meta de investimentos no setor. Ainda de acordo o secretário, completa esse tripé, a região do Juruá. Ele garante que a Dom Porquito terá características diferentes.

“Para a larga escala de produção de leitões temos que ter uma rede de engorda maior”, acrescentou.

O investimento do governo na construção de 55 galpões entre as cidades de Brasileia, Epitaciolândia, podendo chegar a Capixaba tem como meta o abastecimento da Indústria Dom Porquito que será o frigorífico com SIF exportação.

Embora não tenha confirmado a venda de carcaças de suínos para o comércio de Rio Branco e Cruzeiro do Sul – como denunciam os produtores – Magalhães reconheceu que esse frigorífico, tipo exportação, “ainda não existe”.

“Pra esse volume que já se produz no Acre, quando chegar de novembro em diante quando já se entregou os primeiros 30 galpões, ou vai para o mercado externo ou vai sobrar porco”, acrescentou.

O foco de exportação inicial será o mercado de fronteira da Bolívia e do Peru, desde Iñapari, Puerto Maldonado, nesta última cidade, Magalhães garante existir parceria para exportação.

Secretário lembra pacto com cooperados da Suinac
e fala de padronização de estágios de produção

Magalhães se lembrou de pactos cumpridos entre o governo do Acre e os cooperados como a construção de um frigorífico que não existia no entorno de Rio Branco e intervenções para impedir a entrada de suínos do Mato Grosso no mercado interno.

Ainda de acordo as informações do secretário, 10 produtores tradicionais do entorno do Alto Acre receberão investimentos na construção de galpões maternidade e galpões de engorda com o objetivo de manter a padronização da produção.

“Hoje eles estão em estágios diferentes de produção, com esses investimentos que nós vamos fazer, ocorrerá essa padronização, ou seja, existe a garantia de modernização. Nesse setor quem não se modernizar deixa de ser competitivo”, ressaltou.

Com relação aos preços de mercado, Magalhães disse que a regulação acontece por quem compra o produto.

De acordo com o Presidente da SUINAC, essa promessa do Secretário foi feita há dois anos, numa realidade diferente e hoje parte dos produtores selecionados está abandonando a atividade depois de terem realizados investimentos, inclusive incentivados pelo governo.

Governo visitou produtores do entorno
de Rio Branco há mais de um ano

A última visita do governo nas instalações de produtores do entorno de Rio Branco foi em julho de 2012, em pleno período eleitoral. Na oportunidade, o governador Sebastião Viana, acompanhado do secretário de pequenos negócios, José Carlos Reis, assumiu compromisso de estimular o crescimento da suinocultura no Estado. Na visita foi anunciada apoio e suporte técnico aos cooperados, “coisa que nunca aconteceu”.

 

 

 

 

 

 

Acre 01

Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação na estrada do Irineu Serra

Publicado

em

Um incêndio foi registrado na noite deste domingo, 19, em uma área de vegetação na estrada do Irineu Serra, em Rio Branco (AC).  Em imagens capturadas pelo fotojornalista do ac24horas, Sérgio Vale, é possível ver o tamanho das chamas que tomaram conta do local. 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros do Acre (CBMAC) foi acionada por populares, mas ainda não há um informe específico acerca do estrago que as chamas vêm causando. 

Mais atualizações no decorrer das próximas horas.

Continuar lendo

Acre

Corpo de mulher de 26 anos é encontrado no interior do Acre

Publicado

em

A jovem Genagila Nascimento de Lima, 26 anos, que estava desaparecida desde a última sexta-feira, 17, teve o corpo encontrado neste domingo, 19, com as mãos amarradas e um tiro no peito, enterrada em área alagadiça, na localidade Chaparral em Mâncio Lima (AC). 

O delegado José Obetânio responsável pelas investigações, informou que a vítima foi sequestrada em Cruzeiro do Sul e morta por um homem identificado como Gleisson Souza Nascimento, vulgo “Pico”. 

Ele [Pico] era monitorado por tornozeleira eletrônica, no entanto, roubou uma moto e levou a vítima para o Ramal do Chaparral, onde ela foi encontrada morta e executada. “Com as provas que temos antes dele romper a tornozeleira eletrônica, vou  representar pela prisão preventiva dele”, salientou. 

Informações ainda não confirmadas dão conta que Genagila mantinha um relacionamento amoroso com um faccionado, que teria envolvimento em uma tentativa de fuga do presídio de Cruzeiro do Sul há cerca de uma ano e que se encontra preso desde então.

O homem com quem ela teria mantido um  relacionamento recente teve o carro e a casa incendiados em Cruzeiro do Sul em uma única noite, também por ordem do presidiário . “Vamos seguir com as investigações, fazer prisões e esclarecer todos os fatos”, concluiu o delegado.

Continuar lendo

Acre

Com dois novos casos, Acre segue sem registrar morte por covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) em boletim divulgado neste domingo, 19, registrou 2 novos casos de infecção por coronavírus, elevando o número de infectados para 87.932.

Segundo o boletim, nenhuma notificação de óbito foi registrada neste domingo, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 permaneça em 1.817 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 247.805 notificações de contaminação pela doença, sendo que 159.864 casos foram descartados e 9 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 85.935 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 16 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Continuar lendo

Destaque 6

Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos em Itatiba

Publicado

em

O ator Luis Gustavo Blanco morreu neste domingo (19), aos 87 anos, em Itatiba (SP). Ele sofreu complicações por conta de um câncer no intestino. De acordo com informações da família, Luis Gustavo estava em tratamento contra a doença desde 2018.

O corpo do ator será cremado na manhã de segunda-feira (20), por volta das 10h. Não haverá velório. Segundo o G1 apurou, foi uma opção da família para que a despedida fosse um momento particular.

O ator nasceu em Gotemburgo, na Suécia, no dia 2 de fevereiro de 1934. Foi o Beto Rockfeller (1968), na novela da TV Tupi, que inovou a linguagem do gênero. A estreia dele na Globo foi em 1976. Dentre os personagens mais marcantes do artista estão o costureiro Ariclenes Almeida/Victor Valentin em “Ti Ti Ti” e Vanderlei Mathias, o Vavá, no programa “Sai de Baixo”, ambos da TV Globo.

“Eu sempre me dediquei à comédia. Na comédia, as crianças são meus grandes professores: testei meus personagens com elas. Se não riam, o personagem não estava pronto. Não há mestre no mundo que se compare a uma aula dessas”, afirmou o ator, em depoimento ao Memória Globo.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas